Reflexão para o Sábado Santo


Crucifixo - Igreja de Saint-Etienne-du-Mont

Crucifixo – Igreja de Saint-Etienne-du-Mont

Qual é a mensagem de Jesus para o mundo? A princípio, Ele parece confirmar as esperanças de seus seguidores: ‘Chegou a hora para o Filho do Homem ser glorificado.’ Que Otimo! Finalmente, depois de postergar as coisas por tanto tempo, ele está pronto; chegou o momento. Daí, então, Ele esclarece: «Em verdade, em verdade vos digo: Se o grão de trigo, caindo na terra, não morrer, fica só; mas se morrer, dá muito fruto» (João 12:24-25). Acredite, aquilo não era o que o discípulos queriam ouvir. 

Os judeus tinham experiência suficiente com a morte. Eles tinham vivido por séculos de opressão e seus dias de glória já tinham-se acabado há muito tempo.  E então, a mão pesada dos Romanos estava sobre eles. Aqueles que ousaram a se opor a eles haviam sido presos ou mortos. E agora Aquele, sobre o qual os judeus tinham depositado as suas esperanças, no ponto alto de Sua vida, estava a falar em ‘cair na terra e morrer’…

Em seguida, Sua fala fica ainda mais estranha: Quem ama a sua vida, perdê-la-á; mas quem abnega a sua vida neste mundo, conservá-la-á para a vida eterna. Se alguém me servir, siga-me, e onde eu estiver, estará aquele que me serve; se alguém me servir, o Pai o honrará.» Como é que é? Para entender o que tudo isso significa, devemos voltar para a grande imagem que Jesus usa, o grão de trigo que cai na terra. A semente que descansa por si só, pode existir por muito tempo. Na verdade, encontraram-se sementes nas tumbas dos Faraós e sementes em restos fósseis. Mas, a menos que elas caiam no solo e se abram, nada mais sairá delas. A sua vida está dentro dela, sim, mas é uma vida que cresce ao ser doada e misturada com o solo ao seu redor. Tem que se abrir e ser destruída. Mas, mesmo depois de muito um tempo, uma semente pode se transformar em uma planta resplandescente.

A semente mais antiga que já cresceu, transformando-se em uma planta viável foi uma semente de tamareira de 2000 anos de idade, encontrada nas escavações no palácio de Herodes, o Grande, em Masada em Israel. Ela germinou em 2005. Quando olhamos para uma grande árvore ou uma planta, não se vê a semente original, e ainda assim vê-se a vida. O mesmo é verdade sobre a Cruz. Quando os cristãos olham para a cruz, não vemos mais morte, mas a vida eterna.

Anúncios

Sobre Hellen

Católica militante, expatriada, mãe e arquiteta e estudante de Direito. Quando há tempo, engajada na "missão" de defender a fé católica e evangelizar aos irmãos católicos, especialmente aqueles afastados da Santa Fé . I am an expat architect, law student and Catholic mommy who's taken on blogging. I've doing this for a few years now and I'm totally hooked up. All for the Glory of God!
Esse post foi publicado em Apologética Católica e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Seja respeitoso. Não ataque o autor, debata sua idéia. Não use linguagem obscena, profana ou vulgar. Fique no tema do post. Comentários fora do tema original poderão ser excluídos.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s