O que acontece quando um país torna-se infestado de demônios?


                       Gargoyles, Notre Dame de Paris IV

Poderia um país com profundas raízes cristãs como o México encontrar-se à mercê de demônios? Alguns na Igreja temem exatamente isso. E, como resultado, convocaram um exorcismo de âmbito nacional do México, realizado no mês passado em silêncio na catedral de San Luis Potosí.

Altos níveis de violência, bem como os cartéis de drogas e do aborto no país, foram a motivação por trás do ritual de exorcismo especial, conhecido como “Exorcismo Magno”.

O Cardeal Juan Sandoval Íñiguez, o arcebispo emérito de Guadalajara, presidiu a cerimônia de portas fechadas, o primeiro na história do México. Também participaram o arcebispo Jesús Carlos Cabrero de San Luis Potosí, demonologista espanhol e Padre exorcista José Antonio Fortea, e um pequeno grupo de sacerdotes e leigos. O evento não foi divulgado ao público em geral de antemão. Segundo Dom Cabrero, o caráter reservado da cerimônia de 20 de maio foi a intenção de evitar quaisquer interpretações equivocadas do ritual.

Mas como pode um país inteiro se tornar infestado por demônios até o ponto de que se faça necessário recorrer a um Exorcismo Magno?

“Na medida em que o pecado aumenta mais e mais em um país, nessa medida, torna-se mais fácil para os demônios tentarem (pessoas),” Pr. Fortea disse à CNA. O exorcista espanhol advertiu que “na medida em que há mais bruxaria e satanismo acontecendo em um país, nessa medida haverá manifestações mais extraordinárias desses poderes das trevas.”

Pr. Fortea disse que “o exorcismo realizado em San Luís Potosí é o primeiro já realizada no México em que os exorcistas vieram de diferentes partes do país e reuniram-se para exorcizar os poderes das trevas, e não de uma pessoa, mas de todo o país.”

“Este ritual de exorcismo, bonito e litúrgico, nunca antes tinha tido lugar em qualquer parte do mundo. Embora tenha ocorrido de forma privada, quando São Francisco (exorcizou) a cidade italiana de Arezzo”, afirmou. O exorcista espanhol explicou, porém, que a celebração deste ritual não vai mudar automaticamente a difícil situação que o México está a atravessar em um único dia.

“Seria um grande erro pensar que através da realização de um exorcismo em escala completa do país tudo iria mudar automaticamente, de imediato.” No entanto, ele enfatizou que “se com o poder que recebemos de Cristo, expulsamos os demônios de um país, isso certamente terá repercussões positivas, porque vamos fazer que um grande número de tentadores fujam, mesmo que se trate de um exorcismo parcial.”

“Não se expulsam todos os espíritos malignos de um país com apenas uma cerimônia. Mas, apesar de todos não serem expulso, aqueles que foram removidos já não estão mais lá.” Pr. Fortea enfatizou que “quando os exorcistas de um país expulsam seus demônios, deve ser feito com fé. Não se vê nada, não se sente nada, não vai haver qualquer fenômeno extraordinário. Temos que ter fé que Deus conferiu aos apóstolos um poder, e que podemos usar esse poder. “

“Em qualquer caso, se este ritual fosse realizado em vários países uma vez por ano, antes ou depois, este poria fim a quaisquer manifestações extraordinárias que nos mostram a raiva do diabo. Porque, sem dúvida, os demônios odeiam ser expulsos de um lugar ou ser presos com o poder de Cristo. “

O exorcista espanhol disse que “seria muito desejável que, quando há uma reunião anual dos exorcistas em um país, um ritual como esse magno exorcismo que acaonteceu no México fosse realizado.” Ele também enfatizou que um bispo “pode ​​autorizar a sua ocorrência uma vez por ano entre os seus sacerdotes na catedral.”

“O bispo é o pastor e ele pode usar o poder que ele recebeu para afugentar os lobos invisíveis das ovelhas, uma vez que Satanás é como um leão que ruge rondando, procurando alguém para devorar, e os pastores podem afastar o predador do vítima “, concluiu.

Anúncios

Sobre Hellen

Católica militante, expatriada, mãe e arquiteta e estudante de Direito. Quando há tempo, engajada na "missão" de defender a fé católica e evangelizar aos irmãos católicos, especialmente aqueles afastados da Santa Fé . I am an expat architect, law student and Catholic mommy who's taken on blogging. I've doing this for a few years now and I'm totally hooked up. All for the Glory of God!
Esse post foi publicado em Autoridade Eclesial, Sucessão Apostólica e marcado , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para O que acontece quando um país torna-se infestado de demônios?

  1. Denilson Guedes disse:

    Helen, muito bom este artigo. Não tinha o menor conhecimento sobre o exorcismo magno e em que situações ele pode ser aplicado.

    Curtido por 1 pessoa

Seja respeitoso. Não ataque o autor, debata sua idéia. Não use linguagem obscena, profana ou vulgar. Fique no tema do post. Comentários fora do tema original poderão ser excluídos.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s