Os judeus acreditam em Purgatório?


Em essência, sim, embora não o chamem de purgatório. Judeus acreditam em uma purificação (purgação), que ocorre após a morte. Quando um ente querido judeu morre, é costume para a família e amigos do falecido rezarem em seu nome durante onze meses usando uma oração conhecida como o enlutado Qaddish (derivado da palavra hebraica que significa “santo”). Esta oração é usada para pedir a Deus para acelerar a purificação da alma do ente querido. O Qaddish é rezado por apenas onze meses porque ela é considerado um insulto presumir que os pecados do ente querido eram tão graves que ele exigiria um ano inteiro de purificação.

A prática de rezar pelos mortos tem sido parte da fé judaica desde antes de Cristo. Lembre-se que 2 Macabeus 12:39-46, uma de suas principais evidências para a observância desta prática entre os católicos, mostram que, um século e meio antes de Cristo, a oração pelos mortos era um gesto natural. Ao contrário do protestantismo, o catolicismo tem preservado esse elemento autêntico da fé judaico-cristã.

Anúncios

Sobre Hellen

Católica militante, expatriada, mãe e arquiteta e estudante de Direito. Quando há tempo, engajada na "missão" de defender a fé católica e evangelizar aos irmãos católicos, especialmente aqueles afastados da Santa Fé . I am an expat architect, law student and Catholic mommy who's taken on blogging. I've doing this for a few years now and I'm totally hooked up. All for the Glory of God!
Esse post foi publicado em Doutrinas & Dogmas, Judaismo e marcado , , , , . Guardar link permanente.

8 respostas para Os judeus acreditam em Purgatório?

  1. Andr disse:

    Contrasenso.

    Curtir

  2. Pingback: Como demonstrar em 3 minutos a prova da existência do Purgatório no Antigo Testamento? | Ecclesia Militans

  3. Pingback: O purgatório demonstrado Biblicamente « Ecclesia Militans

  4. Igor G disse:

    Olá Helen, pelo que vi em recentes pesquisas os judeus em um certo momento da historia resolveram não aceitar qualquer livro que tivesse sido escrito em outra lingua sem ser a hebraica, não sei até aonde isso é verdade gostaria de saber mais… 🙂

    Curtir

    • Helen disse:

      Prezado Igor,

      Existem muitas traduções das escrituras Judaicas ( o Antigo Testamento) feitas ao longo da História, uma delas eh a Septuaginta.

      A língua franca do Mundo Judeu da época de Cristo era o Grego, por esse motivo 72 rabinos judeus traduziram as escrituras do Hebreu para o Grego. Esse versão ficou conhecida pelo nome de Septuaginta – de setenta – pois foi traduzida por 72 rabinos e concluída em 72 dias.

      Enfim, na Septuaginta está incluído o livro dos Maccabbeus, onde está escrito que é louvável orar ao mortos, o que mostra ter sido esse uma prática judaica, hoje mantida apenas por Judeus ortodoxos. Por volta do ano 200 dC esse livro (Maccabbeus), entre outros, foi considerado não-canônico pelos Judeus e foi por essa razão excluido da bíblia judaica.

      Muitos argumentos são usados para justificar essa decisão dos judeus, mas do ponto de vista da Igreja Catolica, tais livros são divinamente inspirados e por isso foram mantidos na nossa Bíblia.

      Helen

      Curtir

  5. lucas disse:

    é pecado invocaçao aos mortos e oraçao por eles meu querido, quem fazia isso eram seitas derivadas do judaismo, invocaçao aos mortos é proibida pela torat

    Curtir

    • Helen disse:

      Por que vc está falando de ‘INVOCAÇÃO’? Nem Cristãos nem Judeus podem ou devem fazer ‘invocação’ de defunto!! O tema deste artigo é ORAÇÃO à Deus em favor de alguém que morreu.

      Quanto a isso o Torah não faz proibição. O livro dos Maccabbeus explicitamente afirma a Oração aos mortos. Esse livro por séculos fez parte do Septuagint, ou seja, o Antigo Testamento Judeu em Grego, lingua franca dos Judeus do Tempo de Jesus. Desconheço porque o Judaísmo decidiu excluir o livro dos Maccabbeus, mas isso NÃO atesta para o fato de que Judeus ortodoxos AFIRMEM a necessidade de preces ao mortos, como mostra o texto acima.

      Curtir

  6. Pingback: Saiba o como provar a doutrina do Purgatório a um Cristão Evangélico | Ecclesia Militans

Seja respeitoso. Não ataque o autor, debata sua idéia. Não use linguagem obscena, profana ou vulgar. Fique no tema do post. Comentários fora do tema original poderão ser excluídos.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s