Protestantismo Evangélico: Se todos seguem a Bíblia somente, por que discordam entre si?


O texto abaixo foi enviado pelo leitor A. Silva.  O Blog julgou conveniente publicá-lo em forma de Post. Se gostar, compartilhe-o no FaceBook,  deixe também seu comentário.

Desafio  aos protestantes

Havia uma denominação protestante com 1.000 seguidores.
Um dia o pastor da denominação começou a pregar a teologia da prosperidade.

Parte do grupo revoltou-se e começaram brigas e debates em torno daquela pregação.
Um grupo que discordou veementemente do pastor resolveu sair da denominação. Era um total de 200 membros dissidentes. Estes acusavam o pastor de pregar contra a palavra de DEUS.

Destes 200 membros dissidentes, 10 abriram novas denominações. Os outros 190 restantes dividiram-se por outras denominações já existentes. Vamos dar um exemplo de como ficaram as divisões a partir da denominação que tinha inicialmente 1.000 membros:
800 seguidores permaneceram na denominação do pastor que começou a pregar a teologia da prosperidade.
Dos 200 ex seguidores, agora dissidentes,10 deixaram a denominação e fundaram mais 10 novas igrejas protestantes.
Estas 10 novas denominações adotaram linhas diferentes.
1 abraçou Lutero, 1 abraçou Calvino, 1 abraçou Wesley, 1 tornou-se batista, 1 virou pentecostal, 1 virou neo pentecostal, 1 abraçou o casamento entre pessoas do mesmo sexo, 1(uma) outra permitiu que mulheres fossem pregadoras, 1 começou a pregar o evangelho judaizante e 1(uma) última adotou a confissão positiva.
Os outros 190 ex seguidores dividiram-se em outras denominações já existentes, sendo que:
20 foram para uma denominação que batizava e repudiava o divórcio.
20 foram para uma denominação que também repudiava o divórcio, mas não batizava.
40 foram para uma denominação que batizava, repudiava o divórcio, mas que praticava o evangelho judaizante condenado pelas demais.
10 foram para um denominação cujo pregador líder era favorável ao aborto.

Os outros 100 membros dissidentes dividiram-se ainda por diversas igrejas, sendo que parte tornou-se luterana, parte tornou-se calvinista, parte tornou-se batista e um outro grupo resolveu adotar igrejolas neo pentecostais favoráveis a unção do zoológico ou a unção do leão ou ainda a adoração da Arca da Aliança. Um grupo ainda pequeno resolveu abraçar o grupo conhecido como “sem igrejas”.

Quais são as nossas dúvidas ?

1)Qual destes grupos reteve a sã doutrina dos apóstolos ?

2)Qual destes grupos pratica o verdadeiro evangelho de Jesus Cristo ?

3)Qual destes grupos deve ser considerado como herege ?

4)Todos estão salvos ?

5)Estando todos salvos, independentemente de denominação e do Cristo que cada grupo segue em cada igreja, poderíamos dizer que o importante para a salvação é tão e somente o rótulo protestante ?

6)Se todos estão salvos, por que brigaram e se dividiram ?

7)Se todos estão salvos, por que precisam agrupar-se e criar igrejas ?

8)Qual destes grupos representa a igreja primitiva ?

9)Se todos estão salvos e salvação não pode ser perdida, e se uns chamam aos outros de hereges, razão pela qual se dividiram, podemos dizer que heresia não condena ninguém ao inferno ?

10)Se heresia não leva ninguém ao inferno, podemos dizer que não faz diferença o Cristo que se prega ou Cristo que se pretende seguir ?

11)Se heresia não condena ninguém e a salvação está restrita aos grupos protestantes, ainda que escandalosamente divergentes entre si, podemos dizer que o importante para a salvação é tão e somente levantar o dedo em qualquer denominação protestante e “aceitar” Jesus ?

12)Se todos estão salvos a partir do “aceitar” Jesus, por que pastores, por que templos, por que cultos, por que pregações, por que dvd’s, por que música Gospel, por que dízimos ? O que pode ser mais importante do que a salvação ?

13)Se a salvação não pode ser perdida, estando todos os grupos protestantes salvos, independentemente do cristianismo que abraçaram, que diferença faz pagar ou não dízimos ? Escutar ou não música Gospel ? Alguém fica mais ou menos salvo se praticar ou não todas estas coisas ?

14)Se os “sem igreja” estão salvos tal como os que frequentam denominações, podemos dizer que igrejas protestantes não servem para nada ? Porque todos os grupos se dizem salvos, incluindo os “sem igreja”. E todos se dizem inspirados pelo Espírito Santo.

15)Qual destes grupos ou denominações está interpretando corretamente a Bíblia ?

16)Se nem todos estão interpretando corretamente a Bíblia, quais destes grupos que está de fato sendo assistindo pelo Espírito Santo ?

17)Se alguns permaneceram com o pregador da teologia da prosperidade, outros dele fugiram, e os que se foram também não permaneceram juntos, pergunta-se onde está na Bíblia a permissão para cada grupo tomar a decisão que tomou ? Onde está na Bíblia a permissão para se trocar de denominação ? Onde está na Bíblia a permissão para permanecer na denominação ? Quem está certo ? Onde está na Bíblia a quantidade de vezes que cada crente pode mudar de denominação ? Onde está na Bíblia que alguém insatisfeito pode fundar uma nova denominação ?
Qual é o único ponto comum em todos os grupos protestantes ?
Resposta: O ódio ao catolicismo do qual nada conhecem e cuja caricatura lhes é apresentada por lobos devoradores.
Autor: ASilva/V.De Carvallho -Livre divulgação mencionando-se o autor

Anúncios

Sobre Hellen

Católica militante, expatriada, mãe e arquiteta e estudante de Direito. Quando há tempo, engajada na "missão" de defender a fé católica e evangelizar aos irmãos católicos, especialmente aqueles afastados da Santa Fé . I am an expat architect, law student and Catholic mommy who's taken on blogging. I've doing this for a few years now and I'm totally hooked up. All for the Glory of God!
Esse post foi publicado em Apologética Católica e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

11 respostas para Protestantismo Evangélico: Se todos seguem a Bíblia somente, por que discordam entre si?

  1. EDMILSON disse:

    HELEN MOSTRA PRO EDSON O QUE ESCREVEU O QUARTO PAPA DA IGREJA CATÓLICA NASCIDO NO ANO 30 DA ERA CRISTÃ.

    São Clemente:

    “Não só pela essência, mas também pela opinião, pelo princípio pela excelência, só há uma Igreja antiga e é a IGREJA CATÓLICA. Das heresias, umas se chamam pelo nome de um homem, como as que são chamadas por Valentino, Marcião e Basílides; outras, pelo lugar donde vieram, como os Peráticos; outras do povo, como a heresia dos Frígios; outras, de alguma operação, como os Encratistas; outras, de seus próprios ensino, como os Docetas e Hematistas“.(Stromata 1.7. c. 15).

    Curtir

  2. EDMILSON disse:

    AMIGA HELEN, MOSTRE PRO EDSON QUE O BISPO DA ASIA, ALUNO DE SÃO JOÃO EVANGELISTA ESCREVEU

    São Policarpo:

    NASCIDO NO ANO 69 DA ERA CRISTÃ E FALECIDO NO ANO 156 DA ERA CRISTÃ

    VEJA O QUE ELE DIZ EM UMA DE SUAS OBRAS

    “A Igreja de Deus que peregrina em Esmirna à Igreja de Deus que peregrina em Filomélio e a todas as paróquias da IGREJA SANTA E CATÓLICA em todo o mundo”.

    “fez menção de todos quantos em sua vida tiveram trato com ele, pequenos e grandes, ilustres e humildes, e especialmente de toda a IGREJA CATÓLICA, espalhada por toda a terra”

    Curtir

  3. Edson disse:

    Eu tenho que discordar sobre a afirmação que Jesus fundou qualquer igreja que seja. Ele não fundou Igreja, ou instituição terrena alguma… Ele fundou o Cristianismo. Quem fundou Igrejas foram Constantino, Lutero, Edir Macedo, Ellen White e etc.
    Não sei porque católicos e protestantes se degladeiam tanto!!! Eu não pertenço a nenhuma Igreja terrena, contudo sou cristão, talvez até mais do que uns que vejo nestes blogs arrotando caviar batendo no peito dizendo que sou Católico ou que sou evangélico!!!

    Muitos católicos batem no peito e dizem: Nós somos a maior religião cristã no mundo! Bah! Grandes coisas!!!
    Também pudera, dos seus aproximados 1800 anos, passou quase um terço desse tempo perseguindo e matando quem não fosse catolico… Assim é fácil ser a maior né!!! e não acho que estas atitudes foram muito cristãs… e pedir perdão como fez o Joao Paulo II não muda muita coisa… é válido, mas não muda nada!!!

    Quanto a evangélicos, deviam parar de querer converter católicos, pois estes, embora não da maneira mais adequada, já são cristãos, tem acesso à Bíblia e se não a seguem como deveriam, é um problema deles. Vão falar de Cristo para os muçulmanos, espíritas, budistas, ateus e etc.

    As atitudes daqueles que se dizem cristãos não condizem com o que eu aprendi de Cristo… O Católico adora chamar o evagélico de protestante, da maneira mais pejorativa possível, como se protestar contra algo fosse mais vergonhoso do que engolir com farinha o que uns e outros declaram como verdades incontestáveis. O evangélico adora chamar o católico de idólatra embora com certo fundamento… mas cadê o amor que Cristo ensinou? É isso?

    O católico vendeu indulgências, alguns evangélicos vendem bençãos… O que é o Cristianismo para vocês? Comércio? Me poupem mas ambos estão muito aquém daquilo que Cristo ensinou. Um só pensa em refutar o outro… até parecem que vivem pra isso. Nenhum tem moral pra chamar o outro de fanático pois ambos tem essa tendência…

    É meio infantil esse negócio de desafio, dei muita risada ao ler o tal desafio… tipo assim… um cego desafiando outro cego a acertar um alvo… seria muito divertido se não fosse trágico.

    Curtir

    • Helen disse:

      Caro Edson,

      Já no seu primeiro parágrafo há um erro importante que, aliás, compromete grandemente a credibilidade de todo o resto da sua argumentação:

      O sr afirma que Jesus não fundou uma Igreja (o que não é verdade, mas é subjetivo, portanto, não entrarei nos por menores desta discussão)… O sr afirma ainda que homens sim as fundaram, o que é correto. Porém, afirma como se fosse fato verídico uma grande calúnia que é factualmente refutável – porque é possível demonstrar que se trata de um erro, aliás, de uma mentira, através do uso da história documentada. Eu me refiro a sua afirmação de que Constantino tenha fundado um “igreja”.

      Ora, não é preciso entrar em nenhum mérito subjetivo ou altamente filosófico para provar que isso é um erro. Basta consultar fontes credíveis da história.
      Ou então, ao invés de provar que ele não fundou igreja alguma, talvez seja mais fácil provar que a igreja que ele supostamente tenha fundado, já existia ANTES do seu nascimento.

      Como sabemos, é costume protestante dizer que Constantino fundou a Igreja Católica. O sr não é o único.
      Sabemos também que ele viveu no século terceiro.
      Sabemos que Inácio de Antioqua viveu antes de Constantino nascer. Ora, então fica fácil provar o seu erro. ( E nem preciso citar outros livros!!):

      Onde estiver o bispo, que lá deixe o povo estar, assim como onde Jesus houver de estar, aí está a Igreja Católica.” Santo Inácio, Bispo de Antioquia e Discípulo do Apóstolo João (c. 110 dC)

      A frase acima foi dita por S. Inácio mais de 200 anos antes do nascimento de Constantino e pouco mais de 70 anos depois da morte de Cristo!!

      O sr está errado sobre isso e sobre tudo mais que disse em seu comentário.

      Pax Domini,

      Curtir

  4. JAIME disse:

    Protestantismo refutado – Um Esboço
    Protestantismo refutado – um esboço.
    O seguinte é um post que fiz em outro blog, é em resposta a um protestante objetar que a visão católica da justificação não é bíblico. Cada parágrafo deve ser lido mais ao longo das linhas de um ponto de bala (daí o uso de “contorno” no título), ao invés de um longo trabalho na forma de uma introdução, corpo e conclusão.

    A chave para entender a objeção protestante para a compreensão católica da justificação é a perceber o que os meios protestantes por “fé justifica”. Nos protestantes mente, a fé age como um braço e “agarra a justiça de Cristo ‘e é o único” instrumento “que pode fazê-lo -, portanto, não faz sentido dizer” fé plus’ porque a fé é o único instrumento que pode ser usado em que o efeito. Para os ouvidos protestantes, é como dizer que você pode usar um garfo para comer sopa, quando todo mundo sabe que apenas uma colher é usada para essa finalidade. É por isso que os protestantes são forçados (não por maldade, mas por pura coerência) para conduzir uma cunha entre a fé e as coisas, como o batismo (Contra textos simples como Col 2:11 f e muitos outros). Essa mentalidade leva tudo da exegese protestante, e obriga-los a ler a sua noção de fé em qualquer outra passagem na Bíblia, infelizmente, muitas vezes torcendo o significado de um texto em conformidade com os seus pressupostos. Mas a Bíblia nunca fala de “justiça de Cristo” – a “justiça legal” que Cristo supostamente alcança para nós (a fim de ser justificado), mantendo a Lei perfeitamente em nosso lugar (contra Gl 2:21 ) – o que não é para ser confundida com a “justiça de Deus, o Pai”, que Paulo menciona frequentemente, o que é uma “retidão moral”, descrevendo a qualidade da natureza divina de Deus (e não um ser humano estatuto jurídico pode ‘ganhar’), descrevendo Providencial de Economia de Energia e Promise Cumprindo o que de Deus a “Lei e os profetas testificam” ( Rm 3:21 ), como textos como Jeremias 33:14-18 ( Rm 1:1-6 + Ef 3:2-6 ) muito bem descrever.

    Quando Paulo diz que o “justo viverá pela fé” ( Rm 1:17 ), os protestantes não percebem Paulo está falando de viver em fidelidade, não um ato de fé, tempo para uma justificação do tempo. A prova de que a leitura protestante está errado é que Paulo está citando Hab 2:04 , mas Hebreus 10:35 ff cita este texto muito OT e explica claramente como perseverança na vida cristã (fidelidade). Quando se trata de Romanos 4, Paulo está dizendo que Abraão foi justificado antes da Lei Mosaica ainda existia ( Gl 3:15-18 ) e antes mesmo de ser circuncidado – justificação significado literal é “para além de (obras) a Lei ‘(ou seja, o Lei não desempenhou nenhum papel, nem que a lei era uma “alternativa” para a fé). Protestantes basear quase todo o seu caso em uma leitura estreita de Romanos 4:3-8 , destacando que o texto fora e forçando tudo na Escritura se conformar com isso. Não é só que a metodologia errada, eles mal descaracterizou esse trecho de Paulo. A frase “creditada como justiça” deve significar a mesma coisa quando ele é usado em outras partes das Escrituras, nomeadamente Salmo 106:30 f , mas o protestantismo não pode permitir que, para ele contradiz sua exegese do mesmo. Mas, para piorar a situação, os estudiosos protestantes não consideram como ‘contar, crédito, impute, etc’ são usadas na Bíblia, especialmente o Novo Testamento – que, na verdade, aponta para longe ‘justiça alheia imputada “(pense em como a mesma palavra grega para” contar “é utilizada em Rom 4:04 – diretamente oposto de como os protestantes interpretam ‘contar’ em 04:03 e 04:05). E isso também explica por que os estudiosos protestantes praticamente ignorar Romanos 4:18-22 (muito exegese de Paulo Gen 15:06 , Rom 4:03 ), quando eles partiram para “exegeta” Romanos 4:03 . (Isto não está incluindo a séria dificuldade do protestantismo explicando como Abraão estava seguindo a Deus em Gn 12, muito antes de Gen 15:06 )

    Agora, os protestantes freqüentemente apontam para “justifica o ímpio” e perguntam como Deus pode justificar uma pessoa injusta, pensando Paul está de alguma forma criar um grande mistério de como Deus pode “declarar justo pelos injustos” (que é impossível), mas essa linha de pensamento é estranho para o argumento de Paulo. Deus “justifica o ímpio” apenas como Paulo explica um versículo posterior (verso 6 ss): “Assim como diz David, Bem-aventurado o homem que está pecados estão perdoados.” – Para “justificar os ímpios” significa “perdoar o pecador, retirando sua injustiça e, assim, tornando-o justo “( 1 João 1:7-9 ). Não é necessário “justiça alien ‘aqui.

    Igualmente importante é entender corretamente o Judaizer heresia, o que não era fundamentalmente um dos pelagianismo, mas sim de uma espécie de elitismo de um tipo de “sola gratia”. Os Judziers consideravam-se uma raça superior, com sua linhagem judaica unido com todas essas promessas de Deus, mas que era “graça” na medida em que Deus os fez nascer judeus. Eles não fizeram nada para nascer para esta corrida prometida, e eles eram basicamente os destinatários da mesma. Paul passa Rom 9-11 demolir isso, e essa é a sua tese central desses capítulos e em outros lugares.

    Quanto a “fé versus obras” – aqui estão duas provas sólidas de que Paul estava se opondo a Lei Mosaica só, e as obras da Lei mosaica, e não ‘funciona em geral “-

    Atos 15: 5 Então, alguns dos crentes que pertenciam ao partido dos fariseus levantou-se e disse: “Os gentios deviam ser circuncidados e obrigados a obedecer à lei de Moisés.”

    Atos 13: 39 , através dele todo o que crê é justificado de tudo o que não poderia ser justificados pela lei de Moisés.

    Atos 15 acima mostra que esses judaizantes eram “crentes” em Cristo, eles eram cristãos, mas insistiu que a Aliança Mosaica ainda era vinculativo. Atos 13 faz com que o ponto ainda mais claro que Paulo estava se opondo justificação pela “Lei de Moisés”, embora estes judeus não eram crentes em Cristo.

    As linhas de argumentação que eu estou oferecendo acima de chegar ao cerne da questão e mostrar a posição protestante muito carente em termos de apoio bíblico. Acredito que se os católicos podem mudar para este método de argumentar contra Sola Fide, que já está valendo a pena, grandes ganhos serão feitas em termos de conversões para a Igreja Católica.

    Curtir

  5. Isayas disse:

    O FATO É SIMPLES: PORQUE TODOS ABRAÇARAM A “DITADURA DO RELATIVISMO”!
    Nessa ditadura há lugar para todos e ideias tantas quantas sejam as pessoas e podem escolher pessoas e grupos mais afinados com seus pontos de vista pessoais religiosos, porque não?
    Seitas protestantes podem ser comparadas com supermercados: os frequentadores escolhem os produtos com os quais mais se sentem em afinidades e os levam para casa; idem agregam-se ás seitas em igual esquema de pontos de vista mais concordantes com as pessoas e descartam os outros.
    No fundo mesmo, salvo usadas como interesse comercial, há muitos empresários da fé bons de marketing, como Edir Macedo e seu concorrente no mercado Valdemiro Santiago, cada qual vendendo a contento seus pontos de vistas, assim como centenas de bem sucedidos empresários da fé, não passam de pessoas de comportamentos auto idólatras fazendo das SS Escrituras o que desejarem, orgulhosos e soberbos!
    Como o pai deles, Lutero!

    Curtir

  6. Marcos disse:

    Não queremos, porém, irmãos, que sejais ignorantes com respeito aos que dormem, para não vos entristecerdes como os demais, que não têm esperança

    gostaria de uma interpretação catolica

    Curtir

  7. adilson de morais batista disse:

    Eis o meu corpo tomai e comei. Eis o meu sangue tomai e bebei, foi jesus quem disse, ta na bíblia, não fomos nos católicos que invetamos, foi o próprio deus que disse. graças a deus nos temos uma religião que tem o corpo e o sangue de jesus na santa eucaristia. e seguimos os passos de jesus. nos não comungamos pão com carne moída e bebemos suco de uva ou groselha. se vocês protestantes seguissem a bíblia ao pé da letra, veriam que jesus é amor e não ódio. foi ele que disse amai uns ao outros como eu vos amei. não importa a religião, o time de futebol, a roupa que usa, não importa nada disso, sabe porque sabichões, porque jesus é amor e não ódio. se nas quatros ponta da cruz devesse 10 por centos seria uma briga feia entre Valdomiro macedo malafaia e seus seguidores para ver quem iria ficar com a cruz, por tantos amados, vão trabalhar ao invés de ficar tirando proveito de fiel que deixa de comer para patrocinar a vida de luxo que vocês levam!

    Curtir

    • JAIME disse:
      Justificação pela Fé e Segurança Eterna refutada pela Bíblia Vedes então que é pelas obras que o homem é justificado, e não somente pela fé . ” A esmagadora maioria dos protestantes acreditam que a Bíblia ensina que as pessoas são justificadas (colocar em um estado em que eles serão salvos) por fé em Jesus – isto é, para além de uma análise de suas ações, atos ou pecados. A maioria deles também acreditam em “uma vez salvo, salvo para sempre” ou segurança eterna: que um homem que crê em Jesus não pode perder sua salvação eterna. Essas idéias são falsas e completamente contrário aos ensinamentos da Bíblia. Vamos olhar para a prova. Depois disso, vou responder às objeções. Quase todas as citações neste capítulo vêm do 1611 King James Version da Bíblia, uma tradução protestante famoso. JESUS ​​DIZ QUE OS HOMENS DEVEM cortar radicalmente OFF ocasiões de pecado evitar o inferno, não apenas acreditar Em Mateus, capítulo 5, encontramos a parábola sobre cortar a mão ou o olho para evitar o inferno. Mateus 5:29-30 – “E se o teu olho direito te faz tropeçar, arranca-o e lança-o de ti … E se a tua mão direita te faz tropeçar, corta-a e lança-o de ti, pois é melhor para ti que um dos teus membros se perca do que todo o teu corpo seja lançado no inferno. ” Esta parábola, que, obviamente, refere-se a cortar as ocasiões de pecado – coisas na vida que vai arrastar as pessoas para ofensas contra Deus – só tem um significado se os pecados e as obras fazem parte de determinar se um alcança a salvação . Cortando coisas pecaminosas e obras ruins, ninguém vai salvar a sua alma. Pecados e as obras do homem são, portanto, uma parte de sua justificação. Se o homem foi justificado pela fé, esta parábola não faria qualquer sentido. NEM TODOS que dizem “Senhor, Senhor” entrará no céu, MAS AQUELE QUE FAZ A VONTADE DE DEUS Mateus 7:21-23 – ” Nem todo aquele que diz -me: Senhor, Senhor, entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade . de meu Pai que está nos céus, Muitos me dirão naquele dia Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? e em teu nome não expulsamos demônios? e em teu nome não fizemos muitas maravilhas? E então direi-lhes: Nunca vos conheci: afastar-me, vós que praticais a iniqüidade “. Aqui nós vemos que aquele que “faz” a vontade de Deus vai entrar no Céu, nem todos os que consideram Jesus para ser o Senhor. Em seguida, Jesus enfatiza o ponto, afirmando que você deve fazer o que Ele diz ser Dele. Mateus 7:24-27 – ” Portanto, quem ouve estas minhas palavras e as pratica , será comparado a um homem prudente , que edificou a sua casa sobre a rocha … E todo aquele que ouve estas minhas palavras e as pratica não , será comparado a um homem insensato , que edificou a sua casa sobre a areia: Caiu a chuva, vieram as enchentes, sopraram os ventos e deram com ímpeto contra aquela casa, e ela caiu, e foi grande a sua queda “. Como claro que tem que ser? É uma questão de saber se você ouvir Suas palavras e fazê-las. Não é somente pela fé. VOCÊ DEVE perseverar até o fim para serem salvos Mateus 10:22 – “E sereis odiados de todos por causa do meu nome, mas aquele que perseverar até o fim será salvo . ” Isso contradiz totalmente a visão protestante de “uma vez salvo, salvo para sempre.” Ver também Marcos 13:13 para a mesma mensagem. ST. Paulo diz que ele poderia se tornar um náufrago 1 Coríntios 09:24-27-“Não sabeis vós que os que correm no estádio, executar todos, mas um só leva o prêmio? Então corra, para que possais obter. E todo aquele que luta, exerce domínio próprio em todas as coisas. Agora, eles o fazem para alcançar uma coroa corruptível, mas nós uma incorruptível. Pois eu assim corro, não como indeciso; assim combato, não como batendo no ar: Mas eu mantenho o meu corpo, eo reduzo à escravidão: com receio de que, por qualquer meio, quando eu ter pregado aos outros, eu mesmo não venha ser desqualificado . ” São Paulo diz que teme que ele poderia se tornar um “náufrago.” A palavra “reprovado” (em 1 Coríntios. 9:27) é traduzida da palavra grega adokimos . adokimos é traduzido como “reprovados” em 2 Timóteo 3:08 e em Romanos 1:28. Ele descreve as almas perdidas, pecadores mortais, apóstatas, e aqueles que estão fora do estado de justificação e / ou fora da fé de Jesus. Em 2 Timóteo 3:08, ele é usado para descrever as pessoas do mal que ” resistem à verdade, homens corruptos de entendimento e réprobos quanto à fé “(King James Version). Estes não são, obviamente, as pessoas que estão em um estado de justificação ou no caminho para o céu. Em Romanos 1:28, adokimos é usado para descrever pessoas que foram entregues ao pecados abomináveis ​​-. uma vez mais, as pessoas que não estão na estrada para o céu adokimos também é encontrada em outras passagens, inclusive Tito 1:16, Hebreus 6 : 8 e em outros lugares. Em cada caso, significa pessoas que não estão no caminho para o céu, mas fora do estado de justificação e / ou a verdadeira fé. Ao declarar que ele poderia se tornar um náufrago ou um réprobo ( adokimos ), não há dúvida de que São Paulo está dizendo que ele poderia perder sua salvação e ser condenado junto com os outros reprovados. Foi St. Paul um verdadeiro crente que tinha sido justificado? É claro que ele era. A Bíblia ensina, portanto, que os verdadeiros crentes não tem a certeza da salvação. Esta passagem refuta completamente a idéia de segurança eterna, ou “uma vez salvo, salvo para sempre”. PECADORES mortal, INCLUINDO fornicadores, bêbados, adúlteros, ETC., Não herdarão HEAVEN Gálatas 5:19-21 – “Ora, as obras da carne são manifestas, as quais são: adultério, prostituição, impureza, lascívia, idolatria, feitiçaria, inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas, dissensões, heresias, invejas , homicídios , bebedices, glutonarias e coisas semelhantes a estas , acerca das quais vos digo que antes, como eu também disse que no tempo passado, que os que cometem tais coisas não herdarão o reino de Deus “. 1 Coríntios 6:9-11 – “Não sabeis que os injustos não herdarão o reino de Deus? Não erreis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os abusadores de si mesmos com a humanidade, nem ladrões, nem avarentos, nem bêbados, nem maldizentes, nem roubadores , herdarão o reino de Deus . E tais fostes alguns de vós, mas fostes lavados, mas fostes santificados, mas fostes justificados em o nome do Senhor Jesus, e pelo Espírito do nosso Deus “. Antes de prosseguir, convém notar que, segundo São Tomás de Aquino, o pecado de “impureza” ou “efeminado” (que exclui um do Céu, de acordo com os versículos acima) é o pecado mortal da masturbação ( Summa Theologiae , Pt. II-II, P. 154, A. 11.). Essas passagens representam grandes problemas para aqueles que acreditam na justificação somente pela fé e / ou segurança eterna. A Bíblia ensina que os pecados mortais (pecados graves) destruir o estado de justificação. Ela ensina que os pecados graves colocar as pessoas em um estado em que eles serão excluídos do Reino de Deus. Isto coincide com a doutrina católica que o crente pode perder o estado de justificação e que se dane se ele ou ela comete um pecado mortal (por exemplo, a prostituição, o alcoolismo, vendo pornografia, etc) e morre nesse estado . Agora, à luz dessas passagens, os protestantes têm um problema. Se todos os que cometem pecados mortais perder sua justificação, a fé-alone protestantes teria que dizer que nenhum verdadeiro crente comete pecados mortais . Esta resposta não funciona, no entanto, como veremos. Há milhões de supostos “cristãos” que dizem ter sido “salvo” pela fé em Jesus. Um número incontável deles se embriagar, fornicar, enganar, roubar, etc Em outras palavras, eles cometem pecados mortais claras que a Bíblia diz destruir o estado de justificação. Como a Bíblia diz claramente que os pecados mortais destruir justificação, os protestantes fé-alone são forçados a argumentar que todos os “crentes” que cometem pecados mortais não eram verdadeiros crentes. Eles devem admitir que a “garantia” de justificação / salvação que aquelas pessoas pensavam que tinham por “fé” era uma ilusão, um engano. Eles realmente não têm fé verdadeira “poupança” , de acordo com eles, mesmo que eles achavam que eles fizeram. No entanto, essa resposta – que um crente “REAL” não pode cometer os pecados mortais que a Bíblia diz excluir da salvação – é refutada pelo versículo seguinte, vamos ver. Isso prova que as pessoas que definitivamente tinha fé verdadeira “poupança” e foram justificados também poderia cometer esses pecados mortais. Se o fizessem, perderiam justificação. Efésios 5:5-8 prova que é possível aos verdadeiros crentes a cometer pecados mortais e perder sua salvação POR TAIS PECADOS – ESTE DEMOLE a idéia da justificação pela fé E SEGURANÇA ETERNA Efésios 5:05-8-“Porque bem sabeis isto: que nenhum devasso, ou impuro, ou avarento, o qual é idólatra, tem herança no reino de Cristo e de Deus . Que ninguém vos engane com palavras vãs; :. porque por estas coisas vem a ira de Deus sobre os filhos da desobediência Portanto não sejais participantes com eles . Pois outrora éreis trevas, mas agora sois luz no Senhor :. andai como filhos da luz ” Esta é uma passagem fascinante. St. Paul primeiro menciona uma série de pecados mortais, e afirma que aqueles que cometem tais coisas não herdarão o reino de Deus. Vimos isso acima com as passagens em Gálatas 5 e 1 Coríntios 06:09. Como já foi dito, o (único e possível) resposta comum protestante para isso é que nenhum verdadeiro crente poderia cometer tais pecados que destroem o estado de justificação. Bem, a passagem acima claramente ensina que os crentes justificados poderia cometer os pecados graves. São Paulo adverte em Efésios 5:07 que ” não Seja -vos , portanto, participantes com eles “! Portanto, os crentes poderiam ser participantes com os pecadores mortais! E se houver qualquer dúvida de que ele é, incluindo os crentes autênticos em que a advertência, ele fala deles como aqueles que estão agora “luz no Senhor” (os verdadeiros crentes). Portanto, aqueles que são “luz no Senhor” poderia ser “participantes” com os pecadores mortais e os pecados mortais que destroem justificação. Este, sem dúvida, refuta a justificação pela fé e “uma vez salvo, salvo para sempre.” Ninguém vos engane com palavras vãs, como a “justificação pela fé”! Os homens podem seguir o caminho de Jesus e assim voltar e ser superado 2 Pedro 2:20-22 – “Porque , se depois de terem escapado das corrupções do mundo pelo pleno conhecimento do Senhor e Salvador Jesus Cristo, ficam de novo envolvidos nelas e vencidos, o último estado pior que o início . Para ele tinha sido melhor para eles não terem conhecido o caminho da justiça, do que, depois de terem conhecido, desviarem-se do santo mandamento que lhes fora dado. Mas é que aconteceu-lhes de acordo com o provérbio verdadeiro: O cão voltou ao seu próprio vômito novamente , e que a porca lavada voltou a revolver-se no lamaçal “. Este versículo indica que as pessoas que são justificados podem perder sua justificação através de pecados. É uma prova clara da doutrina católica sobre a justificação. Alguns podem tentar argumentar que ele está simplesmente falando aqui de pessoas que já ouviram falar do Evangelho, e não aqueles que realmente acreditava. Isso não se sustenta. O versículo diz que essas pessoas “, conhecido o caminho da justiça” e “escapado das corrupções do mundo.” One não escapa das corrupções do mundo, basta ouvir o Evangelho. Sua linguagem descreve alguém que está andando no caminho justificada e, em seguida, se afasta . É por isso que 2 Pedro 2:23 compara este homem para um porco (um porco), que foi lavado (ou seja justificado) e, em seguida, retorna para a lama! Isso é também porque, no início do mesmo capítulo, foi feita uma referência aos anjos que pecaram e perderam a sua justificação. São Pedro foi realmente dirigindo o ponto em casa. THE ANGELS, justifica uma vez, perderam suas justificação pela SIN 2 Pedro 2:4 – “… Deus não poupou os anjos que pecaram, mas lançou-os no inferno, os entregou às cadeias da escuridão, ficando reservados para o juízo.” Os anjos foram criados na justificação, mas pecaram mortalmente, perdeu a sua justificação, e foram lançados no inferno. Essas passagens contradizem completamente a visão protestante da justificação. Deus é o autor da salvação eterna para todos aqueles que “obedecer” a ele Hebreus 5:09 – “E, tendo sido aperfeiçoado, ele [Jesus] tornou-se autor da salvação eterna para todos os que lhe obedecem . ” Não é somente pela fé. Os crentes podem cair – PERÍODO! Hebreus 6:4-6 – “Porque é impossível para aqueles que uma vez foram iluminados, e provaram o dom celestial, e se tornaram participantes do Espírito Santo, e provaram a boa palavra de Deus e os poderes do mundo para vir, se eles caíram, sejam outra vez renovados para arrependimento ; estão crucificando para si mesmos o Filho de Deus novamente, e colocou-o à ignomínia “. Esta passagem mostra claramente que as pessoas que são crentes, que “eram participantes do Espírito Santo”, pode cair do estado de justificação. A referência ao facto de ser “impossível” para essas pessoas a ser renovado novamente para que o estado se refere à graça original do batismo, pelo qual eles foram os primeiros purificados do pecado. Eles não podem ser batizado de novo, mas mesmo graves pecados podem ser perdoados na confissão (João 20:23). Esta passagem oblitera – totalmente destrói – a teologia protestante sempre salvo uma vez salvo. Os crentes podem ser condenado por seus pecados depois de conhecer a VERDADE – ASSIM refutando fé! Hebreus 10:26-27 – “Porque , se pecarmos voluntariamente, depois de termos recebido o conhecimento da verdade, já não resta mais sacrifício pelos pecados, mas uma certa expectação horrível de juízo, e ardor de fogo que há de devorar os adversários. ” No mesmo livro e na mesma linha que o aviso acima (Hebreus 6:4-6), esta passagem diz que aqueles que têm a fé – São Paulo fala de “nós” – pode perder a salvação, como resultado dos pecados intencionais . Sem santidade, ninguém verá o Senhor Hebreus 12:14 – “Segui a paz com todos os homens, e santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor . ” Este versículo ensina que a justificação necessária para a salvação é a santificação: a verdadeira santidade possuído pela pessoa. Ele não é, como os protestantes afirmam, a justiça de Cristo é imputada (ou seja, aplicados) para uma pessoa, mesmo que ele permaneça interiormente profano. Explicando a visão protestante do homem justificado, Martin Luther disse que o homem é justificado como um monte de esterco coberto de neve. O homem permanece pecador e iníquo no interior, mas, assim como ele acredita, a justiça de Cristo é aplicada a ele como uma cobertura e um manto. Isso permite que um homem sujo e iníqua para ser salvo, segundo a doutrina protestante. Ele pode ser salvo, apesar de ele não possuir a santidade em si mesmo, mas continua sendo um bosta do pecado no interior. Podemos ver como essa visão contradiz o ensino da Bíblia, o que é que um homem justificado é realmente e verdadeiramente santo pela graça de Deus. Ele é santificado e mudou interiormente, ele deve possuir a santidade interior para ver o Senhor. Também deve ser salientado que o que Deus diz acontece. Se Ele pronuncia apenas alguém, é porque essa pessoa é verdadeiramente justo, não apenas ficticiamente ou camuflada over. A parábola do semeador – os homens podem acreditar por um tempo e depois desaparecem Mateus 13:18-22 – “Ouvi, pois, a parábola do semeador. Ouvindo alguém a palavra do reino e não a entende, vem o Maligno e arrebata o que foi semeado no seu coração. Isto é o que foi semeado à beira do caminho. Mas o que foi semeado nos lugares pedregosos, este é o que ouve a palavra, e logo [hoje] a recebe com alegria, mas não tem raiz em si mesmo, mas Dureth por um tempo , porque quando a tribulação ou a perseguição se levanta porque da palavra, por e por ele é ofendido. E o que foi semeado entre os espinhos é o que ouve a palavra, mas os cuidados deste mundo, ea sedução das riquezas sufocam a palavra , e fica infrutífera “. Aqui vemos que um homem pode acreditar “por um tempo”, e, em seguida, desaparecer. As versões desta parábola em Marcos e Lucas, trazer para fora o ponto ainda mais claramente: Marcos 04:17 – “… E não têm raiz em si mesmos, e assim suportar, mas por um tempo : depois, sobrevindo tribulação ou perseguição nasce por causa da palavra, logo se escandalizam. ” Lucas 8:13 – “estão sobre a pedra são os que, ao ouvirem, recebem a palavra com alegria, e estes não têm raiz, que crêem por algum tempo, e no tempo da tentação se desviam . ” Jesus diz claramente em Lucas 8:13 que estas pessoas acreditam “por um tempo.” Os protestantes poderia dizer isso se refere a pessoas que realmente não acreditam. Não se pode dizer que, para o próprio Jesus diz que eles acreditam por algum tempo. Toda essa parábola refuta – e não tem nenhum significado em – a visão protestante da justificação falsa. Ele não só nos ensina que se pode acreditar e depois cair fora, mas que pecados, tentações, as preocupações mundanas, os esforços para superar o mundo e suas armadilhas e seus cuidados (Mt. 13:22), todos são parte da nossa justificação e salvação . É uma confirmação notável da doutrina católica sobre a justificação, e uma refutação marcante da posição protestante. Lucas 8:15 – “Mas a que caiu em boa terra são os que, em um coração honesto e bom, tendo ouvido a palavra, mantê-lo , e dão fruto com perseverança. ” Aqueles que dão fruto para a vida eterna são aqueles que ouvem a palavra e “mantê-lo”, ou praticá-lo. A parábola dos talentos: SE VOCÊ NÃO PRODUZIR coisas para Deus , você será CONDENADO – tanto para a justificação pela “fé” A Parábola dos Talentos refuta completamente a visão protestante da justificação pela fé. Mateus 25:15-30-“E a um deu cinco talentos, a outro dois, ea outro um, a cada um segundo a sua capacidade;. E seguiu viagem Então chegando o que recebera cinco talentos saiu e negociadas com o mesmo, e os fez outros cinco talentos. E do mesmo modo o que recebera dois, granjeou também outros dois. Mas o que recebera um foi e cavou na terra e escondeu o dinheiro do seu senhor . Depois de muito tempo o senhor daqueles servos, e fez contas com eles. E assim, o que recebera cinco talentos, apresentou-lhe outros cinco talentos, dizendo: Senhor, entregaste-me cinco talentos; eis que eu ganhei ao lado deles cinco talentos. O seu senhor lhe disse: Muito bem, servo bom e fiel: foste fiel no pouco, eu farei de ti governante sobre muitas coisas: tu entra no gozo do teu senhor. Ele também o que recebera dois talentos, disse: Senhor, entregaste-me dois talentos: eis que eu ganhei outros dois talentos ao lado deles. O seu senhor lhe disse: Muito bem, servo bom e fiel, foste fiel no pouco, eu farei de ti governante sobre muitas coisas: tu entra no gozo do teu senhor. Então, o que recebera um talento, disse: Senhor, eu sabia que te que és um homem duro, que ceifas onde não tens semeado, e recolhes onde não tens espalhavam : E eu estava com medo, e fui e escondi o teu talento na terra, eis que não tens o que é teu . Seu senhor respondeu, e disse-lhe: Servo mau e preguiçoso , tu sabias que ceifo onde não semeei, e recolho onde não espalhavam : Devias então ter dado o meu dinheiro aos banqueiros e, em seguida, com a minha chegada eu deveria ter recebido com juros. Tome, portanto, o talento dele, e dai-o ao que tem dez talentos. Porque a qualquer que tiver será dado, e terá em abundância, mas daquele que não tem será tirado até o que tem. E lançai o servo inútil nas trevas exteriores : ali haverá choro e ranger de dentes “. Nesta parábola, vemos que a pessoa é condenada por preguiça, por preguiça e falta de fazer as coisas com os talentos que recebeu . Ele foi condenado porque ele não trabalhar com seus talentos para ganhar mais talentos! Esta parábola contradiz completamente a justificação pela fé. O que é extremamente interessante sobre isso é o que diz o Senhor “colhe onde não semeou.” Em outras palavras, o Senhor espera que façamos e para produzir as nossas próprias obras, feitas com Sua graça. Se não cooperar com a Sua graça para produzir essas obras – e não são capazes de apresentar essas obras sobrenaturais diante dele no julgamento – que serão lançados no inferno. Esta parábola confirma a doutrina católica sobre obras, enquanto refutar completamente visões protestantes. JESUS ​​retribuirá a cada um segundo as suas OBRAS Mateus 16:27 – “Porque o Filho do homem virá na glória de seu Pai, com os seus anjos, e então retribuirá a cada um segundo as suas obras. ” Vamos ver o mesmo ensinamento no livro de Romanos e no Livro de Apocalipse (Apocalipse). JESUS ​​SERÁ lançado no inferno AQUELES QUE FAZER INIQUITY Mateus 13:41-42-“O Filho do Homem enviará os seus anjos, e eles colherão do seu reino todos os escândalos e os que praticam a iniquidade, e lançá-los na fornalha de fogo : não haverá choro e ranger de dentes. ” Deus vai condenar as pessoas para o inferno, dependendo se eles fazem iniqüidade. Cada pessoa receberá recompensa ou punição com base no que ELE OU ELA FEZ NO CORPO 2 Coríntios 5:9-10 – “… Por isso estamos cansados, que, se presente ou ausente, que pode ser aceito por ele. Porque todos devemos comparecer ante o tribunal de Cristo, para que cada um receba o que fez em seu corpo, segundo o que ele fez, seja ele bom ou mau “. Nós lemos que é preciso trabalhar para ser aceito por Cristo. Além disso, vemos que os homens receberão no próximo mundo uma recompensa ou uma punição com base no que eles têm feito no corpo “, seja ele bom ou mau.” As coisas que um homem fez (suas obras) são vistos como integrante para a sua salvação ou condenação. Poderíamos tivesse toda a fé e que poderia LUCRO ELE NADA 1 Coríntios 13:1-2 – “Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, se não tiver amor, serei como o bronze que soa ou como o címbalo que retine. E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda a fé , de modo que eu transportasse os montes, e não tivesse amor, nada sou “. De acordo com a doutrina protestante, fé concede a salvação. Assim, aquele que tem toda a fé seriam salvos. Mas a Bíblia ensina o contrário: pode-se ter toda a fé e ainda poderia lucrar nada a ele. A justificação não é somente pela fé. O que deve fazer para ser salvo? JESUS ​​DIZ: guardar os mandamentos, não apenas acreditar Mateus 19:16-21 – “E eis que veio um e disse-lhe: Bom Mestre, que coisa boa é que eu faço, que eu possa ter a vida eterna? E ele disse-lhe: Por que me chamas bom? Não há bom senão um, que é Deus, mas se queres entrar na vida, observa os mandamentos … e vem e segue-me “. Para a questão do que ele deve fazer para ser salvo, Jesus diz que devemos guardar os mandamentos e segui-Lo. Um homem rico, dificilmente ENTRAR NO REINO DOS CÉUS Mateus 19:23-24-“Então disse Jesus aos seus discípulos: Em verdade vos digo, que um rico dificilmente entrará no reino dos céus . E mais uma vez vos digo que é mais fácil um camelo passar pelo buraco de uma agulha do que um rico entrar no reino de Deus. ” Aqui vemos que o que se faz com o seu dinheiro também irá afetar a sua salvação. JESUS ​​DIZ relógio, para que ele não vem quando você NÃO ESTÃO FAZENDO O QUE VOCÊ DEVE E estão cometendo SIN Marcos 13:35-37-“Vigiai, pois, porque não sabeis quando o dono da casa vem … para que, vindo de repente, ele vos encontre dormindo. E o que vos digo digo a todos: Vigiai. ” A versão desta parábola no Evangelho de Lucas traz à tona a necessidade de obras e fazer as coisas para a salvação ainda mais claramente: Lucas 0:38, 43 – “E, se vier na segunda vigília, e se vier na terceira vigília, e os achar assim, bem-aventurados são os tais servos … Bem-aventurado aquele servo a quem o seu senhor, quando vier , achar fazendo assim . ” Aqui está outra passagem interessante sobre este ponto em Lucas 21: Lucas 21:34-36 – “E olhai por vós, não aconteça que os vossos corações se carreguem de glutonaria, de embriaguez, e dos cuidados da vida, e aquele dia venha sobre vós de improviso . Porque, como uma armadilha que deve vir sobre todos os que habitam sobre a face de toda a terra. Assista vos , pois, e orar sempre, para que sejais havidos por dignos de evitar todas estas coisas que hão de acontecer , e estar em pé diante do Filho do homem. ” Nesta passagem interessante, vemos que uma falha de fazer as coisas – uma falha para evitar pecados, como glutonaria (o que significa indulgência ou gula) e embriaguez – pode custar um a salvação. Isso deve nos mostrar mais uma vez porque a justificação pela fé é completamente contrária e estrangeiros para o verdadeiro Evangelho. AQUELE QUE salva sua vida, perdê-la Lucas 9:24 – “Porque todo aquele que quiser salvar a sua vida perdê-la : mas quem perder a sua vida por minha causa, esse a salvará. ” Vemos que o que se faz, dando-se as coisas pecaminosas que o mundo oferece nesta vida, vai determinar se a pessoa tem salvação. Não é, obviamente, somente pela fé. Você deve ter sua cruz para ser seu discípulo Lucas 14:27, 33 – “E qualquer que não tomar a sua cruz e não me segue, não pode ser meu discípulo … Assim também, pois, qualquer de vós que não renuncia a tudo quanto tem, não pode ser meu discípulo. ” A salvação não é alcançada pela fé em Jesus, mas pela fé e carregando a cruz e priorizar tudo um possui, tornando a salvação na religião de Jesus Cristo a principal prioridade. MAN deve manter a palavra de Jesus não ver a morte João 8:51 – “Em verdade, em verdade vos digo que, se alguém guardar a minha palavra , nunca verá a morte. “Aqueles que mantêm as suas palavras, e não apenas acreditar, não verá a morte. Somente aqueles que fazem PERDOAR são perdoados Mateus 6:14 – “. Porque, se perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai celestial vos perdoará a vós” Um só é perdoado se ele perdoa. Não é somente pela fé. Os homens são justificados e condenado por suas palavras, NÃO APENAS COM BASE NO se eles acreditam Mateus 12:36-37 – “Mas eu vos digo que de toda palavra frívola que proferirem os homens, dela darão conta no dia do juízo. Porque por tuas palavras serás justificado e, pelas tuas palavras serás condenado. ” Mas eu pensei que os protestantes dizem que a justificação é somente pela fé? Não, suas palavras, suas ações, seus trabalhos devem justificar-lo ou condená-lo, além de se acreditar. Homem terá que responder por todas as suas ações e todos das suas palavras sobre o Dia do Juízo. A parábola semelhante é dada em Lucas 19. Simão Mago creu e depois caíram Em Atos 8, lemos a respeito de Simão, o Mago. Atos 8:13 – “Então o próprio Simon acredita também: … e foi batizado …” Mas apenas alguns versículos mais tarde, descobrimos que ele caiu em pecado grave: Atos 8:18-21 – “… Quando Simão viu que pela imposição das mãos dos apóstolos o Espírito Santo foi dado, ele ofereceu-lhes dinheiro, dizendo: Dai-me também este poder, para que aquele sobre quem eu impuser as mãos, ele pode receber o Espírito Santo. Mas Pedro disse-lhe: o teu dinheiro pereça contigo , pois cuidaste que o dom de Deus pode ser comprado com dinheiro. Tu não tens parte nem sorte neste ministério, porque o teu coração não é reto diante de Deus “. FELIX estava apavorado quando Paulo pregou a Ele. O EVANGELHO e castidade, obviamente, porque deve-se evitar impureza SER SALVO Em Atos 24, encontramos uma outra passagem interessante que é relevante para este tópico. Atos 24:25 – “E como ele [Paulo] da justiça, temperança e juízo vindouro, Félix ficou atemorizado e respondeu : Vai-te para esta época, quando eu tiver ocasião favorável, eu te chamarei. ” A versão católica deste versículo diz: “E, como ele tratou da justiça, e da castidade, e do juízo vindouro, Félix sendo aterrorizado, respondeu: Para este tempo, vai-te:., Mas quando eu tenho um tempo conveniente, vou enviar para ti” Felix estava apavorado quando Paulo falou sobre o ensinamento do Evangelho sobre a castidade, porque, obviamente, Paul informou-lhe que peca nesse sentido excluir um do céu. Felix estava apavorado só porque Paulo não pregou-lhe o falso evangelho da justificação pela fé. TRABALHARÁ OUT YOUR SALVATION com temor e tremor Filipenses 2:12 – “Portanto, meus amados, como sempre obedecestes, não como na minha presença somente, mas muito mais agora na minha ausência, desenvolvei a vossa salvação com temor e tremor . “Exercite salvação com” temor e tremendo “, obviamente porque os homens podem perder sua salvação através de pecado grave a qualquer momento. O livro de Romanos indica claramente que as obras fazem parte de justificação e salvação * PARA A refutação da crítica relativa Romanos 3:28 E as “obras da lei” FRASE – um equívoco PROTESTANTE COMUM – ver a resposta a esta acusação NO FINAL DESTA SEÇÃO A teologia protestante, que diz que o homem é justificado pela fé, é contrariada perto do início do Livro de Romanos por discussão de Paulo no capítulo 2 de como as pessoas vão ser condenado por aquilo que fazem. Também é contrariada quando Paulo diz em Romanos que Deus retribuirá a cada um segundo as suas obras, e que a vida eterna é para aqueles que trabalham até bom . É muito interessante que essas passagens vir no início de Romanos. Esta foi a maneira de remover qualquer mal-entendido sobre a necessidade de fazer as coisas e evitar os pecados para a salvação que pode surgir a partir de interpretações heréticas de passagens posteriores, que foram escritos para enfatizar que o homem não é justificado pelas obras da antiga Lei de Deus. Romanos 2:2-3 – “… o juízo de Deus é segundo a verdade contra os que praticam tais coisas . E tu, ó homem, que julgas os que praticam tais coisas e fazes as mesmas, para que tu te livrarás do juízo de Deus ? ” Quais as coisas que ele está falando? No final do capítulo 1, ele deu uma lista de pecados mortais, incluindo fornicação, cobiça, maldade, etc Romanos 2:5-6 – “… o justo juízo de Deus; Quem retribuirá a cada um segundo as suas obras . “Ele retribuirá a cada um segundo as suas obras ou ações, não com base na fé. Ele continua: A vida eterna é para os crentes que CONTINUAR NO PACIENTE fazer o bem Romanos 2:07 – “Para eles que, com perseverança em fazer bem, procuram glória, honra e imortalidade, a vida eterna . ” Morte eterna é para aqueles que não obedecem A VERDADE E DO ​​MAL Romanos 2:08-10-“Mas para os que são contenciosos e não obedecem a verdade , mas obedecem a injustiça, indignação e ira, tribulação e angústia sobre a alma de todo homem que pratica o mal , primeiramente do judeu, e também do grego; Mas glória, honra e paz a todo aquele que pratica o bem ., primeiro do judeu e também do grego ” A vida eterna é dada para aqueles que realmente acreditam e fazer o que é bom. Morte eterna é para todos os homens, inclusive os crentes, que praticam o mal ou cometer pecados graves e morrer nesse estado. Não é somente pela fé. O ESPÍRITO SANTO é derramado no coração dos justificada: SANTIFICAÇÃO INTERIOR Romanos 5:05 – “E a esperança não traz confusão, porquanto o amor de Deus está derramado em nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado . “Aqui vemos que, para aqueles que são justificados, o amor de Deus é derramado em seus corações . Esta é a visão católica da justificação: que o justificado são verdadeiramente santificados interiormente. Se os crentes viver segundo a carne, devem ETERNAMENTE MORRER Romanos 8:12-13 – “Portanto, irmãos , somos devedores, não à carne para viver segundo a carne. Porque, se viverdes segundo a carne, haveis de morrer : mas se, pelo Espírito, mortificardes os feitos de do corpo, certamente, vivereis. ” Falando aos “irmãos”, isto é, os crentes, ele diz que se cometem graves pecados da carne que vai morrer eternamente: que se dane. Isso contradiz totalmente a justificação pela fé, uma vez salvo, salvo para sempre, etc Se os crentes NÃO CONTINUAR na bondade, que será ELIMINADO Em Romanos, capítulo 11, chegamos a um versículo que devasta a teologia protestante. Romanos 11:20-22 – “Bem, porque sua incredulidade foram quebrados, e tu estás em pé pela fé. Não ser orgulhosos, mas o medo: Porque, se Deus não poupou os ramos naturais, teme que não te poupe. Eis, portanto, a bondade ea severidade de Deus: para com os que caíram, severidade, mas para contigo, benignidade, se permaneceres na sua benignidade; outra maneira também tu hás de ser cortado . ” Romanos capítulo 11 fala claramente dos judeus sendo cortado por causa da incredulidade. E, em seguida, no versículo 22, São Paulo diz que você cristãos que crêem também será cortada a menos que você continuar na bondade. Isso destrói as idéias de justificação pela fé e uma vez salvo sempre salvo . Um crente que TOMA DA EUCARISTIA indignamente, come e bebe para sua própria condenação 1 Coríntios 11:28-29-“Mas deixe um homem examine a si mesmo, e assim coma deste pão e beba deste cálice. Para aquele que come e bebe indignamente, come e bebe para sua própria condenação, não discernindo o corpo do Senhor . ” São Paulo diz que aqueles que comem da Eucaristia indignamente é culpado de grave pecado contra o corpo e sangue do Senhor. Eles bebem condenação para si mesmos. Ele está falando aos crentes, é claro, como deixou claro em 1 Coríntios. 05:12. Isso também fica claro a partir do fato de que somente os crentes seriam participando na Eucaristia. Obviamente, portanto, os crentes podem ser condenados por pecados graves, tais como a recepção sacrílega da Eucaristia. Esta passagem refuta a idéia protestante da justificação pela fé e confirma a doutrina católica. 1 COR. 7 DESTRÓI a justificação pela fé, através do ensino que é melhor para os crentes, a certeza de casar do que abrasar São Paulo deixa claro em 1 Coríntios que ele está falando sobre os problemas que podem acontecer aqueles dentro da Igreja . 1 Coríntios 5:12-1 3 – ​​” Pois o que tenho eu em julgar também os que estão de fora ? Não julgais vós os que estão dentro? Mas os que estão sem Deus julgue. Portanto arrumar dentre vós a esse iníquo “. Isto torna-se muito importante no capítulo 7: 1 Coríntios 7:1-9 – “Ora, quanto às coisas que me escrevestes: É bom que o homem não tocasse em mulher . No entanto, por causa da prostituição , cada um tenha a sua própria mulher, e cada uma tenha o seu próprio marido. O marido pague à mulher a devida benevolência, e da mesma sorte a mulher ao marido. A mulher não tem poder sobre o seu próprio corpo, mas o marido e da mesma sorte o marido não tem poder de seu próprio corpo, mas sim a mulher. Não vos priveis um ao outro, senão por consentimento mútuo por algum tempo, para vos aplicardes ao jejum e à oração, e se reúnem novamente, para que Satanás não vos tente pela vossa incontinência. Mas eu falo isso por permissão e não por mandamento. Por que eu quereria que todos os homens fossem como eu mesmo. Mas cada um tem o seu próprio dom de Deus, um de uma maneira e outro de outra. Digo, porém, aos solteiros e às viúvas, que lhes é bom se ficarem como eu . Mas, se não podem conter, casem-se, pois é melhor casar do que abrasar “. Há um certo número de coisas extremamente importantes nesta passagem. Primeiro, vemos o ensino claro e repetido que o celibato é superior ao estado marital. Isto confirma a doutrina católica. A Igreja Católica ensina que o estado de casado não é um estado ruim, mas um estado que é inferior ao celibato. Jesus ensina o mesmo em Mateus 19:12, mas ele diz que nem todos podem fazer um compromisso de toda a sua vida a Deus. Este ensinamento bíblico sobre o celibato é por isso que o religioso da Igreja Católica e os sacerdotes do rito romano dar um voto de celibato. Agora vamos ao ponto principal no que diz respeito à idéia protestante da justificação pela fé. Nós apenas estabeleceu que em 1 Coríntios 5:12, Paulo deixa bem claro que ele está falando aos crentes . Falando aos crentes, São Paulo diz que ” é melhor casar do que abrasar “(1 Cor. 07:09). Isto indica claramente que até mesmo os verdadeiros crentes que caem em pecados graves podem perder a sua justificação e queimar no inferno. Ele está dizendo que é melhor casar do que abrasar, obviamente, porque algumas delas cairiam pecados mortais da carne se não se casar. Isso refuta completamente a religião protestante e confirma a doutrina católica sobre a justificação. Santificação e JUSTIFICAÇÃO ACONTECER AO MESMO TEMPO 1 Coríntios 6:11 – “E tais fostes alguns de vós, mas fostes lavados, mas fostes santificados, mas fostes justificados em o nome do Senhor Jesus, e pelo Espírito do nosso Deus. ” Este versículo fala daqueles que foram justificados como “santificado” antes que menciona que eles foram justificados. Isso prova que a santificação e justificação acontecer ao mesmo tempo. Ela contradiz a visão protestante da justificação, que é a justificação e santificação não são uma ea mesma coisa. Os protestantes afirmam que o homem é declarado justificado, mas permanece interiormente santificados. O CÉU É SOMENTE para os crentes que “vencer” Revelação (Apocalipse) 2:07 – “Aquele que tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas: Para aquele que vencer darei a comer da árvore da vida, que está no meio do paraíso de Deus “. A Bíblia diz que somente aqueles que superar irá chegar ao céu. A passagem é de cerca de crentes, como fica claro no capítulo 2, versículo 10. Portanto, é falso dizer que todo aquele que crê necessariamente supera. Isso refuta a justificação pela fé. Esse tema é repetido inúmeras vezes neste capítulo. É preciso ter obras de Jesus “TO THE END” Apocalipse 2:23-26 – “… todas as igrejas saberão que eu sou aquele que sonda os rins e os corações, e vos darei a cada um de vós segundo as suas obras … Mas o que tendes, retende-o até que eu venha . E aquele que vencer , e guardar as minhas obras até o fim , até eu lhe darei poder sobre as nações “. Este versículo fala por si. Ele refuta completamente a visão protestante. Aquele que crê deve “apegar” de modo que não perde a coroa Apocalipse 3:11-12 – ” Eis que venho sem demora: guarda o que tens, para que nenhum homem tome a tua coroa . Aquele que vencer, eu o farei coluna no templo do meu Deus, e ele não mais sair. ” Em Apocalipse capítulos 13 e 14, lemos sobre a marca da besta e que aqueles que a recebem não será salvo. Isso também demonstra que o que você irá determinar se você é salvo ou condenado. Os mortos são julgados segundo as suas obras Em Apocalipse, capítulo 20, lemos sobre o juízo final. Apocalipse 20:12-13 – “E vi os mortos, grandes e pequenos, que estavam diante de Deus, e os livros foram abertos, e outro livro foi aberto, que é o livro da vida: e os mortos foram julgados pelas coisas que foram escritas nos livros, segundo as suas obras . E o mar deu os mortos que estavam nele, ea morte eo além entregaram os mortos que neles havia e foram julgados cada um segundo as suas obras “. Este versículo constitui prova absoluta de que a visão protestante da justificação não é bíblico. Apocalipse 22:12 – “E eis que cedo venho, eo meu galardão está comigo, para dar a cada um segundo a sua obra . ” Apocalipse 21:8 – “Mas, quanto aos tímidos, e aos incrédulos, e aos abomináveis, aos assassinos, aos impuros, aos feiticeiros, e aos idólatras ea todos os mentirosos, a sua parte será no lago que arde com fogo e enxofre, que é a segunda morte. ” Apocalipse 22:19 – “E se houver alguém tirar das palavras do livro desta profecia, Deus tirará a sua parte do livro da vida, e da cidade santa, e das coisas que estão escritas neste livro. ” Este é apenas mais um versículo que mostra que o que você não pode excluí-lo da salvação. O JUSTO OU APENAS O homem apenas se salva 1 Pedro 4:17-18 – “Porque já é tempo que comece o julgamento pela casa de Deus, e, se primeiro começa por nós, qual será o fim daqueles que não obedecem ao evangelho de Deus? E se o justo dificilmente se salva, onde comparecerá o ímpio eo pecador? ” Ele diz que o “justo” dificilmente será salvo. Outras traduções tê-lo como “o homem justo.” Não há dúvida de que São Pedro está falando de um homem justificado na Igreja, porque ele fala aqui de julgamento começa com a “casa de Deus”, que é a Igreja. Há duas maneiras de entender este verso, e ambos contradizem as idéias de justificação pela fé e da segurança eterna. A primeira é que o mal será, como em raras vezes, ser salvo justo ou os justos na Igreja, porque a maioria das pessoas que estão em um tempo de queda justificada longe e não perseverar até o fim. Tornam-se (grave) pecadores. Que coincide com a compreensão católica tradicional que, mesmo a maioria dos católicos são perdidas porque eles não se importam o suficiente ou não fazer o que precisa fazer para ser salvo. Assim, eles perdem a sua justificação em algum ponto e morrer em estado de pecado mortal. A outra única interpretação que pode ser avançado é que isso significa “escassamente” com dificuldade: a de que é difícil para um homem apenas para ser salvo. Ou seja, o homem justificado deve fazer um grande esforço para ser salvo, ele não é assegurado de sua salvação pela fé ou um decreto de uma só vez, logo que ele acredita. A MULHER é salvo por CRIANÇA-rolamento, SE ELA CONTINUA NA FÉ 1 Timóteo 2:15 – “. Apesar ela [mulher] será salvo na gravidez, se continuar na fé, no amor e na santidade, com sobriedade” Este oblitera a visão protestante da justificação e salvação. Ele indica que as pessoas que têm a fé pode perdê-lo, e eles devem continuar em santidade para ser salvo. Não é surpreendente em tudo que um protestante que tentou responder a este versículo em um debate sobre a justificação não teve resposta alguma. Ele simplesmente disse que é “muito misterioso.” PELA GRAÇA DE DEUS, VOCÊ VAI SALVAR VOCÊ MESMO POR FAZER COISAS 1 Timóteo 4:16 – ” Acautelai-vos, a ti mesmo, e até a doutrina; continuar neles, porque ao fazer isso tu te salvarás a ti mesmo ., e os que te ouvir ” Aqui vemos que é preciso perseverar na fé para ser salvo. Pode-se perder a fé, portanto. Também li que é em fazer as coisas de que se está salvo! Este verso é muito importante porque alguns protestantes – que pregam a falsa doutrina da justificação pela fé somente – como contrastar as visões católica e protestante nos seguintes termos: a visão protestante [eles dizem] é sobre Jesus salvar o homem e fazendo todo o trabalho , mas o ponto de vista católico é sobre o homem fazendo o trabalho e salvar a si mesmo . Obviamente, a visão católica não é sobre o homem salvar a si mesmo, mas que Jesus salva o homem, tornando possível a salvação. Sem Jesus, o homem não pode fazer nada. No entanto, o homem deve cooperar com a graça de Deus . Se ele coopera e aproveita a salvação que Jesus tornou disponível, e faz as coisas que Deus requer, então ele vai se salvar. No versículo acima, vemos que a Bíblia ensina a visão católica, não é todo Jesus sem a cooperação do homem. Em vez disso, as obras e ações do homem (ou seja, o que o homem faz) determinar claramente se ele – e outros – terá salvação. Fé-alone protestantes teria que condenar o versículo acima como herético. ST. Paulo se regozija que ele tem guardado a fé, obviamente, porque CRENTES pode perdê-lo 2 Timóteo 4:6-7 – “Porque eu estou pronto para ser oferecido, eo tempo da minha partida está próximo. Combati o bom combate, terminei a minha carreira, eu guardei a fé . ” Alexandre, o latoeiro será recompensado segundo as suas obras 2 Timóteo 4:14 – “Alexandre, o latoeiro, me fez muito mal: o L ord recompensá-lo segundo as suas obras . ” Devemos suportar e resistir à tentação de ter a coroa da vida Tiago 1:12 – ” Bem-aventurado o homem que suporta a tentação, porque, quando for provado, receberá a coroa da vida ., a qual o Senhor prometeu aos que o amam “A Bíblia diz que é preciso resistir à tentação e resistir até o fim para ter a vida eterna. Pecados de luxúria trazer a morte ADIANTE ETERNAL – ASSIM NÃO É somente pela fé Tiago 1:13-15 – “Que ninguém diga quando é tentado, sou tentado por Deus, porque Deus não pode ser tentado pelo mal, nem tentou-se qualquer homem: Mas cada um é tentado, quando atraído para longe de sua própria concupiscência e seduzido . Então a concupiscência, havendo concebido, ele os conduziu à luz o pecado; eo pecado, uma vez consumado, gera a morte . ” Observe aqui que se um consente um pecado da luxúria, que traz a morte. Ele está claramente falando da morte eterna (condenação). Isso significa que o homem não é justificado pela fé. O segundo capítulo de James verdadeiramente oblitera a idéia protestante da justificação pela fé e uma vez salvo sempre salvo. Martinho Lutero chamou o livro de Tiago “uma epístola de palha” e queria removê-lo a partir de sua versão da Bíblia, até que seus amigos o persuadiu de que isso seria muito radical um movimento (veja no final deste livro para saber mais sobre as opiniões de Lutero) . Os seguintes versos, que rejeitam a justificação pela fé, são por Luther criticou este livro da Bíblia: Tiago 2:14 – “Que proveito há, meus irmãos, se alguém disser que tem fé e não tiver obras? pode fé salvá-lo? ” Tiago 2:17 – “Assim também a fé, se não tiver obras, é morta em si mesma.” Tiago 2:18 – “Sim, um homem pode dizer: Tu tens fé, e eu tenho as obras: mostra-me a tua fé sem as tuas obras, e eu te mostrarei a minha fé pelas minhas obras.” Tiago 2:19 – “Tu crês que há um só Deus, fazes bem: também os demônios o crêem, e estremecem.” Tiago 2:20 – “Mas queres saber, ó homem vão, que a fé sem obras é morta? Tiago 2:21 – “Não era o nosso pai Abraão justificado pelas obras, quando ofereceu seu filho Isaac sobre o altar? Tiago 2:22-23 – “Vês que a fé cooperou com as suas obras, e que pelas obras a fé foi aperfeiçoada? E se cumpriu a escritura que diz: Abraão creu em Deus, e isso lhe foi imputado para justiça, e foi chamado amigo de Deus. Tiago 2:24 – “Vedes então que é pelas obras que o homem é justificado, e não somente pela fé . ” Este é o único lugar em toda a Bíblia que as palavras da fé e sozinha (ou único) estão unidas. A Bíblia diz que o homem é não justificados pela fé somente, MAS POR OBRAS! OBJEÇÕES: E sobre as passagens que dizem que todo aquele que crê em Jesus, ser salvo? RESPOSTA: Jesus, crer n’Ele SALVAÇÃO significa necessariamente a seguir e manter suas palavras e mandamentos até o fim. Isso é comprovado pelo contexto imediato ou prolongado de todos os casos onde Jesus diz que aqueles que crêem nEle será salvo, IN Além de todas as outras passagens que foram cobertos. Primeiro exemplo: JOHN 03:16 João 3:16 – “Porque Deus amou o mundo, que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que crê não pereça, mas tenha a vida eterna. ” Pode-se ver este versículo em cartazes nos estádios desportivos, em viadutos nas rodovias, e em muitos outros lugares. Os protestantes acreditam que é o melhor ou um dos melhores, exemplos de ensino da Bíblia que todo aquele que crê será salvo pela fé. O que eles não dizem ou deixam de perceber é o que consta nos versos que seguem imediatamente João 3:16. João 3:17-20-“Porque Deus não enviou o seu Filho ao mundo para condenar o mundo, mas para que o mundo através dele pudesse ser salvo. Quem crê nele não é condenado, mas quem não crê já está condenado … E esta é a condenação , que a luz veio ao mundo, e os homens amaram mais as trevas do que a luz, porque as suas obras eram más . Porque todo aquele que faz o mal odeia a luz , e não vem para a luz, para que as suas obras não sejam reprovadas . ” É fascinante que no próprio contexto que segue imediatamente João 3:16, vemos referências importantes para a condenação de maldades , assim como para as pessoas que praticam o mal e para obras serem julgados . Isso deixa claro que a fé no Filho unigênito de Deus, que irá conceder a salvação é a fé que deve ser acompanhado de perseverante nas boas ações e boas obras . Para Jesus, crer nEle para a salvação é seguir e manter suas palavras e seus mandamentos, como todas as outras passagens cobrimos demonstrar. O contexto demonstra que João 3:16 não ensina a justificação somente pela fé ou segurança eterna. Segundo exemplo: Romanos 10: SE TU ÉS confessar com a tua boca … serás salvo Romanos 10:9 é outro verso que os protestantes apresentar em uma tentativa de provar a salvação somente pela fé em Jesus. Romanos 10:8-10 – “… A palavra está perto de ti, na tua boca e no teu coração, isto é, a palavra da fé, que pregamos. Isso se tu confessares com a tua boca o Senhor Jesus e creres no teu coração que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo. Porque com o coração se crê para justiça, e com a boca se confessa a respeito da salvação. ” Mais uma vez, no entanto, o contexto mostra-nos que a compreensão protestante desta passagem é falsa. O que muitos não percebem é que a passagem acima (Romanos 10:8-10) está citando Deuteronômio 30:14 e seguintes. As notas de rodapé em sua Bíblia mostrará a referência ao Deuteronômio 30:14. Bem, Deuteronômio 30:14 e após falar da necessidade de fazer as obras de Deus e guardar os mandamentos. Deuteronômio 30:14-16 – “Mas a palavra está mui perto de ti, na tua boca e no teu coração , para que possas fazer isso [Citado em Romanos 10:08]. Veja, eu pus diante de ti a vida eo bem, a morte eo mal , em que eu hoje te ordeno de amar ao Senhor teu Deus, que andes nos seus caminhos, e de guardar os seus mandamentos e os seus estatutos e os seus juízos, para que tu possas viver e multiplicar-se, eo Senhor teu Deus te abençoará na terra a que vais para possuí-la. ” Esta referência a Deuteronômio 30:14 em Romanos 10:8-10 mostra que para Paulo e seus ouvintes, entendeu-se que crer para a salvação é seguir e manter e fazer as obras que são necessárias para a salvação. Só assim será um crente “ao vivo” e ter a salvação. A visão protestante da justificação é simplesmente uma total incompreensão das Escrituras, como o contexto completo dessa passagem mostra novamente. EXEMPLO DE TERCEIRO: João 5:24 A leitura deste isoladamente, alguns protestantes pensam que todos os crentes são a garantia de salvação. João 5:24 – “Quem ouve a minha palavra, e crê naquele que me enviou, tem a vida eterna, e não entrará em condenação,. mas passou da morte para a vida” Mas apenas alguns versículos mais tarde, a partir de João 05:28, Jesus diz o seguinte: João 5:28-29 – “Não vos maravilheis disto, porque vem a hora em que todos os que estão nos sepulcros ouvirão a sua voz e sairão: os que tiverem feito o bem, para a ressurreição da vida, e os que tiverem praticado o mal , para a ressurreição da condenação . ” Mais uma vez, vemos que as pessoas vão ser condenado com base em que eles têm feito , e não apenas com base em se elas acreditavam. Invariavelmente, a Jesus, crer para a salvação é seguir e manter Suas palavras e fazer as obras que são necessárias para a salvação. EXEMPLO DE QUARTA: João 6:47 João 6:47 – “Em verdade, em verdade vos digo que aquele que crê em mim tem a vida eterna.” Alguns protestantes gostam de citar essa passagem para defender a justificação pela fé. Mas isso é facilmente refutada por todo o contexto de João 6. Quase todo o capítulo trata como se deve não só acreditam em salvação, mas também comem a carne do Filho do Homem para ser salvo. Portanto, não é somente pela fé. Isso é abordado na seção sobre a Eucaristia, mas este é outro exemplo onde o contexto estendida refuta um equívoco protestante. João 6:53-54 – “Então Jesus disse-lhes: Em verdade, em verdade eu vos digo: se não comerdes a carne do Filho do Homem e não beberdes o seu sangue, não tereis a vida em vós. Aquele que come a minha carne e bebe o meu sangue tem a vida eterna, e eu o ressuscitarei no último dia “. E QUANTO Efésios 2:8-9, pela graça sois salvos mediante a fé, não pelas obras? Não-católicos freqüentemente citam o seguinte versículo para tentar provar que o homem é salvo pela fé. Efésios 2:8-9 – “Porque pela graça sois salvos, mediante a fé, e isto não vem de vós, é dom de Deus: Não vem das obras, para que ninguém se glorie.” Este argumento também falha. Como agora vou mostrar, este argumento falha porque este versículo está falando especificamente sobre a graça inicial de receber o batismo nas águas. O batismo nas águas não é uma obra “de si mesmos”, mas um sacramento instituído por Deus. No trabalho, você pode fazer pode substituir o poder do batismo nas águas. Isto é dito para “salvar”, porque remove o pecado original do homem e coloca-lo para o estado inicial da justificação. A prova de que Efésios 2:8-9 está realmente se referindo ao batismo com água é encontrada quando se compara a passagem de Tito 3:5, e depois de 1 Pedro 3:20-21. Olhe para isto: Efésios 2:8-9 – “Porque pela graça sois vós salvos, mediante a fé , e isto não vem de vós : é dom de Deus: Não vem das obras , para que ninguém se glorie. ” Tito 3:5 – ” Não pelas obras de justiça que houvéssemos feito, mas segundo a sua misericórdia , ele salvou -nos, pela lavagem da regeneração ., e da renovação do Espírito Santo ” Note-se que as duas passagens são extremamente semelhantes. Eles estão falando a mesma coisa. Ambos mencionam a ser salvo, e não pelas obras que temos feito . Efésios 2:8-9 descreve isso como sendo salvos, mediante a “fé”; Tito 3:5 descreve-o como sendo salvos mediante o lavar regenerador e renovador do Espírito Santo. Eles estão se referindo à mesma coisa. Tito 3:5 é, sem qualquer dúvida, referindo-se ao batismo nas águas, como até mesmo João Calvino e Martinho Lutero admitiu. Efésios 2:8-9 também está falando sobre o batismo nas águas, é apenas que Efésios 2:8-9 chama de “fé”, porque aceitar o batismo é submeter-se a fé, é como um se junta a fé, como Jesus deixa claro em Marcos 16: 15 e Mateus 28:19: ” Pregai o Evangelho a toda criatura …. batizando -os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. “O batismo é também descrito como” fé “em Gálatas 3: Gálatas 3:26-27 – “Porque todos sois filhos de Deus pela fé em Cristo Jesus. Porque, assim como muitos de vós que fostes batizados em Cristo vos revestistes de Cristo. ” Vemos que receber o batismo é sinônimo de receber a “fé” em Cristo Jesus. Para confirmar ainda mais que Efésios 2:8-9 está prestes a ser salvo pelo batismo, vamos expandir a comparação: Efésios 2:8-9 – “Porque pela graça sois salvos, mediante a fé, e isto não vem de vós, é dom de Deus: Não vem das obras, para que ninguém se glorie. ” Tito 3:5 – “Não pelas obras de justiça que houvéssemos feito, mas segundo a sua misericórdia ., nos salvou pela lavagem da regeneração e da renovação do Espírito Santo ” 1 Pedro 3:20-21 – “… quando se esperava a paciência de Deus nos dias de Noé, quando a arca era um edifício: onde uns poucos, isto é, oito almas se salvaram pela água. Whereunto batismo estar da forma como, agora vos salva também … ” Isso demonstra que Efésios 2:8-9 está se referindo a graça inicial do batismo. Efésios 2:8-9 não está falando sobre a justificação contínua daqueles que já foram batizados, mas simplesmente sobre como as pessoas foram inicialmente tirou do pecado original e dada a graça da justificação . No trabalho que qualquer um pode fazer poderia substituir ou substituir o batismo nas águas ea graça que concede: a primeira justificação e remoção do pecado original. Mas quando uma pessoa entra na igreja através do batismo (que é o trabalho de Deus), as suas obras e as obras de fato tornar-se parte do processo de justificação, e um fator que irá determinar se ele mantém justificação. Isso fica claro a partir da abundância de passagens (por exemplo, Tiago 2:24), que já coberto. Assim, o argumento protestante de Efésios 2:8-9 é outro que não se sustenta ao contexto das Escrituras. O batismo não é uma obra de justiça que temos feito, é o sacramento que Jesus instituiu, que derrama o Seu Sangue poupança e da purificação do Espírito Santo. E sobre a afirmação de que o homem é justificado pela fé “sem as obras da lei” (Romanos 3:28)? Protestantes gostam de citar Romanos 3:28 e passagens semelhantes. Romanos 3:28 – “Pois sustentamos que o homem é justificado pela fé sem as obras da lei.” (New American Standard Version) “, pois, que o homem é justificado pela fé, independentemente das obras da lei.” (Romanos 3:28 – NIV Version) Martin Luther pensei que esta passagem ensina a justificação pela fé, independentemente de qualquer consideração das ações humanas ou obras. Isto é completamente errado . Na verdade, não compreender o que se entende pela expressão “obras da lei” é um dos maiores equívocos no protestantismo. Como já vimos, Tiago diz em Tiago 2:24 que o homem é justificado pelas obras e não somente pela fé. O que quer dizer em Romanos 3:28 e em todo o Novo Testamento a expressão “obras da lei” são as leis do Antigo Testamento e prescrições. “Obras da lei” significa obras da Lei Velha. Isso não significa que todas as obras e ações humanas. Paulo estava escrevendo para as pessoas que foram presas na noção de que o sistema da lei antiga , w om a circuncisão, as leis sobre alimentos puros e impuros, sacrifícios rituais, etc ., é indispensável. Que é isso que as “obras da lei” significa, em Romanos 3:28 e passagens semelhantes é comprovada a partir do contexto de Romanos, mas especialmente em Gálatas 2:14. Observe que a frase “obras da lei” é usado, e que se refere especificamente à Antiga Lei (a Lei do Antigo Testamento), nem todas as obras ou ações. Gálatas 2:12-16-“… temendo os que eram da circuncisão … Se tu, sendo judeu, vives como os gentios, e não como judeu, por que obrigas os gentios a viverem como judeus ? Nós, judeus por natureza e não pecadores dentre os gentios, Sabendo que o homem não é justificado por obras da lei , mas pela fé em Jesus Cristo, temos também crido em Jesus Cristo, para que fôssemos justificados por a fé em Cristo, e não pelas obras da lei, porque pelas obras da lei nenhuma carne será justificada “. Note-se que a expressão “obras da lei” é claramente usada por Paulo para se referir a vida “, como fazem os judeus” – observando a lei antiga, a circuncisão, etc, não está se referindo a todas as obras e ações humanas. Isso é óbvio em todo o livro de Gálatas. Aqui está outro exemplo: Gálatas 5:03-6-“Porque eu testifico novamente a todo o homem que é circuncidado , que ele é um devedor a fazer toda a lei . Cristo é tornar sem efeito a vós, quem de vós são justificados pela lei; sois caído em desgraça . Porque nós, pelo Espírito aguardamos a esperança da justiça pela fé. Porque em Jesus Cristo nem a circuncisão valerá alguma coisa, nem a incircuncisão , mas a fé . que opera pelo amor ” Como podemos ver novamente aqui, é claro que, quando São Paulo fala da “lei”, e como nenhum homem pode ser justificado por ele, ele está falando sobre as obras da Antiga Lei: a circuncisão, etc Ele não está falando sobre todas as obras! Nenhuma pessoa honesta pode negar este fato. Ele está simplesmente apontando para eles que a fé / religião / Igreja de Jesus Cristo tem poder salvífico em si. Ele está dizendo que a pessoa não tem que observar a antiga Lei e do seu sistema para obter a salvação que vem de Jesus Cristo. Aqui está outro exemplo: Gálatas 6:13 – “Porque nem ainda esses mesmos que são circuncidados manter a lei ;., mas querem que vos circuncidar, que se gloriarem na vossa carne ” Novamente, vemos que a “lei” refere-se à Lei antiga: observar a circuncisão, etc Nenhum homem é justificado pela lei antiga. Vemos também que Paulo estava falando sobre a antiga lei em Romanos 3:28 (quando ele usa “obras da lei”), se olharmos atentamente para o contexto em Romanos 3 e 4. Romanos 3:01 – “Que vantagem, pois, tem o judeu? Ou qual a utilidade da circuncisão? ” Vemos que o primeiro versículo de Romanos 3 lida com o trabalho do Antigo Testamento da circuncisão. São Paulo está enfatizando para os judeus e outros que não precisa observar essas prescrições para a salvação, ou para entrar na verdadeira fé de Deus, que foi entregue pelo Salvador, Jesus Cristo. Filipenses 3 é mais um exemplo que comprova o ponto sobre o que a Bíblia quer dizer com “a lei” e “obras da lei” e trabalhando sob a lei. Em Filipenses 3, São Paulo está explicando que ele era um judeu que observa a lei judaica. É nesse contexto preciso em que ele fala de ter uma justificação / justiça que não é a sua própria da lei, mas pela fé em Jesus. Em outras palavras, sua afirmação de que a justificação não é a sua própria da lei significa que não é da lei antiga ou por ter observado a Lei antiga: Filipenses 3:5-9 – “[I] Circuncidado ao oitavo dia, da linhagem de Israel, da tribo de Benjamim, hebreu de hebreus; no tocante à lei, fariseu , quanto ao zelo, perseguidor da igreja, segundo a justiça que há na lei, irrepreensível. Mas o que para mim era lucro, isto considerei perda por Cristo. Sim, sem dúvida, e eu contar todas as coisas como perda pela excelência do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor, por quem sofri a perda de todas as coisas, e as considero como refugo, para que possa ganhar a Cristo e ser encontrado em ele, não tendo a minha justiça que vem da lei , mas a que vem pela fé em Cristo, a justiça que vem de Deus pela fé: ” É óbvio que, quando ele fala da justiça ou justificação pela fé – o que não é o seu próprio da lei – ele não está ensinando a justificação pela fé. Em vez disso, ele está simplesmente enfatizando que a lei judaica não justifica e não é necessário para a salvação. Nós já vimos uma grande quantidade de passagens que provam que as ações humanas e as obras fazem parte de um se tem justificação e salvação. É certo que por “obras da lei” Paulo quer dizer que não é salvo pelas obras da antiga Lei, mas a religião de Jesus Cristo. Com estes fatos em mente, podemos ver que é um erro trágico e devastador de má interpretação milhões de protestantes fizeram. Isto levou-os em os erros desastrosos da justificação pela fé e da segurança eterna – idéias que vão contra todo o teor das Escrituras, a necessidade de evitar o pecado, as parábolas de Jesus, etc 2 Pedro 3:16 – “Como também em todas as suas epístolas [de Paulo], nelas falando acerca destas coisas, mas quais há pontos difíceis de entender, que os que são ignorantes e instáveis ​​torcem, como o fazem também com as outras escrituras , para sua própria perdição. ” O CASO DE ABRAÃO refuta a teologia protestante – Isso prova que a justificação não é uma vez POR TODAS ACT TIME, MAS ALGO aumentada e mantida através OBEDIÊNCIA A Bíblia nos diz que Abraão (cujo nome foi mudado de Abrão) foi justificado em Gênesis 15:6 para acreditar que Deus disse sobre o número de seus descendentes. Gênesis 15:05-6-“E ele o levou para fora e disse: Olha agora para o céu, e conta as estrelas, se fores capaz de enumerá-las:. E disse-lhe: Assim será a tua descendência E ele [Abrão] creu no SENHOR, e ele contou-lhe isto por justiça . ” Deve ser salientado que, na teologia católica, a justificação dada no Antigo Testamento era inferior à adoção como filhos de Deus, que é dado no Novo. Independentemente disso, os seguintes pontos sobre a justificação do Antigo Testamento de Abraão – algo que é levantada várias vezes no Novo Testamento – é suficiente para mais uma vez refutar completamente a posição protestante sobre a justificação. Abraão foi justificado em Gênesis 15:6. Se, como afirmam os protestantes, a justificação não é um processo, mas um evento de um tempo em que Deus imputa (aplica) justificativa para uma pessoa como resultado da fé , então Abraão não poderia CurtirCurtir
  8. Wellington disse:

    A igreja que Cristo fundou ele a edificou sobre a rocha e para o primeiro papa entregou a chave do ceu. Tudo que ele ligar na terra será ligado no céu e o que desligar na terra será desligado no céu.
    Pedro assim como os demais acreditava na intercessão de nossa mãe maria, aquela que esteve aos pés da crus e que o próprio Jesus disse ser nossa mãe.

    Esta igreja foi fundada pelo salvador JESUS, o filho de DEUS.

    Depois a igreja passou a ser dividida por homens no caso como citado o texto.
    A divisão não foi a favor de DEUS e sim para favorecimento de interesses humanos.

    Fiquem com DEUS.

    Curtir

Seja respeitoso. Não ataque o autor, debata sua idéia. Não use linguagem obscena, profana ou vulgar. Fique no tema do post. Comentários fora do tema original poderão ser excluídos.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s