Jesus tinha irmãos? O que diz a Bíbllia?


Clemente, Doce, Sempre Virgem Maria!

Há três argumentos principais contra a virgindade perpétua de Maria:

1- A palavra “até” , que em algumas versões de Mateus 1:25, parece sugerir que Maria e José tiveram relações conjugais após o nascimento de Jesus.
2- Tanto no Antigo quanto no Novo Testamento, a relação sexual para os casais é divinamente aprovada (Gn 1:28, 09:01, 24:60, Pv 05:18; Sl 127:3; 1 Coríntios 7:5, 9 ),  por que Maria e José  se absteriam?
3- Somos informados de que Jesus teve irmãos e irmãs em (Mt 12:46-47; Mateus 13:55, Marcos 3:31-32, 6:3, Lucas 8:19-20, João 2:12; 7:3 , 5, 10, Atos 1:14). Por fim, Jesus é chamado “primogênito” de Maria (Lucas 2:7).

Argumento 1.

A palavra “Até”. O problema com esse entendimento é que ela obriga o uso do Português moderno na leitura da Bíblia. Na Bíblia, a palavra grega e hebraica para ‘até’ significa apenas que alguma ação não acontecera até certo momento. Os estudiosos estão de acordo sobre este argumento. Por exemplo, o Dr. William Hendriksen,  ex-professor de Novo Testamento na Literatura do Seminario Calvinista nos EUA , escreve: ”Essa conclusão NÃO pode se basear apenas em cima do termo “até”. Esse termo nem sempre apresenta um evento (Neste caso: ela deu à luz a um filho) onde a situação anterior (ou seja, a ausência de relações sexuais) seja alterada, invertida (ou seja, não implica que após o nascimento o casal começa a ter relações sexuais).” De O Evangelho de Mateus, p. 144.

Considere esta citação de Samuel: “E assim a filha de Saul, Mical não teve filhos ‘até’ o dia da sua morte (2 Samuel 6:23). “Será que devemos concluir que ela teve filhos após sua morte? E o corvo liberado da arca? Nós lemos que o corvo “voava indo e vindo ‘até’ que as águas secaram da terra (Gn 8:7).” Isso significa que o corvo voltou depois de baixa? Outros exemplos podem ser vistos em Dt 34:6; 1 Macc 05:54 e Sl 109:1

Argumento 2.

Os “irmãos” do Senhor. Nem o aramaico, a língua que Jesus falava, nem o hebraico, têm uma palavra específica para designar primo. Na realidade, o termo irmão foi muito utilizado na Bíblia para descrever os membros próximos da família, incluindo primos e tios. Ló, por exemplo, era sobrinho de Abraão. Pois ele era filho do irmão de Abraão, Harã. No entanto, em Gênesis 14:14, Ló é descrito como irmão de Abraão. Em Mt 29:15 Jacob é chamado o irmão de seu tio Labão. Novamente em 1 Crônicas 23:21-22 filhas de Eleazar de seus ‘irmãos’ casados. Isso não é possível porque Eleazar não teve filhos. Esses ‘irmãos’ na verdade eram seus primos, os filhos de Cis. Cis era irmão de Eleazar.

Aprendemos com outras passagens bíblicas que a palavra irmão tinha um uso até mais amplo. No caso dos quarenta e dois irmãos do Rei Achaziah (2 Reis 10:13-14), a expressão é usada para se referir a meros parentes, nem mesmo parentes próximos. Usos similares são encontradoss em Dt 23:07; Jer 34:9. O termo ‘irmão’ também foi usado para descrever pessoas alheias, como um amigo (1 Reis 9:13, 20:32 e 2 Sm 1:26). Em Amós 1:9, a palavra é usada para descrever um aliado, similarmente ao uso atribuído no contexto moderno entre alguns cristãos ao se chamarem de ‘irmãos’ devido a sua afinidade religiosa.

Nas passagens que se referem os irmãos do Senhor, Mt 12, 46-47 8:19, Mc 3:31-32, Lc e todos parecem estar relacionadas ao mesmo incidente. O uso da palavra irmãos, como já vimos, não é prova de que Maria teve outros filhos biológicos.

Irmãos específicos são nomeados em duas passagens: Em Mt 13:55, Tiago, José, Simão e Judas são listados. Tiago e José são identificados em Mt 27:56 como o filhos de outra Maria, provávelmente Maria de Cléofas, encontrada em Jo 19:25. Simão parece ser Simão o Cananeu de Mt 10:4. Judas é chamado o filho de James, em Lucas 6:16 e Atos 1:13.

A segunda lista de irmãos ocorre em Mc 6:3. São Tiago e de José, de Judas e de Simão. Tiago e José são identificados em Mt 15:40 como os filhos de outra Maria. Esta é provavelmente a mesma Maria discutida acima, que aparece em Jo 19:25. Judas e de Simão aparecem na lista de Mateus (Mt 13:55).

Argumento 3

Filho primogênito. Essa objeção ignora o uso idiomático judaico  antigo da palavra primogênito. No contexto Judeu este termo refere-se claramente a primeira criança que abre o ventre (Ver: Ex 13:2 e Nb 3:12) fosse ele o único filho do casal ou não.

Conclusão: As supostas ’evidências bíblicas’ que indicariam que Maria tenha tido outros filhos depois do nascimento de Jesus, uma vez analizadas contextual e historicamente, não provam o argumento Protestante. No entanto, a discussão acima não apresenta um caso bíblico da virgindade perpétua de Maria. Qual é a base bíblica para tal doutrina Católica?

Leia em breve “Base bíblica para a virgindade perpétua de Maria.”

Anúncios

Sobre Hellen

Católica militante, expatriada, mãe e arquiteta e estudante de Direito. Quando há tempo, engajada na "missão" de defender a fé católica e evangelizar aos irmãos católicos, especialmente aqueles afastados da Santa Fé . I am an expat architect, law student and Catholic mommy who's taken on blogging. I've doing this for a few years now and I'm totally hooked up. All for the Glory of God!
Esse post foi publicado em Apologética Católica e marcado , , . Guardar link permanente.

23 respostas para Jesus tinha irmãos? O que diz a Bíbllia?

  1. Pingback: Como refutar o argumento protestantes sobre os supostos irmãos de Jesus Cristo

  2. Pingback: Como refutar o argumento protestantes sobre os supostos irmãos de Jesus Cristo | Grupo de Oração São José 1

  3. EDMILSON disse:

    Assim diz Papias nascido no ano 69 da era cristã :
    /
    “(1) Maria, a mãe do Senhor; (2) Maria, a esposa de Cléofas ou Alfeu, que era mãe de Tiago, bispo e apóstolo, de Simão, de Tadeu e de um dos que se chamavam José; (3) Maria Salomé, esposa de Zebedeu, mãe de João, o evangelista, e Tiago; (4) e Maria Madalena. Estas quatro mulheres são encontradas no Evangelho. Tiago, Judas e José são filhos de uma tia do Senhor. Maria, mãe de Tiago, o menor, e José, esposa de Alfeu, era irmã de Maria, mãe do Senhor, e que João liga a Cléofas; eram irmãs por parte de pai, por parte da família do clã ou por outra ligação qualquer. Maria Salomé é chamada simplesmente por Salomé por causa de seu marido ou de seu vilarejo. Alguns afirmam que ela é a mesma pessoa que Maria de Cléofas, já que teria se casado duas vezes.” (Papias, explicações dos oraculos do senhor)
    //

    Outros Padres da Igreja:
    “Como por uma virgem desobediente foi o homem
    ferido, caiu e morreu, assim também por meio de uma virgem obediente à palavra
    de Deus, o homem recobrou a vida. Era justo e necessário que Adão fosse
    restaurado em Cristo, e que Eva fosse restaurada em Maria, a fim de que uma
    virgem feita advogada de uma virgem, apagasse e abolisse por sua obediência
    virginal a desobediência de uma virgem.” (Santo Irineu 130-203 Contra Heresias L. 5, 19.1)
    “…corpo de Maria toda santa, sempre virgem, por uma
    concepção imaculada, sem conversão, e se fez homem na natureza, mas em separado
    da maldade: o mesmo era Deus perfeito, e o mesmo era o homem perfeito, o mesmo
    foi na natureza em Deus, uma vez perfeito e homem.” (Santo Hipólito 170-236 As obras e Fragmento VII)

    Curtir

  4. EDMILSON disse:

    Vou colocar aqui alguns textos dos quatros evangelhos para assim descobrir quem era essa Maria mãe de Tiago e Jose.
    //
    VAMOS LÁ:

    Entre elas se achavam Maria Madalena e Maria, mãe de Tiago e de José, e a mãe dos filhos de Zebedeu.” (Mateus capítulo 27)
    //

    Achavam-se ali também umas mulheres, observando de longe, entre as quais Maria Madalena, Maria, mãe de Tiago, o Menor, e de José, e Salomé” (Marcos capítulo 15)
    //

    Junto à cruz de Jesus estavam de pé sua mãe, a irmã de sua mãe, Maria, mulher de Cléofas, e Maria Madalena.” (João capítulo 19)
    //
    AGORA NOTE QUE…
    Mateus cita que ao pé da cruz estavam:
    • Maria Madalena.
    • /
    • Maria mãe de Tiago e Jose.
    • /
    • A mãe dos filhos de Zebedeu.
    • /
    • AGORA NOTE QUE…
    Marcos cita que ao pé da cruz estavam:
    • Maria Madalena.
    • /
    • Maria mãe de Tiago e Jose.
    • /
    • Salomé (Mãe dos filhos de Zebedeu).
    • /
    • AGORA VEJA QUE…
    Já São João nos mostra uma informação a mais do que os outros Evangelhos, ele diz que ao pé da cruz estavam:
    • Virgem Maria a mãe de Jesus Cristo.
    • /
    • Maria mulher de Cleofas irmã (parente) de Virgem Maria e é a mãe de Tiago e Jose.
    • /
    • Maria Madalena.
    /
    Omite a sua mãe (que seria Salome).
    /
    Conclusão:
    A Maria mãe de Tiago e Jose citada por Mateus e Marcos é a mesma Maria mulher de Cleofas que São João diz ser irmã (parente) de Virgem Maria Santíssima.
    //
    Assim fica mais fácil descobrir o porque os filhos de Maria mulher de Cleofas eram tratados como irmãos (parentes) de Jesus Cristo, pois essa Maria era parente de Virgem Maria Santíssima.
    //
    Agora observem que essa Maria mulher de Cleofas e mãe de Tiago e Jose era tratada como a “outra Maria”:
    //
    “1. Passado o sábado, Maria Madalena, Maria, mãe de Tiago, e Salomé compraram aromas para ungir Jesus.” (Marcos capítulo 16)
    //
    Depois do sábado, quando amanhecia o primeiro dia da semana, Maria Madalena e a outra Maria foram ver o túmulo.” (Mateus capítulo 28)
    //

    Agora eu pergunto para esses hereges:
    Alguém em plena sã consciência acredita que “Virgem Maria” mãe do Salvador seria tratada pelos Apóstolos como “outra Maria”?
    //
    É lógico que o autor ao se referir “outra Maria” estava se referindo a essa parenta de Virgem Maria que possuía o mesmo nome da mãe do Salvador.
    //
    Resumindo:
    Jose o segundo suposto irmão de Jesus Cristo era:
    Irmão biológico de Tiago Apostolo.
    Filho de Maria mulher de Cleofas.
    Parente próximo de Jesus Cristo, Judas e Simão.
    E deveria ser sobrinho de Virgem Maria e São Jose.
    //
    Agora vamos passar para “Judas”; quem era esse Judas? Esse Judas será a pedra nos sapatos protestantes, pois ele é a maior prova de que na cultura Judaica (parente próximo) é considerado (Irmão), e na cultura Judaica essa regra vale até para pai e filho, pois pai e filho não deixam de ser parentes um do outro.
    //
    Observem que Judas (também conhecido como Tadeu) era um dos (12) Apóstolos e era filho de Tiago Irmão do senhor.
    Depois do amanhecer, chamou seus discípulos, e escolheu doze dentre eles, aos quais deu também o nome de apóstolos: 14 Simão, ao qual também chamou Pedro, e André, seu irmão; Tiago e João; Filipe e Bartolomeu; 15 Mateus e Tomé; Tiago, filho de Alfeu, e Simão, chamado Zelote; 16 Judas, filho de Tiago; e Judas Iscariotes, que veio a ser o traidor.”(Lucas capítulo 6)
    //
    AGORA…
    Prestem bem atenção nesse texto, pois São Lucas não deixa passar essa informação despercebida, observem que ele diz:
    //
    Tiago era filho de Alfeo (Cleofas).
    /
    Judas era filho de Tiago.
    /
    AGORA UMA REFUTAÇÃO SAIBA QUE…
    Algumas traduções trazem uma adulteração onde diz que (Judas Irmão de Tiago), porém isso não é a tradução correta, no grego original não aparece a palavra (Adelphoi) que significa (Irmão) no grego.
    //
    Bem, agora nós sabemos o porque São Marcos e São Mateus no seus Evangelhos esquecem de citar os nomes de “Judas e Simão” como também sendo filhos de Maria de Cleofas.
    //
    Entre elas se achavam Maria Madalena e Maria, mãe de Tiago e de José, e a mãe dos filhos de Zebedeu.” (Mateus capítulo 27)
    //
    Achavam-se ali também umas mulheres, observando de longe, entre as quais Maria Madalena, Maria, mãe de Tiago, o Menor, e de José, e Salomé” (Marcos capítulo 15)
    //
    É bem simples entender isso.
    Se Judas era filho de Tiago, Maria de Cleofas era a sua Avó e não a sua mãe, e Jose era seu tio e não o seu irmão.
    //
    Realmente eu não sei como os protestantes caem nas mentiras de seus pastores com seus versos isolados e fora dos contextos, ainda mais porque eles são adeptos da auto-interpretação Bíblica onde cada um tem o direito de interpretar a Bíblia ao seu bel prazer, sendo assim, essa informação não poderia ter passado despercebido.

    Curtir

  5. EDMILSON disse:

    “Tiago”, quem era esse Tiago? Segundo São Paulo esse Tiago era conhecido como “Irmão do Senhor”, porém ele era um dos 12 Apóstolos.
    //
    “18. Três anos depois subi a Jerusalém para conhecer Cefas, e fiquei com ele quinze dias.19. Dos outros apóstolos não vi mais nenhum, a não ser Tiago, irmão do Senhor.”(Gálatas capítulo 1)
    //
    Observem o que São Paulo diz; ele diz que depois da sua conversão ele foi a Jerusalém para conhecer São Pedro, o mais importante é que ele afirma que além de São Pedro só estava em “Jerusalém Tiago Irmão do Senhor”, porém ele afirma que esse Tiago era um dos Apóstolos.
    //
    Agora vamos contar quantos Apóstolos possuíam o nome Tiago e qual era o nome de seu Pai.
    “2. Eis os nomes dos doze apóstolos: o primeiro, Simão, chamado Pedro; depois André, seu irmão. Tiago, filho de Zebedeu, e João, seu irmão. 3. Filipe e Bartolomeu. Tomé e Mateus, o publicano. Tiago, filho de Alfeu, e Tadeu. 4. Simão, o cananeu, e Judas Iscariotes, que foi o traidor.” (Mateus capítulo 10)
    //
    “16. Escolheu estes doze: Simão, a quem pôs o nome de Pedro; 17. Tiago, filho de Zebedeu, e João, seu irmão, aos quais pôs o nome de Boanerges, que quer dizer Filhos do Trovão. 18. Ele escolheu também André, Filipe, Bartolomeu, Mateus, Tomé, Tiago, filho de Alfeu; Tadeu, Simão, o Zelador; 19. e Judas Iscariotes, que o entregou.” (Marcos capítulo 3)
    //
    “13. Ao amanhecer, chamou os seus discípulos e escolheu doze dentre eles que chamou de apóstolos: 14. Simão, a quem deu o sobrenome de Pedro; André, seu irmão; Tiago, João, Filipe, Bartolomeu, 15. Mateus, Tomé,( Tiago, filho de Alfeu);
    //
    Simão, chamado Zelador; 16.Judas, Filho de Tiago; e Judas Iscariotes, aquele que foi o traidor.” (Lucas capítulo 6)
    Bem, lendo os texto em grifos podemos entender claramente que só existem dois “Apóstolos com o nome Tiago”:
    O RESTO É SAFADEZA E PAPAGAIADA INVENTADA PORPROTESTANTES VAGABUNDOS MENTIROSOS QUE VENDEM HERESIAS ATRAVÉS DA MENTIRA.
    ///////////

    Curtir

  6. EDMILSON disse:

    MARIA NUNCA TEVE FILHOS
    SE ELA REALMENTE TIVESSE FILHOS
    OS SUPOSTOS IRMÃOS DE JESUS AFIRMARIAM
    NÓS SAMOS IRMÃO DE JESUS E SAMOS FILHOS DE MARIA!
    João diz: “Mas, de pé, junto à cruz de Jesus estavam sua mãe,
    AGORA NOTE QUE ESSA DO LADO DA CRUZ DE PÉ AO LADO DE JESUS É A VIRGEM MARIA!
    //
    AGORA NOTE QUE DO LADO DE MARIA ESTAVA
    a irmã de sua mãe, Maria, mulher de Cléofas, e Maria Madalena” (João 19:25).
    //
    Agora note: se compararmos essas contas paralelas da cena da crucificação, vemos que a mãe de Tiago e de José deve ser a mulher de Cléofas.
    AGORA QUERER REFUTAR ISSO E NÃO QUERER ACEITAR É DOENÇA MENTAL RAIVA ÓDIO E RANCOR ISSO É TÃO NÍTIDO E TÃO CLARO!
    //
    Respondendo objeções
    1ª Objeção: os “Irmãos de Jesus”. É assim que a Bíblia se refere nominalmente a quatro pessoas: Tiago, José, Judas e Simão (Marcos 6,3). Eles seriam, irmãos carnais de Jesus, concluem os protestantes.

    VEJA COMO ISSO É PAPAGAIADA E ANALFABETISMO BÍBLICO!
    //
    Vou mostrar que desses três “Irmãos de Jesus”, Eles têm os seus pais nomeados na Bíblia. Vejamos:
    O 1º primeiro é Tiago. Ele, segundo (Gálatas 1,19), Tiago Apóstolo, o Menor (Marcos 15,40), cujo pai é Alfeu.
    (Mateus 10,3); o 2º segundo ,José, que é irmão carnal de Tiago, pois ambos são filhos de uma das três Marias que estiveram ao pé da Cruz (Mateus 27,56), e cujo irmão pai é também Alfeu;
    AQUI MOSTRA QUE O PAI DELES É ALFEU SE CASO ELES FOSSEM FILHOS DE MARIA DIRIA MATEUS QUE ELES ERAM FILHOS DE JOSÉ
    //
    AGORA o 3º terceiro é Judas, o Tadeu, que também é irmão de Tiago (Judas 1,1). Seu pai é também Alfeu. São Lucas o chama “Judas de Tiago” ou seu irmão (Lucas 6,16).
    SÓ NESSAS PASSAGENS EU DESMASCARO QUAL QUER PROTESTANTES QUE NEGAM A VIRGINDADE DE MARIA!

    Curtir

  7. EDMILSON disse:

    QUEM SÃO OS IRMÃOS DO SENHOR?
    RESPOSTA!
    ________________________________________
    Quando os protestantes se referem a Maria como “virgem”, eles inocentemente dizem que ela era virgem somente até o nascimento de Jesus. Então eles acreditam que ela e José tiveram filhos mais tarde se firmando nas passagens da Escritura que se refere “os irmãos do Senhor”.
    //
    Há cerca de dez casos no Novo Testamento, onde os “irmãos” e “irmãs” do Senhor são mencionados
    VEJAM:
    (Mt 12:46; Mateus 13:55, Marcos 3:31-34, Marcos 6:3, Lucas 8.: 19-20, João 2:12, 7:03, 5, 10, Atos 1:14, 1 Coríntios 09:05)
    //
    RESUMINDO… Meus caros protestantes entendam que o termo “irmão” (em grego: adelphos ) tem um grande significado na Bíblia.
    //
    Ela não está restrita ao significado literal de um irmão cheio ou meio-irmão. O mesmo vale para “irmã” ( Adelphe ) e a forma plural “irmãos” ( adelphoi ).
    //
    E OUTRA:
    O Antigo Testamento mostra claramente que o “irmão” tinha uma vasta gama semântica do significado e isso pode se referir a qualquer parente do sexo masculino, de quem não são descendentes (parentes masculinos de quem são descendentes e são conhecidos como “pais”) e que não são descendentes de você (seus descendentes do sexo masculino, independentemente do número de gerações afastadas, são os seus “filhos”), bem como parentes, como primos, aqueles que são membros da família pelo casamento ou pela lei ao invés de sangue, e até mesmo amigos ou meros aliados políticos.
    VEJA:
    (2 Samuel 1:26;. Amós 1:9). Lot, por exemplo, é chamado de “irmão” de Abraão (Gn 14:14), embora, sendo o filho de Haran, irmão de Abraão (Gênesis 11:26-28), ele era, na verdade, sobrinho de Abraão. Da mesma forma, Jacob é chamado de “irmão” de seu tio Labão (Gen. 29:15). Kish e Eleazar foram os filhos de Mali. Kish teve filhos de seu próprio país, mas Eleazar não teve filhos, apenas filhas, que se casaram com seus “irmãos”, os filhos de Kish. Agora note que estes “irmãos” eram realmente seus primos (1 Chr.. 23:21-22).
    //
    QUEM ESTUDA A EXEGESE BÍBLICA NOS ORIGINAIS SABEM MUITO BEM QUE…
    Os termos “irmãos”, “irmão” e “irmã” não se referem apenas a parentes próximos. Às vezes, eles significava parentes veja em (Deut. 23:07;. Neemias 5:07;. Jer 34:9),e note como a referência aos quarenta e dois “irmãos” do rei Azarias (2 Rs 10:13-14.). isso é claríssimo e outra a igreja deixou vários livros dos apóstolos de fora do cânon bíblico que testemunha que Maria foi sempre virgem.
    ////////
    E VOU MAIS ALÉM E DIGO SEGURAMENTE QUE…
    NÃO EXISTE NEHUMA PALAVRA PARA O PRIMO.
    SAIBA QUE…
    Nem no hebraico nem aramaico (a língua falada por Cristo e seus discípulos) teve um significado especial para palavra “primo”, alto-falantes dessas línguas pode usar a palavra “irmão” ou um rodeio, como “o filho de meu tio. ” Mas circunlóquios são desajeitados, então os judeus muitas vezes usado “irmão”.
    REFUTANDO OS PROTESTANTES DOU UMA DICA EXISTEM MILHARES DE ESCRITORES E DE HISTORIADORES 200 ANOS ANTES DE JESUS CRISTO E TODOS SÃO UNÂNIMES NO QUE EU DIGO.
    ,,
    E OUTRA…
    Os escritores do Novo Testamento foram criados usando o equivalente aramaico de “irmãos” para significar ambos os primos e filhos do mesmo pai-além de outros parentes e até mesmo os não-parentes como os protestantes não estudam a patrística ignoram isso, e já outros historiadores protestantes de fundo de quintal já prefere adulterar frases do contesto dos padres apostólicos como dos padres da igreja isso é o cúmulo e tinha que da cadeia.
    //
    E DIGO MAIS…
    Quando os escritores do novo testamento escreveram em grego, eles fizeram a mesma coisa que os tradutores da Septuaginta fizeram.
    (A Septuaginta foi a versão grega da Bíblia hebraica, que foi traduzido por judeus helenistas um ou dois séculos antes do nascimento de Cristo e foi a versão da Bíblia a partir do qual a maioria das citações do Antigo Testamento encontradas no Novo Testamento são tomadas.)
    ,,
    E MAIS…
    Na Septuaginta a palavra hebraica que inclui ambos os irmãos e primos foi traduzido como adelphos , que em grego geralmente tem o significado estreito que o “irmão” Inglês tem.
    Agora ao contrário de hebraico ou aramaico, grego tem uma palavra separada para o primo, anepsios , mas os tradutores da Septuaginta usada adelphos , mesmo para os verdadeiros primos.
    ,,
    Pode-se dizer que transliterado em vez de traduzir, importar o idioma judeu na Bíblia grega. Eles levaram um equivalente exato da palavra hebraica para “irmão” e não usar adelphos em um lugar (para os filhos dos mesmos pais), e anepsios em outro (por primos).
    Esse mesmo uso foi empregado pelos autores do Novo Testamento e passou para traduções da Bíblia. Para determinar o que “irmãos” ou “irmão” ou “irmã” significa em qualquer verso, por isso temos de olhar para o contexto.
    //
    AGORA VAI MAIS UMA DICA HISTÓRICA PARA OS PROTESTANTES SAIBA QUE TODOS OS PADRES DA IGREJA COMO TODOS OS PADRES APOSTÓLICOS PREGARAM QUE MARIA FOI VIRGEM ATÉ A MORTE.
    E TODOS ELES VENCERAM AS HERESIAS QUE CONTESTAVAM ISSO.
    ,,
    E OUTRA
    Quando o anjo Gabriel apareceu a Maria e lhe disse que ela iria conceber um filho, ela perguntou: “Como pode ser isso desde que eu não tenho relações com um homem?” (Lucas 1:34).
    //
    Desde os primeiros dias da Igreja, como os Padres interpretaram esta passagem da Bíblia, a pergunta de Maria foi levado para significar que ela tinha feito um voto de virgindade ao longo da vida, mesmo em casamento. (Isso não era comum, mas também não era inédito.) Se ela não tivesse tomado tal voto, a questão não faria sentido.
    //
    Maria sabia como os bebês são feitos (caso contrário, ela não teria feito a pergunta que ela fez).Por eu digo e provo biblicamente como historicamente que Maria manteve seu voto de virgindade e nunca teve quaisquer outros filhos além de Jesus.
    //
    E OUTRA:
    Quando Jesus foi encontrado no templo aos doze anos, o contexto sugere que ele era o único filho de Maria e José.
    Não há nenhum indício nesse episódio de outras crianças na família (Lucas 2:41-51). Jesus cresceu em Nazaré, e as pessoas de Nazaré se referia a ele como “o filho de Maria” (Marcos 6:03), e não como ” um filho de Maria.
    //
    Na verdade, os outros nos Evangelhos nunca são referidos como filhos de Maria, nem mesmo quando eles são chamados de Jesus “irmãos”.
    Além disso, a atitude tomada pelos “irmãos do Senhor” implica que eles são mais velhos.
    //
    Considere esta linha: “Mical, filha de Saul não teve filhos até o dia de sua morte” (2 Sam 06:23).. Devemos assumir que ela teve filhos depois de sua morte?
    //
    Há também o enterro de Moisés. O livro de Deuteronômio diz que ninguém sabia a localização de seu túmulo “, até o dia de hoje” (Dt 34:6, Knox). Mas nós sabemos que ninguém conhece desde esse dia também.
    //
    E VOU MAS ALÉM…
    AS SEITAS PROTESTANTES QUEREM SER AS TESTEMUNHAS OCULARES DA ESCRITURA:
    E querem da irmãos a Virgem Maria e mais eles negam a virgindade perpétua de Maria é o testemunho da igreja cristã primitiva.
    Isso é o cúmulo pois nem mesmo o pai do Protestantismo de nome Lutero negou?
    //

    Considere a controvérsia entre Jerônimo e Helvídio, escrevendo em torno de 380. Helvídio trouxe pela primeira vez a noção de que os “irmãos do Senhor” eram filhos de Maria e José, após o nascimento de Jesus.
    //
    Agora o grande estudioso das Escrituras Jerome no início não quis comentar as declarações Helvídio ‘porque eles eram um “romance, mau, e uma afronta ousada para a fé de todo o mundo.” Finalmente, porém, os amigos de Jerome convenceu-o a escrever uma resposta, que acabou por ser seu tratado chamado On a virgindade perpétua de Maria Santíssima .
    //
    Ele usou não só os argumentos bíblicos dadas acima, mas citou primeiros escritores cristãos, como Inácio, Policarpo, Irineu e Justino Mártir.
    Então Helvídio foi incapaz de chegar a uma resposta, e sua teoria permaneceu em descrédito e era inédito até tempos mais recentes.
    //
    Assim, se um estudioso verificar que os “irmãos do Senhor” não eram irmãos de Jesus ou meio-irmãos, através de Maria, quem eram eles?
    //
    Saiba que antes da época de Jerônimo, a teoria padrão era que eles eram “irmãos” de Jesus que eram filhos de José, embora não de Maria.
    //
    De acordo com este ponto de vista, José era um viúvo na época em que se casou com Maria. Ele teve filhos de seu primeiro casamento (que seria mais velho que Jesus, explicando a sua atitude em relação a ele).
    //
    Isso é mencionado em alguns dos primeiros escritos cristãos.
    Um trabalho, conhecido como o Proto-Evangelho de Tiago (AD 125) registra que José foi selecionado a partir de um grupo de viúvas para servir como o marido / protetor de Maria, que era virgem consagrada a Deus.
    //
    Quando ele foi escolhido, José objetou: “Não tenho filhos, e eu sou um homem velho, e ela é uma jovem” (4:9).
    //
    Agora dos quatro “irmãos” que são nomeados nos Evangelhos, considere, para fins de argumentação, apenas Tiago. Um raciocínio semelhante pode ser usado para os outros três. Sabemos que a mãe de Tiago, o mais jovem foi chamada Maria.
    Agora olhe para as descrições das mulheres que estão debaixo da cruz: “entre os quais estavam Maria Madalena, e Maria, mãe de Tiago e de José, e a mãe dos filhos de Zebedeu” (Mt 27:56), “Havia também mulheres olhando de longe, entre as quais Maria Madalena, Maria, mãe de Tiago, o menor e de José, e Salomé “(Mc 15:40).
    //
    Então olha para o que João diz: “Mas, de pé, junto à cruz de Jesus estavam sua mãe, e a irmã de sua mãe, Maria, mulher de Cléofas, e Maria Madalena” (João 19:25).Agora se compararmos essas contas paralelas da cena da crucificação, vemos que a mãe de Tiago e de José deve ser a mulher de Cléofas.
    AGORA QUERER REFUTAR ISSO E NÃO QUERER ACEITAR É DOENÇA MENTAL RAIVA ÓDIO E RANCOR ISSO É TÃO NÍTIDO E TÃO CLARO!
    //
    E OUTRA
    É provável que Tiago, o mais jovem é o filho de Maria e Cléofas.
    Sobre isso um grande historiador de nome Hegesippus do século II explica que Cléofas era irmão de José, o pai adotivo de Jesus. Tiago seria, portanto, sobrinho de José e primo de Jesus, que era filho adotivo de José.
    RESUMINDO:
    SE CASO MARIA TIVESSE OUTROS FILHOS A BÍBLIA USARIA PALAVRAS CLARAS COMO OS FILHOS DE MARIA SÃO GRANDES PREGADORES DA PALAVRA DO SEU IRMÃO JESUS!
    //
    SE CASO JESUS TIVESSE IRMÃO DIRIA EU TENHO GRANDES IRMÃOS DE SANGUE QUE SÃO OS MEUS DÍCIPULOS E ANDAM COMIGO!
    //
    SE CASO MARIA TIVESSE ESSES FILHOS A BÍBLIA FARIA REFERÊNCIAS DELES COMO O ORGULHO DE JESUS!
    //
    SE REALMENTE JESUS TIVESSE IRMÃOS ESSES IRMÃOS DE JESUS DIRIAM NÓS SAMOS OS IRMÃOS DO FILHO DE DEUS !
    //
    EU PODERIA COLOCAR AQUI MAS DE 200 PROVAS DE QUE JESUS NÃO TEVE IRMÃO
    //
    É RIDÍCULO ESSA TEVE DE AFIRMAR QUE MARIA TEVE OUTROS FILHOS ESSE TESE É CHULA E RIDÍCULA.

    Curtir

  8. EDMILSON disse:

    Aí eu pergunto? Quem são os “irmãos” de Jesus?
    No Evangelho de São Lucas lemos: “Maria deu à Luz o seu filho primogênito” (Lc 2,7).

    Agora aqui:
    Aqui os protestantes enxergam indícios de que o Senhor foi somente o primeiro filho de Maria. Mais eles não querem saber que , a palavra “primogênito” só significa primeiro filho, podendo ele ser filho único ou não.
    E MAIS…
    A própria Escritura Sagrada dá testemunho disto, vejamos:
    “O Senhor disse a Moisés: “Faze o recenseamento de todos os primogênitos varões entre os israelitas, da idade de um mês para cima, e faze o levantamento dos seus nomes.” (Num 3,40) (grifos meus).
    ///

    Se para que seja primogênito é preciso que haja outros irmãos, como pode haver primogênitos “da idade de um mês para cima”?
    AGORA.. Um outro exemplo que está no livro do Êxodo: “e morrerá todo primogênito na terra do Egito, desde o primogênito do faraó, que deveria assentar-se no seu trono, até o primogênito do escravo que faz girar a mó, assim como todo primogênito dos animais.” (Ex. 11,5).
    //
    PODEMOS ENTENDER QUE…a promessa de Deus se cumpre, onde lemos: “Pelo meio da noite, o Senhor feriu todos os primogênitos no Egito, desde o primogênito do faraó, que devia assentar-se no trono, até o primogênito do cativo que estava no cárcere, e todos os primogênitos dos animais. O faraó levantou-se durante a noite, assim como todos os seus servos e todos os egípcios e fez-se um grande clamor no Egito, porque não havia casa em que não houvesse um morto” (Ex. 12,29-30).
    ///
    E OUTRA a própria tradição ensina que o Faraó só tinha um único filho. Desta forma, a palavra “primogênito” em Lc 2,7 não prova que o Senhor teve outros irmãos.
    AGORA OUTRA PASSAGEM QUE OS PROTESTANTES ADORAM USAR
    VAMOS LÁ:
    José “conheceu” Maria?
    No Evangelho de São Mateus lemos: “José não conheceu Maria [não teve relações com ela] até que ela desse à luz um filho.” (Mt 1,25).
    //
    VEJA QUE…
    Neste trecho os protestantes entendem que depois do parto, José “conheceu” Maria.
    MAIS EU ASSEGURO QUE… Quem entende o mínimo de exegese bíblia e cultura judaica, saberá que o Evangelho de Mateus é coberto de “aramaísmos”, isto é, expressões típicas da língua aramaica e hebraica, que quando traduzidas para outra língua não possuem o mesmo significado Isso é fato.
    //////////
    E VOU MAIS ALÉM…
    PARA QUEM NÃO SABE? A expressão “até que”, “até” ou “enquanto” na linguagem bíblica, diz respeito somente ao passado. Para que isso fique mais claro vejamos outros exemplos na própria Escritura:
    //
    VEJA:
    Ainda em Mateus, encontramos a promessa do Senhor à Igreja: “Eis que estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos.” (Mt 28,20) (grifo meu). Será que o versículo quer dizer que após a consumação dos séculos, Jesus não estará mais com a Sua Igreja?
    ///
    E MAIS…
    “Micol, filha de Saul, não teve filhos até ao dia de sua morte” (2 Sam 6,23) (grifo meu). O escritor sagrado quer dizer que depois de sua morte, Micol teve filhos?
    Falando Deus a Jacó do alto da escada que este vira em sonhos, disse-lhe: “Não te abandonarei, enquanto não se cumprir tudo o que disse” (Gn 28,15) (grifo meu). Depois que se cumprir o que o Senhor disse, Ele então deveria abandonar Jacó?
    //
    E MAIS…

    Em Gênesis lemos: “[Noé] Soltou o corvo que foi e não voltou até que as águas secassem sobre a terra” (Gn 8,7) (grifos meus). Aqui não significa que o corvo voltou após as águas secarem, o que se quer é dar ênfase ao fato de que ele não voltou, mostrando que as águas finalmente secaram.
    //
    POR ISSO EU DIGO QUE…
    Desta forma, em Mt 1,15, não significa que depois do parto José deveria “conhecer” Maria. O Evangelista quer mostrar aqui o milagre da encarnação do Verbo, que aconteceu por obra do Espírito Santo, sem a intervenção do homem (cf. Is 7,14).
    //
    AGORA VAMOS:
    A palavra “irmãos” na Escritura Sagrada
    Nossos irmãos protestantes alegam que em diversos lugares, o Evangelho fala dos “irmãos” de Jesus, como por exemplo: “estando Jesus a falar, disse-lhe alguém: eis que estão lá fora tua mãe e teus irmãos querem ver-te” (Mt 12, 46-47; Mc 3,31-32; Lc 8,19-20).
    //
    Agora é importante dizer que nas Sagradas Letras, as palavras “irmão”, “irmã”, “irmãos” e “irmãs” podem denotar qualquer grau de parentesco. Isto porque, as línguas hebraica e aramaica não possuem palavras que traduzem o nosso “primo” ou “prima”, e serve-se da palavra “irmão” ou “irmã”.
    //
    OS PROTESTANTES NÃO CONHECEM A PATRÍSTICA E MUITO MENOS A TRADIÇÃO E OS QUE CONHECEM POR ÓDIO ADULTERAM TUDO PARA NÃO MOSTRAR A VERDADE!
    //
    E OUTRA…
    A palavra hebraica “ha”, e a aramaica “aha”, são empregadas para designar irmãos e irmã do mesmo pai, e não da mesma mãe (Gn 37, 16; 42,15; 43,5; 12,8-14; 39-15), sobrinhos, primos irmãos (1 Par 23,21), primos segundos (Lv 10,4) e até parentes em geral (Jó 19,13-14; 42,11). Existem muitos exemplos na Sagrada Escritura.
    //
    Observamos no Gênesis que “Taré gerou Abraão, Naor e Harã; e Harã gerou a Ló” (Gn 11,27). E Ló então era sobrinho de Abraão. Contudo no mesmo Gênesis, mais adiante Abraão chama a Ló de irmão (Gn 13,8).
    //

    Ainda em Gn 14,12, o Evangelho nos relata a prisão de Ló; e no versículo 14 observamos: “Ouvindo, pois Abraão que seu irmão estava preso, armou os seus criados, nascido em sua casa, trezentos e dezoito, e os perseguiu até Dã”.
    //
    E MAIS…
    Jacó se declara irmão de Labão, quando na verdade era filho de Rebeca, irmã de Labão (Gn 29,12-15).
    //
    Assim a qualificação de alguém pela palavra “irmão” ou “irmã” em relação ao Senhor, não significa necessariamente que fossem irmãos de fato. A única certeza que se pode ter neste caso é que eram parentes do Senhor.
    //
    AGORA VAMOS…
    A QUEM OS EVANGELHOS CHAMAM IRMÃOS DO SENHOR?
    Os Evangelhos qualificam algumas pessoas como “irmãos” do Senhor. A primeira referência que encontramos está em São Mateus, onde lemos:
    “Não é este o filho do carpinteiro? Não é Maria sua mãe? Não são seus irmãos Tiago, José, Simão e Judas?” (Mt 13,55).
    //
    AGORA…
    Uma passagem correspondente encontramos em São Marcos:
    VEJA:
    “Não é ele o carpinteiro, o filho de Maria, o irmão de Tiago, de José, de Judas e de Simão? Não vivem aqui entre nós também suas irmãs? E ficaram perplexos a seu respeito” (Mc 6,3).
    //

    1. A importância da expressão “uiós Marias”.
    Interessante notar que São Marcos usa a expressão grega “uiós Marias”, em português “o filho de Maria”. Considerando Mateus e Lucas, observe o leitor que apenas o “o filho do carpinteiro” é chamado de “o filho de Maria” e não “um dos filhos de Maria”. Isso pode não fazer muita diferença em português, mas em grego é muito significativo.
    //
    Primeiramente pelo fato da mulher ser a última das criaturas no mundo antigo, normalmente a filiação de alguém sempre referenciava o pai. Por exemplo: “o filho de Jonas”, “o filho de Alfeu”, etc. Mas São Marcos ao falar da filiação de Cristo, não aponta para José, mas para Santa Maria, utilizando uma expressão que normalmente só era usada para designar filhos únicos.
    //
    É claro que esta ocorrência incomum no Evangelho de Marcos não é sem propósito. O Evangelista que mostrar que Cristo era o único filho de Santa Maria.
    VEJA AQUI:
    2. A Carta de São Paulo aos Gálatas
    Segundo nossos irmãos protestantes, os supostos irmãos de sangue de Jesus seriam: Tiago, José, Simão e Judas. É o que o eles afirmam lendo Mt 13,55 e Mc 6,3, confiando que estão sendo guiados pelo Espírito Santo. Dizem ainda que São Paulo confirma isto, pois na carta aos Gálatas ele escreve: “Três anos depois subi a Jerusalém para conhecer Cefas [Pedro], e fiquei com ele quinze dias. E dos outros apóstolos [que estão em Jerusalém] não vi a nenhum, senão a Tiago, irmão do Senhor? (Gl 1,18-19).
    //

    Segundo a referência paulina acima, este Tiago, “irmão do Senhor”, é de fato um Apóstolo.
    //
    Segundo as listas de Mateus, Marcos e Lucas, existiram dois apóstolos de nome Tiago. Vejamos:
    “Eis os nomes dos doze apóstolos: o primeiro, Simão, chamado Pedro; depois André, seu irmão. Tiago, filho de Zebedeu, e João, seu irmão. Filipe e Bartolomeu. Tomé e Mateus, o publicano. Tiago, filho de Alfeu, e Tadeu. Simão, o cananeu, e Judas Iscariotes, que foi o traidor” (Mt 10, 2-4) (grifos meus).
    //
    Escolheu estes doze: Simão, a quem pôs o nome de Pedro; Tiago, filho de Zebedeu, e João, seu irmão, aos quais pôs o nome de Boanerges, que quer dizer Filhos do Trovão. Ele escolheu também André, Filipe, Bartolomeu, Mateus, Tomé, Tiago, filho de Alfeu; Tadeu, Simão, o Zelador; e Judas Iscariotes, que o entregou” (Mc 3,16-19) (grifos meus).
    //
    “Ao amanhecer, chamou os seus discípulos e escolheu doze dentre eles que chamou de apóstolos: Simão, a quem deu o sobrenome de Pedro; André, seu irmão; Tiago, João, Filipe, Bartolomeu, Mateus, Tomé, Tiago, filho de Alfeu; Simão, chamado Zelador; Judas, irmão de Tiago; e Judas Iscariotes, aquele que foi o traidor” (Lc 6,13-16) (grifos meus).
    //
    Conforme podemos observar, um Tiago era filho de Zebedeu e o outro filho de Alfeu isso é claríssimo só não entende quem não quer.
    //
    Agora eu pergunto aos meus irmãos protestantes: o que tem Zebedeu e Alfeu com Santa Maria, Mãe de Jesus”
    ////////////////////////////

    Santa Maria só foi casada com São José, e que não se casou depois. Portanto, este Tiago, o qual São Paulo se refere em sua carta aos Gálatas não era irmão de sangue do Senhor Jesus; logo, as palavras do Apóstolo não dão suporte à tese protestante.
    //
    AGORA VAMOS A UMA OUTRA REFUTAÇÃO:
    3. Distinguindo os Tiagos
    Primeiro é preciso fazer uma distinção entre os dois “Tiagos” que foram apóstolos. O Tiago, filho de Alfeu (cf. Mt 10,3; Mc 3,18; Lc 6,15) era também chamado de “o menor”, veja:
    “E também estavam ali algumas mulheres, olhando de longe. Entre elas estavam Maria Madalena e Maria, mãe de Tiago o menor e de José, e Salomé” (Mc 15,40) (grifos meus).
    //
    AGORA NOTE QUE…
    Este Tiago que era irmão de José, não é filho de Zebedeu conforme vemos em São Mateus:
    “Havia ali também algumas mulheres que de longe olhavam; tinham seguido Jesus desde a Galiléia para o servir. Entre elas se achavam Maria Madalena e Maria, mãe de Tiago e de José, e a mãe dos filhos de Zebedeu” (Mt 27,55-56) (grifos meus).
    //
    Como vemos acima, a Mãe de Tiago e José não é a mãe dos filhos de Zebedeu. Desta forma, o Tiago chamado “o menor” em Mc 15,40 era o filho de Alfeu. Com efeito, tanto São Marcos quanto São Lucas identificam este Tiago como irmão de José.
    Por isso podemos então distinguir os dois “Tiagos” assim: Tiago, o Maior, é filho de Zebedeu e Tiago, o Menor, é filho de Alfeu.

    Isso é fato.
    //////////
    AGORA VAMOS…
    4. Os irmãos dos Tiagos
    Agora note que na lista dos apóstolos de São Lucas, Judas era irmão do Tiago filho de Alfeu (cf. Lc 6,16), o que corrobora com o livro de Ato, onde encontramos:
    “Tendo entrado no cenáculo, subiram ao quarto de cima, onde costumavam permanecer. Eram eles: Pedro e João, Tiago, André, Filipe, Tomé, Bartolomeu, Mateus, Tiago, filho de Alfeu, Simão, o Zelador, e Judas, irmão de Tiago” (At 1,13) (grifos meus).
    //
    AGORA…
    Segundo São Mateus e São Marcos este Judas era também chamado Tadeu (cf. Mt 10,3; Mc 3,18).
    Até aqui os filhos de Zebedeu são Tiago (o Maior) e João (cf. Mc 3,16; Mt 10,2). Os filhos de Alfeu são Tiago (o Menor), Judas Tadeu e José (cf. Mt 10,3; Mc 3,18; Lc 6,15; At 1,13).
    ISSO REFUTA QUAL QUER TESE FURADA SAS SEITAS PROTESTANTES.
    //////////
    AGORA MOSTRAREI:
    5. Quem é o Tiago referido na carta aos Gálatas?
    VAMOS LÁ:
    Note que São Paulo chama um dos “Tiagos” de “irmão do Senhor” (cf. Gl 1,19). Mais vimos ele ou é um dos filhos de Zebedeu ou Alfeu, e não de José, portanto, não é irmão de sangue do Senhor Jesus. Isso é claro.
    //
    AGORA?
    Quem é este Tiago a quem o Santo Apóstolo se refere? O Maior (filho de Zebedeu e irmão de João) ou o Menor (filho de Alfeu e irmão de Judas)?
    NOTE AQUI QUE…
    Em Atos lemos que o Tiago, irmão de João foi morto após perseguição de Herodes:
    “Por aquele mesmo tempo, o rei Herodes mandou prender alguns membros da Igreja para os maltratar. Assim foi que matou à espada Tiago, irmão de João” (At 12,1-2) (grifos meus).
    //
    Isto aconteceu depois que São Paulo esteve em Jerusalém para ver os Apóstolos, pois o seu relato em Gl 1,18-19 é o mesmo evento narrado por São Lucas em Atos 9:
    “Chegando a Jerusalém, [Paulo] tentava ajuntar-se aos discípulos, mas todos o temiam, não querendo crer que se tivesse tornado discípulo. Então Barnabé, levando-o consigo, apresentou-o aos apóstolos e contou-lhes como Saulo vira o Senhor no caminho, e que lhe havia falado, e como em Damasco pregara, com desassombro, o nome de Jesus. Daí por diante permaneceu com eles, saindo e entrando em Jerusalém, e pregando, destemidamente, o nome do Senhor” (At 9, 26-28).
    //
    Assim, quando São Paulo esteve em Jerusalém para conhecer os apóstolos, os dois “Tiagos” estavam vivos, mas se prestarmos atenção na seqüência entre os capítulos 1 e 2 da carta aos Gálatas, veremos que o Tiago referido em Gl 2,9 parece ser o mesmo de Gl 1,19.
    //
    E OUTRA…
    O capítulo 2 da carta aos Gálatas se refere ao Concílio de Jerusalém, narrado em At 15, quando o Tiago, filho de Zebedeu já havia sido morto (cf. At 12,1-2).
    Com efeito, Rufino (“Comentário ao Credo dos Apóstolos”, 37) e Eusébio de Cesaréia (“História Eclesiástica”, II,23), ambos historiadores da Igreja Antiga, registraram a Tradição Apostólica que identifica Tiago, autor da Epístola de Tiago, como irmão do Senhor. É sabido que o autor da Epístola a Tiago, é o Tiago filho de Alfeu, irmão de Judas Tadeu (cf. Jd 1,1), o autor da Epístola de Judas.
    ///
    AGORA…
    6. Identificando os “irmãos” de Jesus
    Vimos que São Paulo dá testemunho da Tradição Apostólica de identificar Tiago, filho de Alfeu, como irmão do Senhor Jesus. Lembremos que este Tiago tem com irmãos Judas Tadeu e José.
    Ora, exatamente os nomes Tiago, Judas e José que encabeçam a lista dos “irmãos” de Jesus na lista dos Evangelistas, lembremos:
    “Não é ele o carpinteiro, o filho de Maria, o irmão de Tiago, de José, de Judas e de Simão? Não vivem aqui entre nós também suas irmãs? E ficaram perplexos a seu respeito” (Mc 6,3) (grifos meus).
    “Não é este o filho do carpinteiro? Não é Maria sua mãe? Não são seus irmãos Tiago, José, Simão e Judas?” (Mt 13,55) (grifos meus).
    ISSO É FATO EU PODERIA USAR AQUI UMA VASTA LISTA DE ESCRITORES PADRES DA IGREJA PADRES APOSTÓLICOS QUE DIZEM QUE MARIA FORA SEMPRE VIRGEM COMO EU PODERIA USAR LIVROS DO PRIMEIRO SÉCULO QUE ATESTAM QUE MARIA FOI SEMPRE VIRGEM MAS NÃO SERÁ PRECISO.
    ///////
    AGORA VAMOS
    7. Identificar a mãe dos “irmãos” de Jesus
    Para ficar ainda mais claro que Tiago, José e Judas são primos de Jesus, vou mostrar e identificar mãe deles.
    VAMOS LÁ:

    Os evangelistas relataram que além da Mãe de Jesus, outras mulheres estavam próximas ao calvário. Vejamos:
    “Havia ali [no Calvário] também algumas mulheres que de longe olhavam; tinham seguido Jesus desde a Galiléia para o servir. Entre elas se achavam Maria Madalena e Maria, mãe de Tiago e de José, e a mãe dos filhos de Zebedeu” (Mt 27,55-56) (grifos meus).
    Segundo São Mateus eram elas: Maria Madalena,
    //
    Maria mãe de Tiago e José e a mãe dos filhos de Zebedeu. Com efeito, Tiago e José que também são irmãos de Judas Tadeu tem por mãe uma Maria que não é a mãe do Senhor. Os filhos de Zebedeu são Tiago Maior e São João, cuja mãe também estava na cena da crucificação.
    //
    “E também estavam ali algumas mulheres, olhando de longe. Entre elas estavam Maria Madalena e Maria, mãe de Tiago o menor e de José, e Salomé” (Mc 15,40).
    NOTE QUE..
    São Marcos eram elas: Maria Madalena, Maria mãe de Tiago e José que também são irmãos de Judas e Salomé. Em concordância com São Mateus, Salomé só pode ser a mãe dos filhos de Zebedeu, isto é, a mãe de Tiago Maior e São João. Novamente a Maria mãe de Tiago, Judas e José não é a Maria mãe de Jesus. Esta Maria tinha por marido Alfeu.
    //
    “Estavam junto à cruz de Jesus sua mãe, a irmã de sua mãe, Maria [esposa] de Cleofas, e Maria de Mágdala” (Jo 19,25).
    São João identifica Maria esposa de Cleofas como tia de Jesus, isto é, irmã de Santa Maria. Ora, sabemos que Tiago Maior e São João não são primos de Jesus, caso contrário seriam chamados “irmãos do Senhor”; assim, Salomé não é a Maria esposa de Cleofas.
    //
    Esta Maria, esposa de Cleofas, é a mãe de Tiago, José e Judas. Portanto, estes “irmãos” de Jesus, são na verdade seus primos, filhos de Maria, tia de Jesus.
    Como na antiguidade os homens normalmente eram conhecidos por dois nomes, alguns acreditam que Cleofas é o outro nome de Alfeu. Outros sustentam a tese de que Cleofas é o marido de um segundo casamento de Maria, tia de Jesus. Com efeito, somente Tiago é referido como filho de Alfeu (ver item 2 deste artigo), enquanto se diz apenas que Judas e José são seus irmãos.
    //
    Sendo Alfeu e Cleofas, a mesma pessoa ou não, isso não oferece qualquer problema, pois de fato Tiago, Judas e José, são filhos de Maria, tia de Jesus; não importando se Tiago Menor é filho de Alfeu e Judas e José filhos de Cleofas.
    //
    AGORA VOU MOSTRAR..

    8. Quem é Simão?
    VAMOS AO ASSUNTO…
    Em Mt 13,55 e Mc 6,3 encontramos o nome de Simão junto com os de Tiago, José e Judas.
    Quando São Mateus e São Marcos elencam os apóstolos, sempre colocam o nome dos irmãos em seqüência. Ex: Pedro e André, Tiago Maior e João, etc.
    Nestas mesmas listas, próximo aos nomes dos irmãos Tiago Menor e Judas Tadeu, os evangelistas citam um Simão: “Tiago, filho de Alfeu, e Tadeu. Simão, o cananeu […]” (Mt 10,3-4) e “[…] Tiago, filho de Alfeu; Tadeu, Simão, o Zelador” (Mc 3,18).
    //
    Com efeito, Eusébio de Cesaréia em sua “História Eclesiástica” registra que este Simão era primo do Senhor e filho de Cleofas:
    //

    “Após o martírio de Tiago [menor] e a destruição de Jerusalém, ocorrida logo depois, conta-se que os sobreviventes dos Apóstolos e discípulos do Senhor vindos de todas as partes se congregaram e com os consangüíneos do Senhor ‘havia um grande número deles ainda vivos’ reuniram-se em conselho para verificar quem julgariam digno de suceder a Tiago. Todos unanimemente consideraram idôneo para ocupar a sede desta Igreja Simeão, filho de Cléofas, de quem se faz memória no livro do Evangelho (Lc 24,18; Jô 19,25). Diz-se que era primo do Salvador.
    //
    Efetivamente, Hegesipo [historiador antigo] declara que Cléofas era irmão de José” (HE III,11).
    Conclusão
    Os “irmãos” de Jesus são seus primos, filhos da irmã da Mãe do Senhor, cujo nome é também Maria; são eles Tiago, José, Judas Tadeu e Simão. Este é o testemunho da Sagrada Escritura e da Memória dos primeiros cristãos.
    ///////
    AGORA VAI UMA DICA AOS PROTESTANTES A BÍBLIA QUE VOCÊS USAM FOI A IGREJA QUE A SELECIONOU DE ACORDO COM A SUA DOUTRINA.
    E OUTRA TEM MILHARES DE EVANGELHOS QUE SE A IGREJA QUISESSE COLOCAR NO CÂNON BÍBLICO A COLOCARIA
    ENFIM FICARAM DE FORA VÁRIAS CARTAS DE TIAGO E OUTROS APÓSTOLOS QUE FAZEM REFERÊNCIA DE QUE MARIA FOI SEMPRE VIRGEM.

    Curtir

  9. EDMILSON disse:

    Aí eu pergunto? Quem são os “irmãos” de Jesus?
    No Evangelho de São Lucas lemos: “Maria deu à Luz o seu filho primogênito” (Lc 2,7).

    Agora aqui:
    Aqui os protestantes enxergam indícios de que o Senhor foi somente o primeiro filho de Maria. Mais eles não querem saber que , a palavra “primogênito” só significa primeiro filho, podendo ele ser filho único ou não.
    E MAIS…
    A própria Escritura Sagrada dá testemunho disto, vejamos:
    “O Senhor disse a Moisés: “Faze o recenseamento de todos os primogênitos varões entre os israelitas, da idade de um mês para cima, e faze o levantamento dos seus nomes.” (Num 3,40) (grifos meus).
    ///

    Se para que seja primogênito é preciso que haja outros irmãos, como pode haver primogênitos “da idade de um mês para cima”?
    AGORA.. Um outro exemplo que está no livro do Êxodo: “e morrerá todo primogênito na terra do Egito, desde o primogênito do faraó, que deveria assentar-se no seu trono, até o primogênito do escravo que faz girar a mó, assim como todo primogênito dos animais.” (Ex. 11,5).
    //
    PODEMOS ENTENDER QUE…a promessa de Deus se cumpre, onde lemos: “Pelo meio da noite, o Senhor feriu todos os primogênitos no Egito, desde o primogênito do faraó, que devia assentar-se no trono, até o primogênito do cativo que estava no cárcere, e todos os primogênitos dos animais. O faraó levantou-se durante a noite, assim como todos os seus servos e todos os egípcios e fez-se um grande clamor no Egito, porque não havia casa em que não houvesse um morto” (Ex. 12,29-30).
    ///
    E OUTRA a própria tradição ensina que o Faraó só tinha um único filho. Desta forma, a palavra “primogênito” em Lc 2,7 não prova que o Senhor teve outros irmãos.
    AGORA OUTRA PASSAGEM QUE OS PROTESTANTES ADORAM USAR
    VAMOS LÁ:
    José “conheceu” Maria?
    No Evangelho de São Mateus lemos: “José não conheceu Maria [não teve relações com ela] até que ela desse à luz um filho.” (Mt 1,25).
    //
    VEJA QUE…
    Neste trecho os protestantes entendem que depois do parto, José “conheceu” Maria.
    MAIS EU ASSEGURO QUE… Quem entende o mínimo de exegese bíblia e cultura judaica, saberá que o Evangelho de Mateus é coberto de “aramaísmos”, isto é, expressões típicas da língua aramaica e hebraica, que quando traduzidas para outra língua não possuem o mesmo significado Isso é fato.
    //////////
    E VOU MAIS ALÉM…
    PARA QUEM NÃO SABE? A expressão “até que”, “até” ou “enquanto” na linguagem bíblica, diz respeito somente ao passado. Para que isso fique mais claro vejamos outros exemplos na própria Escritura:
    //
    VEJA:
    Ainda em Mateus, encontramos a promessa do Senhor à Igreja: “Eis que estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos.” (Mt 28,20) (grifo meu). Será que o versículo quer dizer que após a consumação dos séculos, Jesus não estará mais com a Sua Igreja?
    ///
    E MAIS…
    “Micol, filha de Saul, não teve filhos até ao dia de sua morte” (2 Sam 6,23) (grifo meu). O escritor sagrado quer dizer que depois de sua morte, Micol teve filhos?
    Falando Deus a Jacó do alto da escada que este vira em sonhos, disse-lhe: “Não te abandonarei, enquanto não se cumprir tudo o que disse” (Gn 28,15) (grifo meu). Depois que se cumprir o que o Senhor disse, Ele então deveria abandonar Jacó?
    //
    E MAIS…

    Em Gênesis lemos: “[Noé] Soltou o corvo que foi e não voltou até que as águas secassem sobre a terra” (Gn 8,7) (grifos meus). Aqui não significa que o corvo voltou após as águas secarem, o que se quer é dar ênfase ao fato de que ele não voltou, mostrando que as águas finalmente secaram.
    //
    POR ISSO EU DIGO QUE…
    Desta forma, em Mt 1,15, não significa que depois do parto José deveria “conhecer” Maria. O Evangelista quer mostrar aqui o milagre da encarnação do Verbo, que aconteceu por obra do Espírito Santo, sem a intervenção do homem (cf. Is 7,14).
    //
    AGORA VAMOS:
    A palavra “irmãos” na Escritura Sagrada
    Nossos irmãos protestantes alegam que em diversos lugares, o Evangelho fala dos “irmãos” de Jesus, como por exemplo: “estando Jesus a falar, disse-lhe alguém: eis que estão lá fora tua mãe e teus irmãos querem ver-te” (Mt 12, 46-47; Mc 3,31-32; Lc 8,19-20).
    //
    Agora é importante dizer que nas Sagradas Letras, as palavras “irmão”, “irmã”, “irmãos” e “irmãs” podem denotar qualquer grau de parentesco. Isto porque, as línguas hebraica e aramaica não possuem palavras que traduzem o nosso “primo” ou “prima”, e serve-se da palavra “irmão” ou “irmã”.
    //
    OS PROTESTANTES NÃO CONHECEM A PATRÍSTICA E MUITO MENOS A TRADIÇÃO E OS QUE CONHECEM POR ÓDIO ADULTERAM TUDO PARA NÃO MOSTRAR A VERDADE!
    //
    E OUTRA…
    A palavra hebraica “ha”, e a aramaica “aha”, são empregadas para designar irmãos e irmã do mesmo pai, e não da mesma mãe (Gn 37, 16; 42,15; 43,5; 12,8-14; 39-15), sobrinhos, primos irmãos (1 Par 23,21), primos segundos (Lv 10,4) e até parentes em geral (Jó 19,13-14; 42,11). Existem muitos exemplos na Sagrada Escritura.
    //
    Observamos no Gênesis que “Taré gerou Abraão, Naor e Harã; e Harã gerou a Ló” (Gn 11,27). E Ló então era sobrinho de Abraão. Contudo no mesmo Gênesis, mais adiante Abraão chama a Ló de irmão (Gn 13,8).
    //

    Ainda em Gn 14,12, o Evangelho nos relata a prisão de Ló; e no versículo 14 observamos: “Ouvindo, pois Abraão que seu irmão estava preso, armou os seus criados, nascido em sua casa, trezentos e dezoito, e os perseguiu até Dã”.
    //
    E MAIS…
    Jacó se declara irmão de Labão, quando na verdade era filho de Rebeca, irmã de Labão (Gn 29,12-15).
    //
    Assim a qualificação de alguém pela palavra “irmão” ou “irmã” em relação ao Senhor, não significa necessariamente que fossem irmãos de fato. A única certeza que se pode ter neste caso é que eram parentes do Senhor.
    //
    AGORA VAMOS…
    A QUEM OS EVANGELHOS CHAMAM IRMÃOS DO SENHOR?
    Os Evangelhos qualificam algumas pessoas como “irmãos” do Senhor. A primeira referência que encontramos está em São Mateus, onde lemos:
    “Não é este o filho do carpinteiro? Não é Maria sua mãe? Não são seus irmãos Tiago, José, Simão e Judas?” (Mt 13,55).
    //
    AGORA…
    Uma passagem correspondente encontramos em São Marcos:
    VEJA:
    “Não é ele o carpinteiro, o filho de Maria, o irmão de Tiago, de José, de Judas e de Simão? Não vivem aqui entre nós também suas irmãs? E ficaram perplexos a seu respeito” (Mc 6,3).
    //

    1. A importância da expressão “uiós Marias”.
    Interessante notar que São Marcos usa a expressão grega “uiós Marias”, em português “o filho de Maria”. Considerando Mateus e Lucas, observe o leitor que apenas o “o filho do carpinteiro” é chamado de “o filho de Maria” e não “um dos filhos de Maria”. Isso pode não fazer muita diferença em português, mas em grego é muito significativo.
    //
    Primeiramente pelo fato da mulher ser a última das criaturas no mundo antigo, normalmente a filiação de alguém sempre referenciava o pai. Por exemplo: “o filho de Jonas”, “o filho de Alfeu”, etc. Mas São Marcos ao falar da filiação de Cristo, não aponta para José, mas para Santa Maria, utilizando uma expressão que normalmente só era usada para designar filhos únicos.
    //
    É claro que esta ocorrência incomum no Evangelho de Marcos não é sem propósito. O Evangelista que mostrar que Cristo era o único filho de Santa Maria.
    VEJA AQUI:
    2. A Carta de São Paulo aos Gálatas
    Segundo nossos irmãos protestantes, os supostos irmãos de sangue de Jesus seriam: Tiago, José, Simão e Judas. É o que o eles afirmam lendo Mt 13,55 e Mc 6,3, confiando que estão sendo guiados pelo Espírito Santo. Dizem ainda que São Paulo confirma isto, pois na carta aos Gálatas ele escreve: “Três anos depois subi a Jerusalém para conhecer Cefas [Pedro], e fiquei com ele quinze dias. E dos outros apóstolos [que estão em Jerusalém] não vi a nenhum, senão a Tiago, irmão do Senhor? (Gl 1,18-19).
    //

    Segundo a referência paulina acima, este Tiago, “irmão do Senhor”, é de fato um Apóstolo.
    //
    Segundo as listas de Mateus, Marcos e Lucas, existiram dois apóstolos de nome Tiago. Vejamos:
    “Eis os nomes dos doze apóstolos: o primeiro, Simão, chamado Pedro; depois André, seu irmão. Tiago, filho de Zebedeu, e João, seu irmão. Filipe e Bartolomeu. Tomé e Mateus, o publicano. Tiago, filho de Alfeu, e Tadeu. Simão, o cananeu, e Judas Iscariotes, que foi o traidor” (Mt 10, 2-4) (grifos meus).
    //
    Escolheu estes doze: Simão, a quem pôs o nome de Pedro; Tiago, filho de Zebedeu, e João, seu irmão, aos quais pôs o nome de Boanerges, que quer dizer Filhos do Trovão. Ele escolheu também André, Filipe, Bartolomeu, Mateus, Tomé, Tiago, filho de Alfeu; Tadeu, Simão, o Zelador; e Judas Iscariotes, que o entregou” (Mc 3,16-19) (grifos meus).
    //
    “Ao amanhecer, chamou os seus discípulos e escolheu doze dentre eles que chamou de apóstolos: Simão, a quem deu o sobrenome de Pedro; André, seu irmão; Tiago, João, Filipe, Bartolomeu, Mateus, Tomé, Tiago, filho de Alfeu; Simão, chamado Zelador; Judas, irmão de Tiago; e Judas Iscariotes, aquele que foi o traidor” (Lc 6,13-16) (grifos meus).
    //
    Conforme podemos observar, um Tiago era filho de Zebedeu e o outro filho de Alfeu isso é claríssimo só não entende quem não quer.
    //
    Agora eu pergunto aos meus irmãos protestantes: o que tem Zebedeu e Alfeu com Santa Maria, Mãe de Jesus”
    ////////////////////////////

    Santa Maria só foi casada com São José, e que não se casou depois. Portanto, este Tiago, o qual São Paulo se refere em sua carta aos Gálatas não era irmão de sangue do Senhor Jesus; logo, as palavras do Apóstolo não dão suporte à tese protestante.
    //
    AGORA VAMOS A UMA OUTRA REFUTAÇÃO:
    3. Distinguindo os Tiagos
    Primeiro é preciso fazer uma distinção entre os dois “Tiagos” que foram apóstolos. O Tiago, filho de Alfeu (cf. Mt 10,3; Mc 3,18; Lc 6,15) era também chamado de “o menor”, veja:
    “E também estavam ali algumas mulheres, olhando de longe. Entre elas estavam Maria Madalena e Maria, mãe de Tiago o menor e de José, e Salomé” (Mc 15,40) (grifos meus).
    //
    AGORA NOTE QUE…
    Este Tiago que era irmão de José, não é filho de Zebedeu conforme vemos em São Mateus:
    “Havia ali também algumas mulheres que de longe olhavam; tinham seguido Jesus desde a Galiléia para o servir. Entre elas se achavam Maria Madalena e Maria, mãe de Tiago e de José, e a mãe dos filhos de Zebedeu” (Mt 27,55-56) (grifos meus).
    //
    Como vemos acima, a Mãe de Tiago e José não é a mãe dos filhos de Zebedeu. Desta forma, o Tiago chamado “o menor” em Mc 15,40 era o filho de Alfeu. Com efeito, tanto São Marcos quanto São Lucas identificam este Tiago como irmão de José.
    Por isso podemos então distinguir os dois “Tiagos” assim: Tiago, o Maior, é filho de Zebedeu e Tiago, o Menor, é filho de Alfeu.

    Isso é fato.
    //////////
    AGORA VAMOS…
    4. Os irmãos dos Tiagos
    Agora note que na lista dos apóstolos de São Lucas, Judas era irmão do Tiago filho de Alfeu (cf. Lc 6,16), o que corrobora com o livro de Ato, onde encontramos:
    “Tendo entrado no cenáculo, subiram ao quarto de cima, onde costumavam permanecer. Eram eles: Pedro e João, Tiago, André, Filipe, Tomé, Bartolomeu, Mateus, Tiago, filho de Alfeu, Simão, o Zelador, e Judas, irmão de Tiago” (At 1,13) (grifos meus).
    //
    AGORA…
    Segundo São Mateus e São Marcos este Judas era também chamado Tadeu (cf. Mt 10,3; Mc 3,18).
    Até aqui os filhos de Zebedeu são Tiago (o Maior) e João (cf. Mc 3,16; Mt 10,2). Os filhos de Alfeu são Tiago (o Menor), Judas Tadeu e José (cf. Mt 10,3; Mc 3,18; Lc 6,15; At 1,13).
    ISSO REFUTA QUAL QUER TESE FURADA SAS SEITAS PROTESTANTES.
    //////////
    AGORA MOSTRAREI:
    5. Quem é o Tiago referido na carta aos Gálatas?
    VAMOS LÁ:
    Note que São Paulo chama um dos “Tiagos” de “irmão do Senhor” (cf. Gl 1,19). Mais vimos ele ou é um dos filhos de Zebedeu ou Alfeu, e não de José, portanto, não é irmão de sangue do Senhor Jesus. Isso é claro.
    //
    AGORA?
    Quem é este Tiago a quem o Santo Apóstolo se refere? O Maior (filho de Zebedeu e irmão de João) ou o Menor (filho de Alfeu e irmão de Judas)?
    NOTE AQUI QUE…
    Em Atos lemos que o Tiago, irmão de João foi morto após perseguição de Herodes:
    “Por aquele mesmo tempo, o rei Herodes mandou prender alguns membros da Igreja para os maltratar. Assim foi que matou à espada Tiago, irmão de João” (At 12,1-2) (grifos meus).
    //
    Isto aconteceu depois que São Paulo esteve em Jerusalém para ver os Apóstolos, pois o seu relato em Gl 1,18-19 é o mesmo evento narrado por São Lucas em Atos 9:
    “Chegando a Jerusalém, [Paulo] tentava ajuntar-se aos discípulos, mas todos o temiam, não querendo crer que se tivesse tornado discípulo. Então Barnabé, levando-o consigo, apresentou-o aos apóstolos e contou-lhes como Saulo vira o Senhor no caminho, e que lhe havia falado, e como em Damasco pregara, com desassombro, o nome de Jesus. Daí por diante permaneceu com eles, saindo e entrando em Jerusalém, e pregando, destemidamente, o nome do Senhor” (At 9, 26-28).
    //
    Assim, quando São Paulo esteve em Jerusalém para conhecer os apóstolos, os dois “Tiagos” estavam vivos, mas se prestarmos atenção na seqüência entre os capítulos 1 e 2 da carta aos Gálatas, veremos que o Tiago referido em Gl 2,9 parece ser o mesmo de Gl 1,19.
    //
    E OUTRA…
    O capítulo 2 da carta aos Gálatas se refere ao Concílio de Jerusalém, narrado em At 15, quando o Tiago, filho de Zebedeu já havia sido morto (cf. At 12,1-2).
    Com efeito, Rufino (“Comentário ao Credo dos Apóstolos”, 37) e Eusébio de Cesaréia (“História Eclesiástica”, II,23), ambos historiadores da Igreja Antiga, registraram a Tradição Apostólica que identifica Tiago, autor da Epístola de Tiago, como irmão do Senhor. É sabido que o autor da Epístola a Tiago, é o Tiago filho de Alfeu, irmão de Judas Tadeu (cf. Jd 1,1), o autor da Epístola de Judas.
    ///
    AGORA…
    6. Identificando os “irmãos” de Jesus
    Vimos que São Paulo dá testemunho da Tradição Apostólica de identificar Tiago, filho de Alfeu, como irmão do Senhor Jesus. Lembremos que este Tiago tem com irmãos Judas Tadeu e José.
    Ora, exatamente os nomes Tiago, Judas e José que encabeçam a lista dos “irmãos” de Jesus na lista dos Evangelistas, lembremos:
    “Não é ele o carpinteiro, o filho de Maria, o irmão de Tiago, de José, de Judas e de Simão? Não vivem aqui entre nós também suas irmãs? E ficaram perplexos a seu respeito” (Mc 6,3) (grifos meus).
    “Não é este o filho do carpinteiro? Não é Maria sua mãe? Não são seus irmãos Tiago, José, Simão e Judas?” (Mt 13,55) (grifos meus).
    ISSO É FATO EU PODERIA USAR AQUI UMA VASTA LISTA DE ESCRITORES PADRES DA IGREJA PADRES APOSTÓLICOS QUE DIZEM QUE MARIA FORA SEMPRE VIRGEM COMO EU PODERIA USAR LIVROS DO PRIMEIRO SÉCULO QUE ATESTAM QUE MARIA FOI SEMPRE VIRGEM MAS NÃO SERÁ PRECISO.
    ///////
    AGORA VAMOS
    7. Identificar a mãe dos “irmãos” de Jesus
    Para ficar ainda mais claro que Tiago, José e Judas são primos de Jesus, vou mostrar e identificar mãe deles.
    VAMOS LÁ:

    Os evangelistas relataram que além da Mãe de Jesus, outras mulheres estavam próximas ao calvário. Vejamos:
    “Havia ali [no Calvário] também algumas mulheres que de longe olhavam; tinham seguido Jesus desde a Galiléia para o servir. Entre elas se achavam Maria Madalena e Maria, mãe de Tiago e de José, e a mãe dos filhos de Zebedeu” (Mt 27,55-56) (grifos meus).
    Segundo São Mateus eram elas: Maria Madalena,
    //
    Maria mãe de Tiago e José e a mãe dos filhos de Zebedeu. Com efeito, Tiago e José que também são irmãos de Judas Tadeu tem por mãe uma Maria que não é a mãe do Senhor. Os filhos de Zebedeu são Tiago Maior e São João, cuja mãe também estava na cena da crucificação.
    //
    “E também estavam ali algumas mulheres, olhando de longe. Entre elas estavam Maria Madalena e Maria, mãe de Tiago o menor e de José, e Salomé” (Mc 15,40).
    NOTE QUE..
    São Marcos eram elas: Maria Madalena, Maria mãe de Tiago e José que também são irmãos de Judas e Salomé. Em concordância com São Mateus, Salomé só pode ser a mãe dos filhos de Zebedeu, isto é, a mãe de Tiago Maior e São João. Novamente a Maria mãe de Tiago, Judas e José não é a Maria mãe de Jesus. Esta Maria tinha por marido Alfeu.
    //
    “Estavam junto à cruz de Jesus sua mãe, a irmã de sua mãe, Maria [esposa] de Cleofas, e Maria de Mágdala” (Jo 19,25).
    São João identifica Maria esposa de Cleofas como tia de Jesus, isto é, irmã de Santa Maria. Ora, sabemos que Tiago Maior e São João não são primos de Jesus, caso contrário seriam chamados “irmãos do Senhor”; assim, Salomé não é a Maria esposa de Cleofas.
    //
    Esta Maria, esposa de Cleofas, é a mãe de Tiago, José e Judas. Portanto, estes “irmãos” de Jesus, são na verdade seus primos, filhos de Maria, tia de Jesus.
    Como na antiguidade os homens normalmente eram conhecidos por dois nomes, alguns acreditam que Cleofas é o outro nome de Alfeu. Outros sustentam a tese de que Cleofas é o marido de um segundo casamento de Maria, tia de Jesus. Com efeito, somente Tiago é referido como filho de Alfeu (ver item 2 deste artigo), enquanto se diz apenas que Judas e José são seus irmãos.
    //
    Sendo Alfeu e Cleofas, a mesma pessoa ou não, isso não oferece qualquer problema, pois de fato Tiago, Judas e José, são filhos de Maria, tia de Jesus; não importando se Tiago Menor é filho de Alfeu e Judas e José filhos de Cleofas.
    //
    AGORA VOU MOSTRAR..

    8. Quem é Simão?
    VAMOS AO ASSUNTO…
    Em Mt 13,55 e Mc 6,3 encontramos o nome de Simão junto com os de Tiago, José e Judas.
    Quando São Mateus e São Marcos elencam os apóstolos, sempre colocam o nome dos irmãos em seqüência. Ex: Pedro e André, Tiago Maior e João, etc.
    Nestas mesmas listas, próximo aos nomes dos irmãos Tiago Menor e Judas Tadeu, os evangelistas citam um Simão: “Tiago, filho de Alfeu, e Tadeu. Simão, o cananeu […]” (Mt 10,3-4) e “[…] Tiago, filho de Alfeu; Tadeu, Simão, o Zelador” (Mc 3,18).
    //
    Com efeito, Eusébio de Cesaréia em sua “História Eclesiástica” registra que este Simão era primo do Senhor e filho de Cleofas:
    //

    “Após o martírio de Tiago [menor] e a destruição de Jerusalém, ocorrida logo depois, conta-se que os sobreviventes dos Apóstolos e discípulos do Senhor vindos de todas as partes se congregaram e com os consangüíneos do Senhor ‘havia um grande número deles ainda vivos’ reuniram-se em conselho para verificar quem julgariam digno de suceder a Tiago. Todos unanimemente consideraram idôneo para ocupar a sede desta Igreja Simeão, filho de Cléofas, de quem se faz memória no livro do Evangelho (Lc 24,18; Jô 19,25). Diz-se que era primo do Salvador.
    //
    Efetivamente, Hegesipo [historiador antigo] declara que Cléofas era irmão de José” (HE III,11).
    Conclusão
    Os “irmãos” de Jesus são seus primos, filhos da irmã da Mãe do Senhor, cujo nome é também Maria; são eles Tiago, José, Judas Tadeu e Simão. Este é o testemunho da Sagrada Escritura e da Memória dos primeiros cristãos.
    ///////
    AGORA VAI UMA DICA AOS PROTESTANTES A BÍBLIA QUE VOCÊS USAM FOI A IGREJA QUE A SELECIONOU DE ACORDO COM A SUA DOUTRINA.
    E OUTRA TEM MILHARES DE EVANGELHOS QUE SE A IGREJA QUISESSE COLOCAR NO CÂNOM BÍBLICO A COLOCARIA
    ENFIM FICARAM DE FORA VÁRIAS CARTAS DE TIAGO E OUTROS APOSTÓLOS QUE FAZEM REFERÊNCIA DE QUE MARIA FOI SEMPRE VIRGEM.

    Curtir

  10. Pingback: Apologética relâmpago: Como refutar o argumento protestantes sobre os supostos irmãos de Jesus Cristo | Ecclesia Militans

  11. EDMILSON disse:

    VIRGEM MARIA A SEMPRE VIRGEM
    PROTESTANTES APRENDAM QUE.
    Do ponto de vista histórico, no que diz respeito à virgindade perpétua da mãe abençoada, ninguém acreditava que ela teve outros filhos até os últimos 200 anos, mais ou menos, mais devido à má tradução generalizada da Escritura e a prática não-bíblica da Sola Scriptura pelos protestantes que usam hermenêutica impróprias e por isso um mundo de doutrinas heréticas entre os próprios protestantes .
    //////////
    Agora quem estudar nas fontes e nas verdadeiras traduções das Escrituras como um corpo de trabalho, levando a sério o contexto apontando para a expiação da humanidade, digo que não há outra conclusão razoável que se pode vir a além do fato de que a mãe abençoada não teve outros filhos além de Jesus.
    //////////
    Além disso, os relatos históricos e bíblicos confirmam que a mãe abençoada foi sempre virgem. E mais São José não foi escolhido como um marido no sentido normal, mas como o protetor da virgindade da mãe abençoada.Pois ele era um homem muito mais velho, provavelmente viúvo, escolhido por Deus para essa finalidade.
    /////////
    Vejamos os versos em questão …. (Mat 12:46 DRB) Enquanto ele ainda falava às multidões, eis que sua mãe e seus irmãos estavam fora, procurando falar com ele. (Mat 12:47 DRB) E ele disse-lhe:. Eis que tua mãe e teus irmãos estão lá fora, em busca de ti (Mateus 0:48 ACF) Mas, respondendo ele que lhe falara, disse: Quem é minha mãe e quem são meus irmãos? (Mat 12:49 DRB) E, estendendo a mão para os seus discípulos, disse:. Eis aqui minha mãe e meus irmãos (Mat 12:50 DRB) Pois aquele que fizer a vontade de meu Pai, que está nos céus, esse é meu irmão, e irmã e mãe.
    //////////
    Agora notem que o substantivo grego usado aqui é adelphoi que significa irmão e está escrito exatamente da mesma maneira nas duas vezes em que ocorre nestas Escrituras. E outra deve-se notar também que não há tal coisa na gramática grega koiné como uma forma familiar de adelphoi. Agora, é importante notar que a linguagem utilizada aqui é em si uma tradução do aramaico para adelphoi utilizado na forma familiar.
    ////////
    E outra em aramaico não existe uma palavra para distinguir aqueles irmãos biológicos de outros parentes, como primos ou mesmo meio-irmãos ou irmãs. E outra o termo mais aceitável na tradução correta, provavelmente seria algo como irmãos em vez de irmão. Quando Cristo falou ele também usou o equivalente aramaico para adelphoi no grego, num sentido não-familiar, quando ele disse o seguinte no versículo 50: “Ele é meu irmão.
    /////////
    Como você pode ver com a exegese adequada não há nada nestes versos para apoiar a teoria de que a mãe não era abençoado eternamente virgem e que ela teve outros filhos além de Jesus. Protestantes sérios eu digo por favor, note que em toda Escritura, que ninguém é especificamente chamado de filho da mãe abençoada outro senão Jesus.
    /////////
    observe o seguinte: (Mateus 1:20 ACF) Mas enquanto ele pensava nestas coisas, eis que o anjo do Senhor apareceu para ele em seu sono, dizendo: José, filho de David, não temas receber a Maria, tua esposa, pois o que nela foi gerado é do Espírito Santo. (Mat 01:21 DRB) E ela dará à luz um filho, e lhe porás o nome de Jesus. Porque ele salvará o seu povo dos seus pecados. (Mat 01:22 DRB) Agora, tudo isso aconteceu para que se cumprisse o que o Senhor falou pelo profeta: (Mat 01:23 DRB) Eis que a virgem será com criança, e dará à luz um filho, e ele será chamado pelo nome de Emanuel, que traduzido é: Deus conosco.
    ////////
    A mãe abençoada era virgem quando concebeu e era virgem após o parto. (Lucas 1:26 ACF) E no sexto mês, o anjo Gabriel foi enviado por Deus a uma cidade da Galiléia, chamada Nazaré, (Lucas 01:27 DRB) a uma virgem desposada com um varão cujo nome era José, da casa de Davi eo nome da virgem . era Maria (Lucas 1:28 ACF) E o anjo se entrar, disse-lhe: Ave, cheia de graça, o Senhor é contigo. bendita és tu entre as mulheres (Lucas 01:29 DRB) que, tendo ouvido, foi incomodado em sua palavra e pensamento com ela que tipo de saudação seria esta. (Lucas 1:30 ACF) E o anjo disse-lhe: Não temas, Maria, pois achaste graça diante de Deus. (Lucas 01:31 DRB ) Eis que tu conceberás em teu ventre e te dará à luz um filho, e lhe porás o nome de Jesus.(Lucas 01:32 DRB) Ele será grande e será chamado Filho do Altíssimo.
    //////////
    E o Senhor Deus lhe dará o trono de seu pai Davi, e reinará eternamente na casa de Jacó para sempre. (Lucas 01:33 DRB) e o seu reino não terá fim. (Lucas 01:34 DRB ) E Maria disse ao anjo: Como se fará isso, pois eu não conheço homem? (Lucas 1:35 ACF) E, respondendo o anjo, disse-lhe: O Espírito Santo virá sobre ti e a força do Altíssimo deve ofuscar a ti. E, portanto, também o Santo que há de nascer de ti será chamado Filho de Deus.
    /////////
    Note aqui que os versículos anteriores mostram que ela pretendia permanecer virgem quando ela disse ao anjo Gabriel: Por favor, note nos seguintes versos em conta de São João da crucificação da mãe abençoada que está sendo posto sob os cuidados de João. Se ela teve outros filhos e outras crianças do sexo masculino, especialmente a tradição judaica seria a de que ela teria sido cuidada por eles pois qual quer historiador sério sabe disso.
    ////////
    E OUTRA…
    Jesus, conhecendo as dificuldades de uma viúva sem filhos colocou em boas mãos com São João.(Jo 19:26 DRB), quando Jesus viu sua mãe e que o discípulo a quem ele amava, disse à sua mãe: Mulher, eis aí o teu filho. (Jo 19:27 DRB) Depois disso, ele diz ao discípulo: Eis aí tua mãe. E desde aquela hora, o discípulo a levou para o seu próprio. Último de tudo o que há a dificuldade da história e da Sagrada Tradição para superar, que tem sempre, sem exceção, chamou a Santíssima Virgem.
    //////
    E OUTRA NOTE AQUI QUE JESUS DIZ MULHER NOTE AQUI TEU FILHO SEM MARIA SER MÃO DE JOÃO. E NOTE QUE JESUS DIZ A JOÃO EIS AÍ TUA MÃE E NOTE QUE JOÃO NÃO ERA FILHO DE MARIA!
    //
    RESUMINDO QUAL QUER APOLOGISTA SINCERO SABE QUE MARIA PERMANECEU VIRGEM.
    //
    E MAIS… NÃO EXISTE NA BÍBLIA FRASES QUE DIZ MARIA É MÃE DE TIAGO MARIA É MÃE DE SÃO LUCAS ETC…
    ISSO QUE AFIRMAM OS PROTESTANTES QUE MARIA TEVE OUTROS FILHOS É LAVAGEM CEREBRAL FRUTO DO ANALFABETISMO BÍBLICO GERADO PELAS FALSIFIÇÕES BÍBLICAS QUE OS PROTESTANTES FAZEM COM AS SUAS BÍBLIA JÁ ADULTERADA.
    /////////
    UM PEQUENO EXEMPLO É VÊ AMARMELADA E AS FALSIFICAÇÕES QUE MUITOS DELES FAZEM COM OS ESCRITOS DOS PADRES DA IGREJA ISSO É O CÚMULO.

    Curtir

  12. EDMILSON disse:

    VIRGEM MARIA A SEMPRE VIRGEM
    PROTESTANTES APRENDAM QUE.
    Do ponto de vista histórico, no que diz respeito à virgindade perpétua da mãe abençoada, ninguém acreditava que ela teve outros filhos até os últimos 200 anos, mais ou menos, mais devido à má tradução generalizada da Escritura e a prática não-bíblica da Sola Scriptura pelos protestantes que usam hermenêutica impróprias e por isso um mundo de doutrinas heréticas entre os próprios protestantes .
    //////////
    Agora quem estudar nas fontes e nas verdadeiras traduções das Escrituras como um corpo de trabalho, levando a sério o contexto apontando para a expiação da humanidade, digo que não há outra conclusão razoável que se pode vir a além do fato de que a mãe abençoada não teve outros filhos além de Jesus.
    //////////
    Além disso, os relatos históricos e bíblicos confirmam que a mãe abençoada foi sempre virgem. E mais São José não foi escolhido como um marido no sentido normal, mas como o protetor da virgindade da mãe abençoada.Pois ele era um homem muito mais velho, provavelmente viúvo, escolhida por Deus para essa finalidade.
    /////////
    Vejamos os versos em questão …. (Mat 12:46 DRB) Enquanto ele ainda falava às multidões, eis que sua mãe e seus irmãos estavam fora, procurando falar com ele. (Mat 12:47 DRB) E ele disse-lhe:. Eis que tua mãe e teus irmãos estão lá fora, em busca de ti (Mateus 0:48 ACF) Mas, respondendo ele que lhe falara, disse: Quem é minha mãe e quem são meus irmãos? (Mat 12:49 DRB) E, estendendo a mão para os seus discípulos, disse:. Eis aqui minha mãe e meus irmãos (Mat 12:50 DRB) Pois aquele que fizer a vontade de meu Pai, que está nos céus, esse é meu irmão, e irmã e mãe.
    //////////
    Agora notem que o substantivo grego usado aqui é adelphoi que significa irmão e está escrito exatamente da mesma maneira nas duas vezes em que ocorre nestas Escrituras. E outra deve-se notar também que não há tal coisa na gramática grega koiné como uma forma familiar de adelphoi. Agora, é importante notar que a linguagem utilizada aqui é em si uma tradução do aramaico para adelphoi utilizado na forma familiar.
    ////////
    E outra em aramaico não existe uma palavra para distinguir aqueles irmãos biológicos de outros parentes, como primos ou mesmo meio-irmãos ou irmãs. E outra o termo mais aceitável na tradução correta, provavelmente seria algo como irmãos em vez de irmão. Quando Cristo falou ele também usou o equivalente aramaico para adelphoi no grego, num sentido não-familiar, quando ele disse o seguinte no versículo 50: “Ele é meu irmão.
    /////////
    Como você pode ver com a exegese adequada não há nada nestes versos para apoiar a teoria de que a mãe não era abençoado eternamente virgem e que ela teve outros filhos além de Jesus. Protestantes sérios eu digo por favor, note que em toda Escritura, que ninguém é especificamente chamado de filho da mãe abençoada outro senão Jesus.
    /////////
    observe o seguinte: (Mateus 1:20 ACF) Mas enquanto ele pensava nestas coisas, eis que o anjo do Senhor apareceu para ele em seu sono, dizendo: José, filho de David, não temas receber a Maria, tua esposa, pois o que nela foi gerado é do Espírito Santo. (Mat 01:21 DRB) E ela dará à luz um filho, e lhe porás o nome de Jesus. Porque ele salvará o seu povo dos seus pecados. (Mat 01:22 DRB) Agora, tudo isso aconteceu para que se cumprisse o que o Senhor falou pelo profeta: (Mat 01:23 DRB) Eis que a virgem será com criança, e dará à luz um filho, e ele será chamado pelo nome de Emanuel, que traduzido é: Deus conosco.
    ////////
    A mãe abençoada era virgem quando concebeu e era virgem após o parto. (Lucas 1:26 ACF) E no sexto mês, o anjo Gabriel foi enviado por Deus a uma cidade da Galiléia, chamada Nazaré, (Lucas 01:27 DRB) a uma virgem desposada com um varão cujo nome era José, da casa de Davi eo nome da virgem . era Maria (Lucas 1:28 ACF) E o anjo se entrar, disse-lhe: Ave, cheia de graça, o Senhor é contigo. bendita és tu entre as mulheres (Lucas 01:29 DRB) que, tendo ouvido, foi incomodado em sua palavra e pensamento com ela que tipo de saudação seria esta. (Lucas 1:30 ACF) E o anjo disse-lhe: Não temas, Maria, pois achaste graça diante de Deus. (Lucas 01:31 DRB ) Eis que tu conceberás em teu ventre e te dará à luz um filho, e lhe porás o nome de Jesus.(Lucas 01:32 DRB) Ele será grande e será chamado Filho do Altíssimo.
    //////////
    E o Senhor Deus lhe dará o trono de seu pai Davi, e reinará eternamente na casa de Jacó para sempre. (Lucas 01:33 DRB) e o seu reino não terá fim. (Lucas 01:34 DRB ) E Maria disse ao anjo: Como se fará isso, pois eu não conheço homem? (Lucas 1:35 ACF) E, respondendo o anjo, disse-lhe: O Espírito Santo virá sobre ti e a força do Altíssimo deve ofuscar a ti. E, portanto, também o Santo que há de nascer de ti será chamado Filho de Deus.
    /////////
    Note aqui que os versículos anteriores mostram que ela pretendia permanecer virgem quando ela disse ao anjo Gabriel: Por favor, note nos seguintes versos em conta de São João da crucificação da mãe abençoada que está sendo posto sob os cuidados de João. Se ela teve outros filhos e outras crianças do sexo masculino, especialmente a tradição judaica seria a de que ela teria sido cuidada por eles pois qual quer historiador sério sabe disso.
    ////////
    E OUTRA…
    Jesus, conhecendo as dificuldades de uma viúva sem filhos colocou em boas mãos com São João.(Jo 19:26 DRB), quando Jesus viu sua mãe e que o discípulo a quem ele amava, disse à sua mãe: Mulher, eis aí o teu filho. (Jo 19:27 DRB) Depois disso, ele diz ao discípulo: Eis aí tua mãe. E desde aquela hora, o discípulo a levou para o seu próprio. Último de tudo o que há a dificuldade da história e da Sagrada Tradição para superar, que tem sempre, sem exceção, chamou a Santíssima Virgem.
    //////
    E OUTRA NOTE AQUI QUE JESUS DIZ MULHER NOTE AQUI TEU FILHO SEM MARIA SER MÃO DE JOÃO. E NOTE QUE JESUS DIZ A JOÃO EIS AÍ TUA MÃE E NOTE QUE JOÃO NÃO ERA FILHO DE MARIA!
    //
    RESUMINDO QUAL QUER APOLOGISTA SINCERO SABE QUE MARIA PERMANECEU VIRGEM.
    //
    E MAIS… NÃO EXISTE NA BÍBLIA FRASES QUE DIZ MARIA É MÃE DE TIAGO MARIA É MÃE DE SÃO LUCAS ETC…
    ISSO QUE AFIRMAM OS PROTESTANTES QUE MARIA TEVE OUTROS FILHOS É LAVAGEM CEREBRAL FRUTO DO ANALFABETISMO BÍBLICO GERADO PELAS FALSIFIÇÕES BÍBLICAS QUE OS PROTESTANTES FAZEM COM AS SUAS BÍBLIA JÁ ADULTERADA.
    /////////
    UM PEQUENO EXEMPLO É VÊ AMARMELADA E AS FALSIFICAÇÕES QUE MUITOS DELES FAZEM COM OS ESCRITOS DOS PADRES DA IGREJA ISSO É O CÚMULO.

    Curtir

  13. EDMILSON disse:

    Agora a imagem bíblica de Maria;

    Rev 00:01 [KJV] “E apareceu um grande sinal no céu: uma mulher vestida do sol, tendo a lua debaixo dos seus pés e na cabeça uma coroa de doze estrelas …”

    //

    Neste versículo vemos a imagem da Mãe de Jesus, o Rei das nações. Ela está no céu, vestido com o sol e é coroado com 12 estrelas. Assim, nós nos referimos a maio como RAINHA-MÃE DO REI DOS REIS E com uma coroa de doze estrelas. PARA VER A apresentação completa da Realeza de Maria.

    //

    VEJA AQUI MAIS ALGUMAS PROVAS E PROFECIAS BIBLÍCAS SOBRE MARIA:

    * Em Jeremias 13:18 [KJV] o Senhor Deus fala: “Diga ao rei & a rainha …” A rainha sendo referido aqui não é a esposa do rei, mas a mãe do rei. De fato, em Ang Biblia é traduzido: ‘ Iyong sabihin SA HARI o sa INA NG HARI … “[Literalmente:” Dize ao rei e à Mãe do Rei … “]. Esses estudiosos protestantes que traduziram a King James Version e aqueles que mais tarde traduziu a KJV em Tagalog Ang Biblia, concordam unanimemente que a Rainha do reino de Davi era a “Mãe do Rei ‘.

    ////////

    * Salmos 45:9 “O Messias-Rei tem uma rainha, que está em sua mão direita, em ouro de Ofir.”

    Ps 45:9 [KJV] filhas de reis estão entre as tuas ilustres mulheres: à tua direita estava a rainha em ouro de Ofir.

    ///////

    * Salmos 45:17 O Messias-Rei declarou que o nome da rainha será lembrado em todas as gerações. Pessoas deve elogiá-la para sempre. Principalmente o texto refere-se à glorificação eterna do Messias, mas secundariamente à lembrança duradoura e honra para a Rainha-Mãe.
    ////////

    Ps 45:17 [KJV] Eu vou fazer o teu nome a ser lembrado em todas as gerações: por isso os povos te louvarão para todo o sempre.

    ///

    Lucas 01:48 [KJV] Pois ele atentou na baixeza de sua serva, pois eis que desde agora todas as gerações me chamarão bem-aventurados.

    MARIA JÁ ERA PROFETIZADA DESDE O VELHO TESTAMENTOS POR VÁRIOS PROFETAS VEJA AQUI ALGUNS RELATOS BÍBLICOS:

    A Virgem Maria é a mãe de Jesus Cristo, a mãe de Deus. Em geral, a teologia ea história de Maria, a Mãe de Deus seguir a ordem cronológica das respectivas fontes, ou seja, o Antigo Testamento, o Novo Testamento, as primeiras testemunhas cristãs e judaicas.

    I. MARIA PROFETIZADA NO ANTIGO TESTAMENTO.

    O Antigo Testamento refere-se a Nossa Senhora, tanto em suas profecias e suas formas como em figuras.

    VEJA:

    Gênesis 3:15

    A primeira profecia referindo-se a Maria é encontrada nos capítulos do Livro do Gênesis (3:15) muito de abertura: “Porei inimizade entre ti e a mulher, e a tua semente e a sua semente; ela esmagará a tua cabeça, e tu mentira te à espera de seu calcanhar “. Esta rendição parece diferir em dois aspectos do texto original hebraico:

    //

    (1) Em primeiro lugar, o texto hebraico emprega o mesmo verbo para as duas representações “, ela deve esmagar” e “tu deverás residir em espera”, a Septuaginta torna o verbo em ambas as vezes por terein, para me armar ciladas; Aquila, Símaco, o siríaco e os tradutores Samaritano, interpretar o verbo hebraico por expressões que significam para esmagar, a contusão, o Itala torna o terein empregada na Septuaginta pelo latim “servare”,

    ////

    Também a guarda, São Jerônimo [1] afirma que o verbo hebraico tem o significado de “esmagamento” ou “nódoas negras” ao invés de “à espreita”, “guardando”. Ainda em seu próprio trabalho, que se tornou a Vulgata Latina, o santo emprega o verbo “esmagar” (conterere), em primeiro lugar, e “ciladas” (insidiari) no segundo. Daí a punição infligida sobre a serpente e retaliação da serpente são expressas pelo mesmo verbo, mas a ferida da serpente é mortal, uma vez que afeta a cabeça, enquanto a ferida infligida pela serpente não é mortal, sendo infligidos sobre o calcanhar.

    //////////

    Agora o segundo ponto de diferença entre o texto hebraico e nossa versão diz respeito ao agente que está a infligir o golpe mortal sobre a serpente: a nossa versão concorda com o presente texto Vulgata na leitura de “ela” (IPSA), que refere-se à mulher , enquanto que o texto hebraico lê hu ‘(automóveis, ipse), que refere-se à semente da mulher. De acordo com a nossa versão, e a leitura da Vulgata, a mulher vai ganhar a vitória, de acordo com o texto hebraico, ela será vitoriosa através de sua semente. Neste sentido é que a Bull “Ineffabilis” atribuem a vitória a Nossa Senhora.

    //////

    Entendam que a leitura de “ela” (IPSA) não é nem uma corrupção intencional do texto original, nem é um erro acidental, é sim uma versão explicativa expressar explicitamente o fato de parte de Nossa Senhora na vitória sobre a serpente, que está contida implicitamente no original hebraico. A força da tradição cristã, como a participação de Maria nesta vitória pode ser inferida a partir da retenção de “ela” na versão de São Jerônimo, apesar de sua familiaridade com o texto original e com a leitura “ele” (ipse) na antiga versão latina.

    //////

    Como é bastante comum admitiu que o julgamento divino não é dirigida tanto contra a serpente, contra o originador do pecado, a semente da serpente denota os seguidores da serpente, a “raça de víboras”, a “raça de víboras” , aqueles cujo pai é o diabo, os filhos do mal, imitando, não nascendo (Agostinho). [2] Pode-se ser tentado a entender a semente da mulher em um sentido coletivo similar, abraçando todos os que são nascidos de Deus. Mas semente não só pode denotar uma pessoa em particular, mas não tem um significado tão normalmente, se o contexto o permite.

    ///////////

    Agora São Paulo (Gálatas 3:16) dá sua explicação sobre a palavra “semente” como ocorre nas promessas patriarcais: “Para Abraão as promessas foram feitas e à sua descendência Ele não diz: E a seus descendentes, como falando de muitos. , mas como de um, e à sua descendência, que é Cristo “. Finalmente, a expressão “a mulher” na cláusula “Porei inimizade entre ti e a mulher” é uma versão literal do texto hebraico.

    //

    A Gramática Hebraica de Genésio-Kautzsch [3] estabelece a regra: Peculiar ao hebraico é o uso do artigo, a fim de indicar uma pessoa ou coisa, ainda não é conhecido e não para ser mais bem descrito, seja como presente ou como ser levados em conta nas condições contextuais. Desde o nosso artigo indefinido serve este propósito, podemos traduzir: “Porei inimizade entre você e uma mulher”. Daí a profecia promete uma mulher, Nossa Senhora Santíssima, que será o inimigo da serpente para um grau acentuado, além disso, a mesma mulher será vitorioso sobre o diabo, pelo menos através de seus descendentes. A integralidade da vitória é enfatizada pela frase contextual “terra comerás”, o que está de acordo com Winckler [4] uma expressão antiga oriental comum denotando a mais profunda humilhação

    //////////////////

    AGORA EM

    Isaias 7:1-17

    A segunda profecia referindo-se a Maria é encontrado em Isaias 7:1-17. Críticos têm se esforçado para representar esta passagem como uma combinação de ocorrências e ditos da vida do profeta escrito por uma mão desconhecida . A credibilidade do conteúdo não é necessariamente afectada por esta teoria, uma vez que as tradições proféticas pode ser registrado por qualquer escritor sem perder a sua credibilidade. Mas mesmo Duhm considera a teoria como uma aparente tentativa por parte dos críticos para descobrir o que os leitores estão dispostos a suportar pacientemente, ele acredita que é uma verdadeira desgraça para a própria crítica que ele foi encontrado uma mera compilação de uma passagem que assim graficamente descreve o nascimento horas de fé.

    ///////////

    De acordo com 2 Reis 16:1-4 e 2 Crônicas 27:1-8, Acaz, que começou seu reinado 736 aC, idolatria abertamente professada, de modo que Deus lhe deu para as mãos dos reis da Síria e de Israel. Parece que uma aliança tinha sido celebrado entre Peca, rei de Israel, e Rasin, rei de Damasco, a fim de se opor uma barreira às agressões assírios. Acaz, que estimavam assírios tendências, não aderiram à coligação, os aliados invadiram o seu território, com a intenção de substituir a Acaz um governante mais subserviente, um certo filho de Tabeel. Enquanto Rasin foi ocupada em reconquistando a cidade marítima Elath, Phacee sozinho contra Juda “, mas eles não podiam prevalecer”. Depois Elath tinha caído, Rasin juntou suas forças com as de Peca, “vos Síria repousou sobre Efraim”, ao que “seu coração (Acaz ‘) foi transferido, eo coração do seu povo, como as árvores da floresta são movidos com o vento “.Preparação imediata deve ser feita para um cerco prolongado, e está ativamente envolvida Achaz perto da piscina superior a partir do qual a cidade recebeu a maior parte do seu abastecimento de água. Por isso, o Senhor diz a Isaías: “Vá ao encontro Achaz … no fim do aqueduto da piscina superior”. A comissão do profeta é de natureza extremamente consoladora: “Vê tu ficar quieto, não ouvem, nem o teu coração ter medo dos dois pedaços de tição”. O esquema dos inimigos não são bem sucedidos: “ela não subsistirá, e isso não deve ser.” O que é para ser determinado o destino dos inimigos?

    Síria vai ganhar nada, ele permanecerá como tem sido no passado: “a cabeça da Síria é Damasco, e o cabeça de Damasco é Rasin”.

    /////////////////

    Efraim também permanecerá no futuro imediato, como tem sido até agora: “a cabeça de Efraim será Samaria, ea cabeça de Samaria o filho de Romelia”, mas depois de 65 anos ele será destruído “, dentro de sessenta e cinco anos Efraim deixará de ser um povo “.

    Acaz tinha abandonado o Senhor por Moloch, e colocou sua confiança em uma aliança com a Assíria, daí a profecia condicional a respeito de Judá, “se você não vai acreditar, você não deve continuar.” O teste de crença segue imediatamente: “pedir-te um sinal de que o Senhor teu Deus, ou até a profundidade do inferno ou até a altura acima”. Acaz hipocritamente responde: “Eu não vou perguntar, e eu não tentarás o Senhor”, recusando-se, assim, para expressar a sua crença em Deus, e preferindo a sua política assíria. O rei prefere Assíria a Deus, e os assírios virão: “o Senhor fará vir sobre ti e sobre o teu povo e sobre a casa de teu pai, dias que não vêm desde o tempo da separação de Efraim de Juda com o rei dos assírios. ” A casa de David tem sido doloroso não apenas aos homens, mas a Deus também por sua incredulidade, pelo que “não deve continuar”, e, por uma ironia do castigo divino, ele será destruído por aqueles mesmos homens a quem ele preferiu Deus .

    Ainda assim, o messiânico promessas feitas para a casa de Davi não podem ser frustrados:

    //////////////////

    “O próprio Senhor vos dará um sinal: uma virgem conceberá, e dará à luz um filho, e seu nome será chamado Emmanuel Ele comerá manteiga e mel.. , para que ele saiba rejeitar o mal e escolher o bem. Pois antes que o menino saiba rejeitar o mal e escolher o bem, a terra que te enfadas será desamparada do rosto de seus dois reis

    ///////////////

    “. Sem responder uma série de questões relacionadas com a explicação da profecia, devemos nos limitar aqui a prova de que a virgem nua mencionado pelo profeta é Maria, a Mãe de Cristo. O argumento baseia-se nas premissas de que virgem do profeta é a mãe de Emmanuel, e que Emmanuel é Cristo.

    ////////////

    A relação da virgem de Emmanuel está claramente expressa nas palavras inspiradas, o mesmo indicar também a identidade de Emmanuel com o Cristo.

    A ligação de Emmanuel com o sinal divino extraordinário que era para ser dado a Acaz predispõe a pessoa a ver o filho em mais do que um menino comum.Em 8:08, o profeta atribui a ele a propriedade da terra de Judá: “a extensão de suas asas encherá a largura da tua terra, ó Emanuel”. Em 9:06, o governo da casa de David está a ser dito sobre os seus ombros, e ele é descrito como sendo dotado com mais de qualidades humanas: “uma criança nasceu para nós, e um filho nos foi dado, e o governo está sobre os seus ombros, e o seu nome será: Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai do Mundo Vindouro, e o Príncipe da Paz “.

    //////////////////////

    Finalmente, o profeta chama Emmanuel “um rebento do tronco de Jessé” dotado “o espírito do Senhor … o espírito de sabedoria e de entendimento, espírito de conselho e de fortaleza, o espírito de conhecimento e de piedade “, o seu advento devem ser seguidas pelos sinais gerais da era messiânica, e o resto do povo escolhido deverá ser novamente o povo de Deus (11:1-16).

    ///////////

    Seja qual for obscuridade ou ambiguidade pode haver no texto profético si é removido por St Matthew (1:18-25). Depois de narrar a dúvida de São José e garantia do anjo, “o que nela foi gerado é do Espírito Santo”, o evangelista prossegue: “Ora, tudo isto aconteceu para que se cumprisse o que o Senhor falou pelo profeta: dizendo: Eis que a virgem ficará grávida e dará à luz um filho, e ele será chamado pelo nome de Emanuel “.

    //////////////////

    Não precisamos repetir a exposição da passagem dada por comentaristas católicos que atender as excepções levantadas contra o significado óbvio de Evangelista. Podemos inferir de tudo isso que Maria é mencionado na profecia de Isaias como mãe de Jesus Cristo, à luz da referência de São Mateus com a profecia, podemos acrescentar que a profecia previu também a virgindade de Maria imaculada pela concepção do Emmanuel .

    ////////////////

    VEJA:

    Miquéias 5:2-3

    A terceira profecia referindo-se a Nossa Senhora está contido em Miquéias 5:2-3: “E tu, Belém Efrata, uma arte um pouco entre os milhares de Judá, de ti é ser vir-vos de mim que é ser o reinar em Israel, e sua saída é desde o princípio, desde os dias da eternidade. Portanto os entregará até o tempo em que ela está de parto darás à luz, e o resto de seus irmãos serão convertidos aos filhos de Israel “. Embora o profeta (cerca de 750-660 a C) foi um contemporâneo de Isaias, a sua actividade profética começou um pouco mais tarde e terminou um pouco mais cedo do que o de Isaias. Não pode haver dúvida de que os judeus consideravam a previsão anterior como referindo-se ao Messias.

    //////////////////

    Segundo São Mateus (02:06), os principais sacerdotes e dos escribas, quando perguntado sobre onde o Messias deveria nascer, respondeu Herodes, nas palavras da profecia: “E tu, Belém, terra de Judá …” De acordo com St. John (07:42), o povo judeu se reuniram em Jerusalém para a celebração da festa fez a pergunta retórica: “Não vê a Escritura que o Cristo vem da descendência de Davi, e de Belém, a cidade onde David foi?

    ///////////////////

    ” A paráfrase Caldeu de Miquéias 5:2, confirma a mesma opinião: “Fora de ti sairá para mim o Messias, para que ele possa exercer domínio em Israel”. As próprias palavras da profecia de admitir dificilmente qualquer outra explicação, pois “sua saída é desde o princípio, desde os dias da eternidade”.

    Mas como é que a profecia se referem à Virgem Maria? Nossa Senhora é representada pela frase, “até o momento em que ela está de parto darás à luz”. É verdade que “ela que está de parto” foi encaminhado à Igreja (São Jerônimo, Teodoreto), ou à coleção dos gentios unidos com Cristo (Ribera, Mariana), ou ainda para a Babilônia (Calmet),

    ////////////////

    Mas, em De um lado, não há praticamente uma conexão suficiente entre qualquer um desses eventos e o Redentor prometido, por outro lado, a passagem deveria ler “até o momento em que ela é estéril trará” se qualquer um desses eventos foram encaminhados para pelo profeta. Nem pode “, ela que está de parto” ser referido Sion: Sion é falada de valor sem antes e depois da atual passagem de modo que não podemos esperar que o profeta ao lapso de repente em linguagem figurada.

    //////////

    Além disso, a profecia, assim, explicado não daria um sentido satisfatório. As frases do contexto “o governante em Israel”, “A sua saída”, que em hebraico significa nascimento, e “seus irmãos” denotar um indivíduo, não uma nação, daí podemos inferir que o trazendo deve referir-se à mesma pessoa. Tem sido demonstrado que a pessoa do governante é o Messias, daí “, ela que está de parto” deve denotar a mãe de Cristo, ou Nossa Senhora.

    /////////

    Assim explicou toda a passagem se torna clara: o Messias deve nascer em Belém, uma aldeia insignificante em Judá: sua família deve ser reduzido à pobreza e à obscuridade antes da data de seu nascimento, como isto não pode acontecer se a teocracia permanece intacta, se de David casa continua a florescer “, portanto os entregará até o tempo em que ela está de parto darás à luz” o Messias.

    //////////

    AGORA

    Jeremias 31:22

    A quarta profecia referindo-se a Maria é encontrada em Jeremias 31:22: “O Senhor criou uma coisa nova na terra: uma mulher protege a um varão.” O texto do profeta Jeremias não oferece pequenas dificuldades para o intérprete científico, que deve seguir a versão Vulgata do original hebraico. Mas mesmo esta prestação tem sido explicada de várias maneiras diferentes: Rosenmuller e vários intérpretes protestantes conservadores defendem o sentido “, uma mulher deve proteger um homem”, mas tal motivo dificilmente induzir os homens de Israel a voltar para Deus. A explicação “uma mulher deve procurar um homem” quase não concorda com o texto, além disso, como uma inversão da ordem natural é apresentado em Isaías 4:1, como um sinal da maior calamidade.Prestação de Ewald, “uma mulher deve se transformar em um homem”, dificilmente é fiel ao texto original.

    /////////////////////

    Agora outros comentaristas vêem na mulher um tipo de sinagoga ou da Igreja, no homem, o tipo de Deus, para que eles explicam a profecia como significado: “Deus vai morar novamente no meio da Sinagoga (do povo de Israel) “ou” a Igreja irá proteger a terra com os seus homens valentes “.

    /////////

    Mas o texto hebraico dificilmente sugere tal significado, além disso, tal explicação torna a passagem tautológica: “Israel deve retornar ao seu Deus, Israel vai adorar o seu Deus.” Alguns escritores recentes tornar o original hebraico: “Deus cria uma nova coisa sobre a terra: a mulher (esposa) retorna para o homem (marido)”. De acordo com a antiga lei (Deuteronômio 24:1-4, Jeremias 03:01), o marido não poderia ter de volta a esposa, uma vez repudiada por ele, mas o Senhor vai fazer algo novo, permitindo que a esposa infiel, ou seja, a nação culpada, a voltar à amizade de Deus. Esta explicação repousa sobre uma correção conjectural do texto, além disso, ele não necessariamente ter o sentido messiânico que esperamos na passagem.

    //////////////////

    Agora os Padres gregos geralmente seguem a versão Septuaginta, “O Senhor criou salvação em um novo plantio, os homens devem percorrer cerca de segurança”, mas Santo Atanásio duas vezes combina versão de Áquila “Deus criou uma coisa nova na mulher”, com de que a Septuaginta, dizendo que a nova plantação é Jesus Cristo, e que a nova criatura em mulher é o corpo do Senhor, concebido dentro da virgem sem a cooperação do homem.

    ////////////////

    São Jerônimo também entende o texto profético da virgem conceber o Messias. Este significado da passagem satisfaz o texto e o contexto. Como o Verbo encarnado possuía desde o primeiro momento da sua concepção todas as Suas perfeições exceto aquelas relacionadas com o seu desenvolvimento físico, Sua mãe está bem disse a “bússola um homem”. Não é preciso ressaltar que essa condição de uma criança recém-concebida justamente é chamado de “uma coisa nova sobre a terra”. O contexto da profecia descreve após uma breve introdução geral (30:1-3) liberdade futura de Israel e da restauração em quatro estrofes: 30:4-11, 12-22, 30:23, 31:14, 15-26; o três primeiras estrofes terminam com a esperança do tempo messiânico.

    ///////////////////

    Agora a quarta estrofe, também, deve-se esperar para ter um final semelhante. Além disso, a profecia de Jeremias, proferiu cerca de 589 aC e entendida no sentido justo explicou, está de acordo com as expectativas messiânicas contemporânea baseada em Isaias 07:14, 09:06, Miquéias 5:03. De acordo com Jeremias, a mãe de Cristo é a diferem de outras mães no fato de que seu filho, mesmo dentro de seu ventre, deve possuir todas as propriedades que constituem verdadeira masculinidade [11]. O Antigo Testamento refere-se indiretamente a Maria nessas profecias que predizem a Encarnação do Verbo de Deus.

    /////////////////

    De acordo com o princípio “Lex orandi lex est credenti” devemos tratar pelo menos com reverência inumerável sugestões contidas nas orações e liturgias da Igreja. Nesse sentido, devemos considerar muitos dos títulos conferidos em Nossa Senhora em sua ladainha e no “Ave maris stella”. As antífonas e respostas encontradas nos Escritórios recitado sobre as várias festas de Nossa Senhora sugerir uma série de tipos de Mary que dificilmente poderia ter sido levado tão vividamente ao conhecimento dos ministros da Igreja de qualquer outra forma. A terceira antífona das Laudes da Festa da Circuncisão em vê “o arbusto que não foi queimado” (Êxodo 03:02) a figura de Maria conceber seu Filho sem a perda de sua virgindade. A segunda antífona das Laudes do mesmo escritório vê de Gideão lã molhada de orvalho, enquanto todo o terreno ao lado havia permanecido seca (Juízes 6:37-38) um tipo de Maria recebendo em seu ventre o Verbo encarnado [12].

    /////////////////////////

    O Escritório de Bem-Aventurada Virgem Maria se aplica a muitas passagens relativas ao cônjuge no Cântico dos Cânticos [13] e também sobre Sabedoria no livro de Provérbios 8:22-31 [14]. O pedido de Maria de um “jardim fechado, uma fonte selada” mencionado em Cânticos 4:12 é apenas um caso particular do que foi dito acima. [15] Além disso, Sara, Débora, Judith, e Esther são utilizados como diversas figuras de Maria, a Arca da Aliança, sobre a qual a presença de Deus se manifestou, é usado como a figura de Maria levando o Deus encarnado no seu seio. Mas, sobretudo Eva, a mãe de todos os viventes (Gênesis 3:20), é considerado como um tipo de Maria, que é a mãe de todos os viventes na ordem da graça.

    ////////////

    COMO EU ME ORGULHO DE SER CATÓLICO

    Curtir

  14. EDMILSON disse:

    PARA REFUTAR DE VEZ OS PROTESTANTES QUE AFIRMAM QUE MARIA TEVE FILHOS SAIBA VOCÊS QUE AFIRMAM ESSA PAPAGAIADA QUE…

    Nem os relatos dos Evangelhos, nem os primeiros cristãos atestam a noção de que Maria teve outros filhos além de Jesus.
    ///
    Um documento histórico importante que apoia o ensino da virgindade perpétua de Maria é o Proto-evangelho de Tiago, que foi escrito provavelmente menos de 60 anos após a conclusão da vida terrena de Maria (em torno de 120 dC), quando as memórias de sua vida ainda estavam vivas nas mentes de muitos.
    ///
    E MAIS…
    De acordo com o mundialmente renomado estudioso patrística, Johannes Quasten: “O objetivo principal de toda a escrita [ Proto-evangelho de Tiago] é provar a virgindade perpétua e inviolável de Maria antes, no, e depois do nascimento de Cristo “( Patrologia, 1 :120-1).
    ///
    Para começar, os Protoevangelium registros que, quando do nascimento de Maria foi profetizado, sua mãe, Santa Ana, prometeu que iria dedicar a criança para o serviço do Senhor, como Samuel tinha sido por sua mãe (1 Sam. 01:11) . Maria teria, assim, servir o Senhor no Templo, como as mulheres tiveram ao longo dos séculos (1 Sam. 02:22), e como a profetisa Ana fez na época do nascimento de Jesus (Lucas 2:36-37). A vida de contínuo, serviço dedicado ao Senhor no Templo significava que Maria não seria capaz de viver a vida normal de uma mãe de criação dos filhos. Em vez disso, ela foi prometeu uma vida de virgindade perpétua.
    ///
    No entanto, devido a considerações de limpeza cerimonial, que era eventualmente necessária para Maria, a consagrada “virgem do Senhor,” para ter um tutor ou protetor que iria respeitar seu voto de virgindade. Assim, de acordo com o Proto-evangelho , Joseph, um viúvo idoso que já tiveram filhos, foi escolhido para ser o seu cônjuge.(Isso também explica por que José foi aparentemente morto por o tempo do ministério adulto de Jesus, já que ele não aparece no que nos evangelhos, e desde que Maria é confiada a João, em vez de seu marido José, na crucificação).
    ///
    De acordo com o Proto-evangelho , Joseph era obrigada a considerar voto de virgindade de Maria com o maior respeito. A gravidade da sua responsabilidade como guardião de uma virgem, foi indicado pelo fato de que, quando ela foi descoberta a ser com a criança, ele teve que responder às autoridades do Templo, que pensavam que ele era culpado de profanar uma virgem do Senhor.
    ///
    Maria também foi acusada de ter abandonado o Senhor, quebrando seu voto. Tendo isso em mente, é um insulto incrível à Santíssima Virgem quer dizer que ela quebrou sua promessa ao levar outros do que seu Deus e Senhor, que foi concebido pelo poder do Espírito Santo filhos.
    A virgindade perpétua de Maria sempre foi conciliado com as referências bíblicas aos irmãos de Cristo, através de uma compreensão adequada do significado do termo “irmãos”. O entendimento de que os irmãos do Senhor eram meio-irmãos de Jesus (filhos de José), em vez de meio-irmãos (filhos de Maria) foi o mais comum até a época de Jerônimo (quarto século).
    ///
    Foi Jerônimo quem introduziu a possibilidade de que os irmãos de Cristo eram na verdade seus primos, já que primos expressão judaica foram também referidos como “irmãos”. A Igreja Católica permite que o fiel mantenha um ponto de vista, uma vez que ambos são compatíveis com a realidade da virgindade perpétua de Maria.
    ///
    Hoje a maioria dos protestantes não têm conhecimento dessas primeiras crenças sobre a virgindade de Maria e a interpretação correta dos “irmãos do Senhor”. No entanto, os reformadores protestantes entre si mesmos, Martinho Lutero, João Calvino e Ulrich Zwingli, honrou a virgindade perpétua de Maria e reconheceu-o como o ensino da Bíblia, assim como outros protestantes, mais modernos.
    ///
    E MAIS…

    O Proto-evangelho de Tiago
    “E eis que um anjo do Senhor apareceu-[St. Anne], dizendo: Anne! Anne! O Senhor ouviu sua oração, e você conceberá e dará à luz, e sua posteridade será falado em todo o mundo “. E Anne disse: ‘Como o Senhor meu Deus vive, se eu gerar macho ou fêmea, eu vou trazê-lo como um presente para o Senhor meu Deus, e ele deve ministrar-lhe nas coisas sagradas todos os dias de sua vida. ‘ E … [a partir do momento que ela tinha três anos] Mary estava no templo do Senhor, como se ela fosse uma pomba que morava lá “( Proto-evangelho de Tiago 4, 7 [AD 120]).
    ///
    VEJA:
    “E quando ela tinha doze anos não foi realizado um conselho de sacerdotes, dizendo:” Eis que Maria tenha atingido a idade de doze anos no templo do Senhor. Que então devemos fazer com ela, para que porventura ela contamina o santuário do Senhor? ‘ E eles disseram ao sumo sacerdote, ‘Você fica junto ao altar do Senhor, entrar e orar sobre ela, e tudo o que o Senhor se manifeste a você, que também vamos fazer. ” … [A] nd ele orou sobre ela, e eis que um anjo do Senhor apareceu-lhe, dizendo: ‘Zacarias! Zacarias! Sair e montar os viúvos das pessoas e deixá-los a trazer cada vara dele, e para quem o Senhor deve mostrar um sinal, sua esposa será ela …. E José [foi escolhido] …. E o sacerdote disse a José: “Você foi escolhido por sorteio e mantendo a Virgem do Senhor . ‘ Mas José recusou-se, dizendo: “Eu tenho filhos, e eu sou um homem velho, e ela é uma jovem garota ‘” (ibid., 8-9).
    //
    “E Anás, o escriba, veio a ele [José] … e viu que Maria estava grávida. Ele fugiu para o padre e disse-lhe:” José, a quem você fez atestam, cometeu um crime grave. E o padre disse: ‘Como assim?’ E ele disse: ‘Ele tem contaminado a virgem que recebeu do templo do Senhor, e se casou com ela em segredo “(ibid., 15).
    “E o padre disse: ‘Maria, por que você fez isso? E por que você trouxe a sua alma baixa e esquecido o Senhor teu Deus?” … E ela chorou amargamente dizendo: ‘como o Senhor meu Deus vive, eu sou puro diante dele, e sei que não o homem “(ibid.).
    //
    VEJA ALGUMAS NOTAS

    São Jerônimo, foi
    Padre latino, Apologista,
    Confessor, Presbítero e Doutor da Igreja

    Nascimento ca. 347 em Estridão, fronteira entre a Dalmácia e a Panónia

    Morte 30 de setembro de 420 (73 anos) em Belém, Judeia

    VEJA O QUE ELE ESCREVEU:
    [Helvídio] produz Tertuliano como testemunha [a sua opinião] e cita Vitorino, bispo de Petavium. Of Tertuliano, eu digo que não mais do que isso, ele não pertencia à Igreja. Mas no que se refere Vitorino, afirmo o que já foi comprovada a partir do evangelho que ele [Vitorino] falou dos irmãos do Senhor não como sendo filhos de Maria, mas irmãos no sentido que expliquei, ou seja, irmãos em ponto de parentesco, não pela natureza. [Ao discutir essas coisas estamos] … seguindo as pequenas correntes de opinião. Poder eu não ordem contra você toda a série de escritores antigos? Inácio, Policarpo, Irineu, Justino Mártir, e muitos outros homens apostólicos e eloqüentes, que contra [os hereges ] Ebion, Teódoto de Bizâncio, e Valentino, que se realizou esses mesmos pontos de vista e escreveu volumes repletos de sabedoria Se você já leu o que escreveu, você seria um homem sábio “(. Contra Helvídio: a virgindade perpétua de Maria 19 [AD 383 ]).
    “Nós acreditamos que Deus nasceu de uma virgem, porque lê-lo. Nós não acreditamos que Maria era casada depois que ela deu à luz seu filho, porque não lê-lo …. Você [Helvídio] dizer que Maria não permanecer virgem. Quanto a mim, eu afirmo que o próprio Joseph era virgem, por meio de Maria, de modo que um filho virgem pode ter nascido de um casamento virginal “(ibid., 21).
    //
    AGORA VOU A ALGUMAS REFUTAÇÕES
    VAMOS LÁ:

    Primeiro, é importante notar que a Bíblia não diz que estes “irmãos e irmãs” de Jesus eram filhos de Maria.
    //
    Em segundo lugar, a palavra para o irmão (ou irmã), adelphos ( Adelpha ) em grego, denota um irmão ou uma irmã, ou parente próximo. Línguas semíticas aramaico e outros não podiam distinguir entre um irmão de sangue ou uma irmã e um primo, por exemplo. Por isso, João Batista, primo de Jesus (o filho de Isabel, prima de Maria) seria chamado de “um irmão ( adelphos ) de Jesus.
    //
    E mais no plural, a palavra significa uma comunidade baseada na identidade de origem ou de vida. Além disso, a palavra adelphos é usado para (1) crianças do sexo masculino dos mesmos pais (Mt 1:2),
    //
    (2) descendentes masculinos dos mesmos pais (Atos 07:23), (3) das crianças do sexo masculino da mesma mãe ( Gl 1:19),
    //
    (4) pessoas da mesma nacionalidade (Atos 3:17); (5) qualquer homem, um vizinho (Lc 10:29); (6) pessoas unidas por um interesse comum (Mt 5:47 );
    //
    (7) pessoas unidas por uma vocação comum (Ap 22:09), (8) a humanidade (Mt 25:40); (9) os discípulos (Mt 23:08), e (10) crentes (Mt 23: 8). (Do Dicionário Expositivo de Vine de palavras bíblicas , Thomas Nelson, Publisher.)
    //
    E MAIS…
    A segunda objeção à virgindade de Maria surge a partir do uso da palavra HEOS no Evangelho de Mateus. “Ele (José) não teve relações com ela em qualquer momento antes ( HEOS ), ela deu à luz um filho, a quem deu o nome de Jesus “(Mt 1:25, NAB).
    //
    O grego e o uso semítico da palavra HEOS (ou até antes) não implica qualquer coisa sobre o que acontece após o tempo indicado. Neste caso, não há nenhuma implicação necessária que José e Maria tiveram contato sexual ou outros filhos depois de Jesus.
    //
    Agora a terceira objeção à virgindade perpétua de Maria surge do uso da palavra prototokos, traduzida como ‘primogênito’ no evangelho de Lucas.
    //
    Mas a palavra grega prototokos é usada para Cristo que nasceu de Maria e do relacionamento de Cristo ao Pai (Cl 1:25). Como a palavra não implica outros filhos de Deus, o Pai, nem que isso implica outros filhos de Maria.
    //
    E OUTRA:
    O termo “primogênito” era um termo legal sob a lei de Moisés (Ex 6:14) referente à primeira criança do sexo masculino nasceu de pais judeus, independentemente de quaisquer outras crianças a seguir ou não. Assim, quando Jesus é chamado de “primogênito” de Maria, isso não significa que houve segundo ou terceiro-nascido filhos.

    Curtir

  15. Luiz disse:

    Olá

    Esqueci de fazer uma pergunta:

    Como explicar João 7:3?Pois se os 12 discípulos estavam na Judeia e os irmãos na Galiléia e Jesus tinha ido pra a Galiléia quem eram os irmãos no versículo 7?

    Um abraço

    Luiz

    Curtir

  16. Luiz disse:

    Olá Edmilson

    Boa noite

    Muito interessante os argumentos sobre os irmãos de Jesus.

    Como refutar o argumento que os irmãos de Jesus não estavam junto com Maria quando Jesus estava crucificado porque em João 7 :5 diz que os irmãos não criam nEle?

    um abraço

    Luiz

    Curtir

  17. Pingback: O que realmente disseram Lutero, Calvino e outros protestantes sobre Maria Santíssima | Ecclesia Militans

  18. lasaro castro disse:

    Niquem vem ao Pai a não ser por mim – Eu sou o caminho a verdade e a vida – sabendo disso pra que perder tempo ajoelhando, venerando, ou mesmo olhando , pra uma imagem. Jesus diz peça a Deus em Meu nome…se Maria morreu ou não virgem, o que isso interessa para na nossa busca por uma intimidade com Deus?…vamos adorar a Deus.

    Curtir

    • Helen disse:

      Lasaro Castro,

      Eu creio que sua percepção da piedade católica esteja um pouco deturbada por idéias pré-concebidas. Toda prece católica é centrada em Cristo. Aos santos, o católico simplesmente pede: “Orai por nós”. Ou seja, é como se pedissemos para Deus nos conceder um pedido por meio das nossas preces e das preces dos santos dirigidas a Cristo, nosso mediador. Não tem diferença nenhuma do que se faz qdo alguém pede a um amigo para orar por ele. Aliás, a grande difernça é que nossos amigos na terra talvez não sejam “perfeitamente” justos como os Santos do Céu, e qdo a isso S. Tiago nos disse: Confessai os vossos pecados uns aos outros, e orai uns pelos outros para serdes curados. A oração do justo tem grande eficácia (Tiago 5, 16).

      Agora, se pedir por meio da intercessão dos Santos fosse uma afronta à Soberania e Justiça de Deus, será que Ele, como Criador e todo-Poderoso atenderia aos pedidos dirigidos a Si por meio dos Santos? Sem dúvida que não! Porém, a tradição Católica mostra justamente o contrário! Incontávies são os relatos de milagres e preces respondidas por Deus por meio da intercessão dos Santos. Eu mesma tenho um par delas para contar!

      Louvado Seja o Nome de Deus, que em Sua infinita bondade concedeu-nos a graça de interceder um pelos outros, não apenas aqui na terra enquanto membros de Igreja Militante, mas como membros da Igreja Padecente e Triunfante!

      Pax Domini,

      Curtir

    • Helen disse:

      Lazaro,
      Leia aqui sobre a Oração Católica.

      http://wp.me/p1bsdn-ro

      Curtir

    • EDMILSON disse:

      Jesus não teve irmãos.

      Jesus foi o primogênito e o unigênito da família de Nazaré. Quanto aos “supostos irmãos de Jesus” a Bíblia não os menciona como “filhos de Maria”. Somente o Mestre é chamado “filho de Maria”, com o artigo no original (Marcos 6,3).
      //
      Antes de aprofundar no assunto, é bom lembrar 5 pontos fundamentais:
      //
      Primeiro – se Jesus teve irmãos, porque Maria é chamada “Mãe de Jesus?” e nunca mãe do “irmãos de Jesus?”
      //
      Segundo – A família de Nazaré aparece apenas com 3 pessoas. Jesus, Maria e José.
      //
      Terceiro – porque seus pais iam todos os anos a Jerusalém para a festa da páscoa e Jesus nunca aparece ao lado dos “supostos irmãos?”
      //
      Quarto – Porque Jesus entrega sua mãe aos cuidados de João o Evangelista, e não aos “supostos irmãos?”
      //
      Quinto – porque esses “supostos irmãos” não aparecem na crucificação de Jesus?
      //

      OUTRAS PROVAS:

      A Bíblia deixa bem claro, quando se trata de um filho, e quem são os pais. Para entender melhor citemos alguns textos:

      Vejamos:

      No Antigo Testamento

      “Adão conheceu outra vez sua mulher, e esta deu à luz um filho, ao qual pôs o nome de Set, dizendo, Deus deu-me uma posteridade para substituir Abel, que Caim matou”. (Gênese 4, 25)
      //
      “Então falou Deus a Noé, sai da arca, com tua mulher, teus filhos e as mulheres de teus filhos”(Gênese 8, 15-16) Confira mais em: (Gênese 5,1-32) (Gênese 10, 1-32) (Gênese 11, 10-32) onde se fala de filhos e filhas.
      //

      AGORA NOTE QUE …

      No Novo Testamento
      “Ela dará à luz um filho, a quem porás o nome de Jesus, porque ele salvará o seu povo de seus pecados” (Mateus 1, 21).
      //
      “Senhor, tem piedade de meu filho, porque é lunático e sofre muito: ora cai no fogo, ora cai na água…” (Mateus 17,15).
      //
      “Respondeu um homem dentre a multidão: Mestre, eu te trouxe meu filho, que tem um espírito mudo”(Marcos 9,17).
      //
      “Ao chegar perto da porta da cidade, eis que levavam um defunto a ser sepultado, filho único de uma viúva; acompanhava-a muita gente da cidade” (Lucas 7,12).
      //
      “Porque tinha uma filha única, de uns doze anos, que estava para morrer. Jesus dirigiu-se para lá, comprimido pelo povo” (Lucas 8,42).
      //
      Em centenas e centenas de textos Bíblicos, fica muito claro, onde se fala de filhos e de pais, e os protestantes afirmam por paus e pedras que, Jesus teve irmãos. Para isso se baseiam em (Marcos 6,3) “Por acaso não é ele o carpinteiro, filho de Maria, irmão de Tiago, José, Judas e Simão?”.
      //

      AGORA VAMOS A ALGUMAS EXPLICAÇÕES

      PRIMEIRO

      A palavra irmão, aqui tem o significado de “primo ou parente próximo, pois a língua hebraica não possui a palavra primo”.
      //
      – Quem eram Tiago, José, Judas e Simão?

      Explicação: A mãe de Jesus tinha uma parente que se chamava também Maria, casada com Cleófas.
      //
      – De fato lemos na Bíblia: “Perto da cruz de Jesus, permanecia de pé sua mãe, a irmã de sua mãe, Maria, mulher de Cléofas.” (João 19,25)
      //
      – Tiago e José eram filhos de Cléofas a parente de Nossa Senhora, que se chamava Maria.
      //
      – logicamente Judas era irmão de Tiago. De fato lemos: “Judas, irmão de Tiago” (Judas 1 e Lucas 6,16) todos eles eram primos de Jesus, ou parentes próximos, como Simão pelo mesmo motivo.
      //
      Há muitos exemplos na Bíblia em que os parentes próximos são chamados de irmãos: “Disse Abraão a Lot: Peço-te que não haja rixas, pois somos irmãos.” (Gênesis 13,8) – Abraão não era irmão de Lot, mas tio.
      //
      – “Eleazar morreu e não teve filhos, mas filhas e estas se casaram com os filhos de Cis, seus irmãos.” (1 Crônicas 23,22) – As filhas de Eleazar eram primas dos filhos de Cis.
      //
      – Ver também: (Êxodo 2,11) (Mateus 23,8) (Gênesis 9,6) (Mateus 5,21-22) (1 Coríntios 15,6).
      //

      Respondendo objeções

      1ª Objeção: os “Irmãos de Jesus”. É assim que a Bíblia se refere nominalmente a quatro pessoas: Tiago, José, Judas e Simão (Marcos 6,3). Eles seriam, irmãos carnais de Jesus, concluem os protestantes.
      //
      No entanto, nada mais falso, pois três desses “Irmãos de Jesus”, têm seus pais nomeados na Bíblia. Vejamos:

      O 1º é Tiago. É ele, segundo (Gálatas 1,19), Tiago Apóstolo, o Menor (Marcos 15,40), cujo pai é Alfeu(Mateus 10,3); o 2º, José, é irmão carnal de Tiago, pois ambos são filhos de uma das três Marias que estiveram ao pé da Cruz (Mateus 27,56), e cujo irmão pai é também Alfeu; o 3º é Judas, o Tadeu, que também é irmão de Tiago (Judas 1,1). Seu pai é também Alfeu. São Lucas o chama “Judas de Tiago” ou seu irmão (Lucas 6,16).
      //

      Agora o último da lista é Simão, cujos pais não têm os nomes expresso na Bíblia. Mas o historiador Hegezipo (sec. II), informa que ele é filho de Cléofas, esposo de “Maria, irmã da Mãe de Jesus” (João 19,25). Ele é, pois, primo de Jesus. E se Cléofas e Alfeu são nomes em hebraico e aramaico da mesma pessoa, como pensam muitos, os quatro chamados “irmãos de Jesus” são entre si, irmãos sanguíneos. Em qualquer hipótese eles são primos ou parentes de Jesus.
      //

      De fato, é muito comum na Bíblia, parentes próximos serem chamados de irmãos. É só conferir (Gênesis 13,8) comparado com (Gênesis 12,5 e 11,28-31) (Gênesis 29,13 e 15) (Levítico 10,4) (1 Crônicas 23,22) etc.
      //
      2ª Objeção: ela é tirada do título de “primogênito” atribuído a Jesus em Lucas 2,7. Daí concluem os protestantes que Maria teve outros filhos além de Jesus.
      //
      Isso revela grande ignorância, pois “primogênito” é termo jurídico da Bíblia que tem significado bem determinado: é o primeiro filho, quer venha outro, quer não. Não se esperava por outro filho para que o 1º fosse tido e tratado como primogênito a vida toda.
      //
      Confirma isto o túmulo, recém-descoberto, de uma judia do 1º século, com a inscrição: “Aqui jaz Arsinoé, morta ao dar à luz o seu primogênito”.
      //
      3ª Objeção: é tirada de (Mateus 1,25), onde se lê: “E José não a conheceu até que ela deu à luz. . .” os protestantes concluem que a conheceu depois.
      //
      Mais uma vez outra falsa conclusão. Parece desconhecerem que a expressão “até que” é, na Bíblia, um hebrismo que significa “Sem que”, invertendo-se os termos da frase. Significa, então, que Maria “deu á luz sem que José A tivesse conhecido”, e nada mais.
      //

      AGORA VEJA:
      Que são incontáveis os exemplos disso na Bíblia. Eis apenas um: “O coração do justo está firme e não temerá “até que” veja confundidos os seus inimigos” (Salmos 111,8). Ora, se não temeu antes, não temerá depois. O sentido é: “os inimigos serão confundidos sem que o coração do justo tema”. Assim Mateus quis apenas afirmar que “Maria concebeu sem participação de José”. Conferir na Bíblia outros casos desse modo de falar:(Deuteronômio 7,24) (Sabedoria 10,14) (Salmos 56,2 71,7; 93,12-13; 109,1) (Isaias 22,14) (Mateus 5,18 22,44) (Hebreus 1,13; 10,12-13; etc.)
      //
      4ª e última objeção: é tirada de (Mt 1,18) onde se lê que Maria concebeu do Espírito Santo “antes que coabitassem”. Os protestantes concluem erradamente que conheceu depois.
      //
      Isso porque eles não se importam com o contexto literário e histórico da Bíblia. E tomam, no caso,“coabitar” no sentido de relação carnal, quando, pelo contexto, e pelo modo como os judeus se casavam, só cabe o sentido de “morar juntos”.
      //
      De fato, o casamento dos judeus era feito em duas etapas: a 1ª se realizava na casa dos pais da moça em cerimônia simples. Marcavam-se então as núpcias festivas – era a segunda etapa – na qual a esposa era levada para a casa do esposo. Era esta a coabitação (morar juntos), de que fala o evangelista no citado texto. Foi entre essas duas cerimônias que se deu o mistério da Encarnação.

      RESUMINDO: É UM ANALFABETISMO BÍBLICO E HISTORICAMENTE AFIRMAR QUE MARIA TEVE FILHOS

      Curtir

Seja respeitoso. Não ataque o autor, debata sua idéia. Não use linguagem obscena, profana ou vulgar. Fique no tema do post. Comentários fora do tema original poderão ser excluídos.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s