Resposta a Centro Apologético Cristão – CACP


Segundo o Sr. Paulo Cristiano do CACP, a doutrina Católica da Eucaristia trata-se de uma aberração teológica:

“A tradição da Igreja Católica, além de tropeçar nas metáforas e figuras da Bíblia na questão da eucaristia, que por si mesma já é uma aberração teológica, consegue embutir nela mais algumas heresias, como a ministração de apenas um só dos elementos aos fiéis — a hóstia. ” Artigo disponível em 04/03/2015: encontrado aqui.

O comentário acima parece curioso nem tanto pela imprecisão mas por ser feito por um protestante evangélico que professa a Sola Scriptura que, como sabido,  adere à interpretação literal dos textos bíblicos. Como justificar então a interpretação não literal da passagem abaixo?

“Eu sou o pão da vida. Vossos pais comeram o maná no deserto, e morreram.
Este é o pão que desce do céu, para que quem dele comer não morra.
Eu sou o pão vivo que desceu do céu; se alguém comer deste pão, viverá para sempre; e o pão que eu der é a minha carne, que eu darei pela vida do mundo.” (João 6:48-51)

Perguntavam os incrédulos ontem, e, ainda hoje perguntam: “Disputavam, pois, os judeus entre si, dizendo: Como nos pode dar este a sua carne a comer?” João 6: 52

Jesus lhes disse: “Eu lhes digo a verdade: Se vocês não comerem a carne do Filho do homem e não beberem o seu sangue, não terão vida em si mesmos. Todo o que come a minha carne e bebe o meu sangue tem a vida eterna, e eu o ressuscitarei no último dia. Pois a minha carne é verdadeira comida e o meu sangue é verdadeira bebida. Todo o que come a minha carne e bebe o meu sangue permanece em mim e eu nele.” João 6:53-56

Eis os comentários nos vários séculos dos santos e beatos sobre esta doutrina ensinada por Nosso Senhor Jesus Cristo e à qual o Sr. Paulo Cristiano chama de heresia:

Santo Tomás de Aquino: “O martírio não é nada em comparação com a Santa Missa. Pelo martírio, o homem oferece a Deus a sua vida; na Santa Missa, porém, Deus dá o seu Corpo e o seu Sangue em sacrifício para os homens”.

São Pedro Julião Eymard: “Jesus está em cada hóstia consagrada e, se esta for partida, ficará Ele todo inteiro sob cada partícula. Em vez de dividi-lo, a fração da hóstia O multiplica”.

São João Crisóstomo: “O Santíssimo Sacramento é fogo que nos inflama de modo que, retirando-nos do altar, espargimos tais chamas de amor que nos tornam terríveis ao inferno”.

São Francisco de Sales: “Duas espécies de pessoas devem comungar com frequência: os perfeitos, para se conservarem na perfeição, e os imperfeitos, para chegarem à perfeição”.

São Cirilo: “Não ponhas em dúvida se é ou não verdade, mas aceita com fé as palavras do Salvador; sendo Ele a Verdade, não mente”.

Beato João Paulo II: “Este pão é Jesus. Alimentar-nos dele significa receber a própria vida de Deus, abrindo-nos à lógica do amor e da partilha”.

Santo Afonso de Ligório: “Sem a Missa, a terra já teria sido aniquilada, há muito tempo, por causa dos pecados dos homens”.

São João Maria Vianney: “O alimento da alma é o Corpo e o Sangue de Deus!…Oh! Formoso alimento! A alma não se pode alimentar senão de Deus. Só Deus pode bastar-lhe. Só Deus pode saciá-la. Fora de Deus não há nada que possa saciar-lhe a fome”.

São Lourenço: “Nenhuma língua humana pode exprimir os frutos de graças, que atrai o oferecimento do Santo Sacrifício da Missa”.

São Bernardino de Sena: “O dar-se Jesus Cristo a nós como alimento foi o último grau de amor. Deu-se a nós para unir-se totalmente conosco como se une o alimento diário com quem o toma”.

Santo Agostinho: “O Senhor Jesus queria que aqueles cujos olhos foram mantidos para reconhecê-lo, reconhecê-lo no partir do pão [Lucas 24:16,30-35]. Os fiéis sabem o que eu estou dizendo que eles conhecem a Cristo na fração do pão. Pois nem todo pão, mas apenas aquele que recebe a bênção de Cristo, TORNA-SE CORPO DE CRISTO.” (Sermões 234, 2)”

O Concílio

“Pela consagração do pão e do vinho se efetua a conversão de toda a substância do pão na substância do corpo de Cristo Nosso Senhor, e de toda a substância do vinho na substância do seu sangue. Esta conversão foi com muito acerto e propriedade chamada pela Igreja Católica de TRANSUBSTANCIAÇÃO [can. 2].” (Concílio de Trento Capítulo 4)

Cap. 4. — A Transubstanciação (Sessão XIII)

877. Uma vez, porém, que Cristo Nosso Redentor disse que aquilo que oferecia sob a espécie de pão era verdadeiramente o seu corpo (Mt 26, 26; Mc 14, 22 ss; Lc 22, 19 ss; l Cor 11, 24 ss.), sempre houve na Igreja de Deus esta mesma persuasão, que agora este santo Concilio passa a declarar: Pela consagração do pão e do vinho se efetua a conversão de toda a substância do pão na substância do corpo de Cristo Nosso Senhor, e de toda a substância do vinho na substância do seu sangue. Esta conversão foi com muito acerto e propriedade chamada pela Igreja Católica de transubstanciação [can. 2].

Resta ao Sr. Paulo Cristiano retroceder ou fazer como fizeram alguns depois de terem ouvido as duras palavras de Jesus:

“Desde então muitos dos seus discípulos tornaram para trás, e já não andavam com ele.

Então disse Jesus aos doze: Quereis vós também retirar-vos?” João 6:66,67

Então Sr. Paulo Cristiano?

Quereis vós também retirar-vos?

E você que nos lê? O que escolherá?

A Doutrina da Igreja, coluna e sustentáculo da verdade (1Tm 3,15) ou doutrinas de homens?

Façamos como Pedro que é tão desvalorizado pelos doutores desta época:

“Respondeu-lhe, pois, Simão Pedro: Senhor, para quem iremos nós? Tu tens as palavras da vida eterna. ” João 6: 68

Sobre estes mestres que condenam a doutrina católica falando do que não conhecem e seus seguidores está escrito:

“Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas, tendo comichão nos ouvidos, amontoarão para si doutores conforme as suas próprias concupiscências;

E desviarão os ouvidos da verdade, voltando às fábulas. 2 Timóteo 4:3,4

Limitamos o debate às questões de fé e doutrina. Repudiamos ofensas, zombarias e ataques pessoais. Também não admitimos cerceamento religioso e ataques a honra e dignidade das pessoas.

Autor: A.Silva com a colaboração de V.de Carvalho – Livre divulgação mencionando-se os autores

Anúncios

Sobre Hellen

Católica militante, expatriada, mãe e arquiteta e estudante de Direito. Quando há tempo, engajada na "missão" de defender a fé católica e evangelizar aos irmãos católicos, especialmente aqueles afastados da Santa Fé . I am an expat architect, law student and Catholic mommy who's taken on blogging. I've doing this for a few years now and I'm totally hooked up. All for the Glory of God!
Esse post foi publicado em Apologética Católica e marcado , , , . Guardar link permanente.

6 respostas para Resposta a Centro Apologético Cristão – CACP

  1. Anderson disse:

    Outra resposta ao CACP

    Refutando o Pastor Aureo Ribeiro

    O AUTO PROCLAMADO PASTOR AUREO RIBEIRO, O CACP, SEUS TRUQUES E SEUS ATAQUES A FÉ CATÓLICA

    Resposta ao autoproclamado pastor Aureo Ribeiro, por suas acusações contra a fé católica e contra os católicos.
    O artigo infame deste senhor pode ser visto em 01/10/2015, no endereço http://www.cacp.org.br/a-diferenca-entre-um-catolico-e-um-evangelico/

    Vamos aos nossos comentários:

    O Sr. Aureo começa da pior maneira possível:
    Disse ele: “Como pregador do Evangelho do Senhor Jesus há 29 anos e um defensor da fé bíblica (permitam-me assim chamar, pois falar fé cristã ficaria muito genérico).”

    Ele consegue criar uma teologia nova que divide a fé em duas espécies. A fé bíblica e a fé cristã.
    Trocou as bolas. Primeiro veio Jesus.

    “Ele é a imagem do Deus invisível, o primogênito de toda a criação, pois nele foram criadas todas as coisas nos céus e na terra, as visíveis e as invisíveis, sejam tronos ou soberanias, poderes ou autoridades; todas as coisas foram criadas por ele e para ele.
    Ele é antes de todas as coisas, e nele tudo subsiste. ”Colossenses 1:15-17

    Todas as coisas vieram depois de Jesus. Inclusive a Igreja.

    E só muito tempo depois veio a Bíblia que foi dada ao mundo pela Igreja que ele despreza.

    E, aproximadamente, 1.700 anos depois que a Igreja Católica deu ao mundo a Bíblia é que veio o CACP de Aureo.

    Aureo inverteu tudo.

    Ainda segundo Aureo: “…fé cristã ficaria muito genérico”.

    Ora, a tal da fé bíblica defendida por ele é que costuma ser genérica.

    Temos visto por aí milhares denominações que “praticam” a fé bíblica e que divergem entre si.

    E se todas divergem entre si, é óbvio que cada denominação “lê” a Bíblia diferente da outra.

    Ou seja, cada qual tem a sua peculiar e particular “fé bíblica”.

    O que não é genérico de modo algum é a fé cristã condenada pelo Sr.Aureo.

    Não dá para crer na Bíblia sem antes crer em Jesus Cristo, pois como vimos Jesus Cristo vem antes de todas as coisas.

    Primeiro se crê em Jesus e em tudo que ele disse.
    E se cremos em tudo que Jesus disse, cremos na Igreja que ele fundou sobre Pedro(Mateus 16, 18).
    E se cremos em tudo que Jesus disse, cremos na autoridade que deu ao apóstolo para apascentar o rebanho(João 21, 15-17) e confirmar a todos na fé(Lucas 22, 32).
    E cremos ainda que Pedro recebeu o poder de ligar e desligar na terra(Mateus 16, 19).

    Quem não gostou do que Jesus disse a Pedro costuma dizer que tem “fé bíblica” para justificar sua rebeldia e que na prática significa dizer que tem fé apenas na parte da Bíblia que gosta.

    O fato é que crendo em Jesus, cremos na Igreja.
    E crendo na Igreja, então podemos crer na Bíblia, pois ao contrário do que imagina o Sr.Auero, a Bíblia não caiu do céu e nem foi Jesus que entregou um exemplar ao herege e homicida Martinho Lutero.

    Aliás, não por acaso, Jesus mandou anunciar o Evangelho. Jesus não mandou ter “fé bíblica.”
    “E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura.” Marcos 16, 15

    Logo a seguir Aureo lança uma acusação: “muitos católicos no Brasil são apenas católicos na teoria, suas vidas não provam a fé que comungam. ”

    Respondemos:

    É verdade. Muitos católicos no Brasil e no mundo são apenas números.
    Mas como bom evangélico Aureo só vai até metade do texto ou do pensamento. Só vai sempre na parte que lhe parece favorável.
    Ele esqueceu de dizer que são estes “ex-católicos”, ou como ele chama “católicos na teoria”, que irão ingressar em uma das 60.000 seitas evangélicas divergentes e contraditórias entre si.

    Os maus católicos de hoje serão os evangélicos de amanhã, tal como profetizou o Santo Católico:

    “Não acrediteis que os bons podem deixar a Igreja, não é o trigo que o vento carrega. O Furacão não arranca as árvores que tem sólidas raízes, ao contrário são as palhas vazias que a tormenta agita. São as árvores vacilantes que a força do turbilhão abate, contra estes o apóstolo João manifesta a sua repulsa dizendo: ‘Saíram do nosso meio mas não eram dos nossos, pois se fossem realmente dos nossos, teriam permanecido conosco.'” 1 Jo 2,19 (São Cipriano de Cartago 258 d.C).

    Os bons católicos permanecem na única igreja que Jesus fundou. “Todavia, se eu tardar, quero que saibas como deves portar-te na casa de Deus, que é a Igreja de Deus vivo, coluna e sustentáculo da verdade.” 1 Timóteo 3,15

    Igreja no singular.
    E igreja que não é evangélica.

    Aureo, em tom de falsa piedade, também diz: “precisa-se denunciar o estrago que estão fazendo nos dias atuais para essa mesma igreja.”

    É evidente que ninguém acredita na preocupação de Aureo com o destino da Igreja Católica. Mas podemos dizer para ele que temos de Jesus a garantia da qual ninguém pode duvidar:

    E Simão Pedro, respondendo, disse: “Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo. E Jesus, respondendo, disse-lhe: Bem-aventurado és tu, Simão Barjonas, porque to não revelou a carne e o sangue, mas meu Pai, que está nos céus. Pois também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela;” Mateus 16,16-18

    Isto tudo foi dito por Jesus a Pedro. Nenhum pastor evangélico ouviu tais palavras de Jesus.
    Uma pena que Aureo e cia duvidaram e alguns fundaram novas igrejas não autorizadas pelo Senhor.

    Mas já que escutam homens como Calvino, Lutero e Macedo, talvez devessem ter escutado Napoleão:

    “Para fundar Igrejas duas coisas são necessárias. A primeira morrer na cruz e tal os homens não querem. A segunda é retornar dos mortos e tal os homens não podem.”

    Os evangélicos gostam de repetir: “Só Jesus cura, salva, liberta.”

    Mas poderiam também dizer: “Só Jesus cura, salva, liberta e SÓ JESUS TEM AUTORIDADE PARA FUNDAR IGREJAS.”

    Mas ainda sobre sua “preocupação” com a Igreja Católica, o desmemoriado Aureo esqueceu de que as unções do chulé, da meia, da vaca, da vassoura, da galinha, do zoológico, da prosperidade financeira, da confissão positiva, da troca de anjo da guarda, da transferência de unção, entre tantas outras, não estão sendo implementadas pela Igreja Católica, mas exclusivamente pelo segmento evangélico.

    Não vi no Sr.Aureo preocupação alguma com o ESTRAGO (palavra dele) que estas doutrinas causam no meio evangélico. Ou será que não causam ?
    Trata-se de mais um evangélico que, embora negue com palavras, assume que placa de igreja “salva”.

    Logo a seguir, como legítimo evangélico, o Sr. Aureo não só usa e abusa de sofismas e termos genéricos, mas também lança mão das meias-verdades tão assumidas por quase todos no meio, se não vejamos:

    “A história da igreja de Jesus na terra deve parte a padres e monges católicos.”

    Eis a pérola produzida pelo Sr. Aureo:

    Como o protestantismo surgiu no mundo 1.500 anos após o início da era cristã, e como a história da Igreja, segundo Aureo, se deve apenas em parte aos padres e monges, na prática o que ele está ensinando é que a “verdadeira” Igreja de Jesus Cristo só surgiu no mundo completa a partir da reforma protestante.

    Ora, a teoria descabida e pavorosa do Sr. Aureo faz de Jesus um mentiroso, pois ele havia dito que as portas do inferno não prevaleceriam contra sua Igreja.
    Na cabeça do Sr. Aureo, as portas do inferno prevaleceram sobre a Igreja.

    Vejam o que ele disse: “…houve um desvio ao longo da história…”

    E Jesus teria mentido também, quando disse: “…Eis que estou convosco todos os dias, até o fim do mundo.” Mateus 28, 20

    Para o Sr. Aureo, quem corrige tudo é Lutero.

    Outra fantasia dele: “…que veio ser corrigido, pelo menos se iniciou a correção, por Lutero nos séculos XIV e XV.”

    Imagina se Jesus precisaria de Lutero para alguma coisa…

    Eis Martinho Lutero, GURU do Sr. Aureo: “Cristo Adúltero. Cristo cometeu adultério pela primeira vez com a mulher da fonte [do poço de Jacó] de que nos fala São João. Não se murmurava em torno dele: “Que fez, então, com ela? Depois, com Madalena, depois, com a mulher adúltera, que ele absolveu tão levianamente. Assim, Cristo, tão piedoso, também teve que fornicar, antes de morrer” (Lutero, Tischredden, Conversas à Mesa, N* 1472, edição de Weimar, Vol. II, p. 107, apud Franz Funck Brentano, Martim Lutero, Ed Vecchi Rio de Janeiro 1956, p. 15).

    E como é pretensioso o Sr. Aureo, ao mesmo tempo em que se contradiz.
    Ele diz no final da última frase: “…pelo menos se iniciou a correção…”

    Iniciou a correção?
    Quer dizer que ainda não acabou?
    Ou acabou?
    E se acabou, quando acabou?
    Quem terminou o que Lutero começou ?
    A Igreja ainda está sendo vencida pelo inferno?
    E quem está corrigindo a Igreja agora?

    É o Edir Macedo?
    O Malafaia ?

    Tudo é jogado no ar pelo Sr.Aureo de qualquer jeito sem profundidade, sem documentos, sem provas e sem respaldo bíblico.
    Poupe-nos, Sr. Aureo, de sua doutrina, que faz de Jesus um mentiroso.
    Vossa doutrina está muito longe do DEUS VIVO, ONIPOTENTE, ONIPRESENTE, ONISCIENTE, que tudo pode, que tudo vê, que tudo sabe e que trouxe todas as coisas a existência.
    Vossa doutrina está mais próxima do Reverendo Moon que, como o senhor, acreditava que a obra de Jesus não foi completa.
    A diferença é que Moon dizia de si próprio ser o “messias”, que iria completar a obra de Jesus. E o senhor diz que Lutero “iniciou” o conserto.
    Pelo menos Moon sabia quem iria “terminar” o serviço. O senhor nem isto sabe.

    Enquanto o senhor diz que os monges e padres construíram apenas parte da história da igreja, o protestantismo histórico ensina diferente:

    Charles Buder (Protestante), em sua “Horae Biblicae”, diz: “Pelas escritas sagradas que contêm a Palavra de Deus, e pelas tradições, nós estamos endividados, sob a Providência, pelo zelo e esforço dos padres e monges da Igreja de Roma”.

    O Sr. Aureo acredita, sem dúvida, na salvação pela placa de igreja.
    Disse ele: “Não existe igreja evangélica, histórica ou não, pentecostal ou não, enfim, quaisquer que sejam as designações, em que uma pessoa não seja transformada.”

    Para ele, tanto faz a denominação ou o evangelho que se prega em cada denominação. O importante é pertencer a uma igreja qualquer que desfile com o rótulo evangélico.
    “Evangélico” parece ser a palavra mágica chave: “Não existe igreja evangélica…em que uma pessoa não seja transformada.”

    Se ele estiver certo, tanto faz que Malafaia pregue em favor da Prosperidade, ou que Soares pregue a confissão positiva. Ou mesmo que Macedo pregue em favor do aborto e Santiago negue a divindade de Cristo. A salvação para o Sr. Aureo se dá pelo rótulo religioso com o qual cada crente desfila.

    Aureo ignorou a Bíblia, que jura defender. O ensinamento bíblico é o seguinte:
    “A religião pura e imaculada para com Deus e Pai, é esta: Visitar os órfãos e as viúvas nas suas tribulações, e guardar-se da corrupção do mundo. “ Tiago 1, 27

    E ninguém está salvo de véspera porque passeia por aí como evangélico: “Mas aquele que perseverar até ao fim, esse será salvo.” Mateus 24, 13

    O texto do Sr. Aureo é de uma soberba e arrogância tão grandes, que ele distorce até mesmo os números e fatos que todos conhecem.

    Disse o Sr. Aureo: “Quando ela passa a integrar a membresia da igreja, batiza-se e deseja compromisso com o grupo, sua vida é mudada. Ela deixa de viver em sensualidades, abandona o cigarro, a bebida, os bailes, as drogas, as desonestidades, a roubalheira, e tantas outras coisas erradas e passa a ter nova vida.”

    Ora, qualquer pessoa que assume compromisso de qualquer ordem muda de vida. Todo compromisso firmado demanda mudança, seja para pior se o compromisso for espúrio, seja para melhor se o compromisso for louvável.
    Mudar de vida não é privilégio de religião alguma, mas de uma decisão particular. Pode até passar pela religião, mas não necessariamente vem através dela. Quantas pessoas que conhecemos, que são meros “religiosos” de fachada?

    O Sr. Aureo quis fazer parecer que, quando se tira carteirinha de crente, a vida muda para melhor como em um passe de mágica. Factóide repugnante !!!

    Ainda na mesma frase, o Sr. Aureo diz que a pessoa deixa a sensualidade. Mais uma vez ele aposta na mudança de vida automática.
    Ora, conhecemos pessoas que não são religiosas e levam vidas mais santas do que supostos “religiosos” praticantes. Tudo mundo sabe disto. A quem o Sr. Aureo quer enganar?

    E podemos ver estas pessoas “religiosas” em todas as religiões, inclusive no protestantismo.

    Adiante, ainda na mesma frase ele acrescenta que a pessoa abandona o cigarro, a bebida, os bailes etc…

    Eis de novo a fé na aparência do Sr. Aureo.
    Não estou dizendo que ele tem uma fé de aparência. Quem vai julgar isto é DEUS. Não façamos como Aureo, que pensa que conhece o coração de cada católico.
    Estou dizendo que ele julga a fé dos demais pelo que vê ou pelo que pensa ter visto.
    Ele não se importa com o conteúdo. O importante é que não se fume ou não se vá ao baile, por exemplo.

    Mesmo que o fumante cumpra a disposição bíblica de visitar órfãos e viúvas (Tiago 1:27) e mesmo que ele persevere até o fim (Mateus 24:13) e ainda que ele creia e seja batizado(Marcos 16:16), a salvação para esta pessoa, segundo o Sr. Aureo, parece vir pelo abandono do cigarro e dos bailes.

    Lamentável que ele associe transformação de vida, não às mudanças no coração do homem, mas às mudanças de hábitos, rotinas, roupas novas e demais sutilezas que possam ser vistas pelos demais.

    Que bom que Jesus reprova a fé de aparências:

    “Ai de vocês, mestres da lei e fariseus, hipócritas! Vocês devoram as casas das viúvas e, para disfarçar, fazem longas orações. Por isso serão castigados mais severamente. “Ai de vocês, mestres da lei e fariseus, hipócritas, porque percorrem terra e mar para fazer um convertido e, quando conseguem, vocês o tornam duas vezes mais filho do inferno do que vocês.” Mateus 23,14-15

    Sobre a Salvação pelo Rótulo encarnada pelo Sr. Aureo, sugerimos consulta ao nosso artigo: http://www.pr.gonet.biz/kb_read.php?num=2114

    Por certo o Sr. Aureo é daqueles evangélicos que cobram doutrinas literais quando querem condenar as doutrinas católicas.

    Certamente ele pede que os católicos lhe provem pela Bíblia a Assunção de Maria, O Purgatório e o Batismo infantil.

    Por outro lado o Sr. Aureo não é tão literal quando quer condenar doutrina alheia.

    Seguramente, esquiva-se do literalismo para justificar porque não reza o Pai Nosso que Jesus mandou e porque descarta as doutrinas claras da Confissão dos Pecados ao sacerdote, Eucaristia, a Fundação da Igreja sobre Pedro e a Bem Aventurança de Maria.

    E sendo literal apenas para as coisas que lhe interessam, é de se estranhar que o Sr. Aureo não tenha nos provado pela Bíblia que, para ser salvo, a pessoa tem que parar de fumar, de beber cerveja e de frequentar bailes.

    Vamos agora aos dados que o Sr. Aureo finge não conhecer:

    1)Pesquisa no Reino Unido aponta que suicídio entre protestantes é três vezes maior.
    Disponível em 02/10/2015 – http://bizarricesprotestantes.blogspot.com.br/2013/04/pesquisa-no-reino-unido-aponta-que.html

    2)Estudo aponta que evangélicos se suicidam mais que católicos
    Disponível em 02/10/2015 -http://izidoroazevedo.blogspot.com.br/2012/04/estudo-aponta-que-evangelicos-se.html

    3)Abuso sexual: evangélicos em pior situação que os católicos?
    Disponível em 02/10/2015 – http://ultimato.com.br/sites/maosdadas/2013/10/02/abuso-sexual-evangelicos-em-pior-situacao-que-os-catolicos-1/

    ) Líderes evangélicos aparecem na lista de site de adultério Ashley Madison
    Disponível em 02/10/2015 – http://padom.com.br/lideres-evangelicos-aparecem-na-lista-de-site-de-adulterio-ashley-madison/

    5)Série de suicídios de pastores acende alerta entre cristãos; Estudos apontam para altos índices de depressão entre líderes evangélicos
    Disponível em 02/10/2015 -http://noticias.gospelmais.com.br/serie-suicidios-pastores-acende-alerta-depressao-63378.html

    6) Metade dos pastores evangélicos nunca leu a Bíblia toda, aponta estudo
    Disponível em 02/10/2015 -http://noticias.gospelmais.com.br/ler-a-biblia-toda.html

    7)Pornografia, Traição e Sexo no Meio Evangélico e Dia dos Namorados Crentes
    Disponível em 02/10/2015 -http://portugues.christianpost.com/news/dia-dos-namorados-pastor-esclarece-sobre-sexo-traicao-e-pornografia-dos-crentes-evangelicos-1978/

    8)Católicos são mais generosos que evangélicos e mais dispostos a compartilhar sua renda
    Disponível em 02/10/2015 -http://noticias.gospelprime.com.br/catolicos-sao-mais-generosos-que-evangelicos-e-mais-dispostos-a-compartilhar-sua-renda/

    9)30% dos clientes de sex shop são evangélicos
    Disponível em 05/10/2015 – http://noticias.gospelprime.com.br/clientes-sex-shop-evangelicos/

    Se apreciasse a justiça como convém, bastaria o Sr. Aureo sugerir aos seus leitores e/ou seguidores uma breve consulta na Internet sobre escândalos entre protestantes.

    Sugestão de procura sobre escândalos protestantes: Disponível em 02/10/2015 – http://macabeuscomunidades.blogspot.com.br/

    Retomando o texto do Sr. Aureo

    “Vejamos: quem lota os bailões de carnaval, de funk? Quem lota as passeatas gays? Quem lota as passarelas do samba na época do carnaval? Quem lota os presídios? Quem lota os campos de futebol em que há matanças? Quem enche os bolsos de cantores de toda estirpe, em shows regados a bebidas e sexo? Qual a religião da maioria das pessoas que vão às praias oferecer louvor à Iemanjá?
    Não é possível que existam tantos umbandistas. Ou as pesquisas do IBGE estão erradas.”

    Aureo pergunta quem lota os bailes de carnaval e de funk ?

    E nós respondemos: Quem gosta de carnaval e funk. Sejam quais forem suas religiões. E frequentar ou não tais eventos não torna ninguém melhor ou pior.

    Quando ocorrem as tragédias no Brasil, são exatamente estes que fumam, bebem e dançam que socorrem vítimas e fazem doações e disponibilizam tempo. E também são estes que dançam e que fumam que participam das campanhas que visam acudir aos mais necessitados.

    E quando católicos ajudam, eles não perguntam a religião de quem está sendo assistido.

    Outros fazem a “obra” do pastor. Pagam dízimos, trízimos e mantêm-se alheios às necessidade alheias.

    Aliás, segundo um destes pregadores, incluído pelo Sr. Aureo no grupo de “transformados”, ajudar os pobres desvia recursos da Igreja:
    Disponível em 02/201/2015 – http://questionabrasilsp.blogspot.com.br/2015/07/ajudar-os-pobres-e-desviar-dinheiro-de.html

    Católico fazendo caridade não é novidade para ninguém. Muito menos para muitos evangélicos e seus pregadores astutos, que não se cansam de dizer que Boas Obras não levam ninguém para o céu.

    Gostam de sugerir que nós católicos trocamos Jesus pelas boas obras, o que é totalmente falso.

    Praticamos caridade porque cremos nas palavras de Jesus:

    “Porque tive fome, e destes-me de comer; tive sede, e destes-me de beber; era estrangeiro, e hospedastes-me; Estava nu, e vestistes-me; adoeci, e visitastes-me; estive na prisão, e foste me ver.
    Então os justos lhe responderão, dizendo: Senhor, quando te vimos com fome, e te demos de comer? ou com sede, e te demos de beber?
    E quando te vimos estrangeiro, e te hospedamos? ou nu, e te vestimos?
    E quando te vimos enfermo, ou na prisão, e fomos ver-te?
    E, respondendo o Rei, lhes dirá: Em verdade vos digo que quando o fizestes a um destes meus pequeninos irmãos, a mim o fizestes.
    Então dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos; Porque tive fome, e não me destes de comer; tive sede, e não me destes de beber; Sendo estrangeiro, não me recolhestes; estando nu, não me vestistes; e enfermo, e na prisão, não me visitastes.
    Então eles também lhe responderão, dizendo: Senhor, quando te vimos com fome, ou com sede, ou estrangeiro, ou nu, ou enfermo, ou na prisão, e não te servimos?
    Então lhes responderá, dizendo: Em verdade vos digo que, quando a um destes pequeninos o não fizestes, não o fizestes a mim.
    E irão estes para o tormento eterno, mas os justos para a vida eterna. Mateus 25:35-46

    Com vossas palavras, acusações e venenos, sois nossas testemunhas.

    Aureo pergunta quem lota as passeatas gays?
    E nós respondemos: Cada qual cuida de sua vida. Se há igrejas que casam pessoas do mesmo sexo, essas igrejas são exclusivamente evangélicas. Ou o Aureo ainda não sabe disto? É claro que ele sabe.

    Não vamos polemizar, porque não nos cabe julgar pessoas gays ou heterossexuais. O que sabemos é que por enquanto casamento gay só em Igrejas Evangélicas!

    Aureo pergunta quem lota os presídios?

    E nós respondemos: Quem comete crimes.

    Tem de tudo. Nem o catolicismo e nem o protestantismo favorecem o crime ou incitam ao crime.

    A sugestão do Sr. Aureo de que os católicos são criminosos é simplesmente abominável.
    Atribuir maior propensão ao crime por conta desta ou daquela vertente cristã é o mesmo que dizer que a fidelidade a Jesus Cristo não compensa.

    Aureo pergunta quem lota os campos de futebol onde há matanças ?
    E nós respondemos: Do que ele está falando ? Mantanças em campo de futebol ? E desde quando é crime frequentar estádios ? Matanças em estádios do Brasil?

    Um caso isolado deixa de ser exceção para virar regra?
    E alguém perguntou a religião de agressores e agredidos?

    Em seu compêndio de sandices e acusações toscas, Aureo ainda sugere que nós católicos frequentamos com assiduidade shows regados a sexo e bebidas.
    É uma acusação tão genérica e desprovida de censo, que resta-nos imaginar que ele está seguindo ao pé da letra a máxima de Lutero, pai de todas as seitas
    evangélicas:

    “ Que mal pode haver se um homem diz uma boa e grossa mentira por uma causa meritória e para o bem da Igreja (luterana)?”

    Mas por que alguns pregadores não querem diversão para os cristãos ?
    Ora, cigarro, bebida, festas e futebol custam dinheiro. Mais gastos com lazer, menos recursos para ofertas.

    O crente precisa ser retirado do mundo, para que possa fazer a “obra” do pastor, que ele pensa que é a obra de DEUS.

    Constantemente essas seitas e seus membros enfatizam que o fim do mundo está próximo, e assim conseguem que seus fiéis fiquem indiferentes às questões sociais, para mergulharem com profundidade nos projetos de “salvação” das denominações, que normalmente envolvem doações financeiras;
    Sugerimos para consulta o nosso artigo: https://afeexplicada.wordpress.com/2012/11/10/as-seitas-que-militam-contra-o-catolicismo/

    Aureo prossegue: “Qual a religião da maioria das pessoas que vão às praias oferecer louvor à Iemanjá? Não é possível que existam tantos umbandistas.”

    E nós respondemos:

    Aqui Aureo se superou.
    Quem oferece louvor a Iemanjá é quem crê em Iemanjá.

    Agora se este mesmo cidadão que crê em Iemanjá também entra em Igreja Católica, acende vela, dá pulinhos, isto tudo é lá problema dele. Talvez também espie como o Aureo o programa do Macedo ou o do Santiago na TV.
    E nós com isso ???

    Cada pessoa tem o direito de praticar e assumir a crença ou religião que lhe pareça mais favorável.

    Aureo ainda manda perguntar: “…pergunte aos deputados que não são evangélicos qual a religião deles?”
    Ele, de fato, acredita que o bom e o ruim dependem da religião. O típico sujeito que acredita, de fato, que a placa de igreja faz toda a diferença. Sem maiores comentários.

    Aureo também pergunta: “Quem enche aquelas procissões feitas pelo Candomblé na Bahia? Quem defende o aborto na mídia, hoje em dia, como está fazendo?
    Quem? Evangélicos? “

    Nossa resposta: Só alguém sem qualquer noção para ignorar que “bons” e “maus” existem em todos os lugares e vertentes. Virtudes e defeitos de caráter não são e nunca foram privilégios desta ou daquela religião.
    Ademais, se alguém quer frequentar procissões de Candomblé na Bahia, não tenho nada a ver com isto. Ninguém se torna melhor ou pior porque frequenta procissões de Candomblé na Bahia.

    Sobre o aborto, lamento que muitos que se dizem católicos defendam tal aberração.
    Mas recordo que apenas no meio evangélico é que temos pregador favorável ao aborto. E com grande prestígio. E também referência para todos no meio evangélico e o qual Aureo fingiu não conhecer.

    Aliás, se Aureo estiver certo, Edir Macedo está salvo. Pois como ele mesmo diz, todos os evangélicos, históricos ou não têm suas vidas transformadas.
    Exceto o Sr.Aureo que crê nas histórias do pastor, pouco provável que Edir Macedo tenha tido sua vida transforada quando se sabe que ele prega em favor do aborto.

    No Sr.Auero que crê em tudo que os “mestres” da TV dizem se cumpre: “E desviarão os ouvidos da verdade, voltando às fábulas.” 2 Timóteo 4:4

    Aureo Ribeiro, em tom teatral, ainda pergunta: “…devo lembrar que são essas mesmas pessoas que lotam os templos do padre Marcelo Rossi, do padre Fábio Melo, que lotam os encontros da Canção Nova, e de outros tantos eventos católicos. Como pode?”

    Pelo menos ele admite que os eventos católicos lotam.
    E sugere que esses eventos são frequentados por pessoas que também frequentam candomblé na Bahia, umbandistas, devotos de Iemanjá e que defendem o aborto.

    Respondemos:

    Como assim ???
    Aureo entrevistou cada uma das pessoas que lá estiveram, e perguntou o que elas fazem ou o que fizeram ultimamente, e ainda pediu que cada uma delas opinasse sobre o aborto?
    Só pode ser piada. Será que o autonomeado pastor Aureo está querendo tomar o lugar de Rene Terra Nova ou Neusa Itioka ?

    Aureo encerra de forma triunfal. Não iremos reproduzir suas últimas palavras, que representam um resumo das acusações já lançadas sobre os católicos.
    Tampouco daremos importância aos seus “desafios” bravateiros que, ao mesmo tempo que são lançados, logo a seguir são esquecidos:
    “concluo este pequeno artigo dizendo que discutir com apologista católico é desnecessário, pois eles representam uma igreja que não transforma vidas.”

    Em uma linguagem bem evangélica, Aureo quis dizer: Quero discutir, mas não acho necessário. Ele quer falar. Mas não quer ouvir. Ele quer falar para ele mesmo.
    E para ser ainda mais evangélico, termina: “…e aí tudo perde a finalidade.”
    Ou seja, falou, falou, não disse nada e não queria nada. Tudo que fez não serve para nada e não tinha finalidade alguma.

    Concluímos:

    Pelos frutos conhecemos a árvore.

    Que Aureo não se esqueça: “Não julgueis segundo a aparência, mas julgai segundo a reta justiça. João 7, 24

    Autor: André Melkis – Livre divulgação mencionando-se o autor

    Curtir

  2. A.nderson disse:

    DESMASCARANDO A GINÁSTICA DE PAULO CRISTIANO PARA ACUSAR A IGREJA CATÓLICA SOBRE AQUILO QUE É COMUM ÀS DENOMINAÇÕES EVANGÉLICAS

    Em mais um de seus “preciosos” artigos, o Sr. Paulo Cristiano resolve atacar a Igreja Católica, tentando sugerir que a única Igreja fundada por Jesus Cristo está abundantemente dividida.

    Mas o pior não é isto.

    Através do mesmo artigo, o Sr. Paulo Cristiano também pretende insinuar e desta feita de maneira inédita que, as 220.000 denominações evangélicas estão de pleno acordo, no tocante às matérias de fé e doutrina, compondo assim uma “una” e “coesa” Igreja Evangélica.

    Paulo Cristiano radicalizou. E certamente pensou:

    “Se é para ser impreciso, “sejamos 100% imprecisos”. Por que distorcer apenas metade dos fatos ?”

    Sobre estas pessoas que enxergam nos outros aquilo que odeiam em si próprias, muito bem definiu o Dr. da Igreja: “Geralmente suspeitamos nos demais o que sentimos em nós.” (Santo Agostinho)

    Palavras de Paulo Cristiano:

    “Quanto às diferenças entre as igrejas evangélicas, não passam de meras diferenças na forma de seu culto. São coisas que não afetam os principais artigos de fé de nossas igrejas. Estas e outras são os únicos ou principais pontos de divergências que existem entre os evangélicos. Importante ressaltar que quando falamos em artigos de fé estamos nos reportando aos nossos credos. Assim as igrejas evangélicas ou protestantes seguem na mesma linha reta em relação ao que crêem. É claro que pode haver diferença a respeito da aplicação de algumas palavras, mas todas estão de acordo no principal. É só comparar os credos das várias denominações protestantes entre si. Quanto aos pontos de disciplina é difícil determinar em qual das igrejas há maior divergência! “

    Disponível em 05/10/2015 – http://www.cacp.org.br/nem-una-nem-apostolica-a-falaz-unidade-catolica/

    Nosso comentário:

    Fazer referência a tais diferenças como “meras diferenças” é um insulto e deboche à inteligência de qualquer um.

    Suficiente procurar na Internet sem grande empenho e logo se acha pregador atacando pregador.

    Nâo há ninguém que não tenha sido chamado de herege, ou que não tenha chamado outro como tal.

    Paulo Cristiano, para perplexidade geral, diz: “A falta de uniformidade no universo protestante não prejudica sua unidade. É uma unidade no Espírito, pois é a vontade de Deus para seu povo”

    Ele culpa o DEUS VIVO por sua própria infidelidade à Igreja que Jesus Cristo fundou na terra.

    Ainda bem que nem todo mundo é como o Sr. Paulo Cristiano, defensor do indefensável:

    Pastor Juan Carlos Ortiz, em seu livro, diz:

    “Não obstante o que a Biblia ensina, também nós os protestantes temos as nossas tradições: as denominações. Jesus tem somente uma esposa, a Igreja.
    Ele não é polígamo. No entanto chegamos até a dizer que as denominações fazem parte da vontade de Deus. Assim nós culpamos a Deus pelas nossas divisões e falta de amor. E depois criticamos os Católicos pelas suas tradições. Pelo menos suas tradições são mais antigas que as nossas. Não devemos tentar remover o argueiro dos olhos dos católicos, enquanto não tiramos a trave que encontra-se diante dos nossos” (O discípulo, p.132, Editora Betânia)

    Mas em se tratando de um texto do CACP, o autor não poderia terminar sua inacreditável defesa sem uma frase vazia, genérica e que não pretende chegar a lugar algum, conforme rotina dos apologetas evangélicos:

    “Deve haver não só unidade espiritual, mas também unidade bíblico-doutrinária; e isso, com exceção das falsas igrejas (seitas), as igrejas evangélicas possuem de fato.”

    Francamente, unidade bíblico-doutrinária é exatamente o que não há entre evangélicos, razão pela qual se dividem.

    E Paulo Cristiano ainda trata de dizer que as seitas não são igrejas e vice-versa. Naturalmente, sem mencionar nomes, porque nem ele mesmo sabe como definir quem é quem.

    Até o conceito sobre o que seriam as seitas é genérico.

    Definição de seita pelo CACP:

    “Em termos teológicos, podemos dizer que seita refere-se a um grupo de pessoas e que heresia indica as doutrinas antibíblicas defendidas pelo grupo. Baseando-se nessa explicação, podemos dizer que um cristão imaturo pode estar ensinando alguma heresia, sem, contudo, fazer parte de uma seita.”

    Disponível em 05/10/2015 – http://www.cacp.org.br/seita-algumas-definicoes/

    Segundo o CACP, seita é um grupo pessoas que defende doutrinas antibíblicas.

    O CACP só não explicou onde na Bíblia encontra-se esta doutrina, ou quando foi que Jesus transmitiu este ensinamento.

    Não sabendo explicar o que não tem explicação, o CACP recorreu através do mesmo tempo as definições dos senhores Dr. Walter Martin, Josh McDoweell, Don Stewart.J.K e Van Baalen.ave Breese.

    E assim se cumpriu: “Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas, tendo comichão nos ouvidos, amontoarão para si doutores conforme as suas próprias concupiscências;” 2 Timóteo 4,3

    E terminam com mais uma fábula genérica, que mais confunde do que esclarece:

    “…uma religião ou seita que se apresente como cristã, mas tem uma doutrina contrária às Escrituras, merece toda nossa atenção. Para tanto, devemos conhecer os meios adequados para se identificar uma seita.”

    E assim também se cumpre: “E desviarão os ouvidos da verdade, voltando às fábulas.” 2 Timóteo 4,4

    Tudo no CACP é definido genericamente por ele mesmo, pois estando obrigado ao Sola Scriptura, que prevê que tudo deve ser explicado pela Bíblia, não há outra alternativa que não seja um texto vazio e genérico, já que a Bíblia nada fala em protestantismo, além de condenar as divisões.

    E se a Bíblia condena as divisões, como é que ele poderia definir as condições para estabelecer o que lícito ou não em matéria de divisões ?

    Paulo Cristiano: “…mas todas estão de acordo no principal.”

    Que principal ?

    Onde e quem definiu o tal do principal ?

    Paulo Cristiano não explica. Joga tudo no ar.

    A pérola de Paulo Cristiano: “A unidade básica entre os protestantes.” ….

    Existem algumas crenças que definem o Cristianismo. Essas incluem algumas doutrinas que consideramos essenciais como a hamartiologia (doutrina sobre o pecado); a soteriologia (doutrina da salvação); cristologia (doutrina sobre Cristo); teologia (doutrina sobre Deus); a pneumatologia (a doutrina sobre o Espírito Santo). Dependendo de como a pessoa encara alguns assuntos doutrinários tais como Jesus Cristo é verdadeiro Deus e verdadeiro homem, a morte vicária de Cristo, a salvação através da fé, a ressurreição de Jesus e a nossa, a autoridade única das Escrituras, a mediação única de Cristo, o Inferno de fogo; fornece o parâmetro para aferirmos se uma pessoa é Cristã ou não. Estes itens não são negociáveis. Qualquer pessoa que não acreditar neles não é cristã.”

    Disponível em 05/10/2015 – http://www.cacp.org.br/nem-una-nem-apostolica-a-falaz-unidade-catolica/

    Pergunta-se ainda ao Sr. Paulo Cristiano, em resposta ao seu texto, que superou os contos e fábulas:

    Onde e quem definiu o que é ou quando se dá “A unidade básica entre protestantes” ?

    Onde e quem, além de Paulo Cristiano, definiu as situações e credos para que se possa aferir que uma pessoa é ou não cristã ?

    Onde e quem definiu, além de Paulo Cristiano, quais seriam os pontos não “negociáveis” da Bíblia ?

    Paulo Cristiano responde: “…Estas incluem algumas doutrinas que consideramos essenciais.”

    Ou seja, Paulo Cristiano admite que ele próprio decide se esta ou aquela doutrina é ou não essencial.

    E o que diz a Bíblia que o Sr. Paulo Cristiano fingiu não conhecer ?

    “Para que todos sejam um, como tu, ó Pai, o és em mim, e eu em ti; que também eles sejam um em nós, para que o mundo creia que tu me enviaste.
    E eu dei-lhes a glória que a mim me deste, para que sejam um, como nós somos um.” João 17:21,22

    “Rogo-vos, irmãos, que desconfieis daqueles que causam divisões e escândalos, apartando-se da doutrina que recebestes. Evitai-os!”
    (Romanos 16:17)

    Mas a doutrina de Paulo Cristiano é tão confusa, que ao mesmo tempo que ele pessoalmente decide tudo, por outro lado ele acrescenta que este mesmo tudo depende da pessoa:

    “…Dependendo de como a pessoa encara alguns assuntos doutrinários tais como Jesus Cristo é verdadeiro Deus…”

    Mas quem julga tudo isto ?

    Além da definição que ele dá fora do contexto das Escrituras para o que pode ou não ser dividido, ou aquilo que pode ou não ser diferente entre as milhares de denominações, ele também diz que depende de como a pessoa “encara alguns assuntos doutrinários.”

    Interessante é como Paulo Cristiano define tudo, ao mesmo tempo em que não define nada.

    Tudo é genérico. Fala de seitas sem mencionar nomes. Pessoas sem mencionar quais são. Doutrinas que não encontram respaldo bíblico e condições negociáveis ou não, as quais ele também não informa quais seriam.

    E tudo isto sabendo que a definição de Paulo Cristiano não é a mesma definição do Joca ou do Juca. Cada crente tem critérios próprios.

    E além disto, como pretende o CAPC convencer alguém de alguma coisa, se o próprio site ensina que não existem infalíveis ???

    “…a infalibilidade foi um estratagema que não deu certo, antes aumentou mais um erro no bojo dogmático do catolicismo. Ela não só perverte a doutrina cristã como contraria os fatos da história. Definitivamente, o Papa não é infalível, isso cabe somente a Deus e a sua Palavra – a Bíblia.”

    Disponível em 05/10/2015 – http://www.cacp.org.br/a-infalibilidade-papal/

    Se não há infalíveis, Paulo Cristiano e CACP também não são infalíveis. E, portanto, não são confiáveis em matéria de fé e doutrina.

    E se não são infalíveis, só um tolo daria crédito aos seus textos.

    Eles mesmo dizem: “…a Bíblia.”

    Se eles estivessem certos, bastaria ler a Bíblia. Nenhum crente evangélico precisaria de CACP ou de Paulo Cristiano.

    Então teriam que deixar os crentes em paz. Eles poderiam ler a Bíblia por conta própria e cada qual decidiria o verdadeiro sentido das Escrituras.

    Seguramente, a doutrina de Paulo Cristiano não é a doutrina dos santos que defenderam a infalibilidade papal.

    A doutrina de Paulo Cristiano está mais próxima de outro conhecido mestre, que desfila por aí também atacando o catolicismo:

    INRI CRISTO: “A ‘infalibilidade papal’ trata-se de mais uma invencionice, um absurdo de Roma, a fim de exercer o domínio sobre as massas e manter alienadas as mentes.”Disponível na Internet em 20/03/2015: http://orkut.google.com/c886147-t1c161dc421bf01ab.html

    Paulo Cristiano: “…a infalibilidade foi um estratagema que não deu certo, antes aumentou mais um erro no bojo dogmático do catolicismo. Ela não só perverte a doutrina cristã como contraria os fatos da história.
    Definitivamente o Papa não é infalível, isso cabe somente a Deus e a sua Palavra – a Bíblia.” Disponível em 05/10/2015 – http://www.cacp.org.br/a-infalibilidade-papal/

    Pois então permaneçam os Santos fazendo as obras dos Santos.

    E Paulo Cristiano, que nem de longe lembra o apóstolo, e que de Cristiano tem muito pouco, permaneça fazendo as obras de Paulo Cristiano ou de INRI CRISTO, se assim ele preferir.

    Não admitimos ataques pessoais e à honra ou à dignidade das pessoas.Repudiamos o cerceamento religioso e reprovamos ataques pessoais.Acreditamos no debate restrito às questões de fé e doutrina.

    Autor: A.Silva com a colaboração de V.de Carvalho – Livre divulgação mencionando-se os autores

    Curtido por 1 pessoa

  3. Augusto Paiva disse:

    Este site CACP é patético!

    Mateus 26,26-29
    Marcos 14,22-25
    Lucas 22,17-20
    João 6,32-36;
    ➞ João 6,48,66
    Atos 2,42
    Atos 20,7
    1 Coríntios 5,7-8
    ➞ 1 Coríntios 10,16;
    ➞ 1 Coríntios 11,24-34

    O Didaqué, ou “Os Ensinamentos dos Doze Apóstolos” é um manuscrito do primeiro século e muito utilizado no primeiro e segundo séculos por bispos e padres na instrução dos catecúmenos. Muitos escritores cristãos fazem referência a este escrito, tornando-o de grande valia. “Não deixes que ninguém coma ou beba da Eucaristia, mas apenas o batizado no nome do Senhor; para isto, também se aplica o dito pelo Senhor: ‘ não dê aos cães o que é sagrado.” (Cap. 9,5)

    Curtido por 1 pessoa

  4. Dani A. disse:

    Outro artigo que desmascara Paulo Cristiano:

    http://www.pr.gonet.biz/kb_read.php?pref=htm&num=3564

    Curtir

  5. Thiago disse:

    Parabéns pelo texto, Hellen. Aliás, a letra do blog está melhor para ler. Você mudou? Acho que sim, pois uma vez entrei aqui e está horrível para ler.

    Curtido por 1 pessoa

Seja respeitoso. Não ataque o autor, debata sua idéia. Não use linguagem obscena, profana ou vulgar. Fique no tema do post. Comentários fora do tema original poderão ser excluídos.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s