Poderia a “Prostituta da Babilônia” produzir tamanha beleza?


Segundo os críticos da Igreja, o Catolicismo é uma distorção do verdadeiro Cristianismo. Lamentavelmente, para a maioria dos “rebanho separado” não passamos de meros adoradores de Maria, de estátuas, do Papa, amantes do erro. Muitos sequer nos consideram Cristãos, pois não passamos pagãos enrustidos.

Despreza-se que por mais de 1500 anos, sozinha, a Igreja proclamou o Evangelho aos quatro ventos, levando-o a todas a nações. Evidencias históricas não contam, pois história pode ser “forjada”, argumentam.

Mas não se pode argumentar com a beleza! E beleza encontra-se abundantemente na riqueza da arte católica, nas  milhares das obras produzidas pelo filhos da Igreja ao longo dos séculos, seja na arquiteturas das mais belas catedrais, na arte sacra, na literatura….

Os sentidos são os juízes! Seriam meros pagõess, adoradores de ídolos, capazes de criar tanta beleza sem a graça, sem a benção de Deus, justamente em honra a Deus?

Anúncios

Sobre Hellen

Católica militante, expatriada, mãe e arquiteta e estudante de Direito. Quando há tempo, engajada na "missão" de defender a fé católica e evangelizar aos irmãos católicos, especialmente aqueles afastados da Santa Fé . I am an expat architect, law student and Catholic mommy who's taken on blogging. I've doing this for a few years now and I'm totally hooked up. All for the Glory of God!
Esse post foi publicado em Apologética Católica e marcado , . Guardar link permanente.

4 respostas para Poderia a “Prostituta da Babilônia” produzir tamanha beleza?

  1. Sim, poderia. Inclusive em Roma, há arte pagã pra todo lado, inclusive dentro das igrejas, é uma beleza… Como é mesmo o nome daquele homossexual que pintou o nu masculino dentro e fora das capelas famosas? Ah, Michelangelo! Grande artista. Mas arte é arte, né? Deveria inclusive existir um termo como “licença poética” para pinturas e esculturas sacras profanas. Essa grandiosidade pitoresca é o que mais me deixa nauseado. Tantas riquezas, tanto ouro, tanta prata e tanta miséria no mundo. Recebem seu níquel de ofertas e indulgências e devolvem ao mundo miserável palavras de ternura inoportunas, sem caridade alguma. Para seguir Jesus, é preciso dar tudo aos pobres e segui-lo. Pelo menos foi o que ele disse. Uma sugestão anti hipocrisia: a igreja deveria pedir ao fiel apenas sua interseção pela igreja, afinal, dinheiro é meramente material e inútil ao espírito. Autora, vá fazer uma toalhinha de crochê e reflita sobre como a igreja ficou tão rica e pare de ser ignorante!

    Curtir

    • Hellen disse:

      Já visitou a Capela Cistina? Eu já. Se o sr tivesse visto com os próprios olhos a arte de Michealange, não ousaria postar esse comentário.
      Já visitou as grandes Catedrais da Europa? EU ja. Se o sr as tivesse visitado não ousaria postar esse comentario.

      Fique atento ao blog. Logo postarei mais esclarecimentos sobre a “Prostituta”

      Pax

      Curtir

  2. jeferson disse:

    Há uma luta por fieis entre as religiões, e os pentecostais sabem que boa parte dos católicos não vivem inteiramente sua religião, não guardam seu jejum, não participam da missa as vezes nem mesmo aos domingos, e contra tudo isto há um discurso as vezes raivoso, outras vezes mais leve, mas no qual falta PUREZA DE INTENÇÃO, falta a Virgem Maria. E sem pureza de intenção, poderá haver Cristo? Fico pensando o que seria de mim se tivesse nascido numa família não católica e depois me deparasse com uma Santa Tereza de Ávila, ou um São Paulo da Cruz, ou alguém como Pedro Julião Eymard. (sem falar em católicos menos conhecidos como Gabrielle Bossis, Consolata Betrone ou Marthe Robin) É simples, prático: qual a arvore tem produzido mais frutos? ou mais especificamente: qual das religiões cristãs tem dado ao mundo homens e mulheres capazes de viver a sua fé integralmente? e ainda por cima legar a outros uma obra voltada para o amor nos moldes em que eles viveram o amor que encontraram em Jesus. A intenção nada pura por trás dos belos nomes atribuídos a religião católica é criar um ambiente de insegurança na consciência daqueles que talvez não comungam, não adoram ao Santíssimo Sacramento, não fazem suas confissões, não pedem a vinda do Espírito Santo, e tudo isto acaba por minar assim a sua fé.

    Curtir

Seja respeitoso. Não ataque o autor, debata sua idéia. Não use linguagem obscena, profana ou vulgar. Fique no tema do post. Comentários fora do tema original poderão ser excluídos.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s