Como obter as Graças do Domingo da Misericórdia


Jesus, Eu confio em Vós

Quer a sua última confissão tenha sido ha 10, 20 ou até mesmo 30 dias antes de Domingo da Divina Misericórdia, contanto que o fiel não tenha a mancha de um pecado mortal não confessado em sua alma, então ele está espiritualmente vivo em Cristo e capaz de receber a Sua  graça especial da Santa Comunhão, nesse dia de grande festa!

O Domingo da Divina Misericórdia poderia tão facilmente ser chamado de “Domingo da Divina Generosidade”, quando consideramos quão pouco nosso Senhor exige de nós a fim de que sejamos capazes de receber essa efusão extraordinária do seu amor. Na verdade, algumas pessoas parecem acreditar que elas têm que ir à confissão no dia de festa em si! Mas em nenhum lugar no Diário St. Faustina isso está estipulado. Na verdade, sabemos  que de acordo com a registro  1072 do Diário,  Santa Faustina fez sua confissão em preparação para o Domingo da Divina Misericórdia no dia antes da festa, em um sábado.

Na verdade, toda a Quaresma deve ser uma preparação para fazer uma boa confissão, a fim de receber a Santa Comunhão com o coração aberto e confiante no domingo de Páscoa e no segundo domingo da Páscoa, Domingo da Divina Misericórdia.

O pecado sem arrependimento é o único obstáculo que impede a Jesus Cristo de curar profundamente e santificar nossas almas nestes dias de grandes festas. É por isso que é melhor não contar os dias antes de estas festas e tentar cumprir alguma exigência mínima sobre quando fazer a sua confissão. Em vez disso, tente fazer um inventário de seu coração. Se houver qualquer coisa em seu coração que está impedindo o seu amor por Jesus  – qualquer rancor ainda realizado, qualquer desespero ou desconfiança, qualquer palavra deixada sem ser dita, qualquer direito seriamente negligenciado – este é o momento para uma faxina “da alma. ” Faça uma boa confissão, e depois tente o seu melhor, com a ajuda da graça, para manter sua alma limpa, aberta e pronta para receber o nosso Salvador na Sagrada Comunhão no primeiro e segundo domingo da Páscoa. Mesmo que não se tenha cometido pecados mortais que precisam confessar, confessar os pecados veniais também remove obstáculos a tudo o que nosso Senhor quer fazer em seu coração. Então, limpe-os também!

Contudo, Nosso Senhor usa até esse mal-entendido – ou seja, que deve-se fazer uma confissão no Domingo da Divina Misericórdia em si  para obter as graças do Nosso Senhor. Cerca de seis anos atrás um padre foi convidado para dar uma palestra em Dublin, na Irlanda, no Domingo da Divina Misericórdia, em uma paróquia Dominicana enorme que é também um santuário Misericórdia Divina designado para a arquidiocese. Os Dominicanos  naquele lugar tinham certeza de que todo entusiasmo sobre as “graças extraordinárias” do Domingo da Divina Misericórdia levariam as pessoas locais a negligenciarem ir à confissão, porque eles acreditavam que poderiam obter tantos benefícios espirituais da Sagrada Comunhão no dia da festa.

No entanto, devido à incompreensão acima mencionada, quando o dia da festa chegou, os dominicanos descobriram que tinham 800 penitentes alinhados dentro e fora da igreja esperando para fazer suas confissões! Bem, o Senhor certamente “escreve direito por linhas tortas”! Naquele dia, os dominicanos realmente aprenderam a lição de que a confissão e a Santa Comunhão são ambos meios importantes e necessários para receber as graças extraordinárias que o Senhor quer derramar sobre nós, nesse momento do ano litúrgico (mesmo que realmente não se tenha que fazer a nossa confissão de Domingo da Divina Misericórdia).

Mais uma vez, pense em sua confissão antes de Domingo  da Misericórdia Domingo de Páscoa  como um tempo para  uma grande “limpeza geral” anual da alma. E então, quando sua casa interior estiver limpa, você estará pronto para receber o próprio Senhor na Sagrada Comunhão e entronizar-Lo no centro de seu coração como seu Rei!

Anúncios

Sobre Hellen

Católica militante, expatriada, mãe e arquiteta e estudante de Direito. Quando há tempo, engajada na "missão" de defender a fé católica e evangelizar aos irmãos católicos, especialmente aqueles afastados da Santa Fé . I am an expat architect, law student and Catholic mommy who's taken on blogging. I've doing this for a few years now and I'm totally hooked up. All for the Glory of God!
Esse post foi publicado em Apologética Católica e marcado , , . Guardar link permanente.

15 respostas para Como obter as Graças do Domingo da Misericórdia

  1. Moreira disse:

    Cristo prometeu aos apostolos q nao os deixaria orfãos, e que estaria com Sua Igreja até o fim dos tempos.

    João 16:7 – Mas eu vos digo a verdade: convém-vos que eu vá, porque, se eu não for, o Consolador não virá para vós outros; se, porém, eu for, eu vo-lo enviarei.

    O Consolador é o Espírito Santo e não essa ou aquela igreja.
    A Palavra de Deus está nas Sagradas Escrituras e não na boca de presbíteros que proferem arbitrariedades a revelia da Bíblia.

    Igrejas se corrompem. Pra que um exemplo melhor, de corrupção, do que a católica.

    Curtir

    • Moreira disse:

      Aquele que profere palavras à revelia da Bíblia recebe-as da garganta de satanás.

      Comentário do Blog

      Amém! Na Bíblia encontra-se a Verdade. Sem

      Curtir

      • Manuel disse:

        “Aquele que profere palavras à revelia da Bíblia recebe-as da garganta de satanás.”

        Caro Moreira,quem fez isso é o Lutero, retirou os 7 livros Deteurocanonicos e o Livro de Tiago foi chamado de evangelho de Palha por ele,e disse também não existe nada de profetico no livro de apocalipse.
        Mas mesmo sabendo isso o sr ainda usa a bíblia mutilada pelo Martinho Lutero.
        ahhh,o Sr é cómico.

        Pax domini.

        Curtir

    • Manuel disse:

      “Igrejas se corrompem. Pra que um exemplo melhor, de corrupção, do que a católica.”
      A tua igreja não esta corrompida? então nos diz qual é a sua Igreja para avisarmos a todos os cristãos do Mundo que a verdade esta na sua Igreja.

      Pax domini.

      Curtir

      • Moreira disse:

        Enquanto buscas abrigo espiritual na terra, entregarás tua alma às chamas infernais, cada vez mais.
        Buscai, antes, ao Senhor e todas as outras coisas lhes serão acrescentadas (Lucas 12:31). Jesus é o caminho, a verdade, e a vida. O caminho de Jesus está mapeado em sua Palavra.
        Fazer aliança de qualquer natureza com qualquer outra entidade espiritual, que não seja o Espírito Santo de Deus, mesmo que seja com bons propósitos, é semelhante a fazer aliança com demônios, e o imposto cobrado por satanás é seu próprio espírito.

        Curtir

  2. Moreira disse:

    Catolicismo: Só a Igreja Salva

    1- Salvação Através da Igreja

    O Catolicismo Romano ensina que a salvação só é conseguida através da Igreja Católica.

    “O Concílio Vaticano II em seu Decreto sobre o Ecumenismo explicita: ‘Pois somente através da Igreja Católica de Cristo, auxílio geral de salvação, pode ser atingida toda a plenitude dos meios de salvação’.” P. 234, #816 Catecismo da Igreja Católica (1994)

    Aqui, a fonte oficial da doutrina Católica declara atrevidamente que a salvação não pode ser obtida, exceto através da Igreja Católica. Você pode estar pensando, “a Igreja Católica não acredita mais nisso!” Mas a posição do Catecismo não deixa dúvida alguma.

    *********************************************************************

    Comentário do Blog:

    Errado, sr Moreira!

    Leia denovo o texto, e se for muito difícil de entender, peça a ajuda de um prof. de português! Na verdade, o texto diz que somente pela Igreja pode-se atingir a PLENITUDE da Salvação! O que obviamente não poderia ser diferente, haja visto que somente a Santa Igreja foi instituída por Cristo!

    ***********************************************************************

    “…toda salvação vem de Cristo-Cabeça, através da Igreja, a qual é seu corpo; Apoiado na Sagrada Escritura e na Tradição, [o Concílio] ensina que esta Igreja, ag ora peregrina na terra, é necessária para a salvação… Por isso não podem salvar-se, aqueles que, sabendo que a Igreja Católica foi fundada por Deus através de Jesus Cristo, como instituição necessária, apesar disso não quiseram nela entrar, ou então perseverar.” P. 243-244, #846 Catecismo da Igreja Católica (1994)

    E se não ficou muito claro, aqui está novamente

    “É na Igreja que está depositada “a plenitude dos meios de salvação. É nela que adquirimos a santidade pela graça de Deus.” P. 237, #824 Catecismo da Igreja Católica (1994)

    “Nela subsiste a plenitude do corpo de Cristo unido à sua cabeça; isso implica em que ela recebe dele a plenitude dos meios de salvação.” P. 239, #830 Catecismo da Igreja Católica (1994).

    *********************************************************************
    Comentário do blog

    Mais uma vez o anti-católico Rick Jones errou na sua conclusão, ou interpretação do texto! O catecismo ensina que de Cristo provêm a Salvação, não da Igreja, que é apenas o instrumento através da qual Ele a oferece!

    **********************************************************************

    Ao checar a Palavra de Deus sobre este assunto, dois fatos críticos saltam-nos à vista:

    **********************************************************************

    Comentário do Blog

    Nenhuma da Escrituras citadas abaixo contradiz o que ensina a Igreja!
    Para obter-se a Salvação é preciso crer em cristo e naquele que o enviou, ensina a Igreja (Catecismo parag. 161-162) Não é possível torna-se membro do corpo de Cristo sem crer Nele e ser batizao; e todo Cristão batizado é parte da igreja, o Seu corpo!

    SALVAÇÃO

    A NECESSIDADE DA FÉ

    161. Para obter a salvação é necessário acreditar em Jesus Cristo e n’Aquele que O enviou para nos salvar (35). «Porque “sem a fé não é possível agradar a Deus” (Heb 11, 6) e chegar a partilhar a condição de filhos seus; ninguém jamais pode justificar-se sem ela e ninguém que não “persevere nela até ao fim” (Mt 10, 22; 24, 13) poderá alcançar a vida eterna» (36).

    A PERSEVERANÇA NA FÉ

    162. A fé á um dom gratuito de Deus ao homem. Mas nós podemos perder este dom inestimável. Paulo adverte Timóteo a respeito dessa possibilidade: «Combate o bom combate, guardando a fé e a boa consciência; por se afastarem desse princípio é que muitos naufragaram na fé» (1 Tm 1, 18-19). Para viver, crescer e perseverar até ao fim na fé, temos de a alimentar com a Palavra de Deus; temos de pedir ao Senhor que no-la aumente (37); ela deve «agir pela caridade» (Gl 5, 6) (38), ser sustentada pela esperança (39) e permanecer enraizada na fé da Igreja.

    *******************************************************************

    A Bíblia jamais indica que alguém deve entrar numa Igreja para obter salvação.

    ******************************************************************

    Comentário do blog:

    Errou denovo, Sr Moreira!

    A Biblia diz-nos para nos arrependermos e sermos batizados em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo (mateus 28,19) sem o qual não somos salvos ( 1 Pedro 3,21) para o perdão dos nossos pecados (atos 2,38). Qdo fazemos isso, sr Moreira, tornamo-nos parte da Igreja. Sem o batismo, e por conseguinte, sem a Igreja, a plenitude da Salvação fica comprometida!

    **********************************************************************

    Literalmente centenas de Escrituras proclamam que a salvação é um dom gratuito de Deus, à disposição de qualquer um, mas somente através de Jesus Cristo.
    “Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus nosso Senhor.” Romanos 6:23

    Nenhum outro nome (ou grupo) pode oferecer salvação, exceto Jesus:

    “E não há salvação em nenhum outro; (exceto Jesus) porque abaixo do céu não existe nenhum outro nome, dado entre os homens, pelo qual importa que sejamos salvos.” Atos 4:12

    Quando Jesus morreu na cruz ele pagou o preço total e completo pelos pecados de toda a humanidade e tornou possível a qualquer um ir diretamente a Ele para a salvação. O próprio Jesus anunciou que:

    “Por isso, quem crê no Filho tem a vida eterna; o que, todavia, se mantém rebelde contra o Filho não verá a vida, mas sobre ele permanece a ira de Deus.” João 3:36

    Ele também pregou:

    “Quem ouve a minha palavra e crê naquele que me enviou, tem a vida eterna, não entra em juízo, mas passou da morte para a vida.” João 5:24

    Outra vez, e mais outra, Jesus proclamava sua verdade abençoada:

    “…Quem crê, em mim tem a vida eterna.” João 6:47

    Leia também João 6:40; João 3:16, João 3:18, João 3:36 e João 1:12.

    Em João 20:31 nós descobrimos porque os Evangelhos foram escritos:

    “Estes, porém, foram registados para que creiais que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus, e para que, crendo, tenhais vida em seu nome.” João 20:31

    Jesus jamais exige a mediação de uma Igreja para prover salvação. Este dom gratuito está à disposição de qualquer um que nele crer.

    “Dele todos os profetas dão testemunho de que, por meio do seu nome, todo o que nele crê recebe remissão de pecados.” Atos 10:43

    De acordo com a Bíblia, a redenção está em Cristo, não numa Igreja:

    “Sendo justificados gratuitamente, por sua graça, mediante a redenção que há em Cristo Jesus.” Romanos 3:24

    Cristo sozinho pode oferecer o dom da vida eterna, porque ele voluntariamente derramou Seu sangue por nós:

    “No qual temos a redenção, pelo seu sangue, a remissão dos pecados, segundo a riqueza da sua graça.” Efésios 1:7

    Mais uma vez, a única exigência para a salvação é a fé em Jesus Cristo:

    “Pois não me envergonho do Evangelho, porque é o poder de Deus para a salvação de todo aquele que crê.” Romanos 1:16

    Muitas Escrituras repetem este tema:

    “Porque Deus não nos destinou para a ira, mas para alcançar a salvação mediante nosso Senhor Jesus Cristo.” 1 Tessalonicenses 5:9

    Quando Jesus estava pendurado na cruz, ele mostrou que a salvação vem através dele e não através de uma Igreja. O ladrão que estava na cruz perto dele, clamou:

    “…Jesus, lembra-te de mim quando vieres no teu reino.” Lucas 23:43

    Quando aquele pecador moribundo pronunciou estas palavras de fé, Jesus logo respondeu:

    “…Em verdade te digo que hoje estarás comigo no paraíso.” Lucas 23:43

    Igreja nenhuma salva… Quem salva é Jesus:

    “Porquanto Deus enviou seu Filho ao mundo, não para que julgasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele.” João 3:17

    “Logo, muito mais agora, sendo justificados pelo seu sangue, seremos por ele salvos da ira.” Romanos 5:9

    Se a salvação fosse possível somente através da Igreja Católica, teria Deus intencionalmente nos conduzido ao erro através de sua Palavra, sabendo que nossa salvação estava em perigo?

    Teria Pedro abertamente declarado as seguintes palavras nas Sagradas Escrituras?

    “Mas cremos que fomos salvos pela graça do Senhor Jesus, como também aqueles o foram.”
    Atos 15:11

    Conclusão

    A Palavra de Deus declara que a salvação é obtida através da fé no sangue derramado por Jesus Cristo, enquanto o Catecismo mantém que a salvação só é possível através da Igreja Católica.

    Você tem de decidir agora em quem vai acreditar- nas tradições dos homens ou na Palavra de Deus? Você não pode dizer: “em ambos”, porque cada um insiste em que o outro está errado.

    “Nisto se manifestou o amor de Deus em nós, em haver Deus enviado o seu Filho unigênito ao mundo, para vivermos por meio dele.” 1 João 4:9

    Lembre-se, algum dia você vai estar diante de Deus e explicar-lhe porque você tomou a decisão que tomou. Você quer correr o risco de rejeitar a Palavra de Deus para seguir as tradições dos homens?

    “Negligenciando o mandamento de Deus, guardais a tradição dos homens.” Marcos 7:8

    Autor:
    Rick Jones
    Livro:
    Por Amor aos Católicos Romanos

    Fonte:
    http://www.chick.com/reading/books/0221/0221_01.asp

    Curtir

    • Moreira disse:

      Estás a adulterar minha correspondência, assim como fazes com as Sagradas Escrituras.
      Se não aceitas, não publique em vez de adulterá-la.

      Curtir

      • Helen disse:

        Moreira, Não seja leviano!!

        Não modifiquei sequer uma vírgula dos absurdos que o Sr postou! Simplesmente, para facilitar a leitura dos visitantes do MEU blog, eu resolvi postar a minha réplica sob o cabeçalho “Comentário do Blog”, ao invés de fazer um comentário separado!
        Por favor, Sr Moreira, não volte ao forum se sua intençãp é apenas denegrir, caluniar, defamar aquilo que NÃO CONHECE E NÃO ENTENDE!

        Pax Domini,

        Curtir

        • Moreira disse:

          Eu não sabia que o “SEU blog” se dava o direito de faltar com a ética e violar os originais de terceiros.

          Curtir

        • Manuel disse:

          Querida Helen;

          o Sr Moreira é relativista pra ele Carro também é bicicleta porque ambos estão ém locumução.
          Também é subjectivista alias todo protestante é subjectivista pra ele oque esta certo é a imaginaçao dele.

          Porque exemplo se ele achar que o Carro é bicicleta então o carro se torna bicicleta.

          Pra ele a ideia faz o objecto,ele já esta derrotado e vai aos poucos desaparecer do blog.

          Pax domini

          Curtir

          • Moreira disse:

            É exatamente nisso que vocês se pautam, pregam mentiras e esperam a verdade desvanecer.

            Curtir

            • Helen disse:

              Caro Sr Moreira,

              Qual é o seu objetivo? Converter católicos para o “verdadeiro” Cristianismo?
              Poderia dizer-nos onde encontrar esse tão aclamado “verdadeiro” Cristianismo? Na Bíblia encontramos a Verdade ( com V), mas quem, na sua opinião, tem a autoridade para interpretar essa Verdade?

              1- A Igreja Católica diz que a Revelação de Deus encontra sua plenitude em Jesus – Ele é a Palavra ou verbo encarndao. É Ele Quem São Paulo chama de Espada do Espírito em Efésios 6,17 qdo nos diz que “Ponde o capacete da salvação e empunhai a espada do Espírito, que é a Palavra de Deus.”

              III. Jesus Cristo – «Mediador e plenitude de toda a Revelação» (32)

              NO SEU VERBO, DEUS DISSE TUDO

              65. «Muitas vezes e de muitos modos falou Deus antigamente aos nossos pais, pelos Profetas. Nestes dias, que são os últimos, falou-nos pelo seu Filho» (Heb 1, 1-2). Cristo, Filho de Deus feito homem, é a PALAVRA ÚNICA, perfeita e insuperável do Pai.

              N’Ele, o Pai disse tudo. Não haverá outra palavra além dessa. São João da Cruz, após tantos outros, exprime-o de modo luminoso, ao comentar Heb 1, 1-2:

              2- A Igreja catolica diz no seu catecismo que o Espírito Santo é o intéprete das Escrituras:

              III. O Espírito Santo, intérprete da Escritura

              109. Na Sagrada Escritura, Deus fala ao homem à maneira dos homens. Portanto, para bem interpretar a Escritura, é necessário prestar atenção ao que os autores humanos realmente quiseram dizer, e àquilo que aprouve a Deus manifestar-nos pelas palavras deles (80).

              110. Para descobrir a intenção dos autores sagrados, é preciso ter em conta as condições do seu tempo e da sua cultura, os «géneros literários» em uso na respectiva época, os modos de sentir, falar e narrar correntes naquele tempo. «Porque a verdade é proposta e expressa de modos diversos, em textos históricos de vária índole, ou proféticos, ou poéticos ou de outros géneros de expressão»(81).

              111. Mas, uma vez que a Sagrada Escritura é inspirada, existe outro princípio de interpretação recta, não menos importante que o anterior, e sem o qual a Escritura seria letra morta: «A Sagrada Escritura deve ser lida e interpretada com o mesmo espírito com que foi escrita» (82).

              Agora, Sr Moreira, já que as sua intenções são tão boas, poderia o Sr nos dizer onde podemos encontrar uma Igreja onde o Espírito de Deus esteja realmente presente, de modo que seus ensinamentos não conflitem com aquilo ensinado pelo Verbo de Deus?

              Digo isso porque muitos irmãos evangélicos vêm aqui afirmando serem eles mesmos os “intépretes” da Palavra, porque “possuem” o Espírito Santo, portanto, NÃO precisam de uma Igreja para ensiná-los. Pois bem, minha próxima pergunta é essa:

              Quem possui o Espírito de Deus dentre todas as seitas que andam por ai a fora? Aquela que diz que aborto não é pecado ( como aqueles da Igreja do Sr Edir Macedo)? Aquela que seita que aprova a união gay? Aquela que aprova mulheres pastoras e bispos – apesar do que prega S. Paulo sobre isso?

              Como essas, tenho ainda muitas perguntas. Mas duvido que o Sr possa respondê-las!

              Pax Domini,

              Curtir

            • Moreira disse:

              Agora, Sr Moreira, já que as sua intenções são tão boas, poderia o Sr nos dizer onde podemos encontrar uma Igreja onde o Espírito de Deus esteja realmente presente, de modo que seus ensinamentos não conflitem com aquilo ensinado pelo Verbo de Deus?

              Se você não tivesse bagunçado o artigo que eu enviei, teria entendido que a verdade de Deus não está nas igrejas. Volte e leia-o.

              PS.: Eu continuo reivindicando que você corrija o dano que fez no artigo.

              Curtir

              • Helen disse:

                Caro Sr Moreira,

                Antes de aprovar o seu comentário/artigo, eu obviamente o li! Lá, Sr Moreira, NÃO estão as respostas aos questionamentos que eu lhe coloquei, não!! Ele ainda está postado aqui para todo mundo ler, basta verificar! Como disse, não omiti ou modifiquei uma linha do que o Sr enviou, apenas adicionei um comentário pessoal a cada ponto que me pareceu necessário corrigir e/ou explicar e refutar. Mais uma vez explico que o critério de como eu respondo aos comentários submetidos ao blog é inteiramente meu. Se o Sr descorda das “regras da casa”, fique à vontade para incerrar sua participação, o que seria uma pena, pois eu e os outros leitores estamos muito curiosos para saber a sua explicação/resposta às minha perguntas!

                Por favor, Sr Moreira, responda para nós! Como é que o Espírito Santo, que é UM e vem de Deus, poderia instruir tantas “verdades” diferentes, como vemos por ai nas igreja evangélicas?

                Não explica porque não é possível explicar, não é mesmo? sendo assim, todo seu argumento cai por terra. Cristo prometeu aos apostolos q nao os deixaria orfãos, e que estaria com Sua Igreja até o fim dos tempos.Como pode esse mesmo Cristo aceitar que cada denominacão pregue alo diferente? O sr por acaso esta a sugerir que Cristo mentiu?

                Pax Domini – Pax do Senhor

                Curtir

            • Manuel disse:

              O teu pensamento é a verdade?
              Já não é o Pensamento de Lutero?

              A vossa bíblia mutilada é a verdade ?

              Curtir

Seja respeitoso. Não ataque o autor, debata sua idéia. Não use linguagem obscena, profana ou vulgar. Fique no tema do post. Comentários fora do tema original poderão ser excluídos.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s