Por que a Igreja não vende tudo o que tem para ajudar aos pobres?


Está é uma pergunta bastante pertinente e apesar de antiga, nunca deixou de ser atual, aliás, ultimamente,  com o apetite cada vez mais voraz que a mídia  secular demonstra ter para escornear a Igreja Católica, ela torna-se ainda mais relevante. Sendo assim, vamos direto aos fatos, porque apesar de haver um grande número de “bem-intencionados” Judas Iscariotes,, sejamos francos,  dentre eles são poucos os que são dados à leitura e à pesquisa.  Assim, não é prudente que me extenda muito.

Mas Judas Iscariotes, um dos seus discípulos, aquele que o havia de trair disse. Por que não se vendeu este bálsamo por trezentos denários e não se deu aos pobres? (João 12,4-5)

A igreja Católica é a instituição mais antinga da terra. Se fosse uma empresa privada, seria a maior do mundo, não apenas em tamanho mas em termos de volume do seu patrimônio e sua riqueza e por sua presença em quase todo o país do mundo. Sua importância, porém, não se restringe ao seu tamanho e número de fiéis batizados. Foi a Igreja Católica que criou, por exemplo, o sistema universitário, os métodos de pesquisa científica ou a filantropia instituicional, sem a qual a palavra caridade, que significa amor,  não teria sequer o sentido que têm hoje nas sociedade  ocidentais.  Contudo, apesar de inúmeros outros feitos de valor, o mais nótorio deles: a caridade da Igreja Católica, é infelizmente, ignorada tanto pelos católicos como não-católicos. Assim, a Igreja Católica é sistematicamente cristicada por sua riqueza.

Deus Caritas Est – Deus é Amor

“Mas se a Igreja é tão rica e poderosa, por que não vende tudo o que possui para ajudar aos necessitados?”

Vamos ao números e fatos:

A Igreja Católica mantém na Ásia: 1.076 hospitais; 3.400 dispensários; 330 leprosários; 1.685 asilos; 3.900 orfanatos; 2.960 jardins de infância.  Na África: 964 hospitais; 5.000 dispensários; 260 leprosários; 650 asilos; 800 orfanatos; 2.000 jardins de infância.  Na América: 1.900 hospitais; 5.400 dispensários; 50 leprosários; 3.700 asilos; 2.500 orfanatos; 4.200 jardins de infância. Na Oceania: 170 hospitais; 180 dispensários; 1  leprosário; 360 asilos;60 orfanatos; 90 jardins de infância. Na Europa: 1.230 hospitais; 2.450 dispensários; 4 Leprosários; 7.970 asilos;2.370 jardins de infância. Além disso, há inúmeras instituições de caridade Católicas espalhadas pelo mundo que operam nos mais diversos campos, como por exemplo, enviando alívio à áreas de desastre ou simplesmente distribuindo alimentos aos necessitados. A mais proeminente dessas organizações é a Caritas Internacional, que atua promovendo justiça social, alívio em zonas de conflito, guerra e de desastres naturais, bem como, a sobrevivência diária dos pobres e marginalizados do mundo.

No Brasil, podemos seguramente dizer  que a contribuição da Igreja Católica para a Saúde pública foi mais valiosa do que a de muitos governos já existentes no país. Na década de 50, quando a rede  pública de saúde ainda não contava com uma capacidade operacional expressiva, eram as casas de caridade da Igreja Católica que cuidavam das pessoas que não tinham condições de se tratarem em um hospital. As Santas Casas de Misericórdia e Sanatórios eram e continuam a ser  dirigidos e subsidiados pela Igreja Católica,  e têm as  freiras e religiosos católicos como importante fonte de recursos humanos.

Seria quase impossível listar e numerar as atividade e contribuições da Igreja Católica no campo da caridade. O vídeo abaixo mostra algumas  maneiras pelas quais a Santa Igreja tem, ao longo dos séculos, posto em prática as palavras de Cristo sobre a caridade e o amor ao próximo.

 “Tudo o que fizerdes ao mais pequeninos dos Meus irmãos, o fazeis a Mim.” (Mt 25:40)

Anúncios

Sobre Hellen

Católica militante, expatriada, mãe e arquiteta e estudante de Direito. Quando há tempo, engajada na "missão" de defender a fé católica e evangelizar aos irmãos católicos, especialmente aqueles afastados da Santa Fé . I am an expat architect, law student and Catholic mommy who's taken on blogging. I've doing this for a few years now and I'm totally hooked up. All for the Glory of God!
Esse post foi publicado em Apologética Católica, Tradição Católica e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

5 respostas para Por que a Igreja não vende tudo o que tem para ajudar aos pobres?

  1. Leonardo S disse:

    Umas das coisas que me causa mais revolta é quando esses ignorantes se metem a falar da Santa Igreja sem saber nada dela, baseados em slogans difamam a caluniam a Igreja de Cristo.Toda vez que topo com uma vibora dessa faço passar vergonha por falar de assuntos que não conhecem.
    In corde Jesu semper.

    Curtir

  2. Vitor Cezar disse:

    Se a Igreja Católica vender tudo o que tem e dar aos pobres, tirava a fome deles por no maximo um ano, e o restante, a Igreja tbm tem outros tipos de caridade. Isso é dever o Governo. A Igreja só doa sestas pois o governo n dá.

    Curtir

  3. Daniela de Oliveira Gomes disse:

    Parabens,sou Católica com muito orgulho!!!

    Curtir

  4. DIDA disse:

    É lindo tudo isso que a igreja católica faz no mundo!

    um abraço a todos os mais de 800 mil vicentinos espalhados pelo mundo

    Curtir

  5. Pingback: Blog Ecclesia Militans – Sobre a fé Católica | TaniNeri.com – Magazine sobre moda, beleza, viagens, gastronomia, tutoriais, dicas e muito mais.

Seja respeitoso. Não ataque o autor, debata sua idéia. Não use linguagem obscena, profana ou vulgar. Fique no tema do post. Comentários fora do tema original poderão ser excluídos.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s