Defendendo-se contra o assédio dos Evangélicos


O artigo abaixo é de autoria de: V.De Carvalho com a colaboração de A.Silva – O qual o Blog Igreja Militante tem o prazer de reproduzir à pedido dos autores.

O assédio das seitas evangélicas aos Católicos que não estudam a doutrina da Santa Igreja

O contexto abaixo destina-se aos católicos para que estejam preparados para os ataques constantes de maus protestantes aos dogmas e confissões de fé da Santa Igreja. Lembramos que nem todos os protestantes observam o catolicismo com hostilidade e não poucos fiéis e pregadores realizam boas obras e assumem compromissos sólidos com a palavra de DEUS. Abaixo, conforme já disse, apresento uma espécie de sugestões que visam afugentar membros de denominações que se dizem protestantes, as quais insistem em polêmicas e que visam atacar dogmas de fé e preceitos católicos. Reconheço que é direito de todo e qualquer cidadão exercer livremente sua fé e até mesmo propaga-la, desde que tal empenho não venha demandar qualquer ato de violência ou grave ameaça. Repudio toda e qualquer forma de discriminação religiosa.

A abordagem de um protestante a um católico desinformado sobre a Santa Igreja inicia-se geralmente da seguinte maneira:
Protestante: “Posso falar um minutinho com o senhor ?”
Católico: “Sim”
Protestante: “O Senhor crê em DEUS ?”
Católico: “Sim”
Protestante: “O senhor crê na Bíblia ?”
Católico: “Sim”
Protestante: “O senhor concorda que a Bíblia é a verdade ?” Nesse ponto o católico será doutrinado e muitas vezes convencido. A resposta do católico a pergunta do protestante, naturalmente, é sim. Lógico que o católico crê na Bíblia. Então o protestante diz, por exemplo: “O senhor diz crer na bíblia. Portanto, o senhor concorda que tudo aquilo que está fora da Bíblia não deve merecer crédito ?” Resposta de um católico sem instrução: “Sim. O que está fora da Bíblia tem que ser rejeitado.” O católico está pronto para questionar a fé católica e o magistério da Santa Igreja.
Prossegue o protestante: “O senhor poderia me mostrar pela Bíblia onde está escrito que Maria é medianeira ?” Ou então: “O senhor poderia me mostrar na Bíblia onde está escrito que Maria foi assunta ao céu ?”

O católico não instruído e que concordou com o protestante começa a se enrolar. A resposta católica à pergunta protestante deveria ser: Católico: “Creio sim na Bíblia. Creio tanto que sigo o magistério da Igreja, coluna e sustentáculo da verdade. E dessa forma, não questiono seus dogmas e confissões de fé. Não duvido, não divido e não careço de provas. Creio de todo o meu coração.”E o católico deveria perguntar ao protestante: “Onde está na sua Bíblia que própria Bíblia é a única fonte de revelação ?”

Infelizmente, grande parte dos católicos desconhece que o depósito integral da fé católica constitui-se de Sagradas Escrituras,Tradição Apostólica e o Magistério da Igreja. Por isso o católico acaba por aceitar os argumentos protestantes. Não estamos obrigados a provar nada pela Bíblia. São os protestantes que estão obrigados. Foram eles que acataram as heresias de Lutero homem.

O fato é que sempre que se parte de premissas falsas, chega-se a conclusões igualmente falsas. A Bíblia não se auto define como única fonte de revelação. Este é um questionamento que o protestante não faz a si mesmo. Quem lhe dá certeza de que a Bíblia é a única fonte de revelação se ela nada fala a respeito de si própria como tal ? Em verdade, o protestante copia a doutrina de Lutero. Lutero homem, portanto, falho.

Outra pergunta que um católico poderia fazer ao protestante é: “Onde está na sua Bíblia a relação dos livros inspirados ?” Ora, se a Bíblia nada fala a respeito dos livros inspirados, só é possível ao protestante crer na Bíblia se vier aceitar a autoridade católica, já que foi a Santa Igreja que compilou e definiu todos os textos e livros. O que Lutero homem, adúltero e bêbado fez, foi retirar livros e distorcer tantos outros. Eis a Bíblia protestante !

Como o protestante pode ter certeza se os livros que consulta são aqueles que foram inspirados se a Bíblia nada fala a respeito dos livros inspirados ? Para provar que sua Bíblia é a Bíblia correta, o protestante necessariamente terá que sair da Bíblia e crer em homens. Na prática, quando o protestante “provar” que a sua Bíblia é a Bíblia correta, estará em verdade dizendo que nem tudo está na Bíblia, pois a sua “veracidade” só poderá ser demonstrada fora da Bíblia que nada diz respeito sobre ser única fonte de revelação ou sobre os livros inspirados.

O protestantismo é contraditório em si mesmo. Algumas sugestões práticas podem ajudar aos católicos a inibirem o proselitismo protestante. Vejamos alguns exemplos:

Sabemos que a Bíblia não é contraditória em ponto algum e portanto, não seria possível que a mesma se auto definisse como única fonte de revelação e ao mesmo tempo instruísse os cristãos a seguirem o magistério da Igreja. Faça como eles. Peça o texto bíblico que define a Bíblia como única fonte de revelação. Certamente eles não encontrarão o texto e então o católico poderá dizer-lhe: “A Igreja e somente a Igreja é coluna e sustentáculo da verdade. Sem a Igreja a verdade não se sustenta.”
Quando um protestante disser, por exemplo, que crianças não devem ser batizadas, pergunte onde está escrito na Bíblia que não se deve batizar crianças e que todos só devem ser batizados quando tiverem “entendimento” ou quando decidirem levantar o dedo e “aceitar Jesus” em algum templo protestante? Pergunte logo a seguir por que ele não recita o pai nosso que está na bíblia e que Jesus professou ? E peça sempre os textos bíblicos.

Quando o protestante começar a citar dogmas católicos que ele julga que não encontram referências bíblicas, pergunte outra vez: “você crê na bíblia ? “ Pergunte ainda: “você crê de fato que a bíblia é 100% verdadeira ? “ Ele responderá sim. Não terá outra saída. Então diga: “A Igreja é coluna e sustentáculo da verdade”. Conclua: “Eu sigo o magistério da Igreja.” E pergunte: “você faz o mesmo ou crê em sua interpretação pessoal ? “ E logo a seguir afirme. “A Bíblia ensina que interpretação alguma é de caráter individual.” Se ele disser que segue o magistério da Igreja, pergunte de que Igreja ele está falando se nenhuma das igrejas protestantes existiam quando da compilação que deu origem a Bíblia.

O protestante poderá alegar que pertence à Igreja Invisível. Eles utilizam muito tal expressão para justificarem sua rebeldia contra a Santa Igreja. Aproveite e pergunte onde está na Bíblia que existe uma igreja invisível ? Peça o texto bíblico que fala claramente sobre a Igreja invisível. Nós é que podemos falar em Igreja invisível. A Igreja nos ensina que igreja é muito mais do que construções.

Eles confundem examinar com interpretar.

Em algum momento ele dirá que a palavra de Deus manda examinar as escrituras. Eles confundem examinar com interpretar. Você pergunta mais uma vez: “O senhor já leu na bíblia que nenhuma interpretação é de caráter individual ? “Quando não possuem respostas eles fazem duas outras perguntas fora do contexto inicial. Fique atento. Só se deve passar para outro tema havendo a conclusão do tema anterior.

Ele tentará dizer: “a bíblia manda ir a todo lugar e pregar.” Então lhe diga: “Ora, se a cada protestante pode ler a Bíblia e interpreta-la, ao invés de dízimos, por que não a impressão de Bíblias para todos ? “ E acrescente também: “Se você é inspirado pelo Espírito Santo quando lê a Bíblia, basta você entregar uma Bíblia para o seu irmão que ainda não crê que o próprio Espírito Santo irá iluminá-lo e orienta-lo também”.

O protestante poderá então dizer que a fé vem pelo ouvir. Então diga que se a fé vem pelo ouvir, e de fato vem, é melhor escutar o que a Santa Igreja ensina do que confronta-la a partir de um leitura meramente privada. E se todos que são protestantes já estão salvos pelo Sola Fide (basta crer), por que eles continuam pregando para quem já está salvo a partir de cultos e reuniões que celebram?

Pergunte, por exemplo, onde está escrito que Lutero é santo ? Ele dirá que Lutero não é santo ou que não existe amparo bíblico para considera-lo como tal. Então emende: “Lutero não é santo ? Você está me dizendo que ele é pecador como eu ou você ?” Eles gostam de jogar com palavras e estão prontos para usar tudo que você disser contra você mesmo. Ele terá que dizer que Lutero era pecador. Então pergunte por que ele segue a teoria de Lutero sobre o Sola Scritpura (Só a Bíblia) se sabe que Lutero era pecador ?

Antes que ele responda, pergunte se ele já leu na bíblia: “maldito o homem que confia em outro homem” ? Se você fosse protestante debochado diria que se ele permanecer confiando em outro homem, no caso Lutero, estará afrontando a bíblia e andando fora da Palavra. Essas são expressões que eles gostam. Mas não use de escárnio. Isto não nos fica bem. Se você fosse protestante ainda poderia dizer-lhe para olhar somente para Jesus. Eles sempre dizem isso para nós. Por certo ele ficaria irritado e já não seguiria a doutrinação mental que recebeu. Mas nesta hipótese, usando deboche e presunção, que méritos teríamos ?

Concentremo-nos nos ensinamentos da Santa Igreja e deixemos de lado os chavões comuns aos protestantes. Talvez nem seja necessário esse grande número de questionamentos que apontei para um católico se ver livre do assédio de um mau protestante. Talvez você não tenha experiência ou eloquência para sustentar um debate tão prolongado e tão cheio de nuances.

Alguns doutrinadores protestantes dizem que eles não devem insistir com alguém resistente. Segundo um destes doutrinadores, se um não quer, tem 8 ou 9 que são frágeis e, portanto não se deve perder tempo com aqueles que oferecem resistência. Você só não pode esperar que ele facilmente concorde com você e se converta. O objetivo é dispersá-lo.
A conversão de um protestante ao catolicismo raramente se dá por exercício intelectual. O protestante é filho de Lutero. E quando falamos filho e não seguidor, é porque até mesmo Lutero é seguido apenas parcialmente. Apenas quando lhes interessa, em especial no Sola Scriptura para afrontar o catolicismo. Portanto, sendo filhos de Lutero, são necessariamente auto suficientes e apologistas de suas próprias doutrinas particulares. Cada protestante é uma espécie de dono da Bíblia. Professor, mestre, teólogo, rei, sacerdote, profeta e sempre julgará conhecer mais de catolicismo do que o próprio católico.
Se consideram superiores ao Papa e mesmo ao Magistério da Igreja de 2000 anos. Não aceitam nem mesmo os seus pares, razão pela qual fundam milhares de denominações. Se chamado atenção, o protestante muda de denominação, faz beicinho, nega fala, rompe relacionamentos, sai de casa, larga família, deixa a denominação e vai para outra, quando não funda a sua própria seita.

Mesmo apontando alguns de seus pares como hereges, estes mesmos, quando o adversário é o catolicismo ou quando a questão é meramente estatística, rapidamente voltam a ser irmãos em Cristo e todos estão salvos e todos são bênçãos. É comum ouvir um crente dizendo: “Já somamos 20% da população brasileira.” É como se este crente conhecesse todos os demais crentes, todas as denominações e ao mesmo tempo fosse possível a todos pregarem o Cristo verdadeiro ao mesmo tempo que cada um prega um Cristo diferente do outro. O MAU protestante é um divisor por excelência. Por onde passa divide, questiona e jamais agrega. Só protesta e nada atesta. O protestante é ávido por falar e nunca está pronto para ouvir. Tudo quer ensinar e nada quer aprender. E como sabemos, quem sabe de tudo não carece de instrução.
Nós católicos, por nada sabermos é que seguimos o magistério da Igreja. Por isso nenhum de nós tem seguidores, mas todos seguimos a voz do pastor. Eles costumam dizer que “tomaram posição diante de DEUS.” Eles gostam desse chavão, entre tantos que criaram. Judas também tomou posição diante de DEUS. O Resultado todos já conhecem. Estivemos muito tempo adormecidos e a nossa mansidão aprendida na Igreja foi tratada como covardia pelos nossos “juízes”. Está na hora de reagirmos com sabedoria, rejeitando sempre qualquer tipo de violência, difamação, ofensas e preconceitos, mas jamais esquecendo que devemos combater a heresia, até mesmo por amor ao próximo, e, sempre, sempre, sempre, defender a Santa Igreja e a honra e dignidade da Santíssima Virgem.Combatamos o bom combate e não recusemos a perseguição.
Conclusão: Lembrem-se católicos que não estamos obrigados a responder ou provar nada pelo Sola Scriptura(Só a Bíblia). Nós seguimos o magistério da Igreja. Seguimos a Bíblia e a Tradição. É o protestante que está obrigado pelo princípio criado por Lutero homem.

Nossa fé pode ser explicada pela tradição e pelo Magistério da Igreja. A fé protestante não pode ser explicada pela Bíblia. Este é o “pulo do gato” do protestante. Imaginem que eu cobre de um ateu a guarda do domingo.. Seria estúpido da minha parte, sabendo que ele não é cristão, fazer-lhe tal cobrança. Agora imaginem que eu faça esta mesma cobrança, sendo que eu mesmo não guardo o domingo. Pois é. O protestante que escolheu para si o critério antibíblico “Só a Bíblia”, estabelece para nós o mesmo critério. Critério para o qual não estamos obrigados. E ele mesmo, que criou para si e para os demais o critério “Só a Bíblia”, é o primeiro a ignorá-lo quando, entre muitas situações, não observa a proibição da interpretação privada e a consagração da igreja como coluna e sustentáculo da verdade.

Poderíamos citar uma série de inobservâncias às disposições bíblicas cometidas pelos protestantes. Mas nem precisamos. Se um protestante não é igual ao outro em matéria de fé e doutrina, e, se todos utilizam a mesma Bíblia, é óbvio que, não havendo concordância, tem alguém andando fora da Bíblia. Não estamos dizendo que católicos são melhores do que protestantes ou que podemos julgar a fé que reside no coração de cada ser humano. Estamos apenas defendendo a fé católica contra os ignorantes e os maus.

Reconhecemos até mesmo que é direito de qualquer homem ou mulher permanecer no erro doutrinário se assim desejarem. Respeito o direito de qualquer homem ou mulher aderirem à fé, crença ou religião que mais lhe agradam.


Paz em Cristo e Salve Maria.

.

Anúncios

Sobre Hellen

Católica militante, expatriada, mãe e arquiteta e estudante de Direito. Quando há tempo, engajada na "missão" de defender a fé católica e evangelizar aos irmãos católicos, especialmente aqueles afastados da Santa Fé . I am an expat architect, law student and Catholic mommy who's taken on blogging. I've doing this for a few years now and I'm totally hooked up. All for the Glory of God!
Esse post foi publicado em Apologética Católica e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

11 respostas para Defendendo-se contra o assédio dos Evangélicos

  1. Klywer cavalcante da cruz disse:

    Bendita seja a hora que minha mae me apresentou a santa igreja católica e em nome de jesus nunca deixarei de defender essa coluna e sustentaculo da verdade.Eraldo cavalcante.

    Curtir

  2. Luiz Gustavo disse:

    Muito Obrigado texto Helen, eu sofro muita perseguição de Fundamentalistas evangélicos no meu serviço, eu sofro com isso, pois realmente não tenho o conhecimento necessário para discutir com eles e sei também que é uma perda de tempo terrível, mas as duvidas que eu tinha eu consegui tirar neste texto, estou muito mais preparado caso venham ofender minha religião, o seu blog esta me ensinando muitas coisas que eu antes não tive oportunidade de aprender, estou ainda engatinhando mas espero um dia conhecer toda a verdade e todas as doutrinas da Única e verdadeira igreja de Cristo.

    Curtir

  3. adilson disse:

    jesus andou num jumento que não era dele para evangelizar, não cobrou um só vintém, tem gente por ai que passa a maior parte do tempo só falando em dinheiro, no meio do culto para e fala que precisa de 300 mil fies para
    doar 70 reais cada um, ou seja 2 milhões e cem mil reais para que para depositar na conta de deus. que deus e este que e dono de tudo e ainda precisa de dinheiro? vai trabalhar vagabundo! não fica por ai usando o nome de deus em vão, para ser dar bem na vida. deus é maior! pára de ficar usando essas frases , dizendo que deus é fiel. isto todo mundo, até mesmo aqueles que não têm religião sabe. vocês é que tem de ser fiel a deus!

    Curtir

  4. tiagomonteiro2013 disse:

    Obrigado, Helen!
    Nossa Senhora, a medianeira, é o dogma que está faltando!
    Tudo com Jesus! Nada sem Maria!

    Curtir

  5. A.Silva disse:

    ROSA SILVA, ao invés do chavão clássico que brinca com a palavra infalível de DEUS, Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará, estude e leia.

    PROTESTANTES EVANGÉLICOS PIRANDO APÓS LEITURA DA BÍBLIA

    Dizem os protestantes que religião não serve para nada:

    Ísaias 42, 1: “Eis meu servo que eu amparo, meu eleito ao qual dou toda a minha afeição, faço repousar sobre ele meu espírito, para que às nações a verdadeira religião.”

    2. Ele não grita, nunca eleva a voz, não clama nas ruas.

    3. Não quebrará o caniço rachado, não extinguirá a mecha que ainda fumega. Anunciará com toda a franqueza a verdadeira religião; não desanimará, nem desfalecerá,

    4. até que tenha estabelecido a verdadeira religião sobre a terra, e até que as ilhas desejem seus ensinamentos.Isaías,42´

    Retomemos Isaias 42, 1 e notemos que o profeta inspirado usa a expressão verdadeira religião.

    Expressão similar e com o mesmo sentido, será usada no Novo Testamento no texto: “A religião pura e imaculada para com Deus, o Pai, é esta: Visitar os órfãos e as viúvas nas suas tribulações, e guardar-se da corrupção do mundo.
    (Tiago 1.27)

    Isto é de pirar a cabeça de um protestante honesto que diz que religião não serve para nada, quando o próprio DEUS vivo fala em religião no velho e no novo testamento.

    Isto é que acontece quando alguém deixa de ouvir a Igreja verdadeira para ouvir o pastor.

    E para não fugir a regra, aqueles que gritam que religião não serve para nada quando criticados gritam: “Está havendo perseguição religiosa ao Povo de DEUS.”

    Mais falta de conhecimento bíblico do que isto é impossível.

    Definitivamente: PROTESTANTE NÃO LÊ A BÍBLIA E QUANDO LÊ NÃO ENTENDE.

    ->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->

    Mas dizem os protestantes ainda que as obras não servem para nada. O importante é “olhar” para Jesus e “aceitar” Jesus em uma seita protestante.

    O protestante diz que o Espírito Santo é quem prepara para as boas obras. Não duvidamos que o Espírito Santo prepare para as boas obras. O Espírito Santo só pode produzir coisas maravilhosas.

    Entretanto, o DEUS amoroso e gentilíssimo sempre nos dá livre escolha. Podemos inclusive optar por pregadores protestantes e suas distorções bíblicas se assim desejarmos.

    Tem gente que escolheu Lutero e Calvino contra a Igreja dos Concílios.

    E tem gente escolhendo os pastores televisivos e ignorando a Igreja dos 2.000 anos.

    O texto de Tiago que vimos acima e que recomenda a visita aos órfãos e viúvas, deixa claro que tudo é uma questão de escolha. Uns escolhem visitar os órfãos e viúvas e outros não.

    Se fosse automático, não precisava ser dito. Naturalmente, o Espírito Santo daria o impulso necessário.

    Não por acaso a bíblia diz: “Fazemos o mal que não queremos e deixamos de fazer o bem que gostaríamos(Rm 7, 19)”

    Escolher fazer as coisas boas é decisão pessoal.

    Jesus Cristo deixa claro que a escolha é nossa. Assim sendo, quem fica “esperando” o Espírito Santo sugerir que façamos algo de bom, em verdade está apenas oferecendo uma desculpa tosca pela sua inércia e indiferença ao sofrimento e necessidades alheias.

    Capítulo 25 de Mateus Porque tive fome, e me destes de comer… (Mat.25:35)

    “Porque tive fome, e me destes de comer; tive sede, e me destes de beber; era forasteiro, e me hospedastes; estava nu, e me vestistes; enfermo, e me visitastes; preso, e fostes ver-me. Então, perguntarão os justos: Senhor, quando foi que te vimos com fome e te demos de comer? Ou com sede e te demos de beber? E quando te vimos forasteiro e te hospedamos? Ou nu e te vestimos? E quando te vimos enfermo ou preso e te fomos visitar? O Rei, respondendo, lhes dirá: Em verdade vos afirmo que, sempre que o fizestes a um destes meus pequeninos irmãos, a mim o fizestes.” (Mateus 25:35-40)

    Pelo texto acima ficou evidente que as obras são necessárias e aqueles que as executam foram exatamente aqueles que observaram a mensagem evangélica.

    Mateus 12.50 : “Pois quem faz a vontade de meu Pai que está nos céus, este é meu irmão, minha irmã e minha mãe”.

    E a sentença daqueles que ignoram as obras ?

    Continuação de Matheus 25:

    Mateus 25:41 Então, o Rei dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos.
    Mateus 25:42 Porque tive fome, e não me destes de comer; tive sede, e não me destes de beber;
    Mateus 25:43 sendo forasteiro, não me hospedastes; estando nu, não me vestistes; achando-me enfermo e preso, não fostes ver-me.
    Mateus 25:44 E eles lhe perguntarão: Senhor, quando foi que te vimos com fome, com sede, forasteiro, nu, enfermo ou preso e não te assistimos?
    Mateus 25:45 Então, lhes responderá: Em verdade vos digo que, sempre que o deixastes de fazer a um destes mais pequeninos, a mim o deixastes de fazer.
    Mateus 25:46 E irão estes para o castigo eterno, porém os justos, para a vida eterna.

    Tiago confirma:

    Tiago 2:26: “Porque, assim como o corpo sem o espírito está morto, assim também a fé sem obras é morta”.

    Ora, se a fé sem obras é morta, significa que ninguém automáticamente que tem fé começa a fazer as boas obras.

    Tem que haver uma decisão para fazer as boas obras.

    É totalmente falsa a afirmação protestante de que as boas obras surgem automáticamente para quem é renascido.

    Mentira grosseira e vil para enganar os tolos e aqueles que sempre estão sujeitos a todo vento de doutrinas e toda sorte de novidades.

    Finalizando: “Tiago 2″

    18 Mas dirá alguém: Tu tens a fé, e eu tenho as obras; mostra-me a tua fé sem as tuas obras, e eu te mostrarei a minha fé pelas minhas obras.

    Acima, um texto que ratifica mais uma vez a máxima de que sem obras é impossível ter a fé que agrada a DEUS.

    Quem crê em Jesus, crê em tudo que ele pregou e não apenas em parte.

    Quem crê em Jesus, crê quando ele diz que devemos amar ao próximo e fazer-lhe o bem.

    Quem crê em Jesus faz as obras de Jesus e não somente a obra da denominação ou do pastor.

    Martinho Lutero pai dos protestantes e inventor do Sola Scrpitura disse sobre o texto de Tiago:

    Martinho Lutero sobre a carta de Tiago, expressa no prefácio de sua edição do Novo Testamento de 1522, foi de que ela era uma”carta de palha”.

    Isto explica quase tudo não é ?

    Os filhos de Lutero reproduzem as obras de Lutero e criticam quem faz as boas obras como se crêssemos que as obras unicamente são suficientes para a salvação e a fé em Jesus não tivesse importância alguma.

    Alguém disse e não fui eu: “Atribuem a nós doutrinas que não praticamos(salvação pelas obras) e aquelas que efetivamente praticamos(adesão completa a Jesus), estas são ocultadas por nossos perseguidores protestantes. Dando crédito às fábulas e aos falsos mestres, nunca se firmam na verdade.”

    Culpar o Espírito Santo e sair dizendo por aí: “DEUS não me falou ao coração” ou “A Bíblia não nos autoriza a suprir aos mais necessitados” são desculpas asquerosas para quem é indiferente a tudo e a todos e só está interessado em fazer as obras do pastor e atrás de bênçãos materiais.

    E o pastor corrupto por sua vez, não está interessado em que alguém supra materialmente quem quer que seja. Quanto menos ajuda para os de fora, mais recursos para a denominação.

    Com algumas exceções, justiça seja feita, pois nem todos são maus e uma grande parte critica inclusive os abutres no meio protestante, é no protestantismo que surgem expressões de “apóstolos”, “missionários” e “ungidos” do tipo:

    “…ajudar os pobres é desviar recursos da denominação.”

    E mesmo criticado por seus pares, quando surgem as estatísticas e pesquisas, todos de repente passam a integrar a religião “una” evangélica e todos se consideram “irmãos em Cristo.”

    E assim podemos dizer: Quem não concorda com os vermes, torna-se cúmplice de suas obras quando assumem a condição de irmãos em Cristo de um daqueles.

    Por outro lado, os lobos ocupam-se de apresentar aos inocentes ou talvez aos não tão inocentes assim, a demoníaca teologia da prosperidade.

    Curiosamente, só quem prospera a partir desta “teologia” é o próprio doutrinador.

    ->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->

    Dizem estes protestantes e evangélicos que ninguém deve confessar ao sacerdote:

    Mas o que diz a Bíblia da qual o protestante pensa ser seguidor ?

    “Recebei o Espírito Santo. Aqueles a quem perdoardes os pecados, lhe serão perdoados; aqueles a quem os retiverdes, lhes serão retidos” (Jo 20,22-23).

    Não iremos nos alongar. Desnecessário.

    Jesus dá poderes aos apóstolos para que perdoem e retenham pecados.

    Está claro isto ?

    Como é possível aos apóstolos atenderem as ordens de Jesus se ninguém vier ter com eles ?

    Um apóstolo só pode perdoar pecados ou rete-los se antes alguém lhe confessar estes mesmos pecados.

    Ou será que os protestantes estão sugerindo que os apóstolos foram orientados por Jesus a andar pelas ruas apontando dedo para as pessoas e perdoando e retendo pecados ao bel prazer de cada apóstolo ?

    Jesus deu poderes para que eles advinhassem os pecados de cada um ?

    Jesus lhes deu poderes para que sondassem corações e conhecerem quem estava ou não arrependido ?

    Ou Jesus gentil e que dá ao homem sempre o direito de escolha desejava que cada homem e mulher arrependidos desse um passo de humildade e confessasse suas faltas a outro pecador ?

    E diz o protestante em tom de falsa humildade: “Eu só me confesso a DEUS.”

    ->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->->

    Finalizando, dizem os filhos de Lutero que Maria foi uma mulher como outra qualquer:

    Para começar podemos dizer que os filhos de Lutero são extremamente ingratos e desobedientes.

    Lutero sempre defendeu a perpétua virgindade de Maria e lhe atribuiu toda a sorte de privilégios, se não vejamos:

    Palavras de Lutero – Pai dos protestantes

    “Cristo era o único filho de Maria. Das entranhas de Maria, nenhuma criança além dEle. Os ‘irmãos’ significam realmente ‘primos’ aqui: a Sagrada Escritura e os judeus sempre chamaram os primos de ‘irmãos’.” (Martinho Lutero, Sermões sobre João 1-4, 1534-39)
    “Cristo, nosso Salvador, foi o fruto real e natural do ventre virginal de Maria. Isto se deu sem a cooperação de um homem, permanecendo virgem depois do parto.” (Martinho Lutero, idem.)
    “Deus diz: ‘o filho de Maria é meu Filho somente.’ Desta forma, Maria é a Mãe de Deus.” (Martinho Lutero, Ibidem)
    Na mesma direção caminharam os demais reformadores.

    Calvino, seguido pela maioria das denominações protestantes no Brasil, chamou de loucos sutis aqueles que segundo ele abusavam das Escrituras ao atribuirem a José e Maria filhos carnais além de Jesus Cristo.

    Desnecessário reproduzir tudo que disseram os pais do protestantismo em favor de Maria. Quem quiser e tiver sede da verdade pode procurar em toda a internet. É fácil encontrar. Só não vai achar que não tem interesse em conhecer a verdade.

    Prosseguindo, considerando a máxima protestante dos dias atuais, ou seja, Maria foi uma mulher como outra qualquer, vamos aos textos bíblicos que parecem esclarecer toda a questão:

    Lucas 1, 48: “… porque olhou para sua pobre serva. Por isto, desde agora, me proclamarão bem-aventurada todas as gerações…”

    Uma pergunta simples: Onde a profecia bíblia se cumpre ? Em que igreja ?

    Alguém já viu o cumprimento da profecia bíblica em alguma igreja protestante ?

    Quer dizer então que a profecia bíblica não se cumpre exatamente nas igrejas que gritam: “Só a Bíblia” ????

    “… desde agora, me proclamarão bem-aventurada todas as gerações, …”

    Eu nunca ouvi tal expressão saindo de uma boca protestante ou evangélica.

    Mas não é só isso.

    O protestante que diz que Maria foi uma mulher qualquer, parece não ter lido Lucas 1, 28:

    28. Entrando, o anjo disse-lhe: Ave, cheia de graça, o Senhor é contigo.
    O anjo do Altíssimo DEUS reverenciou Maria e disse: “Ave, cheia de graça.”

    E o humilde protestante diz: “Barriga de aluguel.”

    Disse o anjo: “O senhor é contigo.”
    E diz o protestante: “Maria deusa pagã.”

    Em Lucas 1, 30 o anjo do Senhor acrescenta: “Não temas, Maria, pois encontraste graça diante de Deus.”

    Maria encontrou graça diante de DEUS, disse o anjo.
    O sábio e doutor em Bíblia protestante diz: “Mãe de aluguel ou Deusa do catolicismo.”

    Após ter recebido do anjo a revelação de que traria ao mundo o filho do Altíssimo DEUS, Maria em completa humildade e submissão diz:

    “Então disse Maria: Eis aqui a serva do Senhor. Faça-se em mim segundo a tua palavra. E o anjo afastou-se dela.”

    Humilde também é o Senhor da Glória que não veio para ser servido, mas antes veio para servir.

    Já houve na face da terra alguém com mais condições morais de exigir alguma coisa de DEUS pai ?

    Para relembrar: Jesus Cristo: “Pai, se possível, afasta de mim este cálice. Mas não seja feita a minha, mas sim a tua vontade.(Matheus 26, 39)”

    Belos exemplos de humildade e obediência da Virgem Maria e Jesus Cristo.

    Enquanto isso grita o protestante: “Eu não preciso de Religião. Não preciso de igreja. Não preciso de papa, não preciso de santos, não preciso de Maria, não preciso de Eucaristia, não preciso me confessar, eu mesmo posso ler a Bíblia, eu tenho assistência direta do Espírito Santo.”

    Ufa…

    Mas tem mais: “Eu exijo, eu determino, eu tomo posse da benção, eu declaro vitória, DEUS irá me restituir tudo, eu não aceito derrota, tua palavra me garante vitória, etc…”

    Continuamos,

    Lucas 1, 41: “Ora, apenas Isabel ouviu a saudação de Maria, a criança estremeceu no seu seio; e Isabel ficou cheia do Espírito Santo.”

    Isabel ficou cheia do Espírito Santo quando ouviu a saudação de Maria.

    E como fica o protestante quando ouve uma saudação nossa a Maria ?
    Cheio do Espírito Santo é que ele não fica mesmo.

    Lucas 1, 42: “E exclamou em alta voz: Bendita és tu entre as mulheres e bendito é o fruto do teu ventre.”

    Isabel, ainda cheia do Espírito Santo, diz: “…bendita és tu entre as mulheres”.
    E o protestante diz: “impublicável”

    Lucas 1, 43. Donde me vem esta honra de vir a mim a mãe de meu Senhor?

    Isabel, ainda cheia do Espírito Santo exclama: “…donde me vem a esta honra de vir a mim a mãe do meu Senhor.”

    O protestante ficaria honrado como Isabel se recebesse a visita de Maria ? Por certo que não. Ele ficaria cheio de ódio.
    E para Maria sobrariam deboches, escárnio e apelidos.

    Ainda que Isabel tenha chamado Maria de mãe do meu Senhor e ainda que todos saibam que o Senhor é DEUS, grita o protestante: “Maria não é mãe de DEUS.”

    Lucas 1,44: “ Pois assim que a voz de tua saudação chegou aos meus ouvidos, a criança estremeceu de alegria no meu seio.”

    A criança no ventre de Isabel estremeceu de alegria quando ouviu a vóz de Maria.
    E se o protestante ouvisse a voz de Maria ??? Ele ficaria também cheio de alegria ???

    Lucas 1, 45: “ Bem-aventurada és tu que creste, pois se hão de cumprir as coisas que da parte do Senhor te foram ditas!”

    Isabel felicita Maria como alguém que creu integralmente no Senhor e colocou-se a sua disposição.

    E sobre esta serva irrepreensível, diz o protestante: “Mulher pecadora e comum.”

    E Jesus em seu sofrimento mais atroz ainda entrega a Maria o discípulo mais amado. Não vou nem falar da maternidade universal de Maria para que os protestantes não pulem de raiva.

    Jesus Cristo: Jo 19, 27 Então disse ao discípulo: Eis aí tua mãe. E desde aquela hora o discípulo a recebeu em sua casa.

    E o protestante levaria Maria para sua casa como determinou Jesus ? Ou a expulsaria de todo e qualquer lugar onde ela pudesse ser encontrada ?

    Jesus deu a sua mãe o discípulo amado. E deu ao discípulo amado sua própria mãe.

    Diga-se de passagem, nesta hora, os “irmãos” de Jesus inventados pelos protestantes desaparecem.

    E mesmo admitindo que Jesus teve um carinho fraternal de filho com sua mãe, já que não podem suportar a maternidade universal, ainda assim dizem que Jesus Cristo a desprezou na Bodas de Canã quando lhe chamou de mulher.

    Chamou sim. E fez também o milagre ainda que não tivesse chegado sua hora.
    O primeiro milagre de Jesus foi feito a pedido de Maria.

    E Maria como serva fiel e obediente e que sabe conduzir o povo a Jesus disse para quem tem ouvidos e que deseja ouvir: “Fazei tudo que ele vos disser.”

    A pergunta que não quer calar: Quem não lê a Bíblia ? Ou quem lê e nada entende ?

    Nós seguimos:
    “…Igreja de Deus vivo, coluna e sustentáculo da verdade” (1Tim 3,15).”

    Por tudo isto e muito mais se diz: “Fora da Igreja Católica não há salvação.”

    Aceitamos que todo homem ou mulher devem aderir a fé e crenças que lhes pareçam mais adequadas. Limitamos nossas questões ao debate unicamente religioso e condenamos assim ofensas a honra e dignidade das pessoas. Acreditamos na liberdade religiosa e condenamos quem deseja impor aos demais credos ou religiões. Condenamos ainda quem cause embaraço a outro no exercício de sua fé.

    Autor: A.Silva com a colaboração de Bebel de Carvalho e Dani Silva – Livre divulgação mencionando-se o autor

    Curtir

  6. José Tiago disse:

    Rosa Silva, por favor, entenda:
    Um só mediador, de redenção. Prestem atenção em todo o texto, e não em meio texto. Foi dito: de redenção entre Deus e os homens, certo?
    Nossa Senhora é medianeira de intercessão entre Jesus Cristo (Deus) e os homens. Entendeu?
    Sem o Magistério da Única Igreja, os protestantes seguirão criando suas milhares de seitas.

    Curtir

  7. Rosa Silva disse:

    Se você está lendo a bíblia parabéns!

    “Conhecereis a verdade e verdade vos libertará (joão 8:32)”,
    “Pois há um só Deus e um só mediador entre Deus e os homens: Jesus Cristo, homem. ( 1 Timóteo 2:5)”
    “Pois Deus amou de tal forma o mundo que entregou o seu Filho único, para que todo o que n’Ele acredita não morra, mas tenha a vida eterna. (joão 3:16)”
    “Assim diz Javé, o Rei de Israel, teu redentor, Javé dos exércitos: Eu sou o primeiro, e sou o último; fora de Mim não existe nenhum outro deus.(Isaías 44:6)”

    a paz . fique com Deus.

    Curtir

    • Eduardo disse:

      O demônio conhece as escrituras e distorce as interpretações das mesmas. Isto é nítido quando se lê o episódio das tentações no deserto de Cristo. Assim, a verdadeira interpretação nos é garantida pelo Espírito Santo, com a promessa que ESTE guiará sempre a Igreja. O Espírito não leva a interpretações contrárias, como vemos nas comunidades protestantes. “Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará”. Podemos crer com tranquilidade na nossa Santa Igreja Católica, Apostólica, Romana, sempre guiada por este Espírito, conforme as promessas de Cristo.

      Curtir

    • Anderson disse:

      É impressionante como protestante usa sempre os textos bíblicos como se fossem jargões. Não há um site que entro que não tenha alguém dizendo: “Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará.”

      E nenhum deles concorda com o outro.

      Como é possível que todos conheçam a verdade se todos divergem entre si ?

      Quer conhecer a verdade Sra.Rosa ?

      Então leia a Bíblia e veja quem foi definida como coluna e sustentáculo da verdade. Leia em Timóteo.

      Sem a a coluna e sustentáculo a verdade não permanece de pé.

      Conheça esta verdade bíblica e então de fato a senhora estará liberta.

      Liberta das seitas heréticas e divergentes entre si que nunca se firmam na verdade, mas puxam e esticam as Escrituras para atender aos caprichos de seus mestres e definir doutrinas meramente humanas.

      Passar bem.

      Curtir

Seja respeitoso. Não ataque o autor, debata sua idéia. Não use linguagem obscena, profana ou vulgar. Fique no tema do post. Comentários fora do tema original poderão ser excluídos.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s