Infalibilidade do Papa, da Igreja, de quem quer quer for: Isso não existe! A resposta do Blog.


Se não houvesse uma Igreja Visível para ensinar e preservar a Sã doutrina, não haveria, por conseguinte, a possibilidade de cisma, apostasia, heresia. Não haveria, do mesmo modo, a responsabilidade de discisciplinar o Cristão, como visto em Mateus, uma vez que ele individualmente seria livre para crer naquilo que quisesse, e formular as doutrinas que lhes conviessem de acordo com sua própria interpretação privada das escrituras.

Se recusa ouvi-los, dize-o à Igreja. E se recusar ouvir também a Igreja, seja ele para ti como um pagão e um publicano.  Mateus 18,17

Por que teria São Paulo escrito aos cristãos para ensiná-los? Por que teria ele exortado a todos que preservassem os ensinamentos apostólicos, se ele achasse que cada cristão está equipado e capacitado para exercer o seu próprio discernimento? Obviamente, porque como a bíblia mostra, desde o princípio existe um magistério eclesiástico, uma autoridade visível dentro da Igreja, magistério esse do qual fazia parte o próprio São Paulo. Negar isso é uma questão bastante séria, pois compromete a fé e em casos mais graves, até mesmo a salvação.

Se de fato o argumento da interpretação privada fosse válido, quem poderia repreender, por exemplo, os testemunhas de Jeová, que professam fé em Deus mas negam a divindade de Cristo? Não podemos dizer que a bíblia se encarrega disso, não é possível. Pois se a mera leitura dos textos sagrados garantisse entendimento infalível à quem os lê, heresias, como a negação da divindade de Cristo nunca existiriam. Não é plausível, portanto, argumentar que as escrituras por si só sejam capazes de instruir infalivelmente, ou que elas não sejam passíveis de interpretação errônea, como nos alertou São Pedro em sua segunda carta.

“Falando disto, como em todas as suas epístolas, entre as quais há pontos difíceis de entender, que os indoutos e inconstantes torcem, e igualmente as outras Escrituras, para sua própria perdição.Vós, portanto, amados, sabendo isto de antemão, guardai-vos de que, pelo engano dos homens abomináveis, sejais juntamente arrebatados, e descaiais da vossa firmeza; Antes crescei na graça e conhecimento de nosso Senhor e Salvador, Jesus Cristo. A ele seja dada a glória, assim agora, como no dia da eternidade.” (2 Pedro 3:16-18)

A Bíblia é, portanto, a Revelação, mas ela não se auto-interpreta. Justamente por isso existem as seitas. Que são resultado direto da intrepretação erronea da sã doutrina! Ademais, o que dizer dos cristãos dos primeiros 15 séculos que viveram sem uma Biblia compilada, que só foi publicada na idade média. Não teriam eles conhecido a Cristo e seu evangelho por intermédio da Igreja, que até então era apenas Católica?

Dentro do argumento enunciado no título do artigo,  ou seja, que Jesus não instituiu o ofício do magistério, que não há a infalibilidade, etc, como seria possível, por exemplo, rejeitar ou questionar a fé supostamente “cristã” de um Testemunha de Jeová, ou Anabatista, ou quem quer quer seja?  Como é que eu e todo cristão, em sua vida cristã, adquire a consciência da existência de Cisma, heresias? Quem determina o que se caracteriza  ou não numa heresia? Não é a Bíblia, que – como já disse repetidamente aqui no Blog e nos parágrafos acima – nos primórdios da fé não existia (e depois de existir, era inacessível até mesmo depois da invenção da imprensa escrita), mas a Igreja!

A conclusão lógica é apenas uma: aquele que assim crê está em erro, e em erro gravíssimo!

Anúncios

Sobre Hellen

Católica militante, expatriada, mãe e arquiteta e estudante de Direito. Quando há tempo, engajada na "missão" de defender a fé católica e evangelizar aos irmãos católicos, especialmente aqueles afastados da Santa Fé . I am an expat architect, law student and Catholic mommy who's taken on blogging. I've doing this for a few years now and I'm totally hooked up. All for the Glory of God!
Esse post foi publicado em Apologética Católica, Autoridade Eclesial e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

9 respostas para Infalibilidade do Papa, da Igreja, de quem quer quer for: Isso não existe! A resposta do Blog.

  1. EDMILSON disse:

    AVE MARIA, CONCEBIDA SEM PECADO
    _________________________________________________

    A RESPOSTA CATÓLICA
    A Igreja Católica na verdade concorda que MARIA foi “salva”.
    _
    De fato, Maria precisou de um salvador! No entanto, MARIA foi salva do pecado de uma maneira muito sublime.
    _
    Foi-lhe dada a graça de ser “salva” completamente do pecado de tal modo que nunca cometeu nem mesmo uma leve transgressão.
    ___________________________________
    Os protestantes tendem a enfatizar a “salvação” de Deus quase exclusivamente com o perdão dos pecados realmente cometidos.
    __
    Porém a Sagrada Escritura indica que a salvação também possa se referir ao homem sendo protegido do pecado antes do fato:
    __

    Àquele, que é poderoso para nos preservar de toda queda e nos apresentar diante de sua glória, imaculados e cheios de alegria, ao Deus único, Salvador nosso, por Jesus Cristo, Senhor nosso, sejam dadas glória, magnificência, império e poder desde antes de todos os tempos, agora e para sempre. Amém. (Judas 1,24-25)
    _____________________________________________________

    TODOS PECARAM EXCETO…
    Mas e quanto ao “todos pecaram” (Rm 3,23) e “se dizemos que não temos pecado, enganamo-nos a nós mesmos, e a verdade não está em nós” (1 Jo 1,8)?
    __
    “Todos” e “qualquer homem” não incluiriam Maria? Superficialmente, soa razoável. Mas esta maneira de pensar levaria à conclusão lógica de listar Jesus Cristo em companhia dos pecadores.
    __
    Nenhum cristão de fé concordaria em dizer isso.
    __
    Entretanto nenhum cristão pode negar os textos claros da Escritura declarando Cristo cheio de humanidade também.
    __
    Desta maneira, tomar 1 João 1,8 em um sentido estrito, literal seria aplicar “qualquer homem” a Jesus também.

    A verdade é que Jesus Cristo foi uma exceção a Romanos 3,23 e 1 João 1,8. E a Bíblia nos conta que ele estava em Hebreus 4,15: “Ao contrário, passou pelas mesmas provações que nós, com exceção do pecado.” A questão agora é: há outras exceções a esta regra? Sim – milhões delas.
    NOTAS:
    Tanto Romanos 3,23 quanto 1 João 1,9 tratam mais de pecados pessoais do que original (Romanos 5 trata de pecado original).
    __

    E há também duas exceções àquela norma bíblica geral.
    __

    Mas por ora simplesmente trataremos de Romanos 3,23 e 1 João 1,8. Primeiro, João 1,8 obviamente se refere a pecado pessoal porque no próximo verso, João nos diz “se reconhecemos os nossos pecados, (Deus aí está) fiel e justo para nos perdoar os pecados e para nos purificar de toda iniquidade.” Nós não confessamos o pecado original, mas sim pecados pessoais.
    O contexto de Romanos 3,23 esclarece que também se refere a pecado pessoal:
    “Não há nenhum justo, não há sequer um. Não há um só que tenha inteligência, um só que busque a Deus.
    __
    Extraviaram-se todos e todos se perverteram. Não há quem faça o bem, não há sequer um (Sl 13,lss). A sua garganta é um sepulcro aberto; com as suas línguas enganam; veneno de áspide está debaixo dos seus lábios (Sl 5,10; 139,4).
    __
    A sua boca está cheia de maldição e amargar (Sl 9,28).” (Rm 3,10-14)

    O pecado original não é algo que façamos; é algo que herdamos.
    __
    O terceiro capítulo de Romanos trata de pecados pessoais porque fala de pecados cometidos pelo pecador. Com isto em mente, considere: um bebê no útero ou uma criança de dois anos já cometeram um pecado pessoal? Não.
    __
    Para pecar, uma pessoa precisa saber que o ato que está para realizar é pecaminoso enquanto livremente empenhando sua vontade para realizá-lo.
    __
    Sem as devidas faculdades para possibilitá-las a pecar, as crianças antes da idade de responsabilidade e qualquer um que não tenha o uso de seu intelecto e vontade não podem pecar. Então, há e houve milhões de exceções a Romanos 3,23 e 1 João 1,8.
    Ainda assim, como sabemos que Maria é uma exceção à norma do “todos pecaram”? E mais especificamente, há suporte bíblico para esta alegação? Sim, há muito suporte bíblico.

    O NOME DIZ TUDO

    Entrando, o anjo disse-lhe: Ave, cheia de graça, o Senhor é contigo. Perturbou-se ela com estas palavras e pôs-se a pensar no que significaria semelhante saudação. O anjo disse-lhe: Não temas, Maria, pois encontraste graça diante de Deus. (Lucas 1,28-30).
    __________________________

    Muitos protestantes insistirão que este texto é pouco mais do que uma saudação comum do Arcanjo Gabriel a Maria.
    __
    O que isto tem a ver com Maria ser sem pecado?”. Entretanto, a verdade é que, de acordo com a própria Maria, esta não foi uma saudação comum.
    __

    O texto revela Maria ter-se perturbado “com estas palavras e pôs-se a pensar no que significaria semelhante saudação” (Lucas 1,29, ênfase atribuída).
    __

    O que havia nesta saudação de tão incomum para Maria reagir desta maneira? Podemos considerar pelo menos dois aspectos importantes.
    ______________________________________________________

    Primeiro, de acordo com os estudiosos bíblicos (bem como com o Papa João Paulo II), o anjo fez mais que uma simples saudação a Maria.
    __
    O anjo na realidade comunicou um novo nome ou título a ela. (cf. Redemptoris Mater, 8, 9). Em grego, a saudação foi kaire,kekaritomene, ou “Ave, cheia de graça”.
    __
    De modo geral, quando um saudava o outro com kaire, um nome ou título seria encontrado no contexto imediato.
    __
    Salve, rei dos judeus” em João 19,3 e “Cláudio Lísias ao excelentíssimo governador Félix, saúde!” (Atos 23,26) são dois exemplos bíblicos disto.
    __
    O fato de que o anjo troca o nome de Maria na saudação por “cheia de graça” não era incomum.
    __

    Na cultura hebraica, nomes e mudanças de nomes nos dizem algo permanente sobre o caráter e o chamamento do nomeado.
    __
    Apenas retome as mudanças de nome de Abrão para Abraão (de “pai” para “pai das multidões”) em Gênesis 17,5, Sarai para Sara (“minha princesa” para “princesa”), em Gênesis 17,15 e Jacó para Israel (“suplantador” para “ele que prevalece com Deus”) em Gênesis 32,28.
    ___________________________________________________________

    Em cada caso, os nomes revelam algo permanente sobre o nomeado.
    __
    A transição de Abraão e Sara de ser um “pai” e uma “princesa” de uma família para ser “pai” e “princesa” ou “mãe” de um povo inteiro de Deus (veja Rm 4,1-18; Is 51,1-2).
    __
    Eles se tornam patriarca e matriarca do povo de Deus para sempre. Jacó/Israel se torna patriarca cujo nome, “ele que prevalece com Deus”, continua para sempre na Igreja, que se chama “Israel de Deus” (Gl 6,16). O Povo de Deus “prevalecerá com Deus” para sempre na imagem do patriarca Jacó.
    __________________________________________________________

    O que está em um nome? Segundo a Escritura, muito.

    São Lucas usa o particípio perfeito passivo, kekaritomene, como seu “nome” para Maria.
    __
    Esta palavra literalmente significa “ela que foi agraciada” em um sentido completo. Este adjetivo verbal, “agraciada”, não está apenas descrevendo uma simples ação do passado.

    O grego tem um outro tempo para isso. O tempo perfeito é usado para indicar que uma ação se completou no passado resultando num estado de ser presente. “Cheia de graça” é o nome de Maria.
    __

    Então o que isso nos diz sobre Maria? Bem, a média cristã não está completa em graça e em um sentido permanente (ver Fl 3,8-12).
    __

    Mas de acordo com o anjo, Maria está. Você e eu pecamos, não por causa da graça, mas por causa de uma falta de graça, ou uma falta de nossa cooperação com a graça em nossas vidas.

    Esta saudação do anjo é uma dica para o caráter único e chamativo da Mãe de Deus. Somente a Maria é dado o nome “cheia de graça” e no tempo perfeito, indicando que este estado permanente de Maria foi completo.
    _______________________________________
    ARCA DA (NOVA) ALIANÇA
    A Arca da Aliança no Antigo Testamento foi um verdadeiro ícone do sagrado. Porque continha a presença de Deus simbolizada pelos três tipos de Messias vindouros – o maná, os Dez Mandamentos, a vara de Araão – devia ser pura e intocada por homem pecador (ver 2 Sm 6,1-9 e Ex 25,10; Nm 4,15).
    ________________________________________
    No Novo Testamento, a nova Arca não é um objeto inanimado, mas uma pessoa: a Mãe Abençoada.
    __
    Quanto mais pura seria a nova Arca quando consideramos a velha arca como uma mera “sombra” em relação a ela (ver Hb 10,1)? Esta imagem de Maria como a Arca da Aliança é um indicador de que Maria estaria convenientemente livre de todo contágio de pecado para ser um meio digno de levar Deus no ventre.
    __
    E mais importante: assim como a Antiga Arca da Aliança era perfeitamente boa do momento que foi construída com instruções divinas explícitas em Êxodo 25, também Maria seria pura do momento de sua concepção.
    ____________________________________________________

    A Arca da Aliança continha três tipos de Jesus dentro: maná, vara de Araão e os Dez Mandamentos.
    __

    Em hebraico, mandamento (dabar) pode ser traduzido por “palavra”.
    __

    COMPARE: Maria carregou a realização de todos esses tipos em seu corpo. Jesus é o “verdadeiro ‘maná’ do céu” (João 6,32), o verdadeiro “Sumo Sacerdote” (Hebreus 3,1) e “a palavra se fez homem” (João 1,14).
    _______________________________________________

    A nuvem de glória (hebraico, Anan) foi representativa do Espírito Santo e “ensombrou” a Arca quando Moisés a consagrou em Ex 40,32-33.
    A palavra grega para “ensombrar” encontrada na Septuaginta é uma forma de episkiasei.
    __

    COMPARE: “O Espírito Santo virá sobre Ti e o poder do Altíssimo Te cobrirá com a sua sombra.

    Por isso, o Santo que vai nascer de Ti será chamado Filho de Deus” (Lucas 1,35). A palavra grega para “ensombrar” é episkiasei.
    ___________________________________________________________

    David “pulou e dançou” perante a Arca quando estava sendo carregada a Jerusalém em procissão em 2 Samuel 6,14-16.
    __
    COMPARE: Assim que Isabel ouviu o som da saudação de Maria, João Batista “pulou de alegria” em seu ventre (cf. Lucas 1,41-44).

    Depois de uma manifestação do poder de Deus trabalhando através da Arca, David exclama “Como pode a Arca do Senhor vir até mim?”.
    __

    COMPARE: Depois da revelação a Isabel do verdadeiro chamado de Maria, que estava carregando Deus em seu ventre, Isabel exclama “Como posso merecer que a Mãe do meu Senhor me venha visitar?” (Lucas 1,43)

    A Arca do Senhor “permaneceu na casa de Obed-Edom… três meses” em 2 Samuel 6,11.
    __
    COMPARE: Maria permaneceu com “Isabel” por aproximadamente três meses”. (Lucas 1,56)

    A NOVA EVA
    É-nos importante recordar que as realizações da Nova Aliança são sempre mais gloriosas e mais perfeitas do que seus tipos do Antigo Testamento, que são “apenas uma sombra dos bens futuros” na Nova Aliança (Hb 10,1).
    __
    Com isso em mente, consideremos a revelação de Maria como a Nova Eva. Depois da queda de Adão e Eva em Gênesis 3, Deus prometeu o advento de uma outra “mulher” em Gênesis 3,15, ou uma “Nova Eva” que iria se opor a Lúcifer, e cuja “descendência” esmagaria sua cabeça.
    __
    Esta “mulher” e “sua descendência” reverteriam o curso, por assim dizer, que o “homem” e a “mulher” originais trouxeram sobre a humanidade por sua desobediência.

    É muito significante notar aqui que “Adão” e “Eva” são revelados simplesmente como “o homem” e “a mulher” antes de que o nome da mulher fosse mudado para “Eva” (hebraico, “mãe dos viventes”) depois da queda (ver Gn 2,21).
    __

    Quando então olhamos para a Nova Aliança, Jesus é explicitamente referido como o “último Adão” ou o “Novo Adão” em 1 Cor 15,45.
    __

    E Jesus mesmo indica que Maria é a “mulher” ou “Nova Eva” profética do Gênesis 3,15 quando ele se refere à sua mãe como “mulher” em João 2,4 e 19,26.
    __
    Além do mais, São João se refere a Maria como “mulher” oito vezes no Apocalipse 12.

    Assim como a primeira Eva trouxe a morte a todos seus filhos pela desobediência e prestando atenção às palavras da antiga serpente, o diabo, a “Nova Eva” do Apocalipse 12 traz vida e salvação a todos seus filhos por sua obediência.

    A mesma “serpente” que enganou a mulher original do Gênesis é mostrada, no Apocalipse 12, falhando em sua tentativa de dominar esta nova mulher.
    __

    A Nova Eva vence a serpente e como um resultado “cheio de raiva por causa da Mulher, o Dragão começou então a atacar o resto dos seus filhos, os que obedecem aos mandamentos de Deus e mantêm o testemunho de Jesus”. (Ap 12,17)
    _____________________________________________

    Se Maria é a Nova Eva e as realizações do Novo Testamento são sempre mais gloriosas do que as antecedentes no Antigo Testamento, seria impensável Maria ser concebida em pecado.
    __

    Se ela fosse, seria inferior a Eva, que foi criada em um perfeito estado, livre de todo pecado.

    Curtir

  2. EDMILSON disse:

    PRIMEIRO LIVRO DE MACABEUS
    _____________
    NOTAS:
    O nome MACABEU, provavelmente significa “MARTELO”,e é realmente aplicado nos livros dos Macabeus de apenas um homem, Judas, o terceiro filho do sacerdote Matatias e primeiro líder da revolta contra os reis selêucidas que perseguiram os judeus (1 Mc 2: 4, 66; 2 Mc 8: 5, 16; 10: 1, 16).
    ______________
    Tradicionalmente, o nome passou a ser estendida para os irmãos de Judas, os seus apoiantes, e até mesmo para outros heróis judaicos do período, como os sete irmãos (2 Mc 7).
    ______________
    Os dois livros de Macabeus conter contas independentes de eventos (em parte idênticos), que acompanhou a tentativa de supressão do judaísmo na Palestina, no século II aC A vigorosa reação a esta tentativa estabelecida por um tempo a independência política e religiosa dos judeus.
    _____________
    Primeiro Macabeus foi escrito cerca de 100 aC, em hebraico, mas o original não chegou até nós. Em vez disso, temos, uma tradução precoce, pré-cristão grego cheio de expressões idiomáticas hebraicas.
    _____________
    O autor, provavelmente um judeu da Palestina, é desconhecido. Ele estava familiarizado com as tradições e os livros sagrados de seu povo e tinha acesso a muita informação fiável sobre sua história recente (175-134 aC).
    ______________
    Ele pode muito bem ter desempenhado algum papel na ele próprio em sua juventude. Seu propósito em escrever é para gravar a libertação de Israel que Deus operou através da família de Matatias (5:62) –
    ______________
    especialmente através de seus três filhos, Judas, Jônatas e Simão, e seu neto, João Hircano. O escritor compara suas virtudes e suas façanhas com os dos antigos heróis de Israel, os juízes, Samuel e Davi.
    ______________
    .
    Há sete seções poéticas no livro que imitam o estilo de poesia hebraica clássica: quatro lamentos (1: 25-28, 36-40, 2: 7-13; 03:45), e três hinos de louvor de “nossos pais “(2: 51-64), de Judas (3: 3-9), e de Simão (14: 4-15). –
    ______________
    A doutrina expressa no livro é a crença habitual de Israel, sem as novidades que aparecem em 2 Macabeus e Daniel. O povo de Israel foram especialmente escolhido pelo Deus único e verdadeiro como-parceiro de aliança, e só eles têm o privilégio de conhecer e adorar a Deus, seu benfeitor eterna e infalível fonte de ajuda.
    _____________
    As pessoas, por sua vez, deve adorar o Senhor sozinho e observar exatamente os preceitos da lei dada a eles. A reinauguração do Templo de Jerusalém descrito em 4: 36-59 (ver 2 Mc 10: 1-8) é a origem da festa judaica de Hanukkah.
    ______________
    Ao contrário do Segundo Livro dos Macabeus, não há nenhuma doutrina da imortalidade individual, exceto para a sobrevivência de um nome e fama, nem o livro expressar qualquer expectativa messiânica, embora imagens messiânicos são aplicados historicamente para “os dias de Simon” (1 Mc 14 : 4-17).
    _______________
    Na verdadeira tradição deuteronomista, o autor insiste na fidelidade à lei como a expressão do amor de Israel por Deus.
    _______________
    O concurso, que ele descreve é uma luta, e não simplesmente entre judeus e gentios, mas entre aqueles que cumprir a lei e aqueles, judeus ou gentios, que iria destruí-lo.
    _______________
    Sua condenação mais severa vai, não para os políticos selêucidas, mas para os apóstatas sem lei entre seu próprio povo, adversários de Judas e seus irmãos, que são modelos de fé e lealdade.
    _______________
    O primeiro e segundo livros de Macabeus, embora considerado por judeus e protestantes como apócrifo, ou seja, a Escritura não inspirado, porque não constam da lista de judaica de livros elaborados no final do primeiro século dC, sempre foram aceites pela igreja Católica como inspirados e são chamados de “deuterocanonical” para indicar que eles são canônicos, embora contestada por alguns.
    _______________
    Primeiro Macabeus pode ser dividido da seguinte forma:
    Crise e Resposta (1: 1-2: 70)
    Liderança de Judas Macabeu (3: 1-9: 22)
    Liderança de Jonathan (9: 23-12: 53)
    Liderança de Simão (13: 16/01: 24)

    Curtir

  3. EDMILSON disse:

    OS DEUTEROCANONICOS
    _________________________
    NOTAS:
    Quando católicos e protestantes falam sobre “a BÍBLIA,” os dois grupos, na verdade, tem dois livros diferentes em mente.
    _____________________
    A PROVA E A RAZÃO HISTÓRICA É:
    Que no século XVI, os reformadores protestantes removeram uma grande parte do Antigo Testamento que não era compatível com a sua teologia.
    ______________________
    Então eles cobraram que estes escritos não estavam inspirados na Escritura e de marca-los com o título pejorativo “apócrifos”.
    ______________________
    SÓ UMA DICA ESSES 7 LIVROS SEMPRE FORAM USADOS PELA IGREJA CATÓLICA:
    ______________________
    Agora nós católicos nos referimos a esses livros “deuterocanônicos”
    _______________________
    ENTÃO EU FAÇO UM DESAFIO E UMA PERGUNTA?
    ___
    Que compilou o Antigo Testamento?
    VAI UMA PROVA HISTÓRICA E DOCUMENTADA:
    _________
    Durante o início da era cristã, havia dezenas de manuscritos que pretendia ser a Sagrada Escritura, mas não eram.
    __________
    E MAS
    Muitos desses manuscritos sobreviveram até os dias de hoje,
    _
    VAI A LISTA DE ALGUNS:
    Apocalipse de Pedro
    COMO:
    O Evangelho de Tomé,
    Evangelho apócrifo: Evangelho de Tiago
    Evangelho apócrifo: Natividade de Maria
    Evangelho apócrifo: JOSEPH CARPINTEIRO – HISTÓRIA COPTIC
    Evangelho apócrifo: PEDRO
    Evangelho apócrifo: NICODEMO
    Evangelho Gnóstico: FELIPE
    Evangelho Gnóstico: Maria Madalena
    Evangelho Gnóstico: Egípcios
    Evangelho Gnóstico: a verdadeira sabedoria (SOPHIA PISTIS)
    Gnóstico verdade do Evangelho
    APOCALIPSE apócrifos: PEDRO
    APOCALIPSE GNOTICO: PEDRO
    Gnóstico Apocalipse: PABLO
    METALOGOS: O Evangelho de Tomé, FELIPE E DA VERDADE (COPTIC ECUMÊNICO PROJECT)
    tos de Pedro e os Doze Apóstolos
    FILHA DE PEDRO
    ODAS SALOMÃO
    CARTA TIBÉRIO A PILATOS
    O EVANGELHO DA MORTE DE PILATOS (Mors Pilati)
    REFUTAÇÃO FOI A IGREJA CATÓLICA COM SEUS CONCÍLIOS E COM SEUS PADRES DA IGREJA QUE DETERMINARAM QUAIS LIVROS IRIAM PERTENCER AO SEU CÂNON.
    ____________
    REFUTAÇÃO A BÍBLIA NÃO VEIO PRONTINHA E TUDO QUE VEM DE PROTESTANTES CONTRA NÃO PASSA DE AMADORISMO E DE ANALFABETISMO BÍBLICO E HISTÓRICO QUE SE REFUTA COM FONTES E COM CODEX, CÂNON, LISTAS DE PAPIROS E MANUSCRITOS ETC…
    ____________
    E OUTRA:
    Durante o primeiro século, os judeus discordavam sobre o que constituía o cânon das Escrituras.
    ____________
    Na verdade, havia um grande número de diferentes cânones em uso, incluindo o crescente cânon usado por cristãos.
    ____________
    ENTÃO:
    A fim de combater o culto cristão se espalhando, os rabinos se encontraram na cidade de Jâmnia ou Jâmnia em 90 dC para determinar quais livros eram verdadeiramente a Palavra de Deus.
    _____________
    Eles pronunciado muitos livros, incluindo os Evangelhos, inapta como escrituras.
    _
    Este cânon também excluiu sete livros (Baruc, Eclesiástico, 1 e 2 Macabeus, Tobias, Judite, e da Sabedoria de Salomão, além de porções de Ester e Daniel) que os cristãos considerados parte do Antigo Testamento.
    _____________
    ENTÃO:
    O grupo de judeus que se reuniu em Jâmnia tornou-se o grupo dominante para a história judaica mais tarde, e hoje a maioria dos judeus aceitar o cânone de Jâmnia.
    ______________
    No entanto, alguns judeus, como os da Etiópia, seguia um cânon diferente, que é idêntico ao católica Antigo Testamento e que inclui os sete livros deuterocanônicos (cf. Enciclopédia Judaica, vol. 6, p. 1147).
    ______________
    Escusado será dizer que a Igreja ignorou os resultados de Jâmnia.
    _______________
    PRIMEIRO, um conselho judaico após a época de Cristo não é vinculativa para os seguidores de Cristo.
    ________________
    SEGUNDO, Jâmnia rejeitou precisamente os documentos que são fundamentais para os cristãos da Igreja os Evangelhos e outros documentos do Novo Testamento.
    ________________
    EM TERCEIRO LUGAR, ao rejeitar os deuterocanônicos, Jâmnia rejeitou livros que tinham sido utilizados por Jesus e pelos apóstolos e que estavam na edição da Bíblia que os apóstolos usada na vida cotidiana, A BÍBLIA SEPTUAGINTA QUE TINHA 300 ANOS ANTES DE CRISTO E QUE TINHA OS 7 LIVROS.
    ________________
    Os Apóstolos e os deuterocanônicos
    A aceitação cristã dos livros deuterocanônicos era lógica porque os deuterocanonicals também foram incluídos na Septuaginta, a edição grega do Antigo Testamento, que os apóstolos usaram para evangelizar o mundo.
    __
    Dois terços das citações do Antigo Testamento no Novo são da Septuaginta.
    No entanto, os apóstolos em nenhuma parte contou seus convertidos para evitar sete livros do mesmo.
    __
    Como os judeus de todo o mundo que usou a Septuaginta, os primeiros cristãos aceitaram os livros que foram encontrados na mesma.
    __
    Eles sabiam que os apóstolos não iria enganá-los e pôr em perigo as suas almas colocando falsas escrituras em suas mãos, especialmente sem avisá-los contra eles.
    Mas os apóstolos não se limitou a colocar os deuterocanônicos nas mãos de seus convertidos como parte da Septuaginta.
    __
    Eles regularmente referidas as deuterocanonicals em seus escritos.
    __
    Por exemplo, Hebreus 11 nos encoraja a imitar os heróis do Antigo Testamento e no Antigo Testamento “Mulheres receberam os seus mortos pela ressurreição. Alguns foram torturados, recusando-se a aceitar a liberação, para que eles pudessem ressuscitar para uma vida melhor” (Heb. 11:35).
    __
    E MAS…
    Há um par de exemplos de mulheres que recebem de volta os seus mortos pela ressurreição no Antigo Testamento protestante.
    __
    Você pode encontrar Elias ressuscitando o filho da viúva de Zarepheth em 1 Reis 17, e você pode encontrar o seu sucessor
    _
    Eliseu ressuscitando o filho da mulher sunamita em 2 Reis 4, mas uma coisa que você nunca vai encontrar em qualquer lugar do Antigo Testamento protestante , da frente para trás, de Gênesis a Malaquias-é alguém sendo torturado e recusando-se a aceitar liberação por causa de uma melhor ressurreição.
    __
    Se você quiser encontrar isso, você tem que olhar no Antigo Testamento católico-nos livros deuterocanônicos Martin Luther recortadas de sua Bíblia.
    A história é encontrada em 2 Mac 7, onde lemos que durante a perseguição dos Macabeus, “Aconteceu também que os sete irmãos e sua mãe foram presos e estavam sendo compelido pelo rei, sob tortura, com chicotes e cabos, para participar de suínos de ilegais carne….
    __
    Os irmãos e sua mãe incentivou o outro a morrer nobremente, dizendo: “O Senhor Deus está olhando por nós e na verdade tem compaixão de nós…”
    __
    Após o primeiro irmão havia morrido.. . eles trouxeram para a frente do segundo para o seu esporte…. Ele, por sua vez sofreu torturas como o primeiro irmão tinha feito. E quando ele estava em seu último suspiro, ele disse: ‘Você desgraçado maldito, você nos afastar da vida presente, mas o Rei do universo nos ressuscitará a uma renovação da vida eterna “(2 Mac. 7: 1, 5-9).
    Um por um, os filhos morrem, proclamando que eles vão ser vindicada na ressurreição.
    “A mãe foi especialmente admirável e digno de memória honrosa. Embora ela viu seus sete filhos perecer em um único dia, ela deu-o com bom ânimo por causa de sua esperança no Senhor.
    __
    Ela incentivou cada um deles… [Dizendo], “Eu não sei como você surgiu em meu ventre. Não fui eu que lhe deu vida, respiração, nem sou eu que pôr em ordem os elementos dentro de cada um de vocês.
    __
    Por isso, o Criador do mundo, que forma o início de homem e inventou a origem de todas as coisas, a vontade em sua misericórdia dar vida e fôlego de volta para você de novo, já que agora você esquecer-se por causa de suas leis “, dizendo o último,”
    __
    Não temam açougueiro, mas provar . digno de seus irmãos aceitar a morte, de modo que na misericórdia de Deus eu posso levá-lo de volta com os seus irmãos “(2 Mac 7: 20-23., 29). Este é apenas um exemplo das referências no Novo Testamento “ao deuterocanônicos.
    __
    Os primeiros cristãos eram, portanto, plenamente justificada em reconhecer estes livros como Escritura, para os apóstolos não apenas configurá-los em suas mãos, como parte da Bíblia que eles usaram para evangelizar o mundo, mas também se referiu a eles no próprio Novo Testamento, citando as coisas gravam como exemplos a serem seguidos.
    ______________________________
    E outra a tradução grega conhecida como Septuaginta…. tem maioria das citações bíblicas encontrado no Novo Testamento.
    ______________________________
    NOTAS:
    Citações de Sabedoria, por exemplo, ocorrem em 1 Clemente e Barnabé. . . Policarpo cita Tobit, e Didaqué [cita] Eclesiástico. Irineu se refere a Sabedoria, a história de Susana, Bel e do Dragão [isto é, as partes deuterocanônicas de Daniel], e Baruch.
    __
    A utilização da Apocrypha por Tertuliano, Hipólito, Cipriano e Clemente de Alexandria é tão freqüente que referências detalhadas são necessárias “(início de Doutrinas cristãs, 53-54).
    O reconhecimento dos deuterocanônicos como parte da Bíblia que foi dada pelos pais também foi dado pelos pais como um todo, quando se encontraram em concílios da Igreja.
    __________________________
    Os resultados dos conselhos são especialmente úteis porque eles não representam as opiniões de apenas uma pessoa, mas o que foi aceito pelos líderes da Igreja de regiões inteiras.
    O cânon das Escrituras, Antigo e Novo Testamento, foi finalmente resolvido no Concílio de Roma em 382, sob a autoridade do Papa Damaso I. E foi logo reconhecido em diversas ocasiões.
    __
    O mesmo cânon foi afirmado no Conselho de Hipona em 393 e no Concílio de Cartago em 397. Em 405 o Papa Inocêncio I reafirmou o cânon em uma carta ao bispo Exuperius de Toulouse.
    __
    Outro conselho em Catargo, este no ano de 419, reafirmou o cânon de seus antecessores e perguntou o Papa Bonifácio para “confirmar este cânon, pois estas são as coisas que recebemos de nossos pais para serem lidos na igreja.” Todos esses cânones eram idênticas à Bíblia católica, e todos eles incluindo os deuterocanônicos.
    Este mesmo cânon foi implicitamente confirmado no sétimo Concílio ecumênico, II Nicéia (787), que aprovou os resultados do Concílio de Cartago 419, e explicitamente reafirmou nos Concílios Ecumênicos de Florença (1442), Trento (1546), o Vaticano I (1870), e do Vaticano II (1965).
    ______________________________________
    O ATAQUE REFORMA SOBRE A BÍBLIA
    Os deuterocanonicals ensinar a doutrina católica, e por esta razão eles foram retirados do Antigo Testamento por Lutero e colocados em um apêndice sem números de página. Lutero também retirou livros-Hebreus, Tiago, Judas e Apocalipse e colocá-los em um apêndice do Novo Testamento, sem números de página também.
    __
    Estes foram depois colocados de volta no Novo Testamento por outros protestantes, mas os sete livros do Antigo Testamento foram deixados de fora. Seguindo Lutero que havia sido deixado em um apêndice do Antigo Testamento,
    __
    E, eventualmente, o próprio apêndice foi abandonada (em 1827 pela Sociedade Bíblica Britânica e Estrangeira), razão pela qual esses livros não são encontradas em todos em maioria das Bíblias protestantes contemporâneos, embora eles foram appendicized em traduções protestantes clássicos, como a King James Version.
    A razão que eles foram retirados é que ensinam doutrinas católicas que os reformadores protestantes preferiu rejeitar. Anteriormente, citou um exemplo em que o livro de Hebreus mantém-se a nós um exemplo do Antigo Testamento a partir de 2 Mac 7, não um incidente que se pode encontrar na Bíblia protestante, mas facilmente detectável na Bíblia católica. Por que Martin Luther cortar este livro quando ele é tão claramente apontada como um exemplo para nós no Novo Testamento? Simples: alguns capítulos depois, aprova a prática de orar pelos mortos para que eles possam se livrar das conseqüências de seus pecados:; (2 Mac 12 41-45.) em outras palavras, a doutrina católica do purgatório. Desde Lutero rejeitou o ensino histórico do purgatório (que data de antes da época de Cristo, como shows de 2 Macabeus), ele teve que retirar o livro da Bíblia e appendicize-lo. (Note-se que ele também retirou Hebreus, o livro que cita 2 Macabeus, a um apêndice também.)
    Para justificar essa rejeição de livros que estavam na Bíblia desde antes dos dias dos apóstolos (para a Septuaginta foi escrito antes dos apóstolos), os primeiros protestantes citada como a razão principal o fato de que os judeus de sua época não honrou estes livros, voltando para o conselho de Jâmnia em AD 90.
    __
    Mas os reformadores estavam atentos apenas aos judeus europeus; eles não tinham conhecimento de judeus africanos, tais como os judeus etíopes, que aceitavam os deuterocanônicos como parte de sua Bíblia.
    __
    Eles censuraram as referências ao deuterocanônicos no Novo Testamento, bem como o seu uso da Septuaginta.
    __
    Eles ignoraram o fato de que havia vários cânones das Escrituras judaicas que circulam no primeiro século, apelando a um conselho judaico pós-cristão que não tem autoridade sobre os cristãos como prova de que “os judeus não aceitaram esses livros.” Em suma, eles foram para a enormes distâncias para a rejeição a estes livros da Bíblia.
    Reescrevendo História da Igreja
    Nos anos posteriores, eles até começaram a propagar o mito de que a Igreja Católica “, acrescentou” estes sete livros à Bíblia no Concílio de Trento! Os protestantes também tentaram distorcer as evidências patrísticas em favor dos deuterocanônicos. Alguns categoricamente afirmar que os primeiros Padres da Igreja não aceitá-las, enquanto outros fazem reivindicações comedidas que certos padres importantes, como Jerome, não aceitá-las.
    É verdade que Jerome, e alguns outros escritores isolados, não aceitou a maioria dos deuterocanônicos como inspirados. No entanto, Jerome foi persuadido, contra a sua inclinação original, de modo a incluir os deuterocanônicos em sua edição Vulgata das Escrituras-testemunho do fato de que os livros eram comumente aceitos e era esperado para ser incluído em qualquer edição das Escrituras.
    Além disso, ele pode ser documentado que em seus últimos anos Jerome aceitou certos deuterocanônicos da Bíblia. Em sua resposta a Rufino, ele defendeu bravamente as partes deuterocanônicas de Daniel mesmo que os judeus de sua época não o fizeram.
    Ele escreveu: “Que pecado eu cometi se segui o julgamento das igrejas? Mas aquele que traz acusações contra mim por relatar as objeções que os hebreus estavam acostumados a formar contra a história de Susana, o Filho de as três crianças, e a história de Bel e do Dragão, que não são encontrados no volume hebraico, prova que ele é apenas um bajulador insensato. Porque eu não estava relatando minhas próprias opiniões pessoais, mas antes as questões que eles [os judeus] estão acostumados a fazer contra nós “(Contra Rufinus 11,33 [402 dC]). Assim Jerome reconheceu o princípio pelo qual o cânon foi liquidada com o julgamento da Igreja, não dos judeus.
    Outros escritores protestantes citam como objeção aos deuterocanônicos, como Atanásio e Origem, também aceitou alguns ou todos eles como canônico. Por exemplo, Atanásio, aceitou o livro de Baruch como parte de seu Antigo Testamento (Festal Letter 39), e Origem aceitou todas as deuterocanonicals, ele simplesmente não recomendado usá-las em debates com os judeus.
    No entanto, apesar das dúvidas e hesitações de alguns escritores individuais, tais como Jerome, a Igreja permaneceu firme em sua afirmação histórica dos deuterocanônicos como Escritura, transmitida desde os apóstolos. Protestante estudioso patristics JND Kelly afirma que, apesar da dúvida de Jerônimo, “Para a grande maioria, no entanto, os escritos deuterocanônicos classificou como Escritura no sentido mais pleno. Agostinho, por exemplo, cuja influência no ocidente foi decisiva, não fazia distinção entre eles eo resto do Antigo Testamento… A mesma atitude inclusiva ao apócrifos foi demonstrada nos Sínodos de Hipona e Cartago em 393 e 397, respectivamente, e também na famosa carta que o Papa Inocêncio I ao Exuperius, bispo de Toulouse, em 405 “(Early Christian Doutrinas, 55-56).
    É, assim, um verdadeiro mito que, como protestantes acusam a Igreja Católica “, acrescentou” os deuterocanônicos à Bíblia no Concílio de Trento. Estes livros tinha sido na Bíblia antes da época cânon foi estabelecido inicialmente nos 380s. Todo o Concílio de Trento fez foi reafirmar, em face do novo ataque protestante sobre a Escritura, que tinha sido a histórica Bíblia da Igreja-a edição padrão do que era próprio Vulgata de Jerônimo, incluindo os sete deuterocanonicals!
    O Testamento deuterocanônicos Nova
    É irônico que os protestantes rejeitam a inclusão dos deuterocanônicos pelos conselhos como Hipona (393) e Cartago (397), porque estes são os mesmos conselhos da igreja primitiva que os protestantes apelar para para o cânon do Novo Testamento. Antes de os conselhos do final dos anos 300 havia uma ampla gama de desacordo sobre exatamente o que livros pertenciam ao Novo Testamento.
    Alguns livros, como os Evangelhos, Atos, e na maioria das epístolas de Paulo foram acordados. No entanto, uma série de livros do Novo Testamento, mais notavelmente Hebreus, Tiago, 2 Pedro, 2 e 3 João e Apocalipse permaneceu disputada até o cânon foi fixado. Eles são, de fato, “deuterocanônicos do Novo Testamento.”
    Enquanto os protestantes estão dispostos a aceitar o testemunho de Hipona e Cartago (os conselhos que eles mesmos mais citam) para a canonicidade dos deuterocanônicos do Novo Testamento, eles não estão dispostos a aceitar o testemunho de Hipona e Cartago para a canonicidade dos deuterocanônicos do Antigo Testamento. Irônico, de fato!
    OS PAIS SABER MELHOR:
    cânone do Antigo Testamento
    Durante a Reforma, em grande parte, por razões doutrinárias protestantes removeu sete livros do Antigo Testamento (1 e 2 Macabeus, Eclesiástico, Sabedoria, Baruc, Tobias, e Judith) e partes de outros dois (Daniel e Ester), mesmo que estes livros foram considerado canônico desde o início da história da Igreja.
    Como historiador da Igreja protestante JND Kelly escreve: “Deve-se observar que o Antigo Testamento, assim, admitido como autoridade na Igreja era algo maior e mais abrangente [do que a Bíblia protestante]… Ele sempre incluído, embora com diferentes graus de reconhecimento, o chamado apócrifos ou deuterocanônicos “(Early Christian Doutrinas, 53).
    Abaixo damos patrístico cotações de cada um dos livros deuterocanônicos. Observe como os Padres citou esses livros junto com os protocanonicals.
    Também estão incluídas as primeiras listas oficiais da Canon. Por uma questão de brevidade, estes não são dadas na íntegra. Quando as listas canon citados aqui são dadas na íntegra, que incluem todos os livros e apenas os livros encontrados na Bíblia católica.
    (Nota: Alguns livros da Bíblia ter ido sob mais de um nome Siraque também é conhecido como Eclesiástico, 1 e 2 Crônicas como 1 e 2 Paralipomenon, Esdras e Neemias como 1 e 2 Esdras, e 1 e 2 Samuel e 1 e. 2 Reis como 1, 2, 3 e 4 Reis ou seja, 1 e 2 Samuel são chamados 1 e 2 Reis, e 1 e 2 Reis são nomeados 3 e 4 Reis. Esta nomenclatura confusa é explicada com mais detalhes em comentários da Bíblia católica. )
    ________________________________
    A DIDAQUÉ DOCUMENTO DO ANO 60
    “. Você não deve vacilar no que diz respeito às suas decisões [. Sir 01:28] Não seja alguém que se estende suas mãos para receber, mas retira-los quando se trata de dar [. Sir 04:31]” (Didaqué 4: 5 [ca. 70 dC]).
    Pseudo-Barnabé
    “Uma vez que, portanto, [Cristo] estava prestes a se manifestar e sofrer na carne, seu sofrimento foi pré. Para o profeta fala contra o mal,” Ai de sua alma, porque elas aconselharam um mau conselho contra si “[Isa . 3: 9], dizendo: ‘Vamos ligar o homem justo, porque ele é desagradável para nós “[Sab 02:12]”.. (Epístola de
    )Barnabé 6: 7 [ca. AD 74]).
    __________________________________
    CLEMENTE QUARTO PAPA DA IGREJA NASCIDO NO ANO 35
    “Pela palavra do seu poder [Deus] criou todas as coisas, e por sua palavra, pode derrubá-los.” Quem dirá a ele: “O que você fez?” Ou que devem resistir ao poder da sua força? ‘ [Sab 00:12.] “(Epístola aos Coríntios 27: 5 [ca. AD 80]).
    ____________________________________
    POLICARPO BISPO CATÓLICO DA ASIA NASCIDO NO ANO 69
    “Estai, pois, nestas coisas, e seguir o exemplo do Senhor, sendo firme e imutável na fé, amando a fraternidade [1 Pe. 2:17]…. Quando você pode fazer o bem, adiar não , porque “a esmola livra da morte” [Tob 04:10, 12: 9.]. Seja todos vocês sujeitos um ao outro [1 Ped. 5: 5]., tendo sua conduta irrepreensível entre os gentios [1 Pedro 2: 12], e que o Senhor não pode ser blasfemado através de você Mas ai daquele por quem o nome do Senhor é blasfemado [Isa. 52: 5!] ” (Epístola aos Philadelphians 10 [cerca de 135 AD]).
    ______________________________________
    IRINEU
    “Aqueles… Que se acredita serem presbíteros por muitos, mas servir a seus próprios desejos e não coloque o temor de Deus supremo em seus corações, mas comportar-se com desprezo para com os outros e estão inchados com o orgulho de manter o chefe banco [Mateus 23: 6.] e trabalhar maldades em segredo, dizendo: ‘Ninguém nos vê, “deve ser condenado pela Palavra, que não julga após aparência externa, nem olha para o rosto, mas o coração, e isso ouvirão essas palavras para ser encontrado em Daniel, o profeta:. ‘O que você semear de Canaã e não de Judá, a beleza te enganou e luxúria perverteu o seu coração’ [. Dan 13:56] Você que já estão velhos em dias maus, agora os seus pecados que cometestes antes vieram à luz, para que você tenha pronunciado juízos falsos e foram acostumados a condenar os inocentes e para deixar os culpados vão livre, embora o Senhor diz: “Você não deve matar os inocentes e os justos “[. Dan 13:52, citando Ex 23: 7].” (Contra as Heresias 4: 26: 3. [ca. AD 190]; Dan 13 não está na Bíblia protestante).
    IRINEU ESCRITOR NASCIDO NO ANO 130
    “Jeremias, o profeta salientou que tantos crentes quanto Deus tem preparado para este fim, para multiplicar os que ficaram na terra, ambos devem estar sob a regra dos santos e para ministrar a este [novo] Jerusalém e que [sua] reino será nele, dizendo: ‘Olhe ao redor de Jerusalém para o oriente e eis que a alegria que vem a você de o próprio Deus: Eis que os seus filhos que você enviou adiante virá:. Eles virão em uma banda do leste para o oeste Deus irá adiante com você na luz de seu esplendor, com a misericórdia e justiça que procedem dele ‘[Bar. 4: 36- 5: 9]…. 5 “(ibid.: 35: 1 [ca . AD 190]; Baruch foi muitas vezes considerado como parte de Jeremias, como é aqui).
    ________________________________
    HIPÓLITO DE ROMA NASCIDO NO ANO 170
    “O que é narrado aqui [na história de Susannah] aconteceu em um momento posterior, embora seja colocada na parte frontal do livro [de Daniel], pois era um costume com os escritores para narrar muitas coisas em uma ordem invertida em seus escritos…. [W] e devemos dar atenção, amados, temendo que alguém chegar a ser surpreendido em qualquer transgressão e arriscar a perda de sua alma, sabendo como nós que Deus é o juiz de todos e da Palavra é o próprio . olho que nada do que é feito no mundo escapa Portanto, sempre vigilante no coração e pura na vida, imitemos Susannah “(Comentário sobre Daniel 6 [AD 204]; a história de Susannah [. Dan 13] não está no Bíblia protestante).
    ________________________________
    CIPRIANO
    “Então Daniel, também, quando ele foi obrigado a adorar o ídolo Bel, que o povo e o rei adorado então, em afirmar a honra do seu Deus, rompeu com plena fé e liberdade, dizendo: ‘Eu adoro nada, mas o Senhor meu Deus, que criou o céu e a terra “[Dan 14: 5.]” (Epístolas 55: 5. [252 dC]; Dan 14 não está na Bíblia protestante).
    CIPRIANO BISPO ESCRITOR NASCIDO NO ANO 200
    “Em Gênesis [diz]:” E Deus testou Abraão e disse-lhe: “Leve o seu único filho a quem amas, Isaac, e vá para a terra alta e oferece-o ali em holocausto. . . “‘[Gen 22: 1-2]… É a mesma coisa na Sabedoria de Salomão [diz]:” Embora aos olhos dos homens sofreram tormentos, sua esperança está cheia de imortalidade “… [Wis. 3: 4].
    Desta mesma coisa nos Macabeus [diz]: ‘Não foi Abraão encontrado fiel quando testado, e lhe foi imputado para justiça “[1 Macc 2:52; veja Tg. 2: 21-23.] (Treatises 7: 3: 15 [AD 248]).
    _______________________________________
    CONCÍLIO DE ROMA REALIZADO NO ANO 380 ASSIM DOCUMENTOU
    “Agora, temos de tratar das divinas Escrituras, que a Igreja Católica universal aceita e que ela deveria evitar o fim do Antigo Testamento começa aqui:. Genesis, um livro; Êxodo, um livro; Levítico, um livro; Numbers, um livro; Deuteronômio, um livro; Joshua [Filho de] Nave, um livro; Juízes, um livro; Ruth, um livro; Reis, quatro livros [isto é, 1 e 2 Samuel e 1 e 2 Reis]; Paralipomenon [Chronicles ], dois livros, Salmos, um livro; Salomão, três livros:…. Provérbios, um livro; Eclesiastes, um livro; Cântico dos Cânticos, um livro; do mesmo modo Sabedoria, um livro; Eclesiástico, um livro de igual modo, a fim de os históricos [livros]: Job, um livro; Tobit, um livro; Esdras, dois livros [Esdras e Neemias]; Esther, um livro; Judith, um livro; Macabeus, dois livros “(decreto do Papa Dâmaso [AD 382] ).
    Conselho de Hipona
    “[Foi decidido] que, além do nada Escrituras canônicas ser lido na Igreja sob o nome de Escritura divina Mas as Escrituras canônicas são as seguintes:. Gênesis, Êxodo, Levítico, Números, Deuteronômio, Josué, filho de Nun, juízes, Ruth, Reis, quatro livros, o Chronicles, dois livros, Jó, o Saltério, os cinco livros de Salomão, doze livros dos Profetas, Isaías, Jeremias, Daniel, Ezequiel, Tobias, Judite, Ester, Esdras, dois livros , Macabeus, dois livros.. “. (Cânon 36 [393 dC]).
    Augustine
    “Todo o cânon das Escrituras, porém, em que se diz que o exame deve ser aplicado, está contida nesses livros:… Os cinco de Moisés e um livro de Josué [Filho de] Nave, um dos juízes, uma pequeno livro que se chama Ruth… em seguida, os quatro reinos, e os dois Paralipomenon…. [T] aqui estão também outros também, de uma ordem diferente… como Job e Tobit e Esther e Judith e os dois livros dos Macabeus, e os dois de Esdras…. Depois, há os Profetas, em que há um livro dos Salmos de David, e três de Salomão…. Mas, como a esses dois livros, um dos que é a Sabedoria direito e outro do qual tem direito Eclesiástico e que são chamados de “de Salomão ‘por causa de uma certa semelhança com seus livros, é realizada certamente que eles foram escritos por Jesus Sirach. Eles devem, no entanto, ser contabilizado entre os livros proféticos, por causa da autoridade que é merecidamente reconhecido a eles “(On Instrução Cristã 2: 8: 13 [ca. 395 dC]).
    AGOSTINHO
    “Deus convertido [Rei Assuero] e virou indignação deste último em mansidão [Es 15:11.]” (Na graça de Cristo e Original Sin 01:24:25 [AD 418]; esta passagem não está na Bíblia protestante) .
    AGOSTINHO
    “Nós lemos nos livros dos Macabeus [2 Macc. 0:43] que o sacrifício foi oferecido pelos mortos. Mas mesmo que fosse encontrado em nenhum lugar escritos do Antigo Testamento, a autoridade da Igreja Católica, que é clara neste ponto não tem peso pequeno, onde nas orações do padre derramou ao Senhor Deus em seu altar a comenda dos mortos tem seu lugar “(sobre os cuidados que devem ser tomados pelos Mortos 1: 3 [421 dC]) .
    __________________
    CONCILIO DE CARTAGO REALIZADO NO ANO 397 ASSIM DOCUMENTOU
    “[Foi decidido] que nada, exceto as Escrituras canônicas deve ser lido na Igreja sob o nome das divinas Escrituras Mas as Escrituras canônicas são:. Gênesis, Êxodo, Levítico, Números, Deuteronômio, Josué, Juízes, Rute, quatro livros dos Reis, Paralipômenos, dois livros, Jó, o Saltério de Davi, cinco livros de Salomão [Provérbios, Eclesiastes, Cântico dos Cânticos, Sabedoria, Eclesiástico], doze livros dos Profetas, Isaías, Jeremias, Daniel, Ezequiel, Tobias, Judite, Ester, dois livros de Esdras, dois livros dos Macabeus… ” (Cânon 47 [397 dC]).
    ____________________
    CONSTITUIÇÕES APOSTÓLICAS DOCUMENTO DO ANO 375
    “Agora as mulheres também profetizou velha, Miriam, irmã de Moisés e Arão [Ex 15:20.] E, depois dela, Deborah [juízes. 4: 4]. [. 2 Rs 22:14], e depois destas Hulda e Judith [Judith 8], o antigo sob Josias e este último sob Dario “(Constituições Apostólicas 8: 2 [ca. 400 dC]).
    Jerome
    “Que pecado eu cometi se eu seguir o julgamento das igrejas? Mas aquele que traz acusações contra mim para relacionar [em meu prefácio ao livro de Daniel] as acusações de que os judeus estavam acostumados a levantar contra a história de Susannah [Dan . 13], o Cântico dos Três Crianças [Dan. 3:. 24-90],
    _
    e a história de Bel e do Dragão [Dan 14], que não são encontrados no volume hebraico, prova que ele é apenas um tolo bajulador.
    _
    Eu não estava relatando minhas próprias opiniões pessoais, mas sim as observações que eles estão acostumados a fazer contra nós.
    _
    Se eu não responder a seus pontos de vista em meu prefácio, no interesse da brevidade, para não parecer que eu não estava compondo um prefácio, mas um livro, eu acredito que eu adicionei prontamente a observação, pois eu disse: ‘Este não é o momento para discutir essas questões “(Contra Rufinius 11:33 [AD 401]).
    ___________________
    PAPA INOCÊNCIO 1 NASCIDO NO ANO 401
    Mostra que livros realmente são recebidos no cânon Estas são as coisas que você deseja que sejam informados verbalmente: de Moisés, cinco livros, isto é, de Gênesis, Êxodo, Levítico, de Números, Deuteronômio , e Josué, de Juízes, um livro, de Reis, quatro livros, e também Ruth, dos Profetas, dezesseis livros, de Salomão, cinco livros, os Salmos. Da mesma forma das histórias, Jó, um livro, de Tobit, um livro, Esther, um, Judith, um, dos Macabeus, dois “, de Esdras, dois, Paralipomenon, dois livros… (Para Exuperius 7 [405 dC]).
    ____________________
    CÓDIGO AFRICANO
    “[Foi decidido] que, além do nada Escrituras canônicas ser lido na Igreja sob o nome de Escritura divina Mas as Escrituras canônicas são as seguintes:. Gênesis, Êxodo, Levítico, Números, Deuteronômio, Josué, filho de Nun, juízes, Ruth, Reis, quatro livros, o Chronicles, dois livros, Jó, o Saltério, os cinco livros de Salomão, doze livros dos Profetas, Isaías, Jeremias, Daniel, Ezequiel, Tobias, Judite, Ester, Esdras, dois livros , Macabeus, dois livros… Que isto seja enviado para o nosso irmão e companheiro bispo, [o Papa] Boniface, e para os outros bispos dessas partes, para que se confirme este cânon, essas são as coisas que temos recebido de nossos pais, para ser lido na igreja “(cânon 24 [AD 419]).

    Curtir

  4. Luís disse:

    Historiador john L Heilbron,da Universidade da Califórnia em Berkeley, disse ” A Igreja católica Romana deu mais ajuda financeira e suporte social ao estudo da astronomia do que qualquer outra instituição e ,provavelmente, mais do q todas as outras juntas”.

    Curtir

  5. Luís disse:

    Demais!

    Curtido por 1 pessoa

  6. EDMILSON disse:

    OS MORTOS ESTÃO INCONSCIENTES NO ALÉM?
    <<<<<<<<<<<>>>>>>>>>>
    RESPOSTA BÍBLICA:
    <<<<<<<<<<<<>>>>>>>>>>
    Em Isaías 14, 9-10 nos diz que os mortos estão ativos e falando; portanto, conscientes: “Sob a terra, o reino dos mortos se agita por ti, para dar-lhe as boas vindas; desperta as sombras de todos os grandes da terra e levantam-se dos seus tronos os reis dos povos.
    <<<<<<<<<<<<>>>>>>>>>>>
    Todos se dirigem a ti e dizem: ‘Tu também foste atirado ao solo e agora és idêntico a nós”.
    <>
    Em 1 Pedro 3,19, Está escrito que Jesus prega às almas na prisão.
    <>
    NOTAS:
    Por que pregar-lhes se estavam… dormindo? Na história de Lázaro e o rico epulão (Lucas 16,19-31), Jesus nos mostra que os mortos estão conscientes.
    <>>
    E MAIS…
    Se os mortos estão inconscientes, pode-se perguntar como é que Jesus falou com [UM] deles durante sua transfiguração (Mateus 17,3)
    <>
    E como eles podem oferecer nossas súplicas a Deus (v. Apocalipse 5,8),
    <>
    Ou como eles podem se dirigir em alta voz para Deus (Apocalipse 7,10),
    <>
    Ou como essas almas dormentes e inconscientes podem CLAMAR”com uma voz bem FORTE:
    <>
    SANTO e Justo Senhor: até quando esperarás para fazer justiça e vingar nosso sangue aos habitantes da terra?'” (Apocalipse 6,10).
    <>
    E MAS…
    NO MESMO LIVRO DO APOCALIPSE É DITO QUE DEUS OUVE OS CLAMORES DOS SANTOS QUE PEDIAM POR JUSTIÇA:
    VEJA:
    Celebrem o que se deu com ela, ó céus!
    Celebrem, ó SANTOS , APÓSTOLOS E PROFETAS!
    Deus a julgou, retribuindo-lhe
    o que ela fez a vocês ‘ “.
    Apocalipse 18:20
    <<<<<<<<<<<<<<<>>>>>>>>>>>>>
    <<<<<<<<<<<>>>>>>>>>>>>>>>>>
    Quão forte é essa exclamação para quem se encontra inconsciente!
    Em poucas palavras: COMO VEMOS ,A BÍBLIA NÃO ensina que os mortos estão inconscientes, muito pelo contrário.
    <>
    Os que faleceram estão bem conscientes e até mais vivos que nós, nos envolvendo como “uma grande nuvem de testemunhas” (Hebreus 12,1).
    <>
    Ap 7,15: – “Por isso, ESTÃO DIANTE DO TRONO DE DEUS E O SERVEM, DIA E NOITE, no seu templo
    <>
    Ap 2,10: “Sê FIEL ATÉ A MORTE, e dar-te-ei <>”
    <>
    os ANCIÕES estavam “ao redor do TRONO DE DEUS” (Ap 4,4) e OS SANTOS servem a Deus diante do seu TRONO.

    Curtir

  7. EDMILSON disse:

    IRINEU DE LIÃO (NASCIDO NO ANO 130 DA ERA CRISTÃ )

    Do seu Tratado contra as Heresias:

    “3,1. Portanto, a tradição dos apóstolos, que foi manifestada no mundo inteiro, pode ser descoberta em toda Igreja por todos os que queiram ver a verdade.

    <>

    Poderíamos enumerar aqui os bispos que foram estabelecidos nas igrejas pelos apóstolos e os seus sucessores até nós; e eles nunca ensinaram nem conheceram nada que se parecesse com o que essa gente vai delirando.

    <<<<<<<<<<>>>>>>>>>>>

    Ora, se os apóstolos tivessem conhecido os mistérios escondidos e os tivessem ensinado exclusiva e secretamente aos perfeitos, sem dúvida os teriam confiado antes de a mais ninguém àqueles aos quais confiavam as próprias Igrejas. Com efeito, queiram que os seus sucessores, aos quais transmitiam a missão de ensinar, fossem absolutamente perfeitos e irrepreensíveis em tudo, porque, agindo bem, seriam de grande utilidade, ao passo que se falhassem seria a maior calamidade.

    3,2. Mas visto que seria coisa bastante longa elencar numa obra como esta, as sucessões de todas as igrejas, limitar-nos-emos à maior e mais antiga e conhecida por todos, à igreja fundada e constituída em Roma,
    <>

    pelos dois gloriosíssimos apóstolos, Pedro e Paulo, e, indicando a sua tradição recebida dos apóstolos e a fé anunciada aos homens, que chegou até nós pelas sucessões dos bispos, refutaremos todos os que de alguma forma, quer por enfatuação ou vanglória, quer por cegueira ou por doutrina errada, se reúnem prescindindo de qualquer legitimidade.
    <>
    Pois é uma questão de necessidade que cada Igreja concorde com esta Igreja, com relação à preeminente autoridade, ou seja, os fiéis em todos os lugares, na medida que a tradição apostólica tem sido preservada continuamente por aqueles [homens fiéis] que existem em todos os lugares.

    3,3. Os bem-aventurados apóstolos que fundaram e edificaram a igreja transmitiram o governo episcopal a Lino, o Lino que Paulo lembra na carta a Timóteo. Lino teve como sucessor Anacleto. Depois dele, em terceiro lugar, depois dos apóstolos, coube o episcopado a Clemente, que vira os próprios apóstolos e estivera em relação com eles, que ainda guardava viva em seus ouvidos a pregação deles e diante dos olhos a tradição.
    <>
    E não era o único, porque nos seus dias viviam ainda muitos que foram instruídos pelos apóstolos. No tempo de Clemente, surgiram divergências graves entre os irmãos de Corinto.
    <>
    Então a Igreja de Roma enviou aos coríntios uma carta importantíssima para reuni-los na paz, reavivar-lhes a fé e reconfirmar a tradição que há pouco tinham recebido dos apóstolos, isto é, a fé num único Deus todo-poderoso, que fez o céu e a terra, plasmou o homem e provocou o dilúvio, chamou Abraão, fez sair o povo do Egito, conversou com Moisés, deu a economia da Lei, enviou os profetas, preparou o fogo para o diabo e os seus anjos.
    <>
    Todos os que quiserem podem aprender desta carta que este Deus é anunciado pelas igrejas como o Pai de nosso Senhor Jesus Cristo e conhecer a tradição apostólica da Igreja, porque mais antiga do que os que agora pregam erradamente outro Deus superior ao Demiurgo e Criador de tudo o que existe.

    A este Clemente sucedeu Evaristo; a Evaristo, Alexandre; em seguida, sexto depois dos apóstolos foi Sisto; depois dele, Telésforo, que fechou a vida com gloriosíssimo martírio; em seguida Higino; depois Pio; depois dele, Aniceto.
    <>
    A Aniceto sucedeu Sóter e, presentemente, Eleutério, em décimo segundo lugar na sucessão apostólica, detém o episcopado. Com esta ordem e sucessão chegou até nós, na Igreja, a tradição eclesiástica dos apóstolos e a pregação da verdade.
    <>
    Esta é a demonstração mais plena de que é uma e idêntica a fé vivificante que, fielmente, foi conservada e transmitida, na Igreja, desde os apóstolos até agora.

    <>

    3,4. Podemos ainda lembrar Policarpo, que não somente foi discípulo dos apóstolos e viveu familiarmente com muitos dos que tinham visto o Senhor, mas que, pelos próprios apóstolos, foi estabelecido bispo na Ásia, na igreja de Esmirna.
    <>

    Nós o vimos na nossa infância, porque teve vida longa e era muito velho quando morreu com glorioso e esplêndido martírio. Ora, ele sempre ensinou o que tinha aprendido dos apóstolos, que também a Igreja transmite e que é a única verdade.
    <>
    E é disso que dão testemunho todas as igrejas da Ásia e os que até hoje sucederam a Policarpo, que foi testemunha da verdade bem mais segura e digna de confiança do que Valentim e Marcião e os outros perversos doutores. (…)
    <>
    Existe também uma carta importantíssima de Policarpo aos filipenses na qual os que desejam e se importam com a sua salvação podem conhecer as características da sua fé e a pregação da verdade.
    <>

    Também a igreja de Éfeso, que foi fundada por Paulo e onde João morou até os tempos de Trajano, é testemunha verídica da tradição dos apóstolos.

    <<<>>>

    4,1. Sendo as nossas provas tão fortes, não é necessário procurar noutras pessoas aquela verdade que facilmente podemos encontrar na Igreja, porque os apóstolos trouxeram, como num rico celeiro, tudo o que pertence à verdade, a fim de que cada um que o deseje, encontre aí a bebida da vida.
    <>

    É ela definitivamente o caminho de acesso à vida e todos os outros são assaltantes e ladrões que é mister evitar. Por outro lado, deve-se amar com zelo extremo o que vem da Igreja e guardar a tradição da verdade. Ora, se surgisse alguma controvérsia sobre questões de certa importância, não se deveria recorrer a igrejas mais antigas, onde viveram os apóstolos, para saber delas, sobre a questão em causa, o que é líquido e certo?
    <>
    E se os apóstolos não nos tivessem deixado as Escrituras, não se deveria seguir a ordem da tradição que transmitiram àqueles aos quais confiavam as Igrejas?

    <<<>>>

    4,2. “Muitos povos bárbaros que creem em Cristo se atêm a esta maneira de proceder; sem papel nem tinta, levam a salvação escrita em seus corações pelo Espírito, guardam escrupulosamente a antiga tradição, creem num só Deus…” (Contra as heresias – Livro III).

    <<<>>>
    “Eis por que se devem escutar os presbíteros que estão na Igreja, e que são os sucessores dos apóstolos, como o demonstramos, e que com a sucessão no episcopado receberam o carisma seguro da verdade segundo o beneplácito do Pai.
    <>

    Quanto a todos os outros que se separam da sucessão principal e em qualquer lugar que se reúnam, elevem ser vistos com desconfiança, como hereges e de má fé, como cismáticos cheios de orgulho e de suficiência, ou ainda, como hipócritas que fazem isso à procura de lucro e de vanglória.
    <<<>>>
    Todos eles se afastaram da verdade e os hereges que oferecem sobre o altar de Deus um fogo estranho, isto é, doutrinas estranhas, serão queimados pelo fogo celeste como Nadab e Abiú.
    <<<>>>
    Os que se insurgem contra a verdade e excitam os outros contra a Igreja de Deus, tragados pelos abismos da terra, terão sua morada nos infernos como Coré, Datã, Abiram e todos os que estavam com eles. Os que rompem e dividem a unidade da Igreja receberão de Deus o mesmo castigo de Jeroboão. (…)” (C.H Livro IV, 26,2).

    “A verdadeira gnose é a doutrina dos apóstolos, é a antiga difusão da Igreja em todo o mundo, é o caráter distintivo do Corpo de Cristo que consiste na sucessão dos bispos aos quais foi confiada a Igreja em qualquer lugar ela esteja; é a conservação fiel das
    <>
    Escrituras que chegou até nós, a explicação integral dela, sem acréscimos ou subtrações, a leitura isenta de fraude e em plena conformidade com as Escrituras,explicação correta, harmoniosa, isenta de perigos ou de blasfêmias e, mais importante, é o dom da caridade, mais precioso do que a gnose, mais glorioso do que a profecia, superior a todos os outros carismas.” (CH Livro IV, 33,8.)

    Curtir

  8. EDMILSON disse:

    São Cirilo de Alexandria nascido no ano 378 : Discurso pronunciado no Concílio de Éfeso sobre Maria

    Salve, cidade de Éfeso, mais formosa que os mares, porque em vez dos portos da terra, marcaram encontro em ti os que são portos do céu! Salve, honra desta região asiática semeada por todos os lados de templos, como preciosas jóias, e consagrada, no presente, pelos benditos pés de muitos santos Padres e Patriarcas! Com sua vinda, cumularam-te de toda bênção, porque onde eles se congregam, aumenta e multiplica-se a santidade: religiosos fiéis, anjos da terra, afugentam eles, com sua presença, todo satânico poder e toda afeição pagã. Eles, repetimos, confundem toda heresia e são glórias de nossa fé ortodoxa.
    Salve, bem-aventurado João, apóstolo e evangelista, glória da virgindade, mestre da honestidade. Salve, vaso puríssimo da temperança, a ti virgem, confiou, na cruz, nosso Senhor Jesus Cristo a Mãe de Deus, sempre virgem!
    Salve, ó Maria, Mãe de Deus, virgem e mãe, estrela e vaso de eleição! Salve, Maria, virgem, mãe e serva: virgem, na verdade, por virtude daquele que nasceu de ti; mãe por virtude daquele que cobriste com panos e nutriste em teu seio; serva, por aquele que amou de servo a forma! Como Rei, quis entrar em tua cidade, em teu seio, e saiu quando lhe aprouve, cerrando para sempre sua porta, porque concebeste sem concurso de varão, e foi divino teu parto. Salve, Maria, templo onde mora Deus, templo santo, como o chama o profeta Davi, quando diz: “O teu templo é santo e admirável em sua justiça” (Sl 64). Salve, Maria, criatura mais preciosa da criação; salve, Maria, puríssima pomba; salve, Maria, lâmpada inextinguível; salve, porque de ti nasceu o sol da Justiça! Salve, Maria, morada da infinitude, que encerraste em teu seio o Deus infinito, o Verbo unigênito, produzindo sem arado e sem semente a espiga incorruptível! Salve, Maria, mãe de Deus, aclamada pelos profetas, bendita pelos pastores, quando com os anjos cantaram o sublime hino de Belém: “Glória a Deus nas alturas e paz na terra aos homens de boa vontade” (Lc 2,14). Salve, Maria, Mãe de Deus, alegria dos anjos, júbilo dos arcanjos que te glorificam no céu! Salve, Maria, Mãe de Deus: por ti adoraram a Cristo os Magos guiados pela estrela do Oriente; salve, Maria, Mãe de Deus, honra dos apóstolos! Salve, Maria, Mãe de Deus, por quem João Batista, ainda no seio de sua mãe exultou de alegria, adorando como luzeiro a perene luz! Salve, Maria, Mãe de Deus, que trouxeste ao mundo graça inefável, da qual diz são Paulo: “apareceu a todos os homens a graça de Deus salvador” (Tt 2,1). Salve, Maria, Mãe de Deus, que fizeste brilhar no mundo aquele que é luz verdadeira, a nosso Senhor Jesus Cristo, que diz em seu Evangelho: “eu sou a luz do mundo!” (Jo 8,12). Deus te salve, Mãe de Deus, que iluminaste aos que estavam em trevas e sombras de morte; porque o povo que jazia nas trevas viu uma grande luz (Is 9, 2), uma luz não outra senão Jesus Cristo nosso Senhor, luz verdadeira que ilumina todo homem que vem a este mundo (Jo 1,9). Salve, Maria, Mãe de Deus, por quem se apregoa nos Evangelhos: “bendito o que vem em nome do Senhor!” (Mt 21,9), por quem se encheram de igrejas nossas cidades, campos e vilas ortodoxas! Salve, Maria, Mãe de Deus, por quem veio ao mundo o vencedor da morte e o destruidor do inferno! Salve, Maria, Mãe de Deus, por quem veio ao mundo o autor da criação e o restaurador das criaturas, o Rei dos céus! Salve, Maria, Mãe de Deus, por quem floresceu e refulgiu o brilho da ressurreição! Salve, Maria, Mãe de Deus, por quem luziu o sublime batismo de santidade no Jordão! Salve, Maria, Mãe de Deus, por quem o Jordão e o Batista foram santificados e o demônio foi destronado! Salve, Maria, Mãe de Deus, por quem é salvo todo espírito fiel! Salve, Maria, Mãe de Deus, – pois acalmaste e serenaste os mares para que pudessem nossos irmãos cooperadores e pais e defensores da fé, serem conduzidos, com alegria e júbilo espiritual, a esta assembléia de entusiásticos defensores de tua honra!
    Também aquele que, levando cartas de perseguição, sendo derrubado pela luz do céu no caminho de Damasco, falou sobre ti e confirmou para o mundo a fé na Trindade consubstancial, de um só Senhor, de um só batismo; de um só Pai, um só Filho, um só Espírito Santo; da substância inseparável e simplicíssima; da divindade incompreensível do Senhor Deus de Deus, Luz de Luz, Esplendor da Glória, que nasceu de Maria Virgem, conforme o anúncio do Arcanjo: “Ave, cheia de graça, o Senhor é contigo, o Espírito Santo descerá sobre ti, e a virtude do Altíssimo te cobrirá com sua sombra, e por isso o santo que de ti nascer será chamado Filho de Deus vivo” (Lc 1,35). Não somente o sabemos pelo arcanjo Gabriel; também Davi, no vaticínio que canta diariamente a Igreja, nos diz: “O Senhor me disse: és meu filho; no dia de hoje te gerei” ( Sl 2,7). Já o sábio Isaías, filho do profeta Amós, profeta nascido de profeta, o predissera: “Eis que a virgem conceberá, e dará à luz um filho e seu nome será Emanuel, que significa Deus conosco” (Mt 1,23).
    Por isso todos os que formos fieis às Escrituras, seguindo os caminhos de Paulo, ouvindo as vozes dos profetas clamar-te-ão Bem aventurada.. Todos os que formos seguidores dos Evangelhos permaneceremos como disse o profeta: seremos como “oliveira fértil na casa de Deus” (Sl 51), glorificando a Deus Pai Todo Poderoso, a seu Filho UNIGÊNITO que nasceu de Maria e ao vivificante Espírito Santo, que se comunica a todos na vida; submissos aos fidelíssimos imperadores, honrando as rainhas, discretas e santas virgens, no seu amor à fé ortodoxa de Cristo de Jesus, nosso Senhor a quem se deve a glória pelos séculos dos séculos . Amém.

    Curtido por 1 pessoa

Seja respeitoso. Não ataque o autor, debata sua idéia. Não use linguagem obscena, profana ou vulgar. Fique no tema do post. Comentários fora do tema original poderão ser excluídos.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s