Ultrajante, ofensivo e blasfemo: Filme de Ulrich Seidl afronta Católicos de todo o mundo


O Pecado do Respeito Humano

Em nome da “tolerância” religiosa, em nome do corretismo político, aqueles que ainda creem em Deus são diariamente esmagados pela secularização imoral do ocidente. Portanto, não me parece absurdo dizer que, em certos pontos, nós cristãos temos muito o que aprender com os muçulmanos…

Imaginem o cenário hipotético: Um filme polêmico e blasfemo, cujo tema envolve não apenas o Islão, mas a prática “fanática e doentia” da religião, a ponto de levar a protagonista, muçulmana praticante, à loucura e à um ato de blasfêmia incomensurável! Podemos imaginar qual seria a reação do mundo Islâmico. Alguém ai se lembra do episódio da caricatura de Maomé publicada pelo cartunista Dinamarquês?

Pois bem, a história se repete. Mas a ofensa, essa sim é sem precedentes! O diretor Ulrich Seidl afrontou a todos os Cristãos, católicos ou não, com sua nova “obra” Faith Paradise. Chega-me a doer o estômago… Mas vamos lá, vou citar as palavras do editorial o Globo, porque as minhas próprias faltam-me:

 “…o jornal italiano “Coriere della Sera” ao resenhar o filme decididamente anticlerical, protagonizado por uma fervorosa católica que se flagela, usa o cilício, caminha pela casa de joelhos, impreca os pecadores e chega a se masturbar com um crucifixo… O filme, uma história de excessos místicos na qual inclusive a fotografia do papa Bento XVI é difamada, arrancou risos e foi aplaudido durante a primeira projeção à imprensa especializada e provavelmente gerará reações na Itália, um dos países mais católicos do planeta, e no Vaticano.”  G1 Globo

O “x” da questão é o seguinte: Não se pode vencer o mal como a prática do mal. Portanto, não adianta sair por ai, ao estilo Jihad, a explodir com ataques terroristas toda e qualquer pessoa que ouse ofender a Deus e, porque não, a Sua Igreja. Não é neste ponto que devemos “imitar” aos muçulmanos, como menciono no parágrafo introdutório. Devemos sim, admirar e imitar o zelo que demonstram por sua fé.   Não podemos, infelizmente, mudar o mundo do dia para a noite, mas uma coisa é certa, se todo católico ensinasse a seus filhos o temor a  Deus e a prática sã e ortodoxa da própria fé, filmes como o do tal Seidl não sairiam do papel, e se saíssem, seriam fracasso de bilheteria… Por falta de público.

O EXCESSO DE PACIÊNCIA E O RELATIVISMO SÃO PECADOS É EXCESSO DE IMPIEDADE TOLERAR PACIENTEMENTE AS INJÚRIAS FEITAS CONTRA DEUS
“(…) Nem vai contra a natureza da paciência atacarmos, quando necessário, quem faz o mal; porque, como disse São João Crisóstomo (Hom. Op. imperf. acerca daquilo da Escritura – ‘Vai-te satanás’ (Mt IV,10) – sofrermos com paciência as injúrias que nos atingem, é digno de louvor; mas, é excesso de impiedade tolerar pacientemente as injúrias feitas contra Deus” ( SÃO TOMÁS DE AQUINO, SUMA TEOLÓGICA, 2a. 2ae., q. 136, a. 4, ad. 3)
Católicos, precisamos fortalecer nossas famílias. A Igreja de Cristo é doméstica, nossa fraternidade começa em casa. Somente famílias fortes podem mudar o mundo. Ortodoxia é ser fiel ao Evangelho. Chega de pecar por respeito humano… O debate está aberto. O Blog aguarda as opiniões. Com ajuda de Deus, um dia a tribulação passará. Amém!
Anúncios

Sobre Hellen

Católica militante, expatriada, mãe e arquiteta e estudante de Direito. Quando há tempo, engajada na "missão" de defender a fé católica e evangelizar aos irmãos católicos, especialmente aqueles afastados da Santa Fé . I am an expat architect, law student and Catholic mommy who's taken on blogging. I've doing this for a few years now and I'm totally hooked up. All for the Glory of God!
Esse post foi publicado em Apologética Católica e marcado , , , , , , , . Guardar link permanente.

4 respostas para Ultrajante, ofensivo e blasfemo: Filme de Ulrich Seidl afronta Católicos de todo o mundo

  1. Erick disse:

    É nesses casos que percebemos que a Igreja vem de Cristo: Jesus foi ultrajado e a Igreja também é ultrajada; porque ambos defendem a santidade.

    Curtir

  2. Isayas disse:

    JÁ POSSO FAZER ALGUMA COISA
    O que podemos fazer de imediato é repudiar, sugerir a outros o mesmo, FREQUENTAR BLOGS E SITES mandarão e-mails às Camaras e Congresso pedindo para barrar tal medida. e não irmos a qualquer filme ou comprar qualquer semelhante literatura para não angariarem fundos ás nossas custas; tudo desse pessoal funciona em torno de lucro financeiro: não demos oportunidade de lucrarem às nossas custas.
    Somos pacíficos mas não pacifistas a qualquer custo!
    Zc 3,2: O Senhor te repreenda!
    É muito importante não votarmos no PT, promotor de aborto e outras leis anticristãs; quem vota nele “dá procuração no cartório para o diabo agir em seu nome”, inclusive as leis anti Cristo, como gayzismo, pedofilia; o PT comunista facilita todo tipo de anti cristianismo: são demoníacos!
    E a gente como católico fazer uma traição dessa a Cristo é péssimo!

    Curtir

  3. FRANCISCO disse:

    Prezada Helen:

    Neste aspecto solidarizo-me com os católicos. É um filme de muito mal gosto. É uma baixaria. O diretor desse filme deveria ser processado, senão preso como qualquer outra pessoa que comete crime de ódio e de racismo. Um filme desses com certeza deveria ser censurado. É preciso se ter repeito com uma fé milenar como é a fé católica.

    Curtir

  4. oandarilho01 disse:

    Olá, Helen!
    É uma notícia estarrecedora mesmo.
    Tenho sustentado que a Igreja Católica precisa ter um órgão forte de proteção do patrimônio cultural cristão.
    Talvez congregar autoridades das indústrias artísticas (fonográfica, cinematográfica, literária, etc) em um conselho internacional que pudesse firmar um tratado com intuito de prevenir abusos como este.

    Mas, sim, você está certíssima quanto à contrapartida que deve ser permanentemente aplicada de dentro para fora, a partir de nossos lares, passando por nossas comunidades e transbordando para o convívio social fora dos muros. A educação sobre o respeito ao sagrado deve ser resgatada o quanto antes.

    Curtir

Seja respeitoso. Não ataque o autor, debata sua idéia. Não use linguagem obscena, profana ou vulgar. Fique no tema do post. Comentários fora do tema original poderão ser excluídos.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s