“Por que Céus, um judeu como você, haveria de se tornar Católico?” – Um judeu demonstra porque ser Católico


Não se esqueça de deixar sua ‘avaliação’ em Rate This.

 

Extraído das cartas de Goldstein, por David Goldstein (um judeu convertido ao Catolicismo).

Caro Sr. Salomão,

As mentes dos homens têm sido retratadas, “como uma folha de papel, onde de fato  as impressões que recebem com mais freqüência, e mantém por mais tempo, são as mais obscuras.” Isso se aplica a você, meu caro senhor, bem como a outros judeus, que não conseguem ver a Igreja Católica como ela é, o cumprimento de tudo que é grande e glorioso no Judaísmo Antigo Testamento. Infelizmente, a impressão mental  “obscura” deixada em você pela história da Inquisição espanhola, tal como interpretada pela Judaria, anuvia a visão. 

Sua pergunta apaixonada: – “Por que Céus,  um judeu como você,  haveria de se tornar Católico?” Poderia ser respondida em uma palavra: -O Messias, o judeu de judeus, Jesus Cristo, agora a reinar nos “Céus”. Essa terça resposta  à sua consulta incorpora tudo o que pode ser dito para justificar a graduação do judaísmo ao catolicismo. Mas eu não vou descartar a sua consulta de forma tão abrupta, considerando que eu vou publicar as razões para me tornar Católico no ‘The Pilot’. Assim, que minha resposta seja susceptível de ser lida não só por você, mas por outros judeus que também “vierem a ler o The Pilot agora e, em seguida, na Biblioteca Pública.”

Sua segunda consulta: – “Como pode um judeu se tornar um membro de uma Igreja que perseguia os judeus na Espanha?” Será tratada após a resposta à sua primeira consulta aparecer publicada. Basta dizer, neste momento, que os judeus se tornam os católicos de hoje, pelas mesmas razões que levaram os judeus a tornarem-se católicos por mais de 15 séculos antes da Inquisição espanhola.

A Igreja Católica, que poderia ser chamada de  Igreja Judaica Glorificada, é uma Igreja de convertidos, e dos descendentes dos convertidos. Primeiro veio Cristo, o judeu de judeus, depois vieram os apóstolos, todos os judeus e, depois, veio os milhares de primeiros membros da Igreja Católica, todos judeus, depois entraram os convertidos dentre os gentios ou pagãos. Na verdade, não teria havido uma Igreja Católica, se não fosse pelos judeus. Assim, ao me tornar  Católico, a  ser incorporado no Corpo Místico de Cristo, eu me tornei um membro da Sociedade Espiritual a qual originalmente pertenciam, em sua totalidade, aos filhos de Israel.

 
Por que me tornei CATÓLICO?
 

Porque eu acreditava em Deus, um Deus pessoal monoteísta, o Deus de Abraão, Isaac e Jacob.

Porque eu acreditava no Antigo Testamento; firmemente convicto de que os princípios e as previsões de Moisés e os profetas aí contidos, são revelações de Deus, como fizeram os meus antepassados ​​judeus. 
 

Porque eu acreditava que o Novo Testamento é um registro Divino aperfeiçoado, elevadas manifestações de princípios do Velho Testamento, um registro do cumprimento das profecias do Velho Testamento.

 
Porque eu acreditava que Deus, o Criador, fez Adão e Eva, os primeiros pais da raça humana, de quem o homem recebeu a sua natureza humana: Que Adão, pelo pecado, trouxe um sofrimento para si e seus descendentes, causados ​​a nascer com a mancha deste “Pecado Original” em suas almas: Que esse pecado de Adão fechou as portas do céu para o homem (Gen. 3).

Porque eu acreditava que o Deus todo-misericordioso prometeu enviar um Salvador, um Messias (Gen. 3:15), para reparar o pecado de Adão, portanto, para reabrir as portas do Céu que foram fechadas ao homem. Também que o Messias havia de nascer, de uma virgem (a Virgem Maria), no clã que está na família de um descendente do Rei Davi, na Cidade de Davi.

Porque eu acreditava que a existência do único Deus verdadeiro, significa a existência de uma só religião verdadeira, uma  Verdadeira Igreja de Deus.

Porque eu acreditava que essa religião, essa Igreja de Deus, foi a religião e a Igreja dos judeus. Ela veio de Deus, através de Moisés, aos filhos de Israel.

Porque eu acreditava que essa religião seria uma  religião  orgânica, visível, sacerdotal, de autoridade e sacrifício, como uma religião feita por Deus deve ser. Que seu sacerdócio era do sacerdócio de Deus; seu templo era o templo de Deus, que continha a um, e único altar sobre o qual os sacrifícios que Deus mandou (A Sagrada Eucaristia), registrado nos Livros de Moisés, foram e poderiam ser oferecidos ao Único e Verdadeiro Deus (Êxodo 20:24-26). 

Porque eu acreditava que a autoridade da religião de Israel veio de Deus e foi centrada no sumo sacerdote (Dt 17:9-11), o único que é comissionado na Lei Mosaica para oferecer sacrifícios (Levit. capítulos 1-7, inc.). O primeiro sumo sacerdote foi Aarão, irmão de Moisés, ordenado por Moisés (Êxodo 28), que após a morte foi seguido por um descendente do clã e da família de Aarão. O sumo sacerdote era “a suprema autoridade da Igreja e representante-chefe de Israel diante de Deus”, como a Enciclopédia Judaica Vallentine diz (p. 284). Uma lista de 82 sucessivos sumos sacerdotes, de Aaron até a época da destruição do Templo, esta registrada na Enciclopédia Judaica (Vol. VI, p. 391). Phineas, filho de Samuel, foi o último sumo sacerdote judeu (67-70 aC). Ele é citado na Enciclopédia judaica como “um homem indigno” (Vol. 1, p. 381), porque, como a Enciclopédia do Conhecimento judaica diz que ele foi escolhido como o resultado de intrigas políticas. Ele não era da linhagem do sumo sacerdote, nem foi descrito de forma alguma como digno do cargo “(p. 428). (Isto é cumprido nos de 2000 anos de sucessão apostólica da RCC).

Porque eu acreditava que, com o fim do sacerdócio Aarônico, a destruição do Templo, que acabou com a oferta dos sacrifícios mosaica, o judaísmo do Antigo Testamento, do judaísmo de Deus, chegou ao fim. Por isso os judeus não tinham um mediador com Deus delegado divinamente, um juiz, um intérprete da lei divina, moral e religiosa, uma Igreja de Deus, como é chamada no livro de Deuteronômio (17:8-12), por cerca de dezenove séculos. Foi-se para sempre o judaísmo, que, como a Enciclopédia Judaica diz, permitiu aos judeus  verem “no santuário a manifestação da presença de Deus entre o Seu povo, e o sacerdote, o veículo da graça divina, o mediador, através do ministério do qual os pecados  tanto da comunidade como dos indivíduos, podiam ser expiados”(Vol. 4, p. 125). Daí porque ninguém no judaísmo atual atua com autoridade divina,  como os sacerdotes nos tempos pré-cristãos.

Porque eu não acredito que Deus deixou o homem sem um guia espiritual, um mediador divinamente autorizado, sem um intérprete de sua vontade, tão necessário para ajudar o homem na batalha da vida, para uma eternidade de felicidade.

Porque eu acreditava na vinda de um Messias pessoal, como acreditavam os santos em Israel, como o fazem os judeus ortodoxos de hoje que, infelizmente, são como pessoas esperando pelo barco no qual velejar, mas que já está a caminho de seu destino sem elas  a bordo. Eles não percebem que Ele veio na pessoa de Jesus, que Ele é “o próprio Deus:” Quem Isaías, mais expressivo profeta messiânico de Israel, disse que “virá vos salvar” (35:4).

Razões adicionais

Caro Sr. Salomão: Eis aqui outros motivos apresentados em resposta à sua consulta: – “Por que  Céus você, um judeu, havia de se tornar Católico?”

1- Porque eu acreditava que Jesus provou ser o Messias que afirmava ser, em resposta à demanda apaixonada do Sumo Sacerdote Caifás no julgamento perante o tribunal judaico, quando o sinistro fez com que fosse condenado por blasfêmia (St. Matt. 26:63 ).

2- Porque eu acreditava que Jesus provou ser o Messias por seus ensinamentos, obras, vida, morte, ressurreição e no cumprimento de suas profecias.

3- Porque eu acreditava que Jesus fosse o personagem como Isaías disse, que o Messias seria o “Emanuel, Deus conosco” (7:14): “Deus, o Poderoso, o Pai do mundo vindouro, o Príncipe da Paz” (cap. 9). O “preexistência da (breve) Messias antes da criação” e “depois da criação do mundo”, a Enciclopédia Judaica afirma ser ensinamentos judaicos (Vol. 10, p. 183).

4- Porque eu acreditava no “Deus conosco”, o Messias preexistente, que Maria, o Lírio de Israel, trouxe ao mundo, como o verdadeiro Deus, assim como verdadeiro homem, a segunda pessoa do Deus Uno e Trino. Isso significa para os Católicos, e, portanto, para mim, que Deus é uma substância em três Pessoas distintas: Pai, o Criador, o Redentor Filho e do Espírito Santo, o Santificador. Este conceito plural do Único e Verdadeiro Deus, eu acreditava ter estado na mente de Moisés, quando, no livro de Gênesis, ele registrou que “Deus disse deixe NOS (Elohim) fazer o homem à NOSSA imagem e semelhança.” Este nome plural de Deus aparece 2.570 vezes na Bíblia, enquanto que o singular (Eloah) é rara.

5- Porque eu acreditava nas seguintes passagens do Antigo Testamento, que devem ser aceitas como vindas de Deus para alguém ser um judeu no sentido religioso do termo. Elas são as “escrituras” das quais Jesus falou aos judeus de Jerusalém, dando “testemunho” que Ele é o Messias (João 5:39).

6- Porque eu acreditava na descrição de Velho Testamento sobre a vinda do Messias Jesus montado, e Ele só. Ele nasceu em Belém, a Cidade de Davi (Michaes 5:2), sob a estrela de Jacó (Nm 24:17); da família de David (Paril. 17]: 1-14), na tribo de Judá (Gênesis 49:10), no momento exato predisse a vinda do Ungido, no capítulo 9 de Daniel. Jesus estava para ser adorado por Reis, que viriam trazendo presentes (Sl 71:10), Ele foi saudado com hosanas ao montar em um jumento (Zach. 9:9); falsamente acusado (Sl 108:2-3) ; traído (Sl 40), flagelado e cuspido (Is. 50:6); fel e vinagre dado a beber (Sl 68:22); levado como ovelha para o abate (Sl 40:10); Suas mãos e os pés seriam perfurados (Sl 21:17); e crucificado (Sl 21:14-17). No entanto, seu túmulo foi glorioso, pois, como disse Isaías, Ele ressuscitou dentre os mortos (Isaías 11:10), como Ele fez.

7- “Por que Céus eu, um judeu, me tornei Católico?”: Deus é a resposta; Aquele que, falando através de Moisés, chamou a mim, a você, e a todos os outros israelitas em todo o mundo, para “escutarem o profeta da Nação (Israel), “que seria” semelhante a mim “(Dt 18:15). Esse profeta é Cristo, que provou ser mais semelhante a Moisés do que qualquer outra pessoa na história de Israel. Ambos expuseram princípios religiosos básicos, ambos foram os legisladores, ambos operaram milagres, ambos eram mediadores entre o homem e Deus, o Pai do Céu, ambos foram rejeitados pelo seu povo, e ambos terminaram suas vidas em aparente fracasso.
 
No entanto, Jesus era maior do que Moisés, em que muito ensinado por Moisés era de natureza temporária, sendo obrigatório apenas até o seu cumprimento pelo profeta vinda, Cristo. Moisés ensinou aos pobres os não farás; Cristo ensinou as bem-aventurancas, [um contraste que] pode ser chamado de negativos e positivos dos ensinamentos divinos. Moisés falou com Deus Pai em uma nuvem; Cristo viu O cara a cara. Moisés revelou a natureza de Deus, o “Eu Sou Quem Sou:” Considerando que Cristo reivindicou ser o “EU SOU”, e provou-o pelos ensinamentos de Sua vida e obra. Moisés declarou os terrores do pecado, Cristo salvou do pecado; Moisés pecou, Cristo não tinha pecado, Moisés ofereceu o sangue de animais para sacrifício, Cristo ofereceu seu próprio sangue para sacrifício; Moisés selecionou 12 espias (Nm 13); que Cristo selecionados 12 apóstolos, Moisés selecionou Josué como seu sucessor e  Cristo designou Pedro como seu Embaixador Plenipotenciário.

Moisés fez uma aliança com Deus obtida no Monte Sinai para os filhos de Israel, e que Cristo, o “Um só pastor” quem Ezequiel disse que viria para pastorear o rebanho de todas as partes da terra (34:23), instituiu a nova aliança anunciada por Jeremias, uma aliança universal (31) .

Esta nova aliança, que veio para suceder a aliança mosaica, encarna uma Igreja de caráter universal, que é a Igreja Católica que Cristo estabeleceu. Ele tomou o lugar da Igreja, de um povo exclusivo, os filhos de Israel. Cristo instituiu o sacerdócio para a Sua Igreja, o sacerdócio predito para estar de acordo com a Ordem de Melquisedec (Sl 109). Era para ser e é um sacerdócio, sem levar em conta a linhagem dos seus membros. Este sacerdócio foi substituiu por Cristo o sacerdócio genealógico de Arão, o poder e a autoridade do sacrifício, que terminou quando o véu azul, púrpura e escarlate, pendurado no Santo dos Santos, ou no lugar Santo, foi providencialmente rasgado de cima para baixo (Êx 26; St. Matt. 28:51).

Proponho, meu caro Sr. Salomão, que um estudo imparcial da longa resposta a sua consulta: “Por que Céus você, um judeu, haveria de se tornar Católico?” Deveria convencê-lo que é a crença no Antigo Testamento Judaísmo e não repúdio do judaísmo. É o amor da fé de Moisés e dos profetas, que é a base intelectual e moral para se formar na Sinagoga da Igreja. O assunto apresentado em anexo, tiradas em grande parte a partir de fontes judaicas da ordem mais elevada, deve convencê-lo de anomalia de restantes ovelhas perdidas de Israel, ao invés de serem incorporados ao redil místico, a Igreja Católica, em que tudo o que é grande e gloriosa no Antigo Testamento judaísmo, em princípio e de previsão, se manifesta em sua plenitude.

Traduzido por Helen Walker – Ecclesia Militans

Anúncios

Sobre Hellen

Católica militante, expatriada, mãe e arquiteta e estudante de Direito. Quando há tempo, engajada na "missão" de defender a fé católica e evangelizar aos irmãos católicos, especialmente aqueles afastados da Santa Fé . I am an expat architect, law student and Catholic mommy who's taken on blogging. I've doing this for a few years now and I'm totally hooked up. All for the Glory of God!
Esse post foi publicado em Conversões ao Catolicismo, Judaismo e marcado , , , , . Guardar link permanente.

10 respostas para “Por que Céus, um judeu como você, haveria de se tornar Católico?” – Um judeu demonstra porque ser Católico

  1. MANUEL disse:

    Israel;

    Acho que o irmão não estuda a Bíblia,apenas lê a bíblia.
    Umas Perguntas?

    1-Como surgiu a Bíblia?
    2-Qual delas é autentica? 73 ou 66?

    Curtir

  2. israel disse:

    poxa e depois vc vem dizer que agente que apoia a mudança da biblia eu acabei de ler naquele negosio do são tiago:

    o homem é justificado pela obras e não somente pela fe

    poxaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa !!!!!!!!!!!!!
    a biblia fala claramente pra quem quiser ver que a pessoa é salva pela FÉ e não pelas obras

    eu sei que vc vai me mostrar o texto que fé sem obras é morta e realmente é mas o homem é justificado pela FÉ e pela GRAÇA!!!

    Curtir

    • Helen disse:

      Amigo, somente a graça de Deus salva, pois para ter-se fé é preciso primeiro recebe-la pela graça divina:

      Ele prosseguiu: Por isso vos disse: Ninguém pode vir a mim, se por meu Pai não lho for concedido. (JOÃO 6.65)

      Sobre as boas Obras:

      S. Paulo se refere em suas cartas às obras da lei ( ou seja, as leis Mosaicas praticadas pelos judeus) que são COMPLETAMENTE diferente das obras de amor (caridade) praticada pelo cristão católico que, por amor a Deus, faz bem ao próximo porque vê no próximo a imagem e semelhança de Deus.

      Na verdade, na verdade vos digo que aquele que crê em mim também fará as obras que eu faço, e as fará maiores do que estas, porque eu vou para meu Pai. (Joao 14:12)

      Católico não é ensinado a ‘comprar’ ingresso para o céu fazendo caridade, mas amar ao proximo em imitação a Cristo! Pois fé sem caridade é como um címbalo que retine…

      1. Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, se não tiver caridade, sou como o bronze que soa, ou como o címbalo que retine.
      2. Mesmo que eu tivesse o dom da profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência; mesmo que tivesse toda a fé, a ponto de transportar montanhas, se não tiver caridade, não sou nada.

      Leia a Biblia sem as vendas do preconceito nos olhos e lembre-se do que disse o Senhor em Mateus 25; a prova de que a Fé Somente Não Salva:

      Perguntar-lhe-ão os justos: – Senhor, quando foi que te vimos com fome e te demos de comer, com sede e te demos de beber?
      38. Quando foi que te vimos peregrino e te acolhemos, nu e te vestimos?
      39. Quando foi que te vimos enfermo ou na prisão e te fomos visitar?
      40. Responderá o Rei: – Em verdade eu vos declaro: todas as vezes que fizestes isto a um destes meus irmãos mais pequeninos, foi a mim mesmo que o fizestes.
      41. Voltar-se-á em seguida para os da sua esquerda e lhes dirá: – Retirai-vos de mim, malditos! Ide para o fogo eterno destinado ao demônio e aos seus anjos.
      42. Porque tive fome e não me destes de comer; tive sede e não me destes de beber;
      43. era peregrino e não me acolhestes; nu e não me vestistes; enfermo e na prisão e não me visitastes.
      44. Também estes lhe perguntarão: – Senhor, quando foi que te vimos com fome, com sede, peregrino, nu, enfermo, ou na prisão e não te socorremos?
      45. E ele responderá: – Em verdade eu vos declaro: todas as vezes que deixastes de fazer isso a um destes pequeninos, foi a mim que o deixastes de fazer.
      46. E estes irão para o castigo eterno, e os justos, para a vida eterna.

      Em Cristo
      Helen

      Curtir

  3. israel disse:

    Helen eu acredito que Todos os judeus devem se converte para cristo, e não para uma igreja ai depois ele veja qual a igreja mas adequada com seus ensinamentos

    e v6 procuram depoimentos de ex protestantes com uma dificuldade né mas pra achar de Ex. catolicos eu faço fila de gente que eu conheço msm !!
    espero que quando Jesus voltar não leve em consideração aos que não entenderam ou não viram a verdade!!

    Curtir

    • Helen disse:

      Sr Israel,

      Está bem claro que seu entendimento de ser Cristão está limitado ao culto a um livro!!! A Biblia é a palavra de Deus, Sr Israel. Ela é a fonte da Vida Eterna que nos conduz à Gloria do Senhor nosso Deus. Porém, o culto que o Cristão rende é ao verbo encarnado, Deus em seu Cristo. Não ao ‘entendimento’ literal e pessoal dessa mesma Bíblia, tal e qual as seitas protestantes evagélicas praticam!!

      Ai no seu mundo protestante cada pastor é uma autoridade independente. Enganam-se a si e aos outros que os seguem, afrimando que são fiéis à Palavra somente, à Biblia, à Sola Scriptura. Enquanto isso, as milhares de seitas Evangélicas seguem cada uma com sua própria interpretação da mesma biblia. Mas desse assunto não gostam de tratar.

      O Sr pode até se consolar com algum tipo de competição dizendo que há mais católicos conversos ao protestantismo do que o oposto. Porém, somente os Catolicos podem bater no peito e dizerem que sua Igreja foi fundada por Cristo!!! Aqueles que a deixam são ignorantes da própria fé, muitas vezes enganados e seduzidos pelo evangelho do ‘muito dinheiro no bolso, e saúde pra dar e vender’, e não entendem que foi o sofrimento e o sacrificio de Jesus que nos abriu a porta do céu, redimindo-nos dos nossos pecados. Não entendem ainda que Jesus estabeleceu uma igreja Hirárquica e não Anárquica! Ou seja, ensinou a muitos discipulos, mas apenas 12 foram escolhidos por Ele par serem seus apostolos. Desses 12 apenas, 3 o acompanharam ao Monte Tabor, onde Jesus é revelado em Glória e abençoado pelo Pai. A cada um desses 3 Apóstolos o Senhor conferiu uma tarefa especial. Dentre eles, porém, apenas um ganhou as chaves do céu e a tarefa de “Apascentar os seus cordeiros.”

      Se vc re rebele contra isso, rebele-se então ao próprio Cristo que vc afirma seguir!

      Curtir

  4. Manuel disse:

    helen;

    Podes me dar o seu email pessoal.?

    Curtir

  5. Manuel disse:

    obrigado!

    Curtir

  6. Manuel disse:

    Helen,preciso de um link ou um ficheiro com Testemunhos de ex-Prottestantes.

    Obrigado!

    Curtir

Seja respeitoso. Não ataque o autor, debata sua idéia. Não use linguagem obscena, profana ou vulgar. Fique no tema do post. Comentários fora do tema original poderão ser excluídos.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s