A Bíblia ensina que devemos nos confessar à um Padre


Por que confessar a um padre, se Cristo é nosso único mediador? Pergunta o protestante. Todo Católico deveria saber a resposta a esta pergunta sob o ponto de vista Católico. Mas se você ainda não sabe, leia isto:

Antes, aprenda mais sobre o Sacramento da Reconciliação-Confissão: Por que confessar-se a um padre?

Em verdade, todo pontífice é escolhido entre os homens e constituído a favor dos homens como mediador nas coisas que dizem respeito a Deus, para oferecer dons e sacrifícios pelos pecados. (Hebreus 5:1)

 
 

Onde está isso na Bíblia:

João 20:21 – antes que Ele lhes concedesse o poder de perdoar pecados, Jesus disse aos apóstolos. “Assim como o Pai me enviou, também eu vos envio.” Assim como Cristo foi enviado pelo Pai para a remissão dos pecados, Cristo envia os apóstolos e seus sucessores para reconciliar os pecadores com Deus.

João 20:22 – Depois dessas palavras, soprou sobre eles dizendo-lhes: Recebei o Espírito Santo. O Senhor assopra sobre os apóstolos, e depois dá-lhes o poder de perdoar e reter os pecados. O único momento nas Escrituras onde Deus respira sobre o homem está em Gn 2:7, quando o Senhor “assopra” a vida divina no homem. Quando isso acontece, uma transformação significativa ocorre, eis no gesto de Jesus um simbolismo importante.

João 20:23 – Jesus diz: “Àqueles a quem perdoardes os pecados, ser-lhes-ão perdoados; àqueles a quem os retiverdes, ser-lhes-ão retidos.” Porém, para que os apóstolos exerçam o dom de perdoar os pecados, o penitente deve confessar os seus pecados verbalmente, porque os apóstolos não podem ler suas mentes.

Matt. 9:6, Marcos 2:10 – Cristo, enquanto verdadeiro homen e verdadeiro Deus, perdoou pecados como  homem (não como Deus), a fim de nos convencer de que o “Filho do Homem” tem autoridade para perdoar pecados na terra.

Lucas 5:24 – Lucas também aponta que a autoridade de Jesus para perdoar os pecados é de homem, não Deus. Os autores dos Evangelhos registram isto para nos convencer de que Deus deu autoridade à Jesus enquanto homem. Essa autoridade foi transferida de Cristo aos apóstolos e posteriormente aos seus sucessores.

Matt. 18:18 – os apóstolos receberam autoridade de ligar e desligar. A autoridade para ligar e desligar inclui a administração e remoção de penas temporais devidas ao pecado. Os judeus compreenderam isso desde o nascimento da Igreja.

2 Coríntios 5:18 – o ministério da reconciliação foi dado aos embaixadores da Igreja. Esse ministério da reconciliação refere-se ao Sacramento da Reconciliação, também chamado de Sacramento da Confissão ou Penitência.

Tiago 5:15-16 – no versículo 15 vemos que os pecados são perdoados pelos sacerdotes no sacramento dos enfermos. Este é outro exemplo da autoridade do homem de perdoar pecados na terra. Em seguida, no versículo 16, Tiago diz: “Portanto, confessar nossos pecados uns aos outros”, em referência aos homens do quais se tratam no versículo 15, os Pais da Igreja.

1 Tm. 2:5 – Cristo é o único mediador, mas Ele era livre para decidir como sua mediação seria aplicada a nós. O Senhor escolheu usar sacerdotes de Deus para realizar a Sua obra de perdão.

Lev. 5:4-6; 19:21-22 – mesmo  na Antiga Aliança, Deus usou sacerdotes de perdoar e expiar os pecados dos outros.

II. A Necessidade e Prática da confissão oral dos pecados

Tiago 5:16 – São Tiago claramente ensina-nos que devemos “confessar nossos pecados uns aos outros”, não apenas em particular com Deus.

Tiago 5:16 deve ser lido no contexto de Tiago 5:14-15, que está se referindo ao poder de cura (física e espiritual) dos sacerdotes da Igreja. Assim, quando S. Tiago diz “portanto” no versículo 16, ele refere-se aos homens sobre os quais escreve nos versículos 14 e 15 – esses homens são os sacerdotes ordenados na Igreja, a quem devemos confessar nossos pecados.

Atos 19:18 – muitos chegaram a confessar os pecados por via oral e divulgar suas práticas pecaminosas. Confissão oral era a prática da Igreja primitiva, tal como é hoje.

Matt. 3:6, Marcos 1:5 – novamente, isso mostra as pessoas confessando os seus pecados diante de outros, como uma prática histórica (aqui à João Batista).

1 Tm. 6:12 – este versículo refere-se também a prática histórica de confessar os pecados e fé na presença de muitas testemunhas.

1 João 1:9 – Se confessarmos nossos pecados, Deus é fiel e nos perdoa e nos purifica. Mas devemos confessar nossos pecados uns aos outros.

Num. 5:7 – isto mostra que a prática histórica de publicamente confessar os pecados, e fazer a restituição público.

2 Sam. 12:14 – mesmo que o pecado seja perdoado, não há a devida punição para o pecado perdoado. Davi foi perdoado, mas seu filho ainda foi levado (a conseqüência do pecado).

Neemias. 9:2-3 – os israelitas ficavam de pé diante da assembléia, confessavam pecados publicamente e intercediam para o outro.  Essa prática ainda acontece na Igreja Católica durante o Ato Penitencial, no início da Santa Missa.

Anúncios

Sobre Hellen

Católica militante, expatriada, mãe e arquiteta e estudante de Direito. Quando há tempo, engajada na "missão" de defender a fé católica e evangelizar aos irmãos católicos, especialmente aqueles afastados da Santa Fé . I am an expat architect, law student and Catholic mommy who's taken on blogging. I've doing this for a few years now and I'm totally hooked up. All for the Glory of God!
Esse post foi publicado em Confissão Sacramental e marcado , , , , . Guardar link permanente.

131 respostas para A Bíblia ensina que devemos nos confessar à um Padre

  1. Em nenhum desses textos, na Bíblia, há qualquer ensinamento para que se confesse os pecados a um sacerdote. O único texto que diz para confessarmos os pecados sem ser a Deus, é este:
    “Confessai, pois, os vossos pecados uns aos outros e orai uns pelos outros, para serdes curados. Muito pode, por sua eficácia, a súplica do justo.” (Tiago 5:16)
    Todos os textos do site não passam de pretexto, pois estão fora do contexto, pois não falam sobre confessar os pecados a um sacerdote. Assim sendo, se eu me confessar a um sacerdote, ele deve se confessar a mim também, pois o texto de Tiago 5:16 diz: “Confessai, pois, os vossos pecados uns aos outros”…

    Curtir

  2. Miranildo disse:

    Pois eu acho humanamente impossível confessar todos os pecados de nossa vida ao padre. São tantos pecados que cometemos durante a vida, que as vezes, ate esquecemos. Se uma pessoa confessa hoje a um padre, pecar amanha e depois de amanha ela morrer, ficara sem perdão, se ela se arrepender verdadeiramente? Sei as maravilhas que Deus fez em minha vida, antes me envergonhava de andar e ler a bíblia publicamente, mas arrependimento me verdadeiramente, e pedi perdão a Deus, não só deste, mas de muito outros pecados e não sei se tenho coragem de contar ou me lembrarei de todos os pecados, pois nunca me confessei a um padre,tenho 29 anos, são muitos pecados acumulados. Tenho fé que Cristo pode me perdoar. Uma vez sonhei com Jesus dizendo que era mais importante mudar o coração, em vez de igreja. Só Deus muda a gente, gloria adeus por tudo.

    Curtir

    • Hellen disse:

      Prezado Sr.

      Ninguém disse; tampouco a Igreja o disse, que é possível lembrar-se de todos os pecados.

      Confessa-se aquilo que do que se lembra. Confessa-se com frequência, a medida que se peca.

      O importante é arrepender-se e mudar de conduta.

      É isso que Deus espera de nós.

      Pax Domini

      Curtir

  3. Edenilson disse:

    Nasci em familia catolica, e na minha fase adulta ne envolvi com bebidas e drogas o que destruiu a minha vida, costumava frequentar festas como quermerses que vendem bebidas alcoólicas, amigos e parentes que tinham funções importantes na igreja também bebiam então achava normal até que cheguei ao fundo do poço. Foi quando cheguei a igreja universal do reino de Deus, onde aprendi que aquela vida que eu vivia não era normal e precisava me libertar daqueles vicios, hoje estou livre e tive a minha vida transformada em todas as áreas. Eu não me importo com religião porque creio que este é o motivo de tanta separação das pessoas no mundo, eu amo os católicos os crentes os espíritas mesmo tendo opiniões diferentes, costumo falar que não tenho religião eu tenho Jesus, ficar discutindo sobre quem está certo ou quem está errado não vai chegar a lugar algum. Precisamos medir a arvore não pelo seu tamanho e sim seus frutos e deixar que o próprio espírito Santo mostre a verdade a cada um de nós.

    Curtir

    • Antonio Carlos disse:

      A prática da fé é uma escolha individual, e deve ocorrer de forma espontânea e livre. A Igreja nos ensina a ser seguidores de Cristo e ter uma vida semelhante a dEle. A libertação acontece na vida do homem pela ação do Espírito Santo, a medida em que o homem se permite. É necessário viver e conhecer a fé. Os vícios precisam ser vencidos, muitos procuram ajuda psiquiátrica ou psicológica. a Igreja Católica acolhe e auxilia. Jesus só liberta a medida em que estamos dispostos a permitir “Eis que estou a porta e bato”, não é uma imposição. Você me desculpe a franqueza, se você tivesse realmente sido católico e vivido os sacramentos, participado da missa e das pastorais da igreja, carregasse consigo sempre a Bíblia (Palavra de Deus), nas mãos e no coração não faria um comentário como esse. Não existe seguir a Cristo sem Cruz. Se na primeira provação você desistiu, e foi ao encontro de outra fé, respeitamos, mas avalie sua vida como católico que você disse que foi, se você tivesse feito catequese e procurado viver os sacramentos e conhecesse a sua fé você não teria desistido. Amo você também meu irmão . Que Deus te abençoe, Pois desde a igreja primitiva que os Católicos propagam a fé em Jesus pelo mundo e isso faz mais de 2000 anos. Um abraço.

      Curtir

      • Ele fez a melhor escolha, ou seja, seguir a Cristo e não a uma religião que lhe foi dada por imposição. Ninguém vai se salvo por pertencer a uma determinada religião, mas por ser fiel a Cristo, tendo como selo o Espírito Santo. O Senhor Jesus fundou sua Igreja em Jerusalém e não na Roma pagã. O apóstolo Paulo escreveu sua epístola aos irmãos romanos como um líder, logo, nessa igreja não havia outro líder para que a este se reportasse.

        Curtir

  4. Adriano disse:

    engraçado, porque Paulo deu um mandamento da parte de Deus , para as mulheres usarem o véu, e hoje vejo a igreja católica e evangélica sem essa prática, e não vem com esse papo que foi um mandamento só para as mulheres de Corinto que não cola, porque Paulo afirma que a mulher deve usar por causa dos anjos, então só as mulheres de Corinto devia usar por causa dos anjos, esse mandamento e para todas as mulheres e não vejo isso nas igrejas, só em uma que é a congregação cristã no Brasil

    Curtir

    • Lyliane disse:

      Oi Rate, há sim na igreja católica pessoas que usam o véu, mas nem todas as mulheres usam, simplismente por livre arbítrio delas. Há explicações mais claras pra isso na igreja católica, é só pesquisar. Abraço! Paz de Cristo e o Amor de Maria!

      Curtir

      • Antonio Carlos disse:

        Não nos esqueçamos o contexto, e quando foi escrito. Paulo preocupado com a discriminação das ex-prostitutas que seguiam a cristo e que tinham o cabelo cortado para diferenciar das outras mulheres, colocavam o véu, aí não havia como diferencia ex-prostitutas de mulheres comuns. Ler a Bíblia requer também buscar o entendimento da tradição, cultura e história. Infelizmente na Bíblia não nos traz tudo isso.

        Curtir

  5. Renato dos Santos disse:

    Oi pessoal… Quero a penas pedir ao nosso Deus criador, para nos encher de sabedoria para fazer somente aquilo que é certo e, que o nosso intuito seja amar a Deus sobre todas as coisas e o nosso próximo como a nós mesmo que esse são os nossos dois maiores mandamentos e resto deixamos com Ele, Deus do universo! Amém! Sou evangélico… Amo a todos! Valeu pessoal…

    Curtir

  6. Saulo disse:

    Voce poderia me indicar um sacerdote de confiança para me confessar? De preferencia um fiel ao magisterio

    Curtir

    • Hellen disse:

      Caro Saulo,

      Onde o sr se encontra, qual diocese?

      Paz
      H.

      Curtir

    • Rosilene disse:

      Se nós perdoamos os pecados pq então JESUS morreria na cruz? Sou cristã e não concordo . Nos temos hoje a missão como sacerdotes de falar , ensinar ao pecador que deve arrepender-se pois DEUS enviou seu filho para que td aquele que nELE crer não pereça , mas tenha a vida eterna , ou seja ,só através de JESUS nós podemos levar pa esse ensinamento ao homem , no entanto não temos poder para perdoar nada, pois somos pecadores buscando tds os dias misericórdia para não cometer pecados . Já fui catolica ,durante 20 anos e nunca vi arrependimento verdadeiro em ninguém a não ser remorso . As pessoas vão a missa e depois bebem , adultera, e voltam no domingo como se nada tivesse acontecido , basta simplesmente fazer uma boa ação e td é resolvido . Respeito tds as formas de religião e amo o ser humano independente de crença , porém prefiro a verdade a ser vivida na palavra de DEUS

      Curtir

  7. Saulo disse:

    Olá, gostei do texto, sou protestante, mas tenho muitos pecados que quero confessar mas nao consigo encontrar com quem. Gostaria muito de me confessar com um padre de confiança, vc conhece algum pra me indicar? Gosto de ouvir o Padre Paulo Ricardo ele fala sobre a importancia da contrição no momento da confissão, muito importante.

    Curtir

    • Hellen disse:

      Olá Saulo,

      Vc conseguiu encontrar um padre? Leu o meu e-mail?

      Curtir

      • Renato dos Santos disse:

        Que o Senhor Deus nos dê muita sabedoria para fazer somente aquilo que é o certo! Vamos somente amar a Deus sobre todas as coisas e o proximo como a nós mesmo que são nossos maiores mandamento e resto deixamos com Ele, Deus! Amém! Sou evangélico, amo todos vocês, valeu pessoal!

        Curtir

    • Ademir Trindade Bandeira disse:

      Sou cristão protestante, portanto minha confissão de fé é CRISTOCÊNTRICA …
      O versículo no cabeçalho, Hebreus 5:1, diz respeito à supremacia de Jesus Cristo em relação aos “sumos sacerdotes” do antigo pacto; o texto desse versículo faz referencia ao sacerdócio levítico, portanto esta fora do contexto em pauta.( confira Hebreus 7:12…)
      Devemos sim, confessar nosso pecado, a quem por dever nos é imposto: nosso próximo, contra quem pecamos ( Mt 5:24 ), se transgredirmos na disciplina,nas regras normativas, etc… da comunidade a qual pertencemos, temos a obrigação de levar ao conhecimento do nosso líder,temos que confessar ao pároco, ao pastor, ao reverendo, etc…a nossa transgressão, para obtermos o perdão do homem, e acima de tudo, de DEUS, O SOBERANO.

      Curtir

      • Hellen disse:

        A Igreja não ensina que o sacerdote ou ela mesma conferem o perdão, senão Deus. Ele o faz como o aprazir, tanto pelo sacerdote confissor quanto, no caso dos protestantes, diretamente ao confessante Contrito.

        Pax Domini

        Curtir

  8. Se continuarmos essa discursão n chegaremos a conclusão alguma, pois cada um quer defender a verdade pelo qual vivemos e n queremos estar errado. Mais vou deixa so uns veículos para voçês meditarem que são: Confição (l João1:9 Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda a injustiça. I João 2:1 Meus filhinhos, estas coisas vos escrevo, para que não pequeis; e, se alguém pecar, temos um Advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o justo.
    2 E ele é a propiciação pelos nossos pecados, e não somente pelos nossos, mas também pelos de todo o mundo.), Jesus é nosso unico mediado entre Deus (l timótio 2:4Que quer que todos os homens se salvem, e venham ao conhecimento da verdade.
    5 Porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo homem.
    6 O qual se deu a si mesmo em preço de redenção por todos, para servir de testemunho a seu tempo.) como no livro de Tiago 5:16 que nos devemos confessar os nossos pecados e para que haja uma certa comunhã entre as pessoas da igreja, porém n significaque se nos confessarmos a uma autoridade espiritual nos seremos perdoado, pois tende haver arrependimento (o que convense o homem do pecado é o Espírito do Senhor) e o nosso unico capaz de nos proporcionar este feito de ser perdoado é Jesus que é nosso mediado… é com Ele que devemos falar… Quanto ” adorada Virgem Maria” (Mateus 13:55 Não é este o filho do carpinteiro? e não se chama sua mãe Maria, e seus irmãos Tiago, e José, e Simão, e Judas? 56 E não estão entre nós todas as suas irmãs? De onde lhe veio, pois, tudo isto?
    57 E escandalizavam-se nele. Jesus, porém, lhes disse: Não há profeta sem honra, a não ser na sua pátria e na sua casa.) aqui deixa bem claro que além de Jesus ela teve outros filhos, ja n pode se chamada de “virgem”, ela “era” virgem o termo mais correto. Maria foi uma pessoa importante na biblia e até hoje porisso Deus fala “bendito é o fruto de vosso ventre”, mais ela um pessoa como nos que somos pecadores… ela como nos precisa de um salvador (Lucas 1:46 Disse então Maria: A minha alma engrandece ao Senhor,
    47 E o meu espírito se alegra em Deus meu Salvador) com todo reipeito como vou rogar para uma pessoa que estar morta(” Pois os vivos sabem que morrerão,
    mas os mortos nada sabem;
    para eles não haverá mais recompensa,
    e já não se tem lembrança deles. Para eles o amor, o ódio e a inveja
    há muito desapareceram;
    nunca mais terão parte em nada
    do que acontece debaixo do sol.
    Eclesiastes 9:5-6)
    E so mais uma coisa sobre imagens (Assim, visto que somos descendência de Deus, não devemos pensar que a Divindade é semelhante a uma escultura de ouro, prata ou pedra, feita pela arte e imaginação do homem.
    Atos dos Apóstolos 17:29) (Os ídolos deles, de prata e ouro,
    são feitos por mãos humanas. Têm boca, mas não podem falar;
    olhos, mas não podem ver; têm ouvidos, mas não podem ouvir;
    nariz, mas não podem sentir cheiro; têm mãos, mas nada podem apalpar;
    pés, mas não podem andar;
    e não emitem som algum com a garganta. Tornem-se como eles aqueles que os fazem
    e todos os que neles confiam.
    Salmos 115:4-8)
    eu podereia dar mais refecia mais estas bastas.

    Curtir

    • Luiz disse:

      Oi Júlio
      Os crentes devem se confessar a Deus se possível todo o dia. eu realmente não sei se existe uma unanimidade nas denominações protestantes se realmente o crente deve se confessar a Deus todos os dias ou uma vez na semana ou uma vez por mês ou talvez creiam que uma vez que Jesus morreu uma vez nem prescisa mais se confessar pois todos os pecados estariam perdoados. Agora vejamos um crente aceita Jesus ai depois ao longo de sua vida vai pecando e não se confessa então se naõ se confessa é porque não está arrependido e o pecado vai se acumulando dia após dia e isso não seria uma vida cristã. A confissão é uma ação humana o homem usa de seu livre-arbítrio para se confessar.

      A mediação aí é a pra a salvação e não para intercessão. Repare que no versículo 6 fala do sacrifício de Jesus para a redenção. Mediador para salvação só um, intercessores aí pode ser outros também.

      Jesus tinha primos.Jesus salvou Maria sim de forma antecipada é chamada de kecharitomene. e é diferente de Estevão pois a palavra Kecharitomene entrou exatamente no nome de Maria na pessoa de Maria diferente de Estevão. Mesmo que seja traduzida por agraciada isso não exclui o fato de ela ser Imaculada. Maria disse que todas as gerações chamarão ele de bem -aventurada, então é corretíssimo chama-lá de Bem-Aventurada mesmo não sendo católico. A alma dele tá viva sim no Céu e Eclesiastes 9:5-6 faz referência ao corpo pois o corpo responde a ação da alma e amor, ódio e inveja desapareceram no corpo. Realmente tá, o corpo sem a alma está morto sim. Ah você cre na doutrina mortalista?

      Salmo 115 fala de ídolos ou seja imagens como deuses, veja Salmo 96:5. Catolicismo nunca considerou os santos como deuses.

      Luiz

      Curtir

  9. Adalberto disse:

    Renato e Helen, se a bíblia é sagrada, só pode ser a palavra de Deus, certo?, em Mateus 12: 46 a 50 a família de Jesus ( esta escrito nas bílias católicas e evangélicas ) 46: falava ainda Jesus ao povo, e eis que sua mãe e seus irmãos estavam do lado de fora , procurando falar-lhe 47: e alguém lhe disse: tua mãe e teus irmãos querem falar-te 48: porém Ele respondeu para quem lhe trouxera o aviso: quem é minha mãe e quem são meus irmãos ? 49:E, estendendo a mão para os discípulos , disse: Eis minha mãe e meus irmãos. 50: Porque qualquer que fizer a vontade de meu Pai celeste, esse é meu irmão, irmã e mãe. A purificação do templo : Lucas 45 a 46 : depois , entrando no templo, expulsou os que ali vendiam 46: dizendo-lhes: Esta escrito: a minha casa sera casa de oração, mas voz transformaram em covil de salteadores leia também 47 O mestre ensina no templo.
    ora, quando Jesus falou a Pedro que desta pedra edificarei a Igreja, Jesus estava em solo Judeu e não em solo Italiano ( roma/Vaticano ), estudem a palavra de Deus com carinho e atenção porque, Deus em nome de Jesus, quer que todos sejam salvos. A Chave da vitória é a Fé. Que Deus os abençoem.

    Curtir

    • Helen disse:

      Caro Adalberto,

      Não confunda tudo, por favor.

      A Igreja católica não é uma instiuição Italiana. Não está em solo Italiano, Alemão, Brasileiro, apenas…
      Ela é UNIVERSAL. Isso é o significado da Palavra Católica.

      O sr precisa estudar um pouquinho mais de história e aprenderá porque foi adicionado o adjetivo ROMANA ao seu nome.

      Conto-lhe em brevidade:

      Havia UMA Igreja Apostólica que surgiu no ano 33 dC.
      Havia um Pastor Chefe: O Apostolo Pedro.
      A Igreja cresceu, primeiro na Terra Santa, depois espalhou-se pelo IMPÉRIO ROMANO.
      o Imp. ROMANO era dividido em QUATRO tetrarquias.
      A capital mais importante e influente da Tetrarquia do Império chamava-se ROMA.
      Havia, contudo, uma capital chamada CONSTANTINOPLA. Segunda mais importante dentro Império.
      O Imperio Romano sucumbiu e as Tetrarquias separam-se. Já não eram parte do mesmo império.
      A Igreja em Roma, irmã da Igreja em Constantinopla, era idênticas em questões de doutrina e quase idênticas em importância hierárquica. Eram a MESMA Igreja em duas cidades diferentes, dentro do mesmo império.
      Com a queda das Tetrarquias, já não estavam mais sob a mesma jurisdição. Uma não era subordinada à outra e, embora, acreditassem no mesmo credo. Passaram a ser autônomas. Para diferenciar uma da outra, a que estava em Roma, chamou-se ROMANA!!!
      A que ficou fora de Roma, é a Ortodoxa. Reconhecida até hoje pela IGREJA CATÓLICA como Apostólica!!

      Somos Igrejas Irmãs. Ambas Apostólicas. Os bispos ortodoxos são legitimamente ordenados por sucessão apostólica, tal e qual os Católicos.

      COntudo, há uma diferença IMPORTANTE: Pedro era bispo de ROMA, morreu lá, crucificado de cabeça para baixo – a seu pedido, pois não queria ser crucificado como Cristo, pois dizia-se indigno de tal coisa – e os bispos que o Sucederam são legitimamente Petrinos.

      A Igreja em Constantinopla não quis submeter-se à autoridade de Roma, mas não se desviou dela em questões doutrinárias. Mas o resultado disso é que ela mesmo dividiu-se em muitas outras igrejas, como sempre acontece com aqueles que se afastam da Verdadeira Mãe Igreja.

      A Católica Romana, por sua vez, continuou UNA e expandiu ao mundo. Existe em toda parte do Globo. É a maior, a única a Verdadeira Igreja de Cristo, porque Pedro, a quem o próprio Cristo ordenou o apascentar Suas ovelhas, nela permaneceu até a Morte.

      E onde está Pedro, ai está a Igreja e nela está Cristo.

      Amém.

      Pax Domini

      Curtido por 1 pessoa

      • francaejoel disse:

        Adalberto em nome de jesus , não confunda as as coisas estamos falando de sacramento de reconciliação . Uma coisa de cada vez ok? Estude a patrística e volte a sã doutrina . Amém?

        Curtir

      • Maynard Alexandre Conde. disse:

        “Onde está Pedro, aí está a Igreja e nela está Cristo”.
        Isso é um excepcionalismo Católico Romano, não uma AFIRMAÇÃO BÍBLICA sobre a Noiva de Cristo.
        Apenas informando.
        A Paz de Cristo.
        Maynard.

        Curtir

        • Hellen disse:

          Maynard,

          Que equívoco… o “excepcionalismo” católico
          ao qual o Sr (a?) se refere foi o moto de S Inácio de Antioquia, uma sumidade cristã, servo do Senhor antes mesmo que a Bíblia fosse Bíblia. Ou seja, para ele e seus contemporâneos – em outras palavras, os cristãos primitivos – esse ‘excepcionalismo’ era a norma, não o contrário.

          Curtir

  10. Adalberto disse:

    Os católicos deveriam obedecer a Deus e não os homens pecadores.

    Curtir

    • Helen disse:

      Adalberto,

      Quando os judeus ouviam à Moisés, Elias, e outros grandes servos de Deus, estavam cometendo pecado contra Deus?

      Deus é um Deus vivo. Ele não está confinado aos relatos do Antigo Testamento. Ele fala ao Seu povo ainda hoje, não apenas pelas Escrituras, mas pela Igreja de Seu Filho, o Cristo Salvador que por Ela morreu, pois a amava.

      Sim, os homens são pecadores, mas isso não impede que Deus – que é Deus e tudo pode – faça-SE ouvir por meio deles!

      Ora, se Deus falou aos homens até mesmo por meio de um jumento, por que seria impossível que Ele falasse por meio de Seus filhos, mesmo que pecadores.

      Ademas, Moisés e outros eram pecadores também. Davi até cometeu homicídio! Nem por isso Deus deixou de usá-lo para falar com o Povo Judeu!!

      Liberte-se do Preconceito. Pára de odiar a Igreja Católica. Isso não vem de Deus!

      Curtido por 1 pessoa

      • Adalberto disse:

        Engano seu, todos evangélicos sabem que Maria teve seu filho Jesus ainda virgem pela a graça do Espírito Santo de Deus, depois teve filhos e filhas com José pois ela o amava muito, no entanto Jesus chamava Maria de Mulher,em Mateus 12:46 A Família de Jesus, falava Jesus ainda ao povo, e eis que sua mãe e seus irmãos estavam la fora , procurando falar-lhe 47: E alguém lhe disse: Tua mãe e teus irmãos estão lá fora e querem falar-te 48: Porém Ele respondeu ao que lhe trouxeram o aviso: Quem é minha mãe e quem são Meus irmãos ? 49:E estendendo
        as mãos para os discípulos disse: Eis minha mãe e meus irmãos. 50: Porque qualquer que fizer a vontade de meu Pai Celeste, esse é meu irmão, irmã e mãe.
        Observação: Jesus estava falando de sua Família, não de parentes como primos que consideravam irmãos, primos são parentes e não tem nada haver com família.
        Na festa de um casamento, Maria disse a Jesus, Jesus o vinho acabou, Jesus respondendo disse: Mulher, ainda não é chegado a minha hora.

        Curtir

        • Helen disse:

          Adalberto,

          O engano é vosso, e não meu.

          Sugiro que leia os textos postados aqui no blog sobre os “supostos” irmãos de Jesus.

          Mais uma vez repito, o Cristão sem a Sabedoria da Igreja é feito uma nau sem capitão, pode tanto navegar por águas perigosas e ainda assim, chegar à terra firme como pode também, perde-se num oceano de erros sem jamais encontrar um porto seguro… O risco é muito grande para ser tomado. O Cristão Sábio ouve a Igreja.

          “Quem vos ouve a vós, a mim me ouve; e quem vos rejeita a vós, a mim me rejeita; e quem a mim me rejeita, rejeita aquele que me enviou.
          Lucas 10:16”

          Curtido por 1 pessoa

    • Luiz disse:

      Oi Adalberto

      E os protestantes ? Veja quando uma pessoa vai em uma denominação já ´tem lá uma doutrina estabelecida com as crenças que aquela denominação acha correta e isso foi feito por um grupo de homens pecadores também ou seja foi uma tradição daquela denominação.

      Luiz

      Curtir

  11. fabiano disse:

    a maioria das doutrinas deixadas pelos apóstolos foram mudadas por constatino e seus sucessores, inclusive a doutrina de que só jesus pode perduar pecados. leiam a historia e verão.

    Curtir

    • Helen disse:

      Caro Fabiano,

      Não sei onde o sr leu isso, se é que leu. Mais provável que tenha aprendido de “ouvir” de alguém ainda menos instruído na história da Igreja e do Cristianismo…

      Meu conselho: Busque e encontrarás. Não opine sobre o que não conhece. Seja honesto consigo mesmo e com aqueles à quem fala: Estude sem preconceito, busque conhecer a verdade dos fatos, doa a quem doer. Cuida para escolher fontes legítimas, honestas. Ore e peça ajuda a Deus. Depois de fazer isso – S. Paulo afastou-se de tudo por 3 anos, assim, não presuma que sua busca pela verdade acontecerá em uma semana – aí sim, fale com conhecimento de causa. Pois no momento, sua autoridade para falar no assunto é a mesma da minha filha de 22 meses, ou seja, nenhuma.

      Pax Domini,

      Curtido por 1 pessoa

      • Maynard Alexandre Conde. disse:

        Helen: para uma “Cristã”, você é muito arrogante: não é “diminuindo” a “erudição” de seu interlocutor que você crescerá ou se manterá de pé.
        São Paulo, este sim, um erudito verdadeiro, reputou sua erudição por estêrco, preferindo a Sabedoria de Cristo !!!!
        Que esta Sabedoria seja injetada em você e a torne mais humilde e não sectária.
        Maynard.

        Curtir

  12. fabiano disse:

    pessoal deixem de ser tolos, a igreja católica já foi uma igreja bíblica, leiam a historia e vejam as mudanças que o diabo feis na igreja atraveis de constatino e outros, que mudaram totalmente os encinos de jesus e transformou a igreja nessa coisa que ela é hoje, assim como o diabo naceu santo e anjo do senhor e se transformou nesse que ele é hoje a igreja católica também se transformou nessa coisa que ela é hoje, com encinos e doutrinas diabólicas.

    Curtir

    • fillipe disse:

      Amigo então com essa resposta você acaba de dizer que Jesus era mentiroso e além disso menor que o diábo, pois ele disse quando instituiu a igreja em Mateus 16 ” As portas dos infernos jamais prevalecerão sobre ela”… lamentável ler isso porque vemos que você não tem se quer estudo algum. Mas mesmo que não acredite e também não conheça pelo que escreve, reveja seu comentário pois você julgou! então a palavra é clara sobre julgamento. Que Deus te abençoe.

      Curtir

  13. João Victor disse:

    A PAZ DO SENHOR.As palavras do Edimilson…, tenho nem palavras para dizer que a cegueira dele tá seria, as tuas palavras são quebradas e a aniquiladas junto com o teu ententimento, porquê atua idolatria é significativa vou só dar Duas palavras o Espírito Santo não coabita em meio a idolatria nem precisa dar base bíblica, porque o Batismo no Espírito Santo ou receber a virtude do Espírito Santo (Mat 3,11) (Joel 2,28) tu es Batizado no Espírito Santo (At 2,1) e tem o dons que ele concede (1Cor 14,1) dou Graças a Deus pois ele me teu os dons espirituais e louvo só a Jesus Cristo meu Salvador, pois sua misericórdia me alcançou. Dou Graças ao meu Jesus.

    Curtir

    • EDMILSON disse:

      João Victor eu tenho dó é de você um pobre herege manipulado pelas seitas protestantes!
      //
      e outra João Victor vocês protestantes adulteraram a bíblia tiraram 7 livros descaradamente para tentar em vão da razão em suas mutiladas doutrinas
      //
      vocês protestantes são tão iludidos que nem sabe que a bíblia foi selecionada de acordo com a sua doutrina.
      //
      João Victor vocês protestantes são separados seitas prevista e profetizadas por Jesus ao dizer que nos finas dos tempos viriam os falsos pastores com falsas doutrinas!
      //
      é chulo seu conhecimento que você obtém através das mentiras pregada por seus falsos pastores se converta João Victor acorda pra vida!
      //
      vocês protestantes são tão doente que quer da filhos a Maria se a própria bíblia diz que ela não teve filhos!
      //
      vai por mim João Victor pegue a bíblia de um herege do segundo século de Marcião de Sinope para da pé as suas papagaiadas pode desiludido!

      Curtido por 1 pessoa

  14. Feliz por ser católica! disse:

    Venho por meio desta, defender dentre tantas discordâncias a Mãe de Deus e nossa, em João Jesus na cruz diz:” Mãe eis aí o teu filho, filho eis aí tua mãe.” E entrega a Maria Santíssima a tarefa de cuidar de nós, ajudá-lo na batalha de amolecer com sua ternura os nossos corações de pedra. Meus irmãos que não acreditam no poder e na força de Nossa Senhora, mais respeito com a Mãe Santíssima do criador, da mesma forma que vocês não aprovariam que falassem mal e caluniassem a mãe de vocês, respeitem a Mãe do criador! Se Maria não fosse importante não seria confiada a ela a SOMBRA DO ALTÍSSIMO, eu tenho minha sombra você a sua, Maria era coberta da sombra do Altísimo. (Lucas1,35) Se o próprio Deus, enviou seu filho amado a Maria, nela ele confiava. E se Jesus AMA tanto sua mãe que cuidou dele quando estava doente, quando não queria dormir… Quem somos nós para rejeitar tão grande amor? Quem somos nós para não amar Maria assim como Jesus amou? Toda MÃE de verdade é uma graça, imaginem então a MÃE DO CRIADOR!

    Curtido por 1 pessoa

  15. Matheus. disse:

    Vejamos o que a Palavra de Deus diz a respeito da confissão de pecados. 1 João 1.9 diz, “Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para perdoar os pecados, e nos purificar de toda a injustiça”.

    A Palavra de Deus é específica no ensino de que todo Cristão tem que confessar seus pecados. A questão aqui é: A quem devemos confessar nossos pecados? A Palavra de Deus ensina que Seu povo deve ir a Ele para confessar seus pecados e obter o perdão.

    É sempre uma questão legitimada: Quem pode perdoar pecados a não ser Deus? (Marcos 2:7). Nenhum ser humano, não importa seu título, pode perdoar pecados! O perdão dos pecados vem exclusivamente através de Jesus Cristo.

    É absolutamente impossível para um ser humano pecador perdoar os pecados de outro indivíduo pecador como a si mesmo, porque este tem os seus próprios pecados para cuidar!

    A confissão auricular é mais uma das inúmeras heresias inventadas pelo catolicismo romanista.

    Na realidade OS CONFESSIONÁRIOS que “devassam os lares” servem para vários fins. Na Espanha e Portugal usavam-nos com eficiência para descobrirem e informar as autoridades o pensamento político dos generais “confessando” suas esposas!

    Conseguem legados e doações de beatos e viúvas chorosas que buscando “absolvição ” podem ser aliciados entregando terras, fazendas e propriedades, “A Igreja no Brasil tem um vultoso patrimônio Imobiliário” (Estado de S. Paulo 25-2-80).

    Não há um só caso de alguém que tenha confessado os seus pecados a homens ou mesmo aos apóstolos. Em 1 João 1.7-9, João ensinou que devemos confessar nossos pecados a Jesus e que Ele é suficiente para perdoar.

    Se Pedro estivesse investido do poder de perdoar pecados, por que não pediu a Simão que se ajoelhasse em confissão, para resgate do seu pecado? Exortou a Simão que recorresse a quem tinha tal poder de perdoar pecados (Atos 8.22).

    Jesus disse à mulher pecadora, perdoados são os teus pecados (Lucas 7.48), não ouviu Ele a confissão da mulher. Jesus ensinou a oração do Pai-nosso ao dizer: Perdoa-nos as nossas dívidas, assim, como nós perdoamos aos nossos devedores (Mateus 6.12). Na celebração da Ceia, Paulo recomendou que cada um de nós fizesse exame introspectivo (1 Coríntios 11.28).

    Nenhum padre, papa ou bispo que são homens pecadores tem poder para perdoar pecados.

    Além do mais são idólatras e adoradores de estátuas de barro.

    Curtir

    • Helen disse:

      Marcos,

      Não seja ingênuo… Vc cita: “É sempre uma questão legitimada: Quem pode perdoar pecados a não ser Deus? (Marcos 2:7).2Mas esquece de refletir que esta frase foi dita por judeus NÃO crentes em Cristo!! Leia o versículo seguinte e pondere sobre suas conclusões.

      O perdão dos Pecados vem de Deus, claro! Mas Cristo deu autoridade ao seus apóstolos para absolver pecados. Leia a Bíblia! Somos exortados a confessar nossos pecados. Mas Deus já os conhece, pois nos vê pecar. Se temos que confessá-los, então temos que abrir a boca e dizê-los a alguém. Quando você confessou os seus pecados mais vergonhosos a outro mortal? Não o faz porque está confundido por doutrinas errôneas inventadas por homens. Até mesmo Lutero, pai da sua religião, admitia a autoridade apostólica para absolver pecados em nome de Deus. Mas vocês, neo-evangélicos cismados, preferem o erro.

      Curtido por 2 pessoas

    • JAIME disse:

      ASSIM VOCÊ DIZ:
      Matheus. disse:
      junho 23, 2013 às 5:52 pm

      Nenhum padre, papa ou bispo que são homens pecadores tem poder para perdoar pecados.

      Além do mais são idólatras e adoradores de estátuas de barro.

      E EU RESPONDO COMO PODE A HELEN DEIXAR UM HEREGE SEM ESTUDO POSTAR UMA ABERRAÇÃO DESSAS UM PROTESTANTE CHULO.

      Curtir

  16. Hilda disse:

    Jose teve uma esposa anterior? Este fato eu não sabia.

    Curtir

  17. MARIA CELIA DA SILVA disse:

    JESUS CRISTO,O QUAL DEU O SEU CORPO E SANGUE POR NÓS POR AMOR….JA SABIA QUE CONTINUAREMOS PECADORES E NO SEU GESTO DE AMOR CONCEDE AUTORIDADE AOS SACERDOTES DE PERDOAR NOSSOS PECADOS , POR EXPERIENCIA PROPRIA NO ATO DA CONFISSÃO SEMPRE OUÇO UMA PALAVRA AMIGA, DO SACERDOTE SOBRE A UNÇÃO DO SANTO ESPÍRITO DE DEUS

    Curtir

  18. VALERIA HILARIO disse:

    gente parem de discutir, RELIGIÃO NÃO SALVA, JESUS salva, leiam a bíblia.

    “Conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.” a verdade é que só existe um DEUS. confesse seus pecados a JESUS.

    Curtir

  19. Dam disse:

    É uma pena, irmãos em Cristo, que o jogo de palavras e as interpretações literárias os afastem do que realmente o Mestre pregou, tão atual mesmo sendo dito há dois mil anos…..a caridade é o amor em movimento…..e ainda que eu falasse a língua dos anjos, sem caridade (ou amor) eu nada seria….Sejam caridosos consigo mesmos e com nossos irmãos, pratiquem o bem, independente a quem, essa é verdadeira união em Jesus nosso Mestre. Ele, tão simples, que pregou ao ar livre para quem quisesse ouvir, por que esse separatismo e exclusão? Ele, que entende profundamente o nosso egoísmo, teve de usar de exemplo o amor a nós mesmos como direcionamento do amor ao próximo (Amai ao próximo como a ti mesmo). Não deixem que o orgulho, pao do egísmo, seja dominador na sua fé.

    Curtir

  20. Francisco Denílson Menezes Sampaio disse:

    Helen, só tenho a agradecer a Deus por nos dá uma pessoa tão erudita quanto você, e vários irmãos católicos que sempre leio seus comentários aqui, principalmente aqueles que refutam as teses descabidas com eminente maestria de nossos irmãos separados.Que Jesus e Maria deem sempre o saber tão necessário para você continuar com essa Obra de Deus tão maravilhosa que é este blog, precisamos muito de blogs que nem este, é de suma importância para a edificação de nossa fé católica. Quanto mais vejo a Igreja Católica ser atacada mais tenho certeza de que é a única e verdadeira igreja deixada por Jesus. Pois se Ela é tão atacada assim é porque incomoda as forças do mal, e o inimigo poe seus seguidores para tentar destruí-la, algo que jamais ocorrerá, pois o próprio Jesus nos garantiu que as portas do inferno nunca prevalecerão sobre Ela. Li em um comentário seu que seu filho nasceu a pouco tempo, peço a Deus pela saúde dele, ou melhor de toda a família, bençãos do céu caiam sobre você e sua família, abraço.

    Curtir

  21. EDMILSON disse:

    IRMÃ ERICA A IGREJA CATÓLICA É UNICA E VERDADEIRA
    A IGREJA CATÓLICA ELA É BÍBLICA SAIBAS QUE DENTRO DA PRÓPRIA BÍBLIA

    ELA MOSTRA OS BISPOS PERTENCENTES DA IGREJA
    E MAIS DENTRO DA BÍBLIA TEMOS TRÊS PAPAS IRMÃ ERICA

    E MAIS OS APÓSTOLOS DE JESUS FAZEM REFERÊNCIAS AOS BISPOS DIÁCONOS E PRESBÍTEROS PERTENCENTES A IGREJA CATÓLICA
    ISSO É INCONTESTÁVEL E MAS

    ERICA VOU TI MOSTRAR BIBLICAMENTE ISSO SEM PRECISAR USAR NENHUMA FRASE DE LIVROS DE CARTAS DE SERMÕES E DE EPÍSTOLAS DE NEM PADRE DA IGREJA E DE NENHUM ESCRITOR ECLESIÁSTICO SÓ DOS DOIS PRIMEIROS SÉCULOS DA ERA CRISTÃ ERICA

    EU ADORO VÊ UM HISTORIADOR PROTESTANTE VIM QUERER ME REFUTAR ISSO COISA QUE É MAS QUE IMPOSSÍVEL POIS ATÉ HOJE NENHUM HISTORIADOR PROTESTANTE ME PROVOU NADA SÓ MENTIRAS ADULTERAÇÕES E MEROS PONTOS DE VISTA

    AMIGA ERICA EU TI GARANTO SEGURAMENTE SE A IGREJA CATÓLICA COMEÇAR INVESTIR NA PATRÍSTICA E NA HERMENÊUTICA DENTRO DOS GRUPOS JOVENS DAS CATEQUESES E DA TELEVISÃO ABERTA

    PODE TER CERTEZA QUE A CEITA PROTESTANTE COMEÇARA A PERDER FIEIS

    UM EXEMPLO DISSO É NOS ESTADOS UNIDOS ERICA
    AGORA NESSE MEU ESTUDO VOU TI MOSTRAR QUE A IGREJA CATÓLICA É BÍBLICA VAMOS LÁ

    A Igreja é Visível e Una

    Hebreus 12-23 à universal assembléia e igreja dos primogênitos inscritos nos céus, e a Deus, o juiz de todos, e aos espíritos dos justos aperfeiçoados;

    Assembléia = Igreja

    Universal = Católica

    A Igreja Católica (o termo “católico”, derivado da palavra grega: καθολικός (katholikos), significa “universal” ou “geral”),

    VEJA AGORA EM

    Mateus 5,14 – Jesus diz que uma cidade situada numa montanha não pode ser escondida, e isto é em referencia à Igreja. A Igreja não é uma presença invisível, cosmo-espiritual, atmosférica (como dizem muitos protestantes); mas um único, visível e universal Corpo de Cristo. A Igreja é uma extensão da Encarnação.

    VEJA ERICA

    Mateus 12,25; Marcos 3,25; Lucas 11,17 – Jesus diz que um reino dividido contra si mesmo não pode subsistir e será destruído. Isso descreve o protestantismo e seus milhares de denominações que continuam a se multiplicar a cada ano com igrejas que negam que Jesus Cristo é Deus e outras outras igrejas protestantes de homossexuais vou da só um nome de uma que cresce assustadoramente no Brasil e no mundo a igreja metropolitana

    por isso Erica também temos que notar que a Igreja Católica deve ser vista como a Igreja de Cristo, o reino que se iniciou há dois mil anos atrás e que jamais será destruído (Daniel 2,44; 7,14).

    VEJA

    Mateus 16,18 – Jesus diz “Eu edificarei ‘minha Igreja’” (não, minhas igrejas). Há uma só Igreja edificada sobre uma só rocha com uma só autoridade de ensino; não muitas diferentes denominações edificadas sobre várias opiniões e sugestões pastorais diversas umas das outras. sobre isso temos milhares de milhares de escritos só dos dois primeiro século que confirmam tudo isso sem um não de discórdia

    VEJA ERICA
    I

    Mateus 16,19; 18,18 – Jesus deu aos Apóstolos a autoridade de ligar e desligar. Mas essa autoridade requer uma Igreja visível, porque “ligar e desligar” são atos visíveis. A Igreja não pode ser invisível e deve haver unidade de fé, ou ela não poderia ligar e desligar.

    PARA UM PROTESTANTE QUERER REFUTAR ISSO COISA QUE É IMPOSSÍVEL
    ELE PRIMEIRO TINHA QUE TER DOCUMENTOS HISTÓRICOS PARA PROVAR O CONTRÁRIO PARA UM PROTESTANTE QUERER REFUTAR ISSO

    A HISTÓRIA E OS PADRES DA IGREJA TINHA QUE PREGAR OUTRAS IGREJAS PROTESTANTES TERIA QUE EXISTIR OUTRAS IGREJAS COISA QUE NÃO EXISTE A BÍBLIA FALA CLARAMENTE DA IGREJA COM SEUS LIDERES COISA INCONTESTÁVEL POR ISSO LUTERO MALDOSAMENTE NEGOU A TRADIÇÃO PARA ESCONDER AS RIQUEZAS DA TRADIÇÃO E AS MILHARES DE PROVAS QUE MOSTRAM UMA SÓ IGREJA CATÓLICA APOSTÓLICA ROMANA

    VEJA ERICA A CONFIRMAÇÃO DISSO

    João 10,16 – Jesus diz que só pode haver um único rebanho e um único pastor. Isso não pode significar várias denominações e vários pastores, todos ensinando doutrinas diferentes. Aqueles que estão fora do aprisco devem ser trazidos para dentro da única Igreja que é o único aprisco do Bom Pastor, e que é pastoreada por este único Pastor, através do sucessor de Pedro, o Papa, único pastor visível para o único rebanho visível.

    VEJA

    João 17,11.20-21 – Jesus reza para que Seus seguidores possam perfeitamente serem um, como Ele é Um com o Pai. A unidade de Jesus com o Pai é perfeita. E essa unidade que Ele pede, não pode ser menos que perfeita. Assim, a unidade pela qual Jesus pede não pode significar a variedade de divisões do cristianismo que tem se resultado desde a Reforma Protestante. A perfeita unidade de fé só há na Igreja Católica. Os que se rebelam dentro da Igreja, já estão se desligando da unidade, mas eles mesmos não podem quebrar a unidade, que Jesus conquistou para Sua Igreja, por se afastarem dela ou não estarem em comunhão com o que ela ensina.

    VEJA ERICA

    João 17,9-26 – A oração de Jesus, é claro, é de perfeita eficácia, como evidenciado pela milagrosa unidade da Igreja Católica durando os seus 2.000 anos de história.

    João 17,21 – Jesus afirma que a unidade visível da Igreja seria um sinal que mostraria ao mundo que Ele foi enviado por Deus. Este é um verso extremamente importante. Jesus nos diz que a unidade da Igreja é o que Lhe dá testemunho e a realidade de quem Ele é, e o que Ele veio fazer por nós.
    Há uma única Igreja que é unida universalmente, e esta é a Igreja Católica. Somente a unidade da Igreja Católica realmente testemunha a realidade de que Jesus Cristo foi enviado pelo Pai.

    João 17,22-23 – E não somente isto. Jesus deu aos Apóstolos, a glória que recebeu do Pai, para que a Igreja tenha uma perfeita unidade. Esta glória que os Apóstolos receberam de Jesus, não é nada menos que a autoridade de ensino e disciplina, para confirmar o povo de Deus na única doutrina santa e íntegra de Jesus. Jesus também se refere ao tesouro infinito de Seu próprio Corpo e Sangue, que Ele confiou a Sua Igreja, para serem distribuídos aos Seus seguidores, pelos seus sacerdotes e assim, serem um só Corpo de Cristo, pelo Santíssimo Sacramento da Eucaristia.

    VEJA AGORA ERICA A CONFIRMAÇÃO SUBLIME DESSA BEM AVENTURANÇA

    I Coríntios 10,16-17; 12,13.20; Romanos 12,5; Efésios 5,29-32 – Pelo sacramento do Batismo, a Igreja é chamada a formar o Corpo de Jesus Cristo, e sendo consumada essa união como o Seu Corpo pelo Sacramento da Eucaristia, onde a Igreja encontra a sua unidade corporal e universal com todos os seus filhos que participam deste mesmo Sacramento ao redor do mundo; todos unidos em Cristo.

    Uma vez que os protestantes não possuem e não aceitam este sacramento da unidade corporal da Igreja de Cristo, nós devemos reconhecer que nenhuma das milhares de denominações protestantes pode ser o único Corpo de Cristo, a Igreja; e consequentemente, olharemos para a Igreja Católica como sendo o Corpo de Cristo.

    ERICA AGORA VEJA O POR QUE DE A IGREJA SER CATÓLICA APOSTÓLICA ROMANA

    C.CIC, §161 – « Por que a Igreja é una? – A Igreja é una porque tem origem e modelo a unidade na Trindade das Pessoas de um só Deus: como fundador e chefe, Jesus, que restabelece a unidade de todos os povos num só corpo; como alma, o Espírito Santo, que une todos os fiéis na comunhão em Cristo. Ela tem uma só fé, uma só vida sacramental, uma única sucessão apostólica, uma comum esperança e a mesma caridade.»

    Romanos 15,5 – Paulo diz que os cristãos devem viver em harmonia uns com os outros. Mas isso só pode acontecer se houver uma Igreja com um único ensino, o qual, os fieis deveriam aceitá-lo e não seguir as heresias e erros dos que causam divisões. Isso só pode acontecer pela caridade do Espírito Santo que reside na Igreja.

    Romanos 16,17 – Paulo nos alerta para evitar aqueles que criam dissensões (divisões) e escândalos contra a doutrina. Isto inclui aqueles que se afastam da Igreja e criam uma denominação após outra, ou mesmo espalhando seus erros dentro da Igreja para tentar confundir os fieis.
    Nós precisamos evitar seus ensinamentos e seguir o verdadeiro ensinamento da Igreja, repreendendo-os com caridade para abrir-lhes os olhos da verdadeira fé.

    I Coríntios 1,10 – Paulo suplica-nos para não haver dissensões e discórdias entre nós cristãos, mas para sermos de uma mesma mente e o mesmo julgamento. Como os pastores protestantes dizem que eles são todos do mesmo pensamento e o mesmo julgamento nas questões de fé e moral?

    Efésios 1,22-23; 5,23-32; Colossenses 1,18-24 – Novamente, a Igreja não significa unidade “invisível”, porque Paulo chamou-a de Corpo (não alma) de Cristo. Corpos são visíveis, e almas são invisíveis.

    Efésios 4,11-14 – Deus dá aos membros da Igreja uma variedade de dons de acordo que alcancem a unidade da fé. Esta unidade é encontrada somente na Igreja Católica. Atualmente tem surgido muitas denominações protestantes que se dizem ser cheias dos dons do Espírito. Por que eles não possuem a unidade entre si?

    Efésios 4,3-5 – Nós devemos conservar a unidade do Espírito, com uma só fé, num só Corpo, pois, há um só Senhor. Isso requer unidade doutrinal, não 30 mil denominações diferentes. Essa unidade universal na caridade do Espírito, de uma só Fé, com um só Batismo, num só Corpo, só se torna real na Igreja Católica.

    Filipenses 1,27 – Paulo manda-nos que permaneçamos em um só espírito, lutando unanimemente pela fé do Evangelho. Não como no protestantismo, cada denominação pregando um evangelho diferente.

    Filipenses 2,2 – Paulo pede para que os cristãos sejam de acordo uns com outros e unidos de uma mesma mente. Contudo, os mais de 30 mil denominações protestantes diferentes são unidos na fé?

    Colossenses 1,18 – Cristo é a Cabeça do único Corpo, a Igreja. Ele não é a Cabeça de vários corpos ou partidos.

    I Timóteo 6,4 – Paulo alerta sobre aqueles que buscam contendas e disputas de palavras. Deve haver uma autoridade universal de Cristo para a qual podemos apelar e diferenciarmos a verdadeira doutrina e evitar os erros e heresias que os rebeldes espalham.

    II Timóteo 2,14 – Evitar discussões de palavras, que traz a ruína dos ouvintes. Dois mil anos de unidade doutrinal é um sinal da Igreja de Cristo. Essa unidade só há na Igreja Católica.

    II Timóteo 4,3 – Isto é um alerta no que diz em seguirmos nossos próprios desejos e não os ensinamentos de Deus. Seguir a Cristo não é uma lanchonete onde nós escolhemos e pegamos o que queremos e desprezamos o que não gostamos. Nós devemos nos humilhar e aceitar todos os ensinamentos de Cristo que Ele nos dá por Sua Igreja.

    Apocalipse 7,9 – O Reino Celeste é cheio daquela gente de todas as nações e de todas as tribos, povos e línguas. Isto é “católico”, o que significa universal.

    I Pedro 3,8 – Pedro encarrega-nos de ter a unidade de um só espírito. Isso é impossível, a não ser que tenha uma autoridade central de ensinamento dado a nós por Deus. A Igreja é “católica” também por abarcar toda a doutrina íntegra de Jesus Cristo, e não apenas partes dela.

    Gênesis 12,2-3 – Desde Abrão, Deus disse que todas as famílias da terra seriam abençoadas. Essa unidade familiar se cumpre somente na Igreja Católica, nela somos “concidadãos dos santos e membros da família de Deus” (Efésios 2,19).

    Daniel 7,14 – Daniel profetizou que todos os povos, nações e línguas serviriam o reino do Filho do Homem. Novamente, essa catolicidade é encontrada somente na Igreja Católica.

    I Coríntios 14,33 – Deus não pode ser o autor da confusão protestante. Somente a Una, Santa, Católica e Apostólica Igreja, proclama e prova ser a única Igreja de Cristo.

    C.CIC, §32 – «De que modo a fé da Igreja é uma só? – A Igreja, embora formada por pessoas diferentes língua, cultura e ritos, professa, com voz unânime, a única fé recebida de um só Senhor e transmitida pela única Tradição Apostólica. Professa um só Deus Pai, Filho e Espírito Santo – e mostra um só caminho de salvação. Portanto, nós cremos, com um só coração e com uma só alma, em tudo o que está contido na Palavra de Deus, transmitida ou escrita, e é proposto pela Igreja como divinamente revelado.»

    Salmo 46,4 [45,5]; 48,2 [47,3]; 52,8 [51,10]; 74,2 [73,2];78,68 [77,68]; 87,3 [86,3]; 125,1 [124,1]; Isaías 18,7; 24,23; Abdias 1,17; Miquéias 4,7; Zacarias 8,3; 13,1; I Timóteo 3,15; Hebreus 10,21; 12,22; I Pedro 4,17; Apocalipse 14,1; 21,9.14 – A seguintes palavras empregadas pela Sagrada Escritura: “Monte Sião”, “Casa de Deus”, “Cidade de Deus”, “Esposa do Cordeiro”, a “Nova Jerusalém” são todas metáforas para a Igreja que Jesus comprou com o Seu próprio Sangue (Atos 20,28).

    AGORA AMIGA ERICA VEJA DENTRO DA PRÓPRIA BÍBLIA AS ORDENS DADAS AOS BISPOS DA IGREJA OLHA AMIGA A PATRÍSTICA MOSTRA CLARAMENTE OS BISPOS ESCRITORES DO PRIMEIRO SÉCULO ONDE MOSTRA CLARAMENTE A IGREJA CATÓLICA POR ISSO MUITOS HISTORIADORES PROTESTANTES AMERICANOS ADULTERARAM TEXTOS FRASES DOS PADRES DA IGREJA PARA TENTAR ESCONDER ESSAS VERDADES ABSOLUTAS ESSES SÃO OS CONHECIDOS BESTAS DO APOCALIPSES ELES FAZEM LAVAGENS CEREBRAL NO POVO E OS PRIVAM DE CONHECER VERDADES ABSOLUTAS

    AMIGA ERICA
    A Igreja é Hierárquica

    VEJA OS VERSÍCULOS QUE SÓ COMPROVAM OS BISPOS E OS PRESBÍTEROS DIÁCONOS PERTENCENTES A NOSSA IGREJA CATÓLICA APOSTÓLICA ROMANA

    VAMOS LÁ

    Mateus 16,18; 18,18 – Jesus usa a palavra “ecclesia” apenas duas vezes nas Escrituras do Novo Testamento, o que demonstra que a intenção de Jesus é de uma Igreja visível, unificada, hierárquica e autoritária.

    NOTE

    Atos 20,17.28 – Paulo refere-se a ambos, os anciãos ou sacerdotes (“presbyteroi”) e os bispos (“episkopoi”) da Igreja. Ambos são ordenados líderes, exercendo o sacerdócio ministerial de Cristo, dentro da estrutura hierárquica da Igreja.

    I Coríntios 12,28 – Deus mesmo aponta as várias posições de autoridade dentro da Igreja. Como um Pai amoroso, Deus dá aos Seus filhos a liberdade e autoridade para atuar com caridade e justiça para realizar Seu trabalho de salvação.

    Êxodo 18,24-26 – Moisés exerceu, com liberdade, a autoridade que tinha recebido de Deus para colocar chefes sobre o povo de Deus. Vemos uma grande hierarquia e, consequentemente, uma prefiguração da hierarquia da Igreja de Deus na Nova Aliança.

    Efésios 4,11 – A Igreja é hierárquica e incluem-se apóstolos, profetas, evangelistas, pastores, e doutores, todos encarregados à construção do Corpo de Cristo a Igreja. A Igreja não é uma entidade invisível dentro de uma fundação invisível, exercendo atos invisíveis.

    Filipenses 1,1 – Paulo endereça os bispos e os diáconos da Igreja. Eles todos podem seguir sua inquebrantável linhagem de volta até aos Apóstolos.

    I Timóteo 3,1; Tito 1,7 – A Igreja de Cristo tem bispos (“episkopoi”) que são sucessores diretos dos Apóstolos. Os bispos podem seguir a autoridade conferida neles de volta até aos Apóstolos.

    I Timóteo 5,17; Tito 1,5; Tiago 5,14 – A Igreja de Cristo também tem presbíteros (“presbyteroi”) que estão sob a autoridade dos bispos.

    I Timóteo 3,8 – A Igreja de Cristo também têm diáconos (“diakonoi”). Assim, a Igreja de Jesus Cristo têm uma autoridade hierárquica – bispos, presbíteros e diáconos, todos eles podem seguir sua linhagem de volta até Pedro e os Apóstolos.

    SAIBAS ERICA QUE

    CIC, §179 – «Cristo instituiu a hierarquia eclesiástica? – Cristo instituiu a hierarquia eclesiástica com a missão de apascentar o povo de Deus no seu nome, e por isso lhe deu autoridade. Ela é formada pelos ministros sagrados: bispos, presbíteros, diáconos. Graças ao sacramento da Ordem, os bispos e os presbíteros agem, no exercício de seu ministério, em nome e na pessoa de Cristo Cabeça; os diáconos servem o povo de Deus na diaconia (serviço) da palavra, da liturgia, da caridade.»

    VEJA QUE EM

    Êxodos 28,1; 19,6 – Mostra os três ofícios sacerdotais do Antigo Testamento; (1) Sumo sacerdote – Aarão (Ex 28,1); (2) Sacerdotes ministeriais – filhos de Aarão (Ex 19,6; 28,1); e (3) Sacerdotes universais – todos os israelitas (Ex 19,6). O sacerdócio do Novo Testamento também possui três ofícios: (1) Sumo Sacerdote – Jesus Cristo (Heb 3,1); (2) Sacerdotes ministeriais – os bispos e sacerdotes ordenados (Rom 15,16; I Tim 3,1.8; 5,17; Tito 1,7); e (3) Sacerdotes universais – todos os cristão batizados (I Pd 2,5.9; Ap 1,6).

    C.CIC, 325-326 – «De quantos graus se compõe o sacramento da Ordem? – Compõe-se de três graus, que são insubstituíveis para a estrutura orgânica da Igreja: o episcopado, o presbiterado e o diaconato.»

    IV. Controvérsias dentro da Igreja

    a) Escândalos de membros da Igreja

    VEJA EM

    Mateus 13,24-30; 18,7 – Sempre têm existido escândalos na Igreja, assim como eles têm existido fora da Igreja. Escândalos são inevitáveis, mas ai daqueles que os causa.

    Isso não deveria nos fazer perder a esperança na Igreja. O mistério do plano de Deus abarca o trigo e o joio para estarem lado a lado na Igreja até o fim dos tempos.

    Mateus 13,47-50 – O plano de Deus é de que a Igreja (o reino dos céus) é a rede que apanha peixes de todos os tipos, bons e maus. Deus revelou-nos isso para que nós não fiquemos desencorajados pelos membros da Igreja que são infiéis.

    Mateus 16,18 – Não importa como é pecadora a conduta que os membros tenham, Jesus prometeu que as portas da morte não prevalecerão contra a Igreja. O joio que o inimigo semeou no meio do trigo e que causam os escândalos, não pode afetar a Igreja em si, mas somente balançar a fé de muitos de seus membros que são ignorantes.

    Mateus 23,2-3 – Jesus reconhece a autoridade de ensino dos escribas e fariseus, mesmo eles sendo pecadores e não seguirem o que eles mesmos ensinam. Nós vemos que a maldade dos fariseus não minimizava sua autoridade de ensinamento, pois eles sentaram na “cathedra” de Moisés.

    Mateus 26,70-72; Marcos 14,68-70; Lucas 22,57; João 18,25-27 – Pedro negou Cristo três vezes, ele ainda foi escolhido para ser o líder da Igreja, e ensinou e escreveu infalivelmente.

    Marcos 14,45 – Judas foi infiel por trair a Jesus, o Filho de Deus. Mas o seu apostolado continuou autêntico e os Apóstolos elegeram um sucessor para ocupar o seu cargo; e isto não enfraqueceu a Igreja.

    João 14,8-9 – Filipe tinha uma firme fé em Jesus. Nem por isso deixou de ser um Apóstolo, e logo depois de Pentecostes vemos que pregou infalivelmente na cidade de Samaria (Atos 8,5-40), e dali por diante, seguido por prodígios e milagres.

    João 20,24-25 – O Apóstolo Tomé estava sem fé, infiel, negando a acreditar na ressurreição de Jesus. Ele ainda ensinou infalivelmente na Índia e também forma, juntamente com os outros 11, o fundamento da Igreja.

    Romanos 3,3-4 – A infidelidade dos membros não anula a fidelidade de Deus e a ação do Espírito Santo na Igreja.

    Efésios 5,25-27 – Assim como Jesus Cristo tem duas naturezas, uma humana e uma divina; a Igreja, Sua Esposa, é também de ambas, humana e divina. Ela é a Esposa Santa e sem mancha de Cristo, com membros humanos pecadores.

    Encíclica Mystici Corporis, §64 – «E se às vezes na Igreja se vê algo em que se manifesta a fraqueza humana, isso não deve atribuir-se a sua constituição jurídica, mas àquela lamentável inclinação do homem para o mal, que seu divino Fundador às vezes permite até nos membros mais altos do seu corpo místico para provar a virtude das ovelhas e dos pastores e para que em todos cresçam os méritos da fé cristã. Cristo, como acima dissemos, não quis excluir da sua Igreja os pecadores; portanto se alguns de seus membros estão espiritualmente enfermos, não é isso razão para diminuirmos nosso amor para com ela, mas antes para aumentarmos a nossa compaixão para com os seus membros.»

    I Timóteo 5,19-20 – Paulo reconhece que os presbíteros da Igreja podem ser infiéis.

    II Timóteo 2,13 – E mesmo se nós formos infiéis, Deus permanece fiel, porque Ele não poder negar-Se a Si mesmo, pois, Deus é incapaz de mentir.

    II Timóteo 2,20 – Numa grande casa não há somente utensílios de ouro e de prata, mas também de madeira e de barro, alguns para uso nobre, alguns para o uso vil.

    Jeremias 24 – O plano de Deus inclui ambos os figos, os bons e os maus. Os bons figos serão recompensados, e os maus figos serão descartados.

    b) Membros rebeldes

    Atos 20,29-30; II Pedro 2,1 – Paulo e Pedro disseram que se infiltrariam lobos cruéis, falsos doutores na Igreja para tentar derrubá-la, espalhar heresias e tentar arrebatar o rebanho, confundindo os fieis. Isso não pode enfraquecer a nossa fé, mas antes, devemos ser mais zelosos em conhecer e seguir os ensinamentos verdadeiros do Magistério vivo da Igreja: do sucessor de Pedro, o Papa, e dos bispos em comunhão com ele.

    I Coríntios 11,19 – O Espírito Santo nos previne, por meio do Apóstolo, que deveria haver heresias para que aqueles que são verdadeiros virtuosos e aprovados na fé se manifestem a favor da verdadeira e santa doutrina de Cristo. Já o Senhor Jesus Cristo nos disse que veio trazer a separação (Lucas 12,51). Assim, desde agora, já são desmascarados e separados os cabritos das ovelhas. Aquele que não segui a doutrina de Cristo é exterminado do meio povo (Atos 3,23). É este o motivo de tantas denominações sendo criadas, uma após outra, foras das pastagens do Aprisco do Bom Pastor.

    Romanos 16,17; Tito 3,10-11 – O Apóstolo nos recomenda desconfiar dos que causam divisões apartando-se da doutrina de Jesus Cristo e manda que evitemo-los, “visto que esses tais são perversos que, perseverando nos seus pecados, se condenam a si próprios.”

    II Coríntios 11,13-15.26; Gálatas 2,4; Judas 1,4.20 – Aqui Paulo e Judas dizem que naquele tempo, já na Igreja primitiva, haviam se introduzido esses falsos apóstolos e salsos irmão. Isso não é motivo para também nós nos rebelarmos e sair fundando denominações após outras. Isto se chama Protestantismo. Não devemos seguir esses falsos doutores e apóstolos, verdadeiros falsificadores da palavra de Deus (II Coríntios 2,17), rebeldes ao Magistério vivo da Igreja; renegando ao Senhor Jesus Cristo e Sua doutrina, inventam para si próprio, um outro Jesus, diferente Daquele que a Igreja Católica tem pregado desde os doze Apóstolos (II Coríntios 11,4).

    Apocalipse 2,9-10.13-16.20-25; 3,9-11 – O Senhor nos exorta a não seguir esses falsos doutores que espalham suas heresias por toda a parte, doutrinas perversas de satanás. E manda-nos guardar íntegra a verdadeira doutrina de Sua Igreja até o fim, para então recebermos o prêmio da vida eterna.

    AGORA VEJA AMIGA ERICA

    c) Os gloriosos templos da Igreja Católica

    I Reis 6,7-8 – O Senhor manda-nos construir elaborados e belos lugares de culto.

    Alguns não-católicos pensam que isso é uma controvérsia e o dinheiro deveria ser dado aos pobres; mesmo não havendo nenhuma organização que faça mais pelos pobres do mundo que a Igreja Católica. A Igreja Católica constrói os templos com beleza porque neles ela serve à celebração da glória de Deus (Efésios 1,11), o Santo Sacrifício de Cristo (a Missa), e Cristo Rei continua com Sua real presença nas Sagradas Hóstias que são guardadas nos sacrários para ser adorado também após a celebração da Santa Missa. Deus deve ser honrado não somente em nosso interior, mas também com o exterior.

    Mateus 26,8-9; Marcos 14,4-5; João 12,4-5 – Comentários negativos a respeito da beleza da igreja são como os discípulos – em especial Judas traidor – reclamando da mulher que ungiu a cabeça e os pés de Jesus com óleo que custava muito dinheiro.

    Jesus deseja que nós O honremos com nossos melhores presentes, não por Ele, mas por nós mesmos, de modo que demonstremos o nosso respeito e amor para com Ele.

    Mateus 26,10-11 – Jesus diz que nós temos os dois deveres, honrar a Deus e dar aos pobres – uma vida equilibrada de reverência e caridade

    Isaías 60,5-9.16-17 – As críticas dos protestantes contra as riquezas que são usadas na construção dos templos da Igreja Católica são sem sentido. Porque isso foi profetizado. Se fôssemos levar em conta essa crítica dos protestantes, teríamos de aceitar que Isaias foi um falso profeta, e que não se cumpre na Igreja de Cristo, a Católica, a profecia a quem é dirigida todo o capítulo 60.

    Mateus 10,24-25 – Mais ainda. Os católicos não têm que ficar vergonhosos ou anexados por essas críticas, mesmo que com isso, os protestantes abram a boca para dize que a besta, meretriz, prostituta ou a babilônia do Apocalipse, se refere à Igreja Católica (por ela ter riquezas materiais: os seus gloriosos templos), ao contrário, devem é se alegrar no Senhor por estarem sendo humilhados pelos homens, assim como o Divino Mestre foi. Jesus disse claramente que Sua Igreja seria muito mais atacada do que Ele.

    Os protestantes são os verdadeiros descendentes dos fariseus e boca do dragão que ataca a Igreja de Jesus (Apocalipse 12,15-17).

    † † †

    «Certa é esta doutrina, e quero que a ensines com constância e firmeza, para que os que abraçaram a fé em Deus se esforcem por se aperfeiçoar na prática do bem. Isto é bom e útil aos homens.» (Tito 3,8)

    «Afastamos de nós todo procedimento fingido e vergonhoso. Não andamos com astúcia, nem falsificamos a palavra de Deus. Pela manifestação da verdade nós nos recomendamos à consciência de todos os homens, diante de Deus.

    Se o nosso Evangelho ainda estiver encoberto, está encoberto para aqueles que se perdem, para os incrédulos, cujas inteligências o deus deste mundo obcecou a tal ponto que não percebem a luz do Evangelho, onde resplandece a glória de Cristo, que é a imagem de Deus.

    De fato, não nos pregamos, a nós mesmos, mas a Jesus Cristo, o Senhor.

    Quanto a nós, consideramo-nos servos vossos por amor de Jesus. Porque Deus que disse: Das trevas brilhe a luz, é também aquele que fez brilhar a sua luz em nossos corações, para que irradiássemos o conhecimento do esplendor de Deus, que se reflete na face de Cristo. Porém, temos este tesouro em vasos de barro, para que transpareça claramente que este poder extraordinário provém de Deus e não de nós.» (II Coríntios 4,2-7)

    «Guardai-vos, pois, de recusar ouvir Aquele que fala. Porque, se não escaparam do castigo aqueles que Dele se desviaram, quando lhes falava na terra, muito menos escaparemos nós, se O repelirmos, quando nos fala desde o céu.» (Hebreus 12,15)

    UM ABRAÇO AMIGA ERICA ESPALHE ESSE ESTUDO BÍBLICO VAMOS COM FORÇA UNIDOS A UNICA IGREJA VERDADEIRAMENTE VERDADEIRA CATÓLICA APOSTÓLICA ROMANA

    “Conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.”

    diz Jesus Cristo (João 8,32).

    “Contra a verdade não temos poder algum” (II Coríntios 13,8).

    Curtir

    • henrique disse:

      “UNICA IGREJA VERDADEIRAMENTE VERDADEIRA CATÓLICA APOSTÓLICA ROMANA”
      Jesus é o cabeça da Igreja, logo somos o corpo de Cristo, somos a igreja de Cristo, ou seja, a Igreja não é um templo ou denominaçao (catolica ou protestante), e sim todos os que fazem parte do corpo de Cristo (cristãos) são a Igreja de Cristo, Jesus não disse que “quem frequentar a uma igreja católica sera salvo” não!, Ele diz claramente ” Quem cre em mim (JESUS) será salvo.”, outro ponto interessante é que em nenhum lugar da Bíblia diz que a igreja deve ser sustentada pelo governo mas sim pelos dízimos e ofertas (Malaquias 3:10).

      Curtir

      • Helen disse:

        Caro Henrique,

        Quase todo o seu comentário está em consonância com o que ensina a Igreja Católica, assim, alegro-me que de certo modo não divergimos.

        De fato, Jesus é o Caminho, assim Ele é a Salvação.

        Não se apresse, contudo, em concluir que porque Jesus é Quem Salva, a Igreja seja supérflua. Não é!

        Jesus deu instruções claras à seus apóstolos, especialmente à Pedro, a quem pediu para apesentar suas ovelhas. Ao escolher os 12 apóstolos Ele claramente indicou que é de Sua vontade que haja na terra um corpo visível responsável por ensinar e transmitir sua mensagem. Ele ordenou aos Apóstolos: Ide e fazei discípulos de todas as nações.

        Analise o verso acima. I

        de e fazei discípulos.

        Para fazer discípulos é preciso ensinar. Esta ai caracterizado o aspecto magistral da Igreja. Ou seja, sua competência para ensinar com a autoridade que lhe foi conferida por Cristo, seu fundador.

        Además, Jesus ordena que os Apóstolos fossem e ensinassem. Não os ordena ide e escreva o que Eu lhes ensinei. Assim, a Igreja nasceu antes da Bíblia. Não o contrário.

        POr isso mesmo, os cristãos dos 3 primeiros séculos ouviam a Igreja, porque (i) a bíblia ainda não existia. (ii) porque respeitavam a vontade de Cristo. E era a vontade de Jesus que o crente ouvisse aos seus Apóstolos, por conseguinte, a Sua Igreja ( cf. Lucas 10,16). (iii) mesmo se houvesse um bíblia tal e qual compelida hoje, 90 por cento do mundo era analfabeto, não havia existia imprensa escrita – que aliás surgiu apenas por volta de 1500 depois de Cristo. Assim, a Igreja era e continua sendo necessária. Negar isso é o mesmo que dizer que por 1500 os cristão foram confundidos, e somente ha 500 anos atrás, quando a Biblia passou a ser impressa e talvez, as pessoas puderam conhecer a verdade!! Ora, isso é ingenuidade. O surgimento da Imprensa Escrita não significa dizer que todo cristão podia comprar uma bíblia. Era coisa de privilegiados. Assim, nem mesmo o advento da Imprensa Escrita pode assegurar que a Igreja passasse a ser redundante.

        Todas as nações.

        Isso caracteriza a universalidade da Igreja. A Igreja Católica é assim chamada porque em Grego Católico quer dizer universal. Ou seja, a Igreja de Cristo é universal. Não é restrita a um grupo específico de pessoas de acordo com raça, sexo, localização geográfica, etnia, etc. Ela compreende todo o universo de seres humanos da Terra. É, portanto, genuinamente universal.

        Neste caso pergunto: Se a história comprova que a Igreja teve um papel fundamental na pregação do Evangelho. Seria então da vontade de Deus ou do Diabo que de repente todos cristão rejeitem esse fato?

        Sim, a Igreja não salva. Mas sua missão leva às pessoas ao conhecimento de Jesus, que como você bem disse, Salva.

        Lembre-se das palavras de Paulo à Timóteo: A Igreja é a casa do Deus vivo e o Sustendo da Verdade

        15 Mas se eu me demorar, aqui vão estas recomendações para que saibas como deves agir na casa de Deus, que é a igreja do Deus vivo, a qual é o sustento e apoio da verdade./ 1 Tim 3, 15

        Pax Domini

        Curtir

        • henrique disse:

          Helen, sei que a igreja é fundamental para a evangelização, que é através dela que as pessoas conhecem a Jesus, aprendem sobre Ele.., o que quiz dizer no meu comentario é que a igreja católica não é a ‘unica igreja verdadeira’, ja fui catolico por um bom tempo, havia feito catequeze, 1º comunhao.. e hoje sou protestante,ja fiz muitos pedidos a santos, ja rezei muitas “ave Maria” quando era catolico, e uma coisa que nunca entendi é que se a bíblia diz que só Jesus intercedo por nós a Deus (2° Timóteo 2:5) por que entao pedir a Maria que interceda por nós? (nao querendo desprezar Maria, muito pelo contrario, pois ela pode ser considerada muito bem aventurada por ter sido escolhida por Deus para dar a luz a Jesus, mas bem aventurada não quer dizer que devamos adorá-la, pedir que ela interceda por nós, nada disso, isso a bíblia não diz em parte alguma.)
          eu poderia escrever muitas coisas sobre o comentario do Edmilson, mas iria levar muito tempo para escrever e só pelo comentario dele sobre os protestantes ja se percebe que ele nao sabe nada do assunto para chegar a dizer que “Os protestantes são os verdadeiros descendentes dos fariseus e boca do dragão que ataca a Igreja de Jesus”, eu agradeço a Deus por ter levantado um herói da fé chamado Martinho Lutero, pois se nao muitos ainda continuariam nessa cegueira espiritual.

          Curtir

          • henrique disse:

            Só Jesus intercede por nós 1° Timóteo 2:5 e nao (2° Timóteo 2:5), escrevi errado.

            Curtir

          • Helen disse:

            Caro Henrique,

            Eu adoraria debater e me aprofundar nesta assunto consigo. Vejo que falta-lhe alguma clareza em relação ao tema.
            Mas permita-me uma consideração antes de prosseguir ao próximo passo deste “debate”:

            Ora, conclui a partir disto que o sr parece pensar que o catolicismo não é ruim – haja visto que até reconhece o grandioso valor da Igreja na missão de Evangelizar o mundo – contudo, afirma que ela não é única verdadeira. Bom isso em si já contraria a vontade de Jesus, que orou para que fôssemos UM assim como Ele e Pai são um. Não para que fôssemos 5 ou 50 mil. Mas para fluir o debate, vamos esquecer deste ponto. Minha preocupação é outra.

            Se a Igreja Católica é, juntamente com as demais, apenas mais uma Igreja de Cristo. A Evangelizar e levar Jesus ao conhecimento do Mundo, pergunto:

            1.Porque o Sr saiu dela? Não é o sr que está a afirmar que não importa a Igreja e sim o conhecimento de Jesus?

            2- O que o impedia de conhecer a Jesus, amá-lo e ter um relacionamento íntimo com ele quando era católico? Eu O conheço e milhões de outros católicos também!! Portanto, seguramente não falta da Igreja Católica que não o levou até ele, mas talvez sua própria falta, pois possivelmente enquanto católico não O buscou de verdade. Já parou para pensar nisso?

            Por favor, responda a estas perguntas e prosseguiremos o debate.
            Pax Domini

            Curtir

          • EDMILSON disse:

            Henrique, tenho pena de você por ser leigo!
            Vai estudar, meu caro, não converse asneiras, lorotas e sofismas.
            Eu fico pasmo de vêr tantas contradições protestantes, sem nenhum pivô
            e sem nenhuma exegese bíblica e muito menos histórica.

            Henrique, você não sabe nada. olha, eu ia pegar muito pesado com você aqui no site da Helen, mas ela não iria colocar os meus comentários aqui desmascarando você e lhe refutando.

            e outra, você nunca foi católico na sua vida!
            Você foi um esquenta banco!

            Henrique a Helen é caridosa e tem paciência para responder papagaiadas como a sua já eu não eu desmascaro e refuto mostrando erros pedindo provas históricas etc…

            sou um historiador e apologista ao modo de São João evangelista que chama hereges como vocês protestantes de raça de víboras

            Henrique você se encaixa nesses versículos bíblicos

            Serpentes, raça de víboras! como escapareis da condenação do inferno? Mateus 23:33
            Dizia, pois, João à multidão que saía para ser batizada por ele: Raça de víboras, quem vos ensinou a fugir da ira que está para vir? Lucas 3:7
            Raça de víboras, como podeis vós dizer boas coisas, sendo maus? Pois do que há em abundância no coração, disso fala a boca. Mateus 12:34
            E, vendo ele muitos dos fariseus e dos saduceus, que vinham ao seu batismo, dizia-lhes: Raça de víboras, quem vos ensinou a fugir da ira futura?

            Curtir

    • Bob disse:

      “Os protestantes são os verdadeiros descendentes dos fariseus e boca do dragão que ataca a Igreja de Jesus”

      Como podemos “atacar” a igreja de Jesus confessando que só Ele é Deus, que só Ele tem poder para salvar, curar, libertar através do poder do Espírito Santo? Como podemos ser “raça de víboras” exaltando o santo nome de JESUS, como podemos?

      1 João 1:2 Nisto conheceis o Espírito de Deus: todo espírito que confessa que Jesus Cristo veio em carne é de Deus;

      Como podemos ser “anti-cristos” ?

      Curtir

      • Helen disse:

        Caro Bob,

        O sr postou esse seu comentário em resposta à quem?
        Onde foi que o Blog fez afirmação ““Os protestantes são os verdadeiros descendentes dos fariseus e boca do dragão que ataca a Igreja de Jesus”?

        Favor re-enviar seu comentário, desta vez, endereçando-o à pessoa quem fez a afirmação acima.

        Grata,
        Helen

        Curtir

    • Bob disse:

      Helen, resposta a esse comentario:

      “EDMILSON disse:
      setembro 26, 2012 às 8:42 am”

      “PROTESTANTES AMERICANOS ADULTERARAM TEXTOS FRASES DOS PADRES DA IGREJA PARA TENTAR ESCONDER ESSAS VERDADES ABSOLUTAS ESSES SÃO OS CONHECIDOS BESTAS DO APOCALIPSES ELES FAZEM LAVAGENS CEREBRAL NO POVO E OS PRIVAM DE CONHECER VERDADES ABSOLUTAS”

      dando um enfase nessa afirmaçao edmilson “ESSES SÃO OS CONHECIDOS BESTAS DO APOCALIPSES ELES FAZEM LAVAGENS CEREBRAL NO POVO E OS PRIVAM DE CONHECER VERDADES ABSOLUTAS”

      como esta escrito acima da caixa de msg ” Seja respeitoso. Não ataque o escritor. Discuta a idéia, não o mensageiro. – ” vou tentar ser gentil em meu breve comentario, ou melhor, cara, nao vou nem comentar sobre isso, quanta coisa FÚTIL em seu comentario

      Curtir

  22. Henrique disse:

    É… Quando Senhor Jesus voltar como um ladrão, conforme Ele mesmo diz nas Escrituras, Muita gente será pega de surpresa.

    Curtir

    • EDMILSON disse:

      BOD VAI ESTUDAR MEU AMIGO VOCÊS PROTESTANTES DECORADORES DE TEXTOS BÍBLICOS SÓ LEVA O MUNDO AO NEOLIBERALISMO E AO COMODISMO E COM ISSO CADA DIA QUE PASSA APARECE UM PASTOR SEMI ANALFABETO CRIANDO TEORIAS HERÉTICAS

      QUE VÊ COMO VOCÊS DOCORAM TEXTOS E NEM SABE O QUE ELE REALMENTI DIZ?
      VAMOS LÁ

      “Examinai as Escrituras, vós cuidais ter nelas a vida eterna.” (João capítulo 5)
      Aí eu ti digo Bob quantas e quantas vezes nós católicos escutamos vocês protestantes usando esse versículo defendendo a auto-interpretação Bíblica? E ainda dizendo que a vida eterna se encontrar dentro da Bíblia?

      Olha Bob infelizmente essa é só mais uma adulteração protestante e ainda uma manipulação usada através dos versículos isolados; onde se lê (cuidais) no original está escrita (julgando).
      Na verdade Jesus Cristo não está orientando a ninguém buscar a vida eterna nas Escrituras, muito pelo contrario, ele está dando uma bronca nos fariseus que tentavam encontrar a vida eterna nas Escrituras e não conseguiam ver que a vida eterna só se encontrava com Jesus Cristo.

      O versículo correto está assim:
      “39. Vós perscrutais as Escrituras, julgando encontrar nelas a vida eterna. Pois bem! São elas mesmas que dão testemunho de mim. 40. E vós não quereis vir (João capítulo 5)

      Bob você percebeu a diferença entre o versículo adulterado protestante e o versículo original católico? Ninguém está dizendo para não ser ter conhecimento das Escrituras, mas ter conhecimento não da o direito de ninguém auto-interpretar qualquer Escritura que seja, pois só a Santa Igreja tem essa autoridade de interpretar as Escrituras Sagradas, sendo assim a vida eterna só se encontra em Jesus Cristo.
      Olha Bob esse é o verso correto e a verdadeira tradução:

      ἐραυνᾶτε τὰς γραφάς, ὅτι ὑμεῖς δοκεῖτε ἐν αὐταῖς ζωὴν αἰώνιον ἔχειν• (Jo 5,39)

      ἐραυνᾶτε = Examinar (declinado para a 2ª pessoa do plural)

      τὰς = as

      γραφάς, = escritos, escrituras

      ὅτι = por que

      ὑμεῖς =Vocês

      δοκεῖτε = pensam, imaginam, supõem
      ἐν = em

      αὐταῖς = elas

      ζωὴν = vida

      αἰώνιον = eterna

      ἔχειν= ter

      Então juntando tudo teremos:

      Examinais as Escrituras, porque pensam ter nelas a vida eterna (Jo 5,39)

      Ou seja, Jesus está falando que os fariseus iam buscar a vida eterna nas escrituras, quando na verdade ignoravam o essencial que estava na frente deles, justamente fazendo a mesma coisa que os protestantes!

      QUE PENA BOB QUE VOCÊ NÃO CONHECE A PATRÍSTICA E O PODRE QUE SEUS HISTORIADORES PROTESTANTES ESCONDEM E NÃO ENSINAM PRA VOCÊS.

      Curtir

    • EDMILSON disse:

      LUTERO TINHA O MESMO CANÔN BÍBLICO PROTESTANTE?

      É comum os protestantes acusarem a Igreja Católica de ter adicionado, no Concílio de Trento em 1547, livros ao cânon bíblico (os 7 livros deuterocanônicos: Tobias, Judite, I e II Macabeus, Baruc, Eclesiástico e Sabedoria), e que eles, assim como Lutero, conservam os 66 livros que antes eram tidos com inspirados.
      Bem , além do fato da Igreja primitiva usar abertamente e doutrináriamente 73 livros e o concílio de Trento não ter adicionado nada, apenas confirmado a fé secular da Igreja, os protestantes não sabem que Lutero não tinha nem mesmo os mesmos livros que eles tem como inspirados. Devido a isto neste artigo será mostrado que na realidade quem modificou a Bíblia foi Lutero e não o concílio de Trento.
      CONCÍLIOS ANTERIORES A TRENTO
      Para confirmar que o concílio de Trento não adicionou nada a Bíblia, serão vistos agora 2 concílios anteriores a ele, um 1100 antes e o outro 100 anos antes, para provar qual o cânon bíblico sempre aceito pela Igreja.
      Concílio Cartago IV (Ano 419 d.C)

      “Cânone 24 (Grego XXVII)
      Nada seja lido na igreja ao exceto as escrituras canônicas.
      Item, que, exceto as Escrituras Canônicas nada seja lido na igreja sob o nome de Escritura divina. Mas as Escrituras canônicas são as seguintes: Gênesis, Êxodo, Levítico, Números, Deuteronômio, Josué, filho de Nun, Os Juízes, Rute, Os Reis quatro livros, As Crônicas 2 livros, Jó, o Saltério, os cinco livros de Salomão[1], os doze livros dos Profetas, Isaías, Jeremias[2], Ezequiel, Daniel, Tobias, Judite, Ester, Esdras dois livros, Macabeus dois livros.
      O Novo Testamento
      Os Evangelhos quatro Livros, Os Atos dos Apóstolos um livro, As quatorze epístolas de Paulo , As epístolas de Pedro, o Apóstolo, duas; As Epístolas de João, o apóstolo, três; A Epístola de Tiago, o Apóstolo, uma; A Epístola de Judas, o Apóstolo, uma; A Revelação de João, um livro.” (CATARGO, 419)
      E também a mesma lista de 73 livros de Trento é repetida no Concílio de Florença, 100 anos antes:
      Concílio de Florença (Ano 1442 d.C)

      No concílio de Florença, concílio que tentou unir novamente os 5 patriarcados,e estavam presentes católicos e ortodoxos foi decretado:
      “Decretum pro laçobitis
      (ex Bulla « Cantate Domino », 4 Fev. 1441)
      O Sacrossanto concílio professa que um e o mesmo Deus é o autor do Antigo e Novo Testamento, isto é, da Lei, dos profetas e do Evangelho, pois os Santos de ambos os Testamentos falaram sob a inspiração do mesmo Espírito Santo. Este Concílio Aceita e venera os Seus livros que vêm indicados pelos títulos seguintes: O Pentateuco de Moisés, isto é, Genesis, Êxodo, Levítico, Números, Deuteronômio; Josué, Juízes, Rute, quatro livros dos Reis, 2 dos Paralipômenos, Esdras, Neemias, Tobias, Judite, Ester, Jó, o Saltério de Davi, as Parábolas (Provérbios), Eclesiastes, Cântico dos Cânticos, Sabedoria, Eclesiástico, Isaías, Jeremias, Baruc, Ezequiel, Daniel, os Doze Profetas menores (isto é, Oséias, Joel, Amós, Abdias, Jonas, Miquéias, Naum, Habacuc, Sofonias, Ageu, Zacarias, Malaquias) e dois livros dos Macabeus. Quatro Evangelhos, Mateus, Marcos, Lucas e João; quatorze epístolas de Paulo, uma aos Romanos, duas aos Coríntios, uma aos Gálatas, uma aos Efésios, uma aos Filipenses, uma aos Colossenses, duas aos Tessalonicenses, duas a Timóteo, uma a Tito, uma a Filemon, uma aos Hebreus; duas epístolas de Pedro, três de João, uma de Tiago, uma de Judas, os Atos dos Apóstolos e o Apocalipse de João”. (SAINT LIBERÈ, 2008)
      Isto também é confirmado por Historiadores protestantes:
      “O concílio de Hipona em 393, e o terceiro (de acordo com outro acerto de contas o sexto), concílio de Cartago, em 397, sob a influência de Agostinho, que participou de ambos, fixou o cânone católico das Escrituras Sagradas, incluindo os apócrifos do Antigo Testamento […]. O cânon do Novo Testamento é o mesmo que o nosso. Esta decisão da igreja de além mar no entanto, foi sujeita a ratificação, e recebeu a concordância da Sé Romana quando Inocêncio I e Gelásio I (414 d.C) repetiram o mesmo índice de livros bíblicos. Este cânone permaneceu intacto até o século XVI, e foi aprovada pelo concílio de Trento na sua quarta sessão.” (SCHAFF, Philip, História da Igreja Cristã, vol. III, Cap. 9)
      “Pela grande maioria, porém, os escritos deuterocanônicos atingiram o grau de inspirados com o máximo de senso. Agostinho, por exemplo, cuja influência no ocidente foi decisiva, não fazia distinção entre eles e o resto do Antigo Testamento… a mesma atitude com ao apócrifos foi demonstrada nos Sínodos de Hipona e Cartago em 393 e 397, respectivamente, e também na famosa carta do papa Inocêncio I ao bispo de Toulouse Exuperius, em 405” (Doutrina Cristã Antiga, 55-56).
      Outra fonte protestante que refuta os próprios acusadores protestantes, é o Dicionário Oxford da Igreja Cristã que refere-se ao sínodo anterior Hipona e Catargo de Roma no ano 382:
      “Um concílio, provavelmente, realizado em Roma em 382 sob S. Dâmaso deu uma lista completa dos livros canônicos tanto do Antigo Testamento quanto do Novo Testamento (também conhecido como o “Decreto Gelasiano” porque foi reproduzido por Gelásio em 495), que é idêntico a lista dada em Trento.” (2 ª ed, editado por FL Cross & Livingstone EA, Oxford University Press, 1983, p.232)
      LUTERO REJEITOU OS LIVROS QUE OS PROTESTANTES TEM COMO CANÔNICOS
      Agora veremos como Lutero rejeitou os livros que hoje os protestantes aceitam como inspirados bem como os livros deuterocanônicos, mostrando que na realidade, ele quem modificou o cânon bíblico que era aceito na Igreja de Cristo deste o primeiro século, baseando se apenas no que ele achava certo ou não. As citações de Lutero foram retiras do seu livro “Conversas de Mesa” e da American edition of Luther’s Works, vol 35, presente neste site protestante “Bible Reseacher”.
      Nas Conversas de Mesa ele nega a inspiração de Ester (Livro que os protestantes aceitam) e também o livro deuterocanônico de II Macabeus;
      “Eu sou tão grande inimigo do segundo livro dos Macabeus, e de Ester, que eu gostaria que eles não tivessem chegado a nós em tudo, pois eles têm perversidades pagãs demais. Os judeus estimam mais o livro de Ester do que qualquer um dos profetas; Pois eles são proibidos de lê-lo antes de terem atingido a idade de trinta anos, em razão da matéria mística que ele contém.” (Conversas de Mesa, 24).
      Lutero neste comentário parece odiar o livro de Ester bem como o de Macabeus, até chegar o ponto de dizer que é “inimigo” deles.
      Em 1522, no prefácio, de sua tradução alemã , às Epístolas de S. Tiago e S. Judas, nega a inspiração de Ambos, e assume que a Epistola de Tiago contradiz a epístola de Paulo aos romanos, e que Judas não deve ser contada entre os livros para confirmaçào da fé:
      “Embora esta epístola de São Tiago fosse rejeitada pelos anciãos, eu elogio-a e considero-a um bom livro, porque estabelece não doutrinas de homens, mas vigorosamente promulga a lei de Deus. No entanto, afirmo a minha própria opinião sobre isso, embora sem prejuízo para ninguém, eu não considero como uma escrita de um apóstolo, e as minhas razões seguem.”
      Em primeiro lugar, é terminantemente contra São Paulo e todo o resto da Escritura em atribuir a justificação às obras. Ela diz que Abraão foi justificado por suas obras, quando ofereceu seu filho Isaac, embora em Romanos, São Paulo ensine o contrário, que Abraão foi justificado sem as obras, por sua fé, antes que ele tivesse oferecido seu filho, e prova isso por Moisés em Gênesis 15. Agora, embora esta epístola pode ser ajudada e uma interpretação concebida para essa justificação pelas obras, não pode ser defendida em sua aplicação às obras da declaração de Moisés em Gênesis 15. Pois, Moisés está falando aqui apenas da fé de Abraão, e não de suas obras, como São Paulo demonstra em Romanos. Esta falha, portanto, prova que esta epístola não é o trabalho de qualquer apóstolo.”
      Aqui ele assume que o livro de Tiago tem falhas e contradiz toda a bíblia ou seja para ele é uma obra puramente humana, tudo quando os protestantes rejeitam! Continua o seu relato:
      “Em segundo lugar o seu objetivo é ensinar aos cristãos, mas em todo este logo ensino, ele não menciona uma única vez a Paixão, a ressurreição, ou o Espírito de Cristo. Ele cita várias vezes Cristo, contudo não ensina nada sobre ele, mas só fala de fé em Deus em geral. Agora, é dever de um verdadeiro apóstolo pregar a paixão, ressurreição e função de Cristo, e estabelecer o fundamento para a fé nele, como o próprio Cristo diz em João 15, “Dareis testemunho de mim”. Todos os livros sagrados genuínos estão de aconcordo nisto, de que todos eles pregam e inculcam Cristo. E esse é o verdadeiro teste para julgar todos os livros, quando vemos ou não inculcar Cristo. Pois todas as Escrituras mostram-nos Cristo, Romanos 3; e São Paulo não conhecerá nada além de Cristo, I Coríntios 2. O que não ensina Cristo não apostólico, mesmo se São Pedro ou São Paulo faz o ensino. Novamente, o que prega Cristo é apostólico, mesmo se Judas, Anás, Pilatos e Herodes estavam fazendo isto.
      Mas este Tiago não faz nada mais do que levar à lei e suas obras. Além disso, ele joga as coisas juntas muito caoticamente que me parece ele deve ter sido algum homem bom e piedoso, que pegou alguns ditos dos discípulos dos apóstolos e assim os jogou no papel. Ou talvez tenha sido escrito por alguém com base em sua pregação. Ele chama a lei de “lei da liberdade”, embora Paulo chama de lei da escravidão, da ira, da morte, e do pecado.
      Além disso, ele cita as palavras de São Pedro: “O amor cobre uma multidão de pecados”, e novamente, “Humilhai-vos debaixo da mão de Deus”, também o provérbio de São Paulo em Gálatas 5, “O Espírito cobiça contra a inveja”. E ainda, a respeito de tempo, São Tiago foi condenado à morte por Herodes em Jerusalém, antes de São Pedro. Então, parece que este autor veio muito tempo depois de São Pedro e São Paulo.
      Em uma palavra, ele queria se proteger contra aqueles que confiaram em fé sem as obras, mas estava incosntante a tarefa de espírito, pensamento e palavras. Ele destroça as Escrituras e, portanto, se opõe Paulo e toda a Escritura. Ele tenta aperfeiçoar pela insistencia sobre a lei, o que os apóstolos aperfeiçoaram, estimulando as pessoas a amar. Portanto, não vou tê-lo em minha Bíblia contado entre os principais livros de verdade, embora eu não impediria ninguem de incluir ou exalta-lo como lhe apraz, pois há de outra forma muitos provérbios bons nele. Um homem não é um homem em coisas mundanas; como, então, deve este homem isoladamente se opor contra Paulo e todo o resto da Escritura?
      Em relação à epístola de São Judas, ninguém pode negar que é um extrato ou cópia da segunda epístola de São Pedro, todas as palavras são muito parecidas. Ele também fala dos apóstolos, como um discípulo que vem muito depois deles e cita frases e incidentes que não são encontrados em nenhum outro lugar nas Escrituras. Isso levou os antigos patriarcas a excluirem esta epístola do corpo principal das Escrituras. Além disso, o apóstolo Judas não foi para terras de língua grega, mas para a Pérsia, como é dito, de modo que ele não escreveu grego. Portanto, embora eu valorize ​​este livro, é uma epístola que não precisa ser contada entre os principais livros que deveriam lançar as bases da fé.”
      Lutero outorga para si o poder de decidir em qual livro quer crer e livremente terce comentários sobre os livros como se fosse senhor deles e capaz de dizer se um livro é inspirado ou não baseado no que ele acha certo ou não. Diz que a Epistola de Judas não deve ser usada para confirmar doutrina, ou seja, como ele diz: “lançar as bases da fé”
      No prefácio ao Apocalipse nega a inpiração deste mesmo livro. E diz que não pode detectar a presença do Espírito Santo nele.
      “Sobre o livro do Apocalipse de João, deixo todos livres para terem suas próprias opiniões. Eu não obrigo ninguém a seguir minha opinião ou julgamento. Eu digo o que sinto. Eu sinto a falta de mais de uma coisa neste livro, e isso me não faz considerá-lo nem apostólico nem profético.
      Em primeiro lugar, os apóstolos não lidam com visões, mas profetizam em palavras claras e simples, assim como Pedro e Paulo, e Cristo no evangelho. Por isso convém ao múnus apostólico falar claramente de Cristo e suas obras, sem imagens e visões. Além disso não há profeta no Antigo Testamento, e também nada do Novo, que lida de forma exclusiva com visões e imagens. Para mim, acho que se aproxima do Quarto Livro de Esdras [apocalipse de Esdras]; Eu não posso de mandeira nenhum detectar que o Espírito Santo o produziu.
      Além disso, ele me parece estar indo longe demais quando ele elogia o seu próprio livro tão altamente – na verdade, mais do que qualquer um dos outros livros sagrados faz, apesar de serem muito mais importantes – e ameaça que, se alguém tirar qualquer coisa de ele, Deus se apartará dele, etc. Mais uma vez, elas supõem abençoar quem guardar o que está escrito neste livro; e ainda ninguém sabe o que é, pois não diz nada aguardar. Este é o mesmo como se não tivessemos o livro. E há muitos livros muito melhores disponíveis para guardarmos.
      Muitos dos pais também rejeitaram este livro há muito tempo, embora. São Jerônimo, com certeza, se refere a ele em termos exaltados e diz que está acima de todo louvor e de que há muitos mistérios nele como palavras. Ainda assim, Jerônimo não pode provar isso, e o seu louvor em vários lugares é muito generoso.
      Finalmente, vamos todos pensar nele como o seu próprio espírito o guia. Meu espírito não pode acomodar-se a este livro. Para mim, isso é razão suficiente para não pensar muito nele: Cristo não é nem ensinado nem conhecido nele. Mas ensinar Cristo, esta é um coisa que um apóstolo é obrigado, acima de todo o resto, a fazer; como Cristo diz em Atos 1: “Vós sereis minhas testemunhas”. Por isso me atenho aos livros que apresentam Cristo para mim de forma clara e pura.
      Por que será que os protestantes não lêem as obras de Lutero? Ora, se Lutero errou em seu julgamento sobre quais livros são inspirados, será que não se equivocou também em relação as outras doutrinas da Igreja?
      Infelizmente os protestantes não percebem que o cristianismo foi fundado por Jesus a quase 2000 anos e não por homens 1500 anos após ele. Se há dúvidas sobre a autenticidade dos ensinamentos atuais da Igreja Católica, o modelo de referência não deve ser interpretações pessoais e subjetivas, mas a fé dos primeiros séculos. A História mostra que embora outros tenham tomado empréstimo dos princípios de Lutero como a “Sola Scriptura”, “Sola fide” e etc. o mesmo não ocorreu com sua doutrina. Lutero viveu bastante tempo para atestar isso, segundo pudemos verificar em seus escritos.
      Portanto, fica provado que Lutero além de tirar os 7 livros deuterocanônicos ainda removeu mais 4 livros (Judas, Ester, Apocalipse e Tiago), isso obrigou a Trento mais uma fez reafirmar a fé milenar da Igreja e decretar novamente o mesmo cânon bíblico dos primeiros séculos.
      [1] Provérbios, Eclesiastes, Eclesiástico, Sabedoria e Cânticos.
      [2] Jeremias, Baruc e Lamentações

      Curtir

    • EDMILSON disse:

      Grandes Heresias

      Desde o princípio da Cristandade, a Igreja sempre se confrontou e combateu os falsos ensinamentos ou heresias.
      Hoje em dia basta darmos uma olhada no catálogo telefônico para encontrarmos em qualquer cidade do mundo, uma denominação religiosa que nos diga exatamente aquilo que queremos ouvir. Algumas ensinam que Jesus não é Deus, ou que Ele é a única pessoa da Trindade, ou que existem muitos deuses (três dos quais são o Pai, o Filho e o Espírito Santo) ou que nós podemos nos tornar “deuses”, ou que uma pessoa uma vez salva, jamais poderá perder sua salvação, ou que não existe inferno, ou que o homossexualismo é apenas mais uma expressão da sexualidade humana, portanto um estilo de vida aceitável para um cristão, ou qualquer outro tipo de ensinamento.
      A Bíblia nos advertiu que isso ocorreria. O Apóstolo Paulo avisou ao seu aluno Timóteo: “Porque virá o tempo em que os homens já não suportarão a sã doutrina da salvação. Levados pelas suas próprias paixões e pelo prurido de escutar novidades, ajustarão mestres para si. Apartarão os ouvidos da verdade e se atirarão às fábulas”.(2Tim. 4,3-4).
      » O que é heresia?
      Antes de darmos uma olhada nas grandes heresias da história da Igreja, cumpre-nos dar algumas palavras sobre a natureza da heresia. Isso é muito importante já que o termo em si carrega um forte peso emocional e frequentemente é mal utilizado. Heresia não significa o mesmo que incredulidade, cisma, apostasia ou qualquer outro pecado contra a fé. O Catecismo da Igreja Católica define a heresia do seguinte modo:
      “Incredulidade é negligenciar uma verdade revelada ou a voluntária recusa em dar assentimento de fé a uma verdade revelada. Heresia é a negação após o batismo de algumas verdades que devem ser acreditadas com fé divina e Católica, ou igualmente uma obstinada dúvida com relação às mesmas; apostasia é o total repúdio da fé cristã; cisma é o ato de recusar-se a submeter-se ao Romano Pontífice ou à comunhão com os membros da Igreja sujeitos a ele” (CCC 2089).
      Para ser culpado de heresia, uma pessoa deve estar obstinada (incorrigível) no erro. Uma pessoa que está aberta à correção ou que simplesmente não tem consciência de que o que ela está dizendo é contrário ao ensinamento da Igreja, não pode ser considerada como herética.
      A dúvida ou negação envolvida na heresia deve ser pós-batismal. Para ser acusado de heresia, uma pessoa deve ser antes de tudo um batizado. Isso significa que aqueles movimentos que surgiram da divisão do Cristianismo ou que foram influenciados por ele, mas que não administram o batismo ou que não batizam validamente, não podem ser considerados heresias mas apenas religiões separadas (exemplos incluem Muçulmanos que não possuem batismos e Testemunhas de Jeová que não batizam validamente).
      E, finalmente, a dúvida ou negação envolvidos na heresia devem estar relacionados a uma matéria que deve ser crida com “fé Católica e divina” – em outras palavras, alguma coisa que tenha sido definida solenemente pela Igreja como verdade divinamente revelada (por exemplo, a Santíssima Trindade, a Encarnação, a Presença Real de Cristo na Eucaristia, o Sacrifício da Missa, a Infalibilidade Papal, a Imaculada Conceição e Assunção de Nossa Senhora).
      É especialmente importante saber distinguir heresia de cisma e apostasia. No cisma, uma pessoa ou grupo se separa da Igreja Católica sem repudiar nenhuma doutrina definida. Já na apostasia, uma pessoa repudia totalmente a fé cristã e não mais se considera cristã.
      É interessante notar como, de uma forma ou outra, a imensa maioria destas heresias permanece…
      Esclarecidas as diferenças, vamos dar uma conferida nas maiores heresias da história da Igreja e quando elas começaram:
      » Os Judaizantes (Séc. I)
      A heresia Judaizante pode ser resumida pelas seguintes palavras dos Atos dos Apóstolos 15,1: “Alguns homens, descendo da Judéia, puseram-se a ensinar aos irmãos o seguinte: ‘Se não vos circuncidais segundo o rito de Moisés, não podeis ser salvos'”.
      Muitos dos primeiros Cristãos eram Judeus, e esses trouxeram para a Fé cristã muitas de suas práticas e observâncias judaicas. Eles reconheciam em Jesus Cristo o Messias anunciado pelos profetas e o cumprimento do Antigo Testamento, mas uma vez que a circuncisão era obrigatória no Antigo Testamento para a participação na Aliança com Deus, muitos pensavam que ela era também necessária para a participação na Nova Aliança que Cristo veio inaugurar. Portanto eles acreditavam que era necessário ser circuncidado e guardar os preceitos mosaicos para se tornar um verdadeiro cristão. Em outras palavras, uma pessoa deveria se tornar judeu para poder se tornar cristão.
      Comentários: Uma forma “light” desta heresia é a dos Adventistas de Sétimo Dia e outras seitas sabatistas.
      » Gnosticismo (Sécs. I e II)
      “A matéria é má!” – Esse é o lema dos Gnósticos. Essa foi uma idéia que eles “tomaram emprestado” de alguns filósofos gregos e isso vai contra o ensinamento Católico, não apenas porque contradiz Gênesis 1,31: “Deus contemplou toda a sua obra, e viu que tudo era muito bom”, bem como outras partes da Sagrada Escritura, mas porque nega a própria Encarnação. Se a matéria é má, então Jesus não poderia ser verdadeiro Deus e verdadeiro homem, pois em Cristo não existe nada que seja mau. Assim muitos gnósticos negavam a Encarnação alegando que Cristo apenas “parecia” como homem, mas essa sua humanidade era apenas ilusória.
      Alguns Gnósticos, reconhecendo que o Antigo Testamento ensina que Deus criou a matéria, alegavam que o Deus dos Judeus era uma divindade maligna bem diferente do Deus de Jesus Cristo, do Novo Testamento. Eles também propunham a crença em muitos seres divinos, conhecidos como “aeons” que servem de mediadores entre o homem e um inatingível Deus. O mais baixo de todos esses “aeons” que estava em contato direto com os homens teria sido Jesus Cristo.
      Comentários: Esta heresia permanece de maneira quase igual na chamada “Nova Era”. Em outras formas, aliás, ela não deixa de ser a heresia de base de muitas outras, como o protestantismo (com sua negação dos Sacramentos e da Maternidade Divina da Santíssima Virgem, decorrentes de uma visão gnóstica segundo a qual a religião verdadeira é puramente espiritual: Igreja invisível, sem meios visíveis de transmissão de graça etc.).
      » Montanismo (final do Séc. II)
      Montanus iniciou inocentemente sua carreira pregando um retorno à penitência e ao fervor. Todavia ele alegava que seus ensinamentos estavam acima dos ensinamentos da Igreja porque ele era diretamente inspirado pelo Espírito Santo. Logo, logo ele começou a ensinar sobre uma eminente volta de Cristo em sua cidade natal na Frígia. Seu movimento enfatizava sobretudo a continuidade dos dons extraordinários como falar em línguas e profecias.
      Comentários: Montano afirmava que a Igreja não tinha capacidade de perdoar pecados mortais. Esta heresia, de uma certa forma, está presente em muitas seitas atuais, cuja rigidez de costumes traz esta idéia no fundo. Um exemplo seria a “Assembléia de Deus”, ou até a seita suicida africana.
      » Sabelianismo (Princípio do Séc. III)
      Os Sabelianistas ensinavam que Jesus Cristo e Deus Pai não eram pessoas distintas, mas simplesmente dois aspectos ou operações de uma única pessoa. De acordo com eles, as três pessoas da Trindade existem apenas em referência ao relacionamento de Deus com o homem, mas não como uma realidade objetiva.
      Comentários: Esta visão também está presente em muitos movimentos “ecumênicos” protestantes atuais, especialmente entre as seitas mais antigas. Nosso Senhor para eles dissolve-se em uma vaga “divindade”.
      » Arianismo (Séc. IV)
      Uma das maiores heresias que a Igreja teve que confrontar foi o Arianismo. Arius ensinava que Cristo não era Deus e sim uma criatura feita por Deus. Ao disfarçar sua heresia usando uma terminologia ortodoxa ou semi-ortodoxa, ele foi capaz de semear grande confusão na Igreja, conquistando o apoio de muitos Bispos e a rejeição de alguns. O Arianismo foi solenemente condenado no ano 325 pelo Primeiro Concílio de Nicéia, o qual definiu a divindade de Cristo e no ano 381 pelo Primeiro Concílio de Constantinopla, o qual definiu a divindade do Espírito Santo. Esses dois Concílios deram origem ao Credo Niceno que os Católicos recitam nas Missas Dominicais.
      Comentários: Os “Testemunhas de Jeová” têm esta crença, assim como os Unitarianos.
      » Pelagianismo (Séc. V)
      Pelagius, um monge gaulês deu início a essa heresia que carrega seu nome. Ele negava que nós herdamos o pecado de Adão e alegava que nos tornamos pessoalmente pecadores apenas porque nascemos em solidariedade com uma comunidade pecadora a qual nos dá maus exemplos. Da mesma forma, ele negava que herdamos a santidade ou justiça como resultado da morte de Cristo na cruz e dizia que nos tornamos pessoalmente justos através da instrução e imitação da comunidade cristã, seguindo o exemplo de Cristo.
      Pelagius declarava que o homem nasce moralmente neutro e pode chegar ao céu por seus próprios esforços. De acordo com ele, a graça de Deus não é verdadeiramente necessária, mas apenas facilita uma difícil tarefa.
      Comentários: É uma visão que ainda hoje encontramos na Teologia da Libertação, por exemplo: o que importa é o esforço do homem, a graça de Deus é bem vinda mas não é necessária, etc. É por isso que os TL dão tanto valor à “auto-estima”, nome chique para o pecado do Orgulho: para eles é importante amar A SI sobre todas as coisas, pois a salvação (ou a utopia socialista, no caso…) viria apenas através do esforço do homem.
      » Nestorianismo (Séc. V)
      Essa heresia sobre a pessoa de Cristo foi iniciada por Nestorius, bispo de Constantinopla que negava a Maria o título de Theotokos (literalmente “Mãe de Deus”). Nestorius alegava que Maria deu origem apenas à pessoa humana de Cristo em seu útero e chegou a propor como alternativa o título Christotokos (“Mãe de Cristo”).
      Os teólogos Católicos ortodoxos imediatamente reconheceram que a teoria de Nestorius dividia Cristo em duas pessoas distintas (uma humana e outra divina, unidos por uma espécie de “elo perdido”), sendo que apenas uma estava no útero de Maria. A Igreja reagiu no ano 431 com o Concílio de Éfeso, definindo que Maria realmente é Mãe de Deus, não no sentido de que ela seja anterior a Deus ou seja a fonte de Deus, mas no sentido de que a Pessoa que ela carregou em seu útero era de fato o Deus Encarnado.
      Comentários: Creio que todo mundo já identificou o protestantismo pentecostal neste heresia, não? Bom, isso na verdade é, no protestantismo, apenas uma maneira a mais de menosprezar a Encarnação. Note-se que S. João escreveu seu Evangelho em resposta aos gnósticos, e fez questão de comecá-lo pela Encarnação. Isto ocorre porque a base gnóstica do protestantismo (e tbm, de uma certa maneira, do nestorianismo) recusa-se a admitir que Nosso Senhor tenha realmente assumido a nossa natureza. É por isso, por exemplo, que Lutero afirmava que o pecado do homem não é jamais apagado, mas apenas encoberto por Deus. Para ele, Nosso Senhor mentiria, afirmando que o homem não tem pecado, para que ele entre no Céu. É mais fácil para um gnóstico crer em um deus que minta que em um Deus que se faz verdadeiramente homem, com mãe e tudo.
      » Monofisismo (Séc. V)
      O Monofisismo originou-se como uma reação ao Nestorianismo. Os monofisistas (liderados por um homem chamado Eutyches) ficaram horrorizados pela implicação Nestoriana de que Cristo era duas pessoas com duas diferentes naturezas (divina e humana). Então eles partiram para o outro extremo alegando que Cristo era uma pessoa com uma só natureza (uma fusão de elementos divinos e humanos). Portanto eles passaram a ser reconhecidos como Monofisistas devido à sua alegação de que Cristo possuía apenas uma natureza (Grego: mono= um; physis= natureza).
      Os teólogos Católicos ortodoxos imediatamente reconheceram que o Monofisismo era tão pernicioso quanto o Nestorianismo porque esse negava tanto a completa humanidade como a completa divindade de Cristo. Se Cristo não possuia a natureza humana em sua plenitude então Ele não poderia ser verdadeiramente homem e se Ele não possuía a natureza divina em plenitude, então Ele também não era verdadeiramente Deus.
      Comentários: Esta heresia persiste em alguns círculos católicos bem-intencionados, mas errados, que subestimam a importância da natureza humana de Cristo.
      » Iconoclastas (Sécs. VII e VIII)
      Essa heresia surgiu quando um grupo de pessoas conhecidos como iconoclastas (literalmente, destruidores de ícones) apareceu. Esses alegavam que era pecaminoso fazer estátuas ou pinturas de Cristo e dos Santos apesar de exemplos bíblicos que provam que Deus mandou que se fizesse estátuas religiosas (por exemplo, em Ex 25,18-20 e 1Cr 28,18-19), inclusive representações simbólicas de Cristo (Num 21,8-9 e Jo 3,14).
      Comentários: Tem um em cada esquina hoje em dia…
      » Catarismo (Séc. XI)
      O Catarismo foi uma complicada mistura de religiões não-Católicas trabalhadas com uma terminologia Cristã. O Catarismo se dividia em muitas seitas diferentes que tinham em comum apenas o ensinamento de que o mundo tinha sido criado por uma divindade má (portanto toda matéria é má) e que por isso devemos adorar apenas a divindade do bem.
      Os Albigenses formavam uma das maiores seitas Cátaras. Eles ensinavam que o espírito foi criado por Deus e que por isso era bom, enquanto o corpo teria sido criado pelo Mal, portanto o espírito deveria ser libertado do corpo. Ter filhos era considerado pelos albigenses um dos maiores males já que isso era o mesmo que aprisionar um outro “espírito” na carne. Obviamente o casamento era proibido, embora a fornicação fosse permitida. Tremendos jejuns e severas mortificações eram paticadas e seus líderes adotavam uma vida de voluntária pobreza.
      Comentários: Alguns aspectos da gnose cátara hoje são parte integrante da mentalidade geral em nossa sociedade: o horror à concepção, o amor à fornicação (infelizmente há católicos que aderem a esta mentalidade e praticam sem as necessárias razões graves a abstinência periódica de relações conjugais nos dias férteis)…
      » Protestantismo (Séc. XVI)
      Os grupos Protestantes se dividem em uma ampla variedade de diferentes doutrinas. Todavia, virtualmente todos alegam acreditar no princípio da Sola Scriptura (“apenas a Escritura” – idéia que defende o uso apenas da Bíblia ao formular sua teologia) e Sola Fide (“apenas pela Fé – a idéia de que somos justificados somente pela Fé). Apesar disso, existe pouca concordância sobre o que essas duas doutrinas-chave realmente significam. Por exemplo, Lutero acreditava que a fé salvífica é expressa pelo batismo, pelo qual, segundo ele, uma pessoa renasce e seus pecados são perdoados, ao passo que muitos Fundamentalistas alegam ser essa uma falsa pregação e que o batismo é meramente um símbolo.
      A grande diversidade de doutrinas Protestantes advêm da doutrina do julgamento privado, a qual nega a infalível autoridade da Igreja e alega que cada indivíduo pode interpretar a Escritura por si próprio. Essa idéia é rejeitada pela própria Bíblia em 2Ped 1,20, que nos dá a primeira regra para a interpretação bíblica: “Antes de tudo, sabei que nenhuma profecia da Escritura é de interpretação pessoal”. Uma significante tática dessa heresia é a tentativa de confrontar a Igreja com a Bíblia, negando que o magistério possua qualquer autoridade infalível para ensinar ou interpretar as Escrituras.
      A doutrina do julgamento privado resultou em um enorme número de diferentes denominações. De acordo com o The Christian Sourcebook, existiam aproximadamente 21,000 denominações em 1986, com 270 novas se formando a cada ano. Virtualmente todas elas são Protestantes.
      Sem comentários…
      » Jansenismo (Séc. XVII)
      Jansenius, bispo de Yvres, França deu início a essa heresia num jornal em que ele escreveu sobre Santo Agostinho, no qual ele redefinia a doutrina sobre a graça. Entre outras doutrinas, seus seguidores negavam que Cristo morreu pela salvação de todos os homens, alegando que Ele havia morrido apenas por aqueles que serão finalmente salvos (ou seja, os eleitos). Este e outros erros Jansenistas foram oficialmente condenados pelo Papa Inocêncio X em 1653.
      Comentários: O jansenismo, infelizmente, é hoje encontrado em muitos meios ditos “tradicionalistas”. Este debate é frequentemente provocado pelas objeções que muitos fazem à má tradução do Cânon Romano, que traz “por todos” (e não “para muitos”) como tradução de “pro multis”. Esta tradução está errada como tradução, mas não é teologicamente errada, pois afirma ser o Sacrifício de Cristo suficiente para todos. Os neo-jansenistas, porém, afirmam que teologicamente também está errada.
      » Modernismo (Séc. XX)
      Os modernistas ensinam, essencialmente, que o homem é incapaz de compreender a realidade e que as “verdades” são meramente idéias relativas. Para o modernista não existem verdades absolutas. As doutrinas que foram infalivelmente definidas pela Igreja podem portanto serem mudadas com os tempos, ou rejeitadas ou reinterpretadas para se adaptarem às modernas preferências.
      O Modernismo está entre as mais sérias heresias porque permite a uma pessoa rejeitar qualquer doutrina que foi definida, inclusive aquelas mais cêntricas como a divindade e ressurreição de Cristo. Essa heresia permite a reintrodução de todos os erros das heresias anteriores, bem como novos ensinamentos falsos que os antigos heréticos jamais imaginaram.
      O Modernismo é especialmente grave porque ele frequentemente advoga suas crenças usando uma terminologia aproximadamente ortodoxa. O erro é frequentemente expresso através de uma nova interpretação simbólica, por exemplo: Cristo não ressuscitou fisicamente dos mortos, mas a história de sua ressurreição produz uma importante verdade. Uma das táticas mais comuns usadas pela maioria dos modernistas é insistir na premissa de que eles estão dando a interpretação ortodoxa das verdades do Catolicismo.
      Comentários: Da última vez que estive lá, o ninho desta espécie ficava na lista “católicos” da Summer. 🙂
      As heresias sempre nos acompanharam desde o início da Igreja até os nossos tempos atuais. Geralmente elas sempre tiveram início por membros da hierarquia da Igreja, mas eram combatidas e corrigidas pelos Concílios e Papas. Felizmente temos a promessa de Cristo de que as heresias jamais prevalecerão contra a Igreja: “Tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja; as portas do inferno não prevalecerão contra ela” (Mat 16,18), pois a Igreja é verdadeiramente, nas palavras do Apóstolo Paulo, “coluna e sustentáculo da verdade” (1Tim 3,15).

      Curtir

    • EDMILSON disse:

      BOB APRENDA QUE SÓ SE DISCUTE IDÉIAS QUANDO ELAS REALMENTE EXISTEM
      AGORA O PROBLEMAS DE VOCÊS PROTESTANTES É QUE SÃO REFUTADOS MAS PREFEREM VIVER NA MENTIRA E NO ENGANO.
      ESTOU AQUI VAMOS DEBATER GOSTA DE SER REFUTADO ENTÃO DEBATA COMIGO

      OU VOCÊ VAI VIM COM ESSAS MESMAS PAPAGAIADAS DECORADAS
      VOCÊ É PROTESTANTE BOB OU É APENAS UM CRISTÃO

      DIGO ISSO POR QUE AGORA PROTESTANTES POR VERGONHA ESTÃO PREFERINDO SEREM CHAMADOS DE CRISTÃO
      VOCÊ É UM DESSES MEU CARO BOB

      VAMOS DISCUTIR DEBATER ME MOSTRE O TAMANHO DA SUA LAVAGEM CEREBRAL

      Curtir

    • EDMILSON disse:

      Olha herege Bob saibas tu que eu Sou mesmo muito mal educado
      Contra semi-analfabetos como você que usa sofismas barato mas o coração está cheio de ódios e mentiras contra a santa igreja católica.

      Me desculpe Bob, mas eu já fui vacinado contra o falso sentimentalismo protestante,
      Olha São Pedro, São Paulo profetizado a vinda de falsos profetas que enganariam as pessoas com palavras adocicadas.

      Agora eu Bob prefiro o estilo de João Batista.

      Bando de Raça de Víboras.
      É meu caro, Bob como cresceu os tais (TEOLOGOS SEM IGREJAS) será que na era apostólica era assim? Hoje, vocês estão vendo a desgraça que é o protestantismo, assim, ficam com vergonha de se denominarem protestantes! Excelente meu rapaz, você é o teólogo sem Igreja.
      Que falta faz a patristica na vida de pessoas como você!
      Engraçado Bob é que Cristo formou um colégio Apostólico e enviou essa Igreja ao mundo para ser seguido, ele não falou nada para alguém pegar a bíblia coloca-la debaixo dos Braços e se tornar o teólogo sem Igreja, aliás, ele nunca mandou edificar um cânon bíblico, isso foi feito pela própria igreja que ele enviou.

      Infelizmente Bob protestantes são como você, inventam uma mentira, pregam essa mentira que você mesmo inventou e ainda acredita nessa mentira mesmo sabendo que e mentira.
      Estou lhe esperando Bob vou amar debater com você

      Curtir

    • EDMILSON disse:

      Olha leigo Bob entenda que na verdade hoje ninguém é mais protestante, é impressionante, aliás, ninguém, ninguém é mais nada, o cara é sua própria igreja com suas bíblia debaixo dos braços e seus conceitos pessoais em cima do que ele entende nos 10 versos isolados que ele grifa em uma bíblia mutilada, é impressionante isso, mas protestante é aquele que protesta e nós sabemos o que isso significa.
      Bob eu já notei que segundo você tudo relacionado a Cristo tem que estar na bíblia? Segundo só ela contem toda a verdade? É mesmo! Aí eu ti pergunto leigo Bob? E quem determinou isso? foi o próprio Deus Pai todo poderoso que falou a você que tudo tem que estar na bíblia?
      Só se for uma revelação pessoal (FORA DA BIBLIA) porque a própria bíblia diz que a COLUNA QUE SUSTENTA A VERDADE É A IGREJA.

      “15. Todavia, se eu tardar, quero que saibas como deves portar-te na casa de Deus, que é a Igreja de Deus vivo, coluna e sustentáculo da verdade” (I Timótio capitulo 3)

      Observe Bob as palavras de São Paulo ao seu discípulo, no qual ele tratava como filho, ele diz: SE UM dia eu faltar (não estiver mais presente) VÁ A IGREJA, pois a igreja que sustenta a verdade; em nenhum momento ele diz para Timótio pegar as Escrituras (que na época eram mais de 500) colocar debaixo dos braços e sair por ai pregando a sua verdade pessoal.

      Bob a mesma bíblia no qual você diz que é a única fonte de revelação divina, diz que É ATRAVES DA IGREJA que principados e potestades iriam conhecer toda a sabedoria divina.

      “10. Assim, de ora em diante, as dominações e as potestades celestes podem conhecer, pela Igreja, a infinita diversidade da sabedoria divina” (Efésios capítulo 3)

      Veja só, o mesmo São Paulo não diz que seria através de um livro chamado bíblia que todos encontrariam as suas respostas, E SIM ATRAVES DA IGREJA.

      Meu rapaz, se não fosse nossos bispos no século IV, nem bíblia iria existir, hoje olha Bob você estaria lendo livros onde diz que Jesus dava selinho em Maria Madalenas, aliás, se não fosse a nossa tradição, nem quem era o discípulo amado você saberia quem era, pois o mesmo livro não cita o nome desse discípulo, ainda mais, estaria engolindo a tese agnóstica de que tal discípulo amado era Maria Madalena.

      Aprenda Bob que essa teoria de que todas as resposta então em sua bíblia mutilada e adulterada, foi inventada como dogma protestante no século XVI, isso não é doutrina apostólica, os Apóstolos ordenaram que se guardasse tudo o que FOI ESCRITO E O QUE FOI TRANSMITIDO ORALMENTE.

      “15. Assim, pois, irmãos, ficai firmes e conservai os ensinamentos que de nós aprendestes, seja por palavras, seja por carta nossa” (II Tess capítulo 2)

      Bob você seguindo tal heresia chamada Sola Scriptura, estará indo contra a própria bíblia sagrada que nos ensina a guardar tudo o que fora escrito e o que fora pregado oralmente, e ainda mais, a própria bíblia nunca se colocou acima da autoridade da igreja, ela mesma afirma que toda a verdade está na igreja, pois ela só guardou algumas coisas escritas e não tudo.

      Bob se você quer seguir essa heresia da sola scripture mutilada e adulterada em 1500, tudo bem, é um direito seu, agora nós católico seguimos a coluna sustentáculo da verdade que é a Igreja, nela está guardada toda a sabedoria divina, seja por escrito, seja por tradição ou seja pelo seu magistério.

      Essa é a nossa crença.
      Agora se você contesta é um problema seu
      Agora se duvida me refute.

      Curtir

  23. Erica disse:

    Boa tarde , gente quanta ignorãncia , quanta vontade de julgar a religião catolica , e um absurdo as coisas que eu li , primeiro um fala que religião catolica matou mais de 70 milhoes de pessoas , a outra diz que na biblia esta escrito que Maria teve relação com José . Onde isto esta escrito , eu acho o seguinte cada um escolhe a religião que quiser, mas o respeito tem que esta em 1º lugar , voce Elzineide nao é uma pessoa cristã, voce falou que defende sua Fé , qual Fé é esta ? uma Fé que mente , porque nao esta escrito na biblia que Maria teve relaçao com José , onde está escrito isto ? Não precisa mentir para enfrentar os católicos , ou a mentira faz parte da sua crença?
    Que Maria tenha misericórdia de pessoas como você.

    Curtir

      • Helen disse:

        Sr Ministério mais de Deus,

        O sr disse: “Maria está morta”…

        Então é essa a recompensa pela qual tanto almejamos? Será essa a nossa paga pela lealdade a Deus, por ouvir sua palavra e lutar incansavelmente contra o pecado, para depois da morte simplesmente pararmos de existir?

        Será que é assim que Deus recompensa a lealdade da Virgem por Ele escolhida para trazer ao mundo o Emanuel, o Deus conosco, seu único e unigênito Filho?

        E a promessa da vida Eterna? O que aconteceu com ela? Será que Deus mudou de idéia? Cristo, será que ele nos enganou a todos? Claro que não!! Qual Bíblia o sr anda lendo?

        Piedade Senhor!

        Pax Domini

        Curtir

  24. Pingback: Blog Ecclesia Militans – Sobre a fé Católica | TaniNeri.com – Magazine produzina nas Ilhas Cayman para os amigos do Brasil. Moda, beleza, viagens e muito mais.

  25. Elzineide disse:

    Esta explicação é conveniente,mas contrária a evidência, a palavra “irmão” é usada mais de 300 vezes no Novo Testamento e nunca significa primo. Além disso, se eles fossem primos de Jesus, por que eles estariam tão freqüentemente com Maria, a mãe de Jesus. Não tenho nada contra Maria, foi uma serva fiel a Deus a ponto de ser escolhida para tão grande missão, porém a Bíblia não nos dá nenhum motivo para acreditarmos que esses irmãos e irmãs não fossem verdadeiros filhos de José e Maria. No mais, Pedro nos admoesta:
    I Pedro 3: 18
    Antes crescei na graça e no conhecimento de nosso Senhor e Salvador JESUS CRISTO. A ele seja dada a glória, assim agora, como até o dia da eternidade.
    Encontrei seu blog fazendo estudos na internet, foi um prazer, pelo pouco que contactamos, notei que você só procura defender sua fé, também faço o mesmo. Enfim, seus argumentos não me convenceram assim como os meus não lhe convenceram, a respeito disso diz Deus: ZACARIAS 4: 6
    Ele me respondeu, dizendo: Esta é a palavra do Senhor a Zorobabel, dizendo: Não por força nem por violência, mas pelo meu Espírito, diz o Senhor dos exércitos.

    Que Deus lhe abençoe, Seu nome estará presente nas minhas orações. Fica na Paz de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.

    Curtir

    • Helen disse:

      Elzineide,

      Agora que eu refutei o seu argumento sobre lucas 1,36 você vai adotar a mesma conduta daqueles que não conseguem o respaldo nem da história nem da lógica, e simplesmente acusar a exegese católica de “conveniente”?

      Os estudiosos linguisticos já provaram que no contexto bíblico, no que se refere aos idiomas usados na época de cristo, a palavra primo não existia, portanto, o termo irmão, parente próximo, etc, eram usados em substituição! Vc prefere insistir em alegar que a bíblia tá cheia dessa ou daquela palavra, mas será que para a sua própria consciência vc não devesse se perguntar se os textos originais realmente correspondem às traduções modernas, principalmente às protestantes?

      Qto à defesa da fé católica, eis o objetivo do blog: Instruir aos católicos, praticantes ou não, sobre a sua fé, para que não sejam confundidos e por ignorância sejam levados a confessar qualquer outro credo diferente daquele professado pela Santa Igreja.

      Que Deus lhe abençoe em nome de Jesus!

      Curtir

    • EDMILSON disse:

      ministeriomaisdedeus. a qual das 50 mil seitas vc pertence, filho de Lutero?
      olha ministeriomaisdedeus vou ti fazer uma simples pergunta
      Me responda uma pergunta? Pois a bíblia diz que Abraão, Moisés, Samuel, Elias, entre outros estão vivo no céu?

      E bom exemplo disso é Moisés e Elias conversando com Jesus no monte entre tantas e tantas outras passagens bíblicas.
      //////////
      E agora você diz que Maria está morta? kkkkkkkkk
      vai por mim, ministeriomaisdedeus você não passa de um vibrador.
      Vai um conselho, aprenda a ler a bíblia que os bispos da igreja selecionou de acordo com a doutrina da igreja católica.
      ////////
      ministeriomaisdedeus Se vocês protestantes fosse a verdadeira igreja teriam 2000 mil anos e não seria rachado
      vocês são um posto de heresias é só vê entre vocês tem igrejas de todos os naipes de homossexuais, outras que negam Jesus cristo Deus, outras que negam o Domingo outras igrejas da maconha etc…
      ////////
      ministeriomaisdedeus nem 500 anos vocês protestantes nem tem ainda.
      e vem com as mesmas lorotas isso é o cúmulo.

      Curtir

  26. Elzineide disse:

    Está claríssimo no fato de ela ter tido outros filhos. Mat. 6: 3, 12: 46, Gal. 1: 19
    Outra vez repito que não respondi para ofender fé ou crença, apenas para defender a minha fé. No mais Paulo nos adverte: II TIMÓTEO 2: 14
    Lembra-lhes estas coisas, conjurando-os diante de Deus que não tenham contendas de palavras, que para nada aproveitam, senão para subverter os ouvintes. Que Deus te abençoe.

    Curtir

    • Helen disse:

      Elzineide,

      Leia a explicação sobre os supostos irmãos de Jesus aqui.

      Pax Domini

      Curtir

      • Elzineide disse:

        Li a explicação. Realmente são bons argumentos, porém são baseados apenas em suposições de lingüística e visa fortalecer o dogma da perpétua virgindade de Maia. No entanto vemos que em Lucas 1: 36 a Bíblia faz diferenciação entre irmãos e primos.
        Eis que também Isabel, tua prima concebeu um filho em sua velhice; e é este o sexto mês para aquela que era chamada estéril;
        Esta é a minha fé, você crê diferente, é direito seu defender sua crença.
        •I PEDRO cap. 3: 15
        Antes santificai em vossos corações a Cristo como Senhor; e estai sempre preparados para responder com mansidão e temor a todo aquele que vos pedir a razão da esperança que há em vós;
        Um versículo para nossa meditação.

        II TIMÓTEO 2: 23 24,25 e 26

        E rejeita as questões tolas e desassisadas, sabendo que geram contendas;

        E ao servo do Senhor não convém contender, mas sim ser brando para com todos, apto para ensinar, paciente;

        Corrigindo com mansidão os que resistem na esperança de que Deus lhes conceda o arrependimento para conhecerem plenamente a verdade,

        E que se desprendam dos laços do Diabo (por quem haviam sido presos), para cumprirem a vontade de Deus.

        Fica na paz!

        Curtir

        • Helen disse:

          Cara Elzineide,

          Obrigada por sua resposta.
          Vamos ao seu argumento sobre a palavra prima em Lucas 1.36.
          De fato ele seria válido, isto é, se você não tivesse cometido um erro bastante comum entre os não católicos. Ou seja, propor uma exegese bíblica com base em uma tradução, e não o texto original. Como sabemos, a Bíblia NÃO foi escrita em Português, portanto, a palavra “prima” em Lucas 1,36 não passa disso, de uma tradução. Mas o que diz o original Grego? Vejamos.

          No original grego a palavra traduzida como prima em português é συγγενεῦσιν (syngeneusin) e aparece duas vezes no Novo Testamento:

          Marcos 6:4 Adj-DMP e Lucas 2:44 Adj-DMP

          Essa mesma palavra é traduzida de diversos modos, diferentes de Primo-a, em diferentes traduções da Bíblia. Isso porque o seu significado em grego não é primo, mas em português algo como, “parente próximo” ou conhecido próximo… é uma tradução difícil, pois o termo não existe em português.

          Portanto, como o meu outro texto mostrou, NÃO Há uma palavra específica para PRIMO, tanto no hebraico como aramaico, e o Grego, lingua usada em Marcos e Lucas, usou o syngeneusin como termo apropriado para a definição requerida pelos contextos de ambas as passagens.

          A Igreja Católica é antiga e sábia demais para ser derrotada num argumento tão fundamental como esse. E reitero, linguística é uma ciência útil para a confirmação de doutrinas bíblicas.

          Paz do Senhor

          Curtir

  27. Elzineide disse:

    Resposta à pergunta: Por que evangélicos não acreditam na perpétua virgindade de Maria?
    Porque não é verdade.
    MATEUS 1: 25 A Bíblia diz: E não a conheceu enquanto ela não deu à luz um filho; e pôs-lhe o nome de JESUS.
    A palavra enquanto é bem clara, eles não tiveram relações antes de Jesus nascer, mas que depois tiveram.

    Depois a Bíblia fala dos irmãos de Jesus.
    Marcos 6: 3 Não é este o carpinteiro, filho de Maria e irmão de Tiago, e de José, e de Judas, e de Simão? E não estão aqui conosco suas irmãs? E escandalizavam-se nele.
    Mateus 12.46 E, falando ele ainda à multidão, eis que estavam fora sua mãe e seus irmãos, pretendendo falar-lhe.
    Gálatas 1.19 E não vi a nenhum outro dos apóstolos, senão a Tiago, irmão do Senhor. E não me convence a conversa de que os irmãos eram os apóstolos. Analisem comigo a seguinte passagem: LUCAS 2: 7 E teve a seu filho primogênito; envolveu-o em faixas e o deitou em uma manjedoura, porque não havia lugar para eles na estalagem.
    Se ela tivesse tido apenas Jesus a Bíblia usaria o termo Unigênito e não primogênito. Primogênito quer dizer primeiro, se há primeiro é porque há segundo, terceiro e etc.

    Não respondo para ofender a fé de ninguém apenas para dar a razão da minha fé.
    Provérbios 3: 13. Feliz é o homem que acha sabedoria, e o homem que adquire entendimento;

    Curtir

    • Helen disse:

      Elzineide,

      A palavra é bem clara? Onde esta escrito assim tão claro que eles tiveram relações?

      Curtir

    • sueli souza disse:

      “E eis que porei inimizade entre ti (a antiga serpente satanás)e a descendência da mulher, ela(NOSSA SENHORA RAINHA,VIRGEM SANTA E IMACULADA) pisará tua cabeça(a do demônio) e tu morderás seu calcanhar”.”A mulher de gênesis ao apocalipse” A nova eva NOSSA SANTÍSSIMA MÃE MARIA,a mulher que JESUS habitou em seu ser,seu primeiro sacrário, a mulher que conteve em si o que nem o universo consegue conter,merece nosso respeito nossa honra por ser aquela que disse SIM a DEUS para que fosse trazido para nós a salvação, lave sua boca com com o mais puro sabão pra falar de NOSSA SENHORA RAINHA DA PAZ.protestantes burros deveriam pensar que, o ser do filho é o ser da mãe, se se diz manchado o ser da mãe, se diz manchado o ser do filho, e JESUS que é o próprio DEUS não pode ser maculado, bando de ignorantes,e se duvidam da virgindade de MARIA estão duvidando de DEUS.DEUS não seria então capaz de mante-la virgem antes durante e depois que JESUS nasceu? leem tanto a tal bíblia que o tal lutero fez pra vocês que es tão ficando loucos?

      Curtir

  28. Lilian disse:

    Não esperem que protestantes procurem pela verdade. Primeiro porque eles julgam que eles próprios são “infalíveis” e portanto, a verdade é cada um deles para si mesmos e segundo, porque o protestante não procura salvação, mas apenas estar certo no seu ponto de vista. Eu fui protestante por 20 anos e posso garantir que o doutrinamento imposto pelas seitas e seus espúrios doutrinadores não visa estabelecer lógica ou critérios objetivos para se chegue a verdade doa a quem doer. O protestante usa como quer os textos bíblicos, rejeitando aqueles que não lhe convém e usando outros que possam lhe auxiliar na doutrina pessoal que cada crente constitui como verdade infalível. Sobretudo, fazem de Jesus Cristo um mentiroso. Nunca Jesus disse que não teríamos pecadores na Igreja. Pelo contrário, Jesus disse que os escândalos eram inevitáveis, o que significa que embora devessemos evita-los, não está em nós o poder de controlar erros de terceiros. A Igreja tem pecadores. A inquisição objetivava combater heresias. A Igreja deve combater heresias e as combate até hoje. Errados estão os homens que pecadores e falhos como são, aproveitaram-se para fazer justiça com suas próprias mãos. Os abusos são próprios dos homens e tais de fato causam escândalos. Mas Jesus que não é mentiroso e disse que os escândalos eram inevitáveis, adverte também sobre a sentença que recairá sobre aqueles através dos quais os escândalos são causados. Mas o protestante faz de Jesus um mentiroso. Ao contrário de Jesus, o protestante diz que os escândalos são evitáveis. Ao contrário de Jesus que diz que cuidará pessoalmente daqueles que causaram escândalos, o protestante é quem resolve julgar todas as coisas. Jesus disse que as portas do inferno não prevalecerão contra sua igreja e o protestante fazendo de Jesus um mentiroso diz que Lutero foi necessário para consertar os “erros” do catolicismo. Jesus diz ainda que estaria com sua igreja todos os dias até o fim dos tempos e o protestante fazendo de Jesus um mentiroso diz que Jesus não está com a Igreja todos os dias e portanto, é indispensável que ele próprio julgue todas as coisas. Não esperem que o protestante procure pela verdade, pois ele próprio é a sua “verdade”. Fazendo-se sábios aos seus próprios olhos, o protestante julga quem é ou não herege, quem está ou não condenado, quem prega certo e quem prega errado e por fim diz que já está salvo porque creu e assim retira do próprio Jesus Cristo o direito de julgar os vivos e os mortos. É ele próprio protestante que julga todas as coisas. A única coisa que ele não admite é que está errado. Todos estão certos, mesmo divergentes entre si. Todos são “irmãos em Cristo” ainda que cada qual pregue um cristo diferente do outro. Negando o dom da infalibilidade a Pedro, o protestante diz que não há um só homem infalível em matéria de fé e doutrina. E a infalibilidade negada a Pedro ele atribui a si próprio tornando-se uma espécie de Super Papa para si mesmo.

    Como pretende o protestante convencer alguém de sua doutrina se antes de qualquer coisa, quem lhe ouve deve acreditar que não há um só homem confiável em matéria de fé e doutrina ?
    O protestantismo é contraditório em si mesmo.

    Ora, o herege, assassino e bêbado conhecido como Lutero e que chamou o nosso Senhor Jesus Cristo de adúltero definiu bem o pensamento que iria contaminar os seus filhos:

    “Quem não crê como eu está destinado ao inferno. O meu juízo e o juízo de DEUS são a mesma coisa.”

    Ora, os filhos de Lutero fazem as obras de Lutero. Que obras são estas ? Soberba, arrogância, auto-suficiência, ausência total de caridade, blasfêmias, contendas, calúnias e toda a sorte de acusações.

    É só pesquisar na internet e verificar que uns chamam os outros de hereges. Não há união entre protestantes união de qualquer espécie.

    Contrariado, o crente faz beicinho, muda de denominação e sai falando daqueles que deixou para trás.

    Não raras vezes, o crente contrariado funda uma nova seita.

    E todos estão “certos” ao mesmo tempo e todos são “inspirados” pelo Espírito Santo. Tanto está certo quem prega pelo aborto, como quem prega contra o aborto. Estão certos ao mesmo tempo que é contra e quem é favorável ao divórcio.

    União entre protestantes ?

    Só no ódio contra a Igreja Católica.

    E depois de dizer que religião não serve para nada, o crente confrontado grita: “Está havendo perseguição religiosa contra o Povo de DEUS.”

    Alegação de perseguição religiosa de quem diz que religião não serve para nada.

    Eis o protestantismo. A “Arte” de deturpar a palavra de DEUS e onde tudo que parece ser não é e tudo que deveria ser não será.

    Curtir

    • Helen disse:

      Caríssima Lilian,

      Muito pertinente seu testemunho e comentário. Muito obrigada pela visita ao Blog.
      Seria um prazer tê-la novamente em nosso espaço!

      Pax Domini,
      H.

      Curtir

  29. Rafael disse:

    Eu vou ignorar a falta de conhecimento por parte de algumas pessoas que vi acima e mostrar o meu ponto de vista, restringir-me ao tema. Eu não sei se a bíblia ensina se nos devemos confessar a um Padre, porque eu não conheço a Bíblia de cor e salteado. Mas como cristão católico sei que devido aos sacramentos administrados pela igreja católica, sendo um deles a confissão, nós temos a graça de recebe-la e por que? Porque como somos pecadores e Jesus se sacrificou por nós para que pudéssemos lavar os nossos pecados, a confissão é um meio que temos de nos arrependermos e lavar esses pecados para estarmos mais próximos de Deus e estarmos em graça com Ele. Não quer dizer que deixemos de ir para o purgatório para nos purificarmos e “pagarmos” pelos nossos pecados. Mas o pecado distancia-nos de Deus, a confissão serve para nos reaproximarmos. A fé não só cresce quando confessamos, mas também o Espírito Santo que há em nós se torna mais presente. Nós ao contrario dos anjos possuímos a enorme graça de nos arrependermos e de nos salvarmos. Porque é que é inútil rezar pelos demónios? Porque após terem feito a sua escolha de se rebelar contra Deus, eles nunca se vão arrepender, porque é da natureza deles. E assim é inútil rezar por eles, mas antes rezar pelos pecadores e pela conversão destes. Os evangélicos não possuem este sacramento, o que é lamentável, mas também não é por isso que não se vão salvar.

    Curtir

  30. valdir disse:

    MEUS CAROS EVANGELICOS!
    SAIBAM VOCES QUE VOSSAS BIBLIAS ,CASO NAO SAIBAM PESQUISEM, SAO:
    BIBLIAS ATUALIZADAS E EDITADAS.

    PROCUREM EM BIBLIAS REALMENTE VERDADEIRAS E TERÃO RESPOSTAS CLARAS.

    GRATO

    Curtir

    • Moreira disse:

      Na sua bíblia realmente verdadeira tem:
      São João 8:32 – conhecereis a verdade e a verdade vos livrará.
      São João 14:6 – Jesus respondeu: Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida. Ninguém vai ao Pai senão por Mim.
      1 Coríntios 3:19 – pois a sabedoria deste mundo é loucura diante de Deus. De facto, a Escritura diz: Deus apanha os sábios na sua própria esperteza.

      Sem a verdade da Palavra de Deus não chegaremos a lugar nenhum.
      É impossível seguir dois senhores.
      Seguiremos a verdade de Deus ou a dos homens?

      Curtir

      • Helen disse:

        Moreira,

        Qdo o Sr. diz, “Seguir a dois senhores… a verdade de Deus ou a dos homens?”
        o quê está a implicar? Os Católicos seguem a Cristo, Nosso Senhor, que nos redimiu com o preço de Seu próprio Sangue, na Santa Cruz.
        Isso lhe parece errado?

        Pax Domini,

        Curtir

        • Moreira disse:

          Sobre sua pergunta, estou a implicar que a verdade dos católicos é a verdade dos homens, e por eliminação, não é a verdade de Deus.
          Sobre sua justificativa, estou a implicar que sua boca diz o que o seu coração não sente. Você irá perguntar, como podes saber sobre o meu coração? Jesus disse: O que contamina o homem não é o que entra pela boca, pois sairá nos excrementos, mas o que sai pela boca provém do coração. Este blog denuncia o seu e muitos outros corações.

          Curtir

      • Anderson e Lilian disse:

        Primeiro Moreira você tem que provar que a Bíblia é a Palavra de DEUS. Mas você tem que provar para você mesmo.

        Eu creio que a Bíblia é a palavra de DEUS, porque a Igreja Católica me diz que é.

        Você não crê na Igreja Católica.

        Jesus não veio do céu para lhe entregar a Bíblia. Ou veio ?

        Nem a Bíblia caiu do céu e então você ouviu a vóz de DEUS dizendo que a Bíblia era a sua palavra.

        Por que e como você crê na Bíblia ou sabe que ela é a palavra de DEUS ?

        Os judeus dizem que a Torah é a palavra de DEUS também.

        Sabe por que você acredita que a Bíblia é a palavra de DEUS ?

        Porque você crê no homem. Alguém disse e você creu. Ou porque lá no fundo do teu coração existe algo de católico que lhe remete a fonte que é a Igreja Católica que por mais que você combata é digna de confiança.

        Não tem outro jeito.

        Estou certo de que Jesus não apareceu para você. Você creu em Lutero. Talvez em Calvino.

        Mas creu no homem.

        Você não teria condições de saber que a Bíblia é a palavra de DEUS pois não recebeu relevação alguma.

        Você creu no homem simplesmente.

        E como você pode saber qual é a Bíblia correta ?
        Católica ou protestante ?

        Foi Jesus que veio o céu para te dizer ?
        Foi o homem mais uma vez. Você creu em Lutero. Lutero bêbado, assassino e adúltero.

        E como você pode saber o canon correto da Bíblia ?
        Foi Jesus que veio do céu para te dizer ?
        Você creu no homem outra vez. Alguém disse, talvez o teu pastor “iluminado” e você sem questionar deu ouvidos ao homem.

        Eu creio na Bíblia porque confio na fonte que é a Igreja Católica.
        Eu creio no canon definido pela Igreja Católica, porque ela é a coluna e sustentáculo da verdade(Timóteo).

        E você ?
        Quem são tuas fontes ?

        Lutero ? Calvino ? Edir Macedo ? Silas Malafaia ? Valdemiro Santiago ?

        Que pena né Moreira ? Logo eles ? E você não tem saída. Tem que confiar no que eles dizem.

        Ou Jesus veio do céu para te explicar tudo ?

        E não venha me dizer que a Bíblia explica tudo.
        Os cristãos dos primeiros três séculos não dispunham de Bíblias. E por certo eram melhores cristãos do que eu ou você. E certamente foram muito mais provados na fé.

        Como eles faziam no tempo que não tinha Bíblia ?
        Me explica por favor. Jesus vinha do céu para lhes explicar tudo, tal como deve fazer com você, ou, eles eram ensinados pela transmissão oral ?

        Será que a transmissão oral, também conhecida como tradição apostólica não é aquela da qual Paulo nos fala ?

        Vai lá na sua Bíblia adulterada protestante e vê se não tem uma passagem em que Paulo recomenda que devemos guardar tudo que nos foi transmitido seja por escrito ou não ?

        E onde está na tua Bíblia a definição de que a Bíblia é a única fonte de revelação ?
        E onde está na tua Bíblia a definição do canon bíblico ?
        E onde está na tua Bíblia que a Bíblia correta é protestante ?
        E onde está na tua Bíblia que Lutero é o tradutor oficial da Bíblia no qual todos devem crer ?

        Está vendo Moreira !

        Como a decoreba engana não ?
        Conhecer meia dúzia de textos e cita-los feito papaguaio só serve para nos tornar pseudos sábios diante dos nossos próprios olhos.

        Por isto se diz: “A letra mata ,mas o espirito vivifica.”

        A letra matou o protestante.

        Caríssimo Moreira, quem está seguindo doutrinas de homens é você.

        Você não tem nem como saber porque crê na Bíblia.

        Segue o que os homens te disseram. Nada além disto.

        Você segue doutrinas humanas Moreira.

        A doutrina do Malafaia contempla teologia da prosperidade.

        A doutrina do Macedo aprova o aborto.

        A doutrina do Santiago nega que Jesus Cristo seja DEUS.

        A doutrina de Lutero diz que Jesus era um adúltero e que cometeu o seu primeiro adultério com Maria Madalena.

        A doutrina do Terra Nova pratica o evangelho judaízante do qual o nosso Senhor Jesus Cristo nos resgatou.

        A doutrina do RR Soares pratica a confissão positiva e ainda nos apresenta um Jesus patrocinador e adepto do débito automático.

        Viu Moreira quem está seguindo doutrinas de homens ?

        Tudo que te dizem os homens você acredita.

        Se algum “profeta” te diz que o Papa João Paulo II é a besta do apocalipse você vai lá e repete.

        Se alguém te disser que a Igreja Católica pratica idolatria e que adoramos imagens, você logo acata a idéia sem questionar.

        Moreira, você crê em tudo que os homens te dizem.

        Se eles te disserem que Lutero era um “iluminado” você logo crê ao invés de procurar ler as obras do “escolhido”.

        Pelos frutos de Lutero você poderia conhecer a árvore e saberia que ela é má.

        Mas você está atrás da verdade Moreira ?

        Acho que não.

        Você tem certeza que já sabe tudo.

        Mas a culpa não é tua Moreira.

        Os pregadores protestantes fazem isto conosco. Enchem a nossa bola, dizem que somos profetas, sacerdotes, bençãos, ungidos e acabamos por acreditar que podemos saber tudo de DEUS a partir de nossa leitura privada da Bíblia.

        E logo a Bíblia que, como você deve saber sem dar importância, proíbe a interpretação privada(Pedro).

        Não liga não Moreira. Ou melhor liga sim Moreira. Estamos falando de salvação e condenação eternas.

        Entenda de uma vez por todas que DEUS é criador e Bíblia é criatura. DEUS é infinitamente maior.

        Fique sabendo que no catolicismo não praticamos a religião do livro, mas cremos na palavra viva e encarnada.

        E saiba também que a Bíblia é filha da igreja e não sua mãe.

        E saiba ainda que a Bíblia diz que a Igreja é coluna e sustentáculo da verdade. Ela não diz nem de si próprio ser a coluna e sustentáculo.

        Leia a tua Bíblia com carinho e veja a condenação de Pedro para as divisões a partir da divisão principal(protestantismo).

        Veja se tua seita não está bem enquadrada no texto bíblico.

        Não tenha medo. Se você é um protestante sincero, peça em tuas orações para que DEUS mostre a verdade sobre a Igreja Católica, sobre Maria, sobre os santos.
        Não peça nada além da verdade. Não peça curas, não peça bens. Peça a verdade.
        Nada mais é tão importante quanto salvação.

        Como ex protestante, este foi o meu único mérito.

        Jesus é que me aceita. É ele o tempo todo, e, tão e somente, por amor e misericórdia. Não fui eu que fiz o “favor” de aceitar Jesus. É ele que tudo vê e que tudo sabe.

        Se tive algum mérito. Apenas um.

        Não procurava estar certo, procurava por salvação. Orava com sinceridade. Antes de pedir a conversão para o protestantismo das pessoas que amava, procurava ser esclarecido sobre a Igreja Católica que rejeitei, sobre os santos e sobre Maria.

        DEUS não decepcionará e nem deixará sem resposta um coração sincero.

        Agora, se você como todo e qualquer protestante não precisa buscar a verdade, pois pensa já ter encontrado, então de fato você apenas repetirá o que aprende com seus doutrinadores e fará críticas infundadas contra a caricatura que te apresentaram da Igreja Católica.

        Não tenha medo e nem se engane. Fora da Igreja Católica não há salvação.

        Não deixe para trás a religião de teus pais sem antes conhece-la. Não cometas os erros dos católicos que migram para as seitas.

        Eles não são católicos e nem são fiéis. São ignorantes e portanto, futuros protestantes.

        A paz de Jesus e o amor de Maria.

        Curtir

        • Helen disse:

          Andersson e Lilian,

          Meus parabéns pela argumentação!!!! É realmente muito pertinente e perspicaz! Como a vossa licença, será adaptada em breve para um novo artigo do Blog!

          Informo também que será em breve inaugurada uma nova página onde pretendo abrir um espaço para testemunhos de conversão ao Catolicismo. Há aqui alguns leitores convertidos à St Fé e que participam assiduamente dos debates, como o Irmão Manuel direto da Africa, gostaria de tê-los entre eles.
          Fiquem atentos ao novo espaço!

          Pax Domini,

          H.

          Curtir

          • Anderson e Lilian disse:

            Pode usar o texto como quiser. Apenas acrescente que quando digo que a Bíblia é criatura não me refiro a palavra de DEUS propriamente dita, mas ao livro Bíblia que foi tomado pelos protestantes como sendo o próprio DEUS vivo que precede todas as coisas. Um equívoco lamentável dos filhos de Lutero e que tem levado milhões aos totuosos caminhos das seitas que militam contra a única igreja de Jesus Cristo na terra. Se possível faça a adaptação necessária e conte com a nossa autorização. Tenho outros artigos que postarei posteriormente e você achar conveniente, pode reproduzi-los. Sinta-se sempre a vontade e nunca obrigada.
            Gratos

            Curtir

  31. Neilde disse:

    Caríssimos,

    Fiquei abismada com tamanha falta de informação do Pedro, penso que ele não fez catequese e verddeiramente não conhece a palavra de DEUS e tão pouco fez uma experiência com DEUS, uma atrocidade que ele não deveria ter feito é julgar, a ponto de dizer que a Helen, “pode estar sendo influenciada pelo ‘pai da mentira’ “, E se ele não compreendeu que Jesus deu autoridade aos discipulos de perdoar, sinto muito.

    Muitas vezes falamos o que vem na nossa cabeça, mas com certeza não é obra de DEUS e tão pouco inspiração divina do Espírito Santo.

    PS.: Até onde eu saiba Jesus contruiu/ edificou uma única Igreja, Una Santa Católica Apostólica Romana e deu autoridade a Pedro e aos discupulos para guiarem o povo de DEUS e manter os ensinamentos de Jesus, sendo-lhes obedientes.

    Paz, o Amor e o Fogo
    de Jeses, de Maria, do Espírito Santo
    Estejam convosco.

    Curtir

    • Alencar disse:

      Cara Neide:
      Evangélicos não fazem catequese, nós não temos catecismo. Nós fazemos estudos bíblicos.

      Quanto a uma pessoa ser usada pelo pai da mentira:
      Veja esta repreensão que Jesus fez a Pedro, que estava sendo usado por satanás.
      Mateus 16:23 – Mas Jesus, voltando-se, disse a Pedro: Arreda, Satanás! Tu és para mim pedra de tropeço, porque não cogitas das coisas de Deus, e sim das dos homens.
      Marcos 8:33 – Jesus, porém, voltou-se e, fitando os seus discípulos, repreendeu a Pedro e disse: Arreda, Satanás! Porque não cogitas das coisas de Deus, e sim das dos homens.
      E esta outra, com Davi:
      1 Crônicas 21:1 – Então, Satanás se levantou contra Israel e incitou a Davi a levantar o censo de Israel.

      Quanto a Jesus construir a igreja:
      Jesus construiu sua igreja sobre a Pedra-Angular: Jesus, e não sobre Pedro sinônimo de pedra.
      Tão pouco deu o nome de católica. A igreja católica surgiu depois de trezentos anos da morte e ressurreição de Jesus, quando o imperador Constantino, numa manobra política, parou de perseguir os cristãos.

      A mesma autoridade que Jesus deu a Pedro (Mateus 16:19) deu também a todas as pessoas que queiram ser discípulos de Jesus.
      Veja estes versículos:
      Mateus 18:18 – Em verdade vos digo que tudo o que ligardes na terra terá sido ligado nos céus, e tudo o que desligardes na terra terá sido desligado nos céus.
      Mateus 18:19 – Em verdade também vos digo que, se dois dentre vós, sobre a terra, concordarem a respeito de qualquer coisa que, porventura, pedirem, ser-lhes-á concedida por meu Pai, que está nos céus.
      Mateus 18:20 – Porque, onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, ali estou no meio deles.

      Veja algumas passagens bíblicas sobre o anúncio da Pedra-Angular na qual a igreja de Deus seria construída:
      Salmos 118:22 – A pedra que os construtores rejeitaram, essa veio a ser a principal pedra, angular;
      Isaías 28:16 – Portanto, assim diz o SENHOR Deus: Eis que eu assentei em Sião uma pedra, pedra já provada, pedra preciosa, angular, solidamente assentada; aquele que crer não foge.
      Zacarías 10:4 – De Judá sairá a pedra angular; dele, a estaca da tenda; dele, o arco de guerra; dele sairão todos os chefes juntos.
      Mateus 21:42 – Perguntou-lhes Jesus: Nunca lestes nas Escrituras: A pedra que os construtores rejeitaram, essa veio a ser a principal pedra, angular; isto procede do Senhor e é maravilhoso aos nossos olhos?
      Marcos 12:10 – Ainda não lestes esta Escritura: A pedra que os construtores rejeitaram, essa veio a ser a principal pedra, angular;
      Lucas 20:17 Mas Jesus, fitando-os, disse: Que quer dizer, pois, o que está escrito: A pedra que os construtores rejeitaram, esta veio a ser a principal pedra, angular?
      Atos 4:11 – Este Jesus é pedra rejeitada por vós, os construtores, a qual se tornou a pedra angular.
      Efésios 2:20 – edificados sobre o fundamento dos apóstolos e profetas, sendo ele mesmo, Cristo Jesus, a pedra angular;
      1 Pedro 2:6 – Pois isso está na Escritura: Eis que ponho em Sião uma pedra angular, eleita e preciosa; e quem nela crer não será, de modo algum, envergonhado.
      1 Pedro 2:7 – Para vós outros, portanto, os que credes, é a preciosidade; mas, para os descrentes, A pedra que os construtores rejeitaram, essa veio a ser a principal pedra, angular

      A igreja que Jesus edificou não tem denominação terrena, ela é formada pelos Santos (separados para Deus) cujos nomes estão escritos no Livro-da-Vida. Estes Santos não são, necessariamente, os que nós, homens, definimos ou canonizamos.
      Veja estes versículos sobre o Livro-da-Vida:
      Filipenses 4:3 – A ti, fiel companheiro de jugo, também peço que as auxilies, pois juntas se esforçaram comigo no evangelho, também com Clemente e com os demais cooperadores meus, cujos nomes se encontram no Livro da Vida.
      Apocalipse 3:5 – O vencedor será assim vestido de vestiduras brancas, e de modo nenhum apagarei o seu nome do Livro da Vida; pelo contrário, confessarei o seu nome diante de meu Pai e diante dos seus anjos.
      Apocalipse 13:8 – e adorá-la-ão todos os que habitam sobre a terra, aqueles cujos nomes não foram escritos no Livro da Vida do Cordeiro que foi morto desde a fundação do mundo.
      Apocalipse 17:8 – a besta que viste, era e não é, está para emergir do abismo e caminha para a destruição. E aqueles que habitam sobre a terra, cujos nomes não foram escritos no Livro da Vida desde a fundação do mundo, se admirarão, vendo a besta que era e não é, mas aparecerá.
      Apocalipse 20:12 – Vi também os mortos, os grandes e os pequenos, postos em pé diante do trono. Então, se abriram livros. Ainda outro livro, o Livro da Vida, foi aberto. E os mortos foram julgados, segundo as suas obras, conforme o que se achava escrito nos livros.
      Apocalipse 20:15 – E, se alguém não foi achado inscrito no Livro da Vida, esse foi lançado para dentro do lago de fogo.
      Apocalipse 21:27 – Nela, nunca jamais penetrará coisa alguma contaminada, nem o que pratica abominação e mentira, mas somente os inscritos no Livro da Vida do Cordeiro.

      Curtir

      • Helen disse:

        Alencar,

        Desculpe-me a rispidez, mas a sua teimosia, obstinacao, persistencia ja passa da medida!

        Se o sr nao sabe, fique sabendo que ate ‘pai do protestantismo’ o Sr. Lutero escreveu um catecismo. E apesar do Sr negar, TODA a regra de sua ‘religiao’ – termo que o sr tanto abomina – vem das doutrinas luteranas e NAO da biblia somente, como o senhor ingenuamente acredita. Como ja foi dito aqui uma centena de vezes, antes de Lutero NINGUEM pensava como o sr pensa, ou seja, ‘so a biblia tem autoridade’… Ja expilicamos-lhe aa exaustao, mas o sr se recusa a ver. POr quase 400 anos NAO HAVIA biblia!!! Portanto, como podiam os cristao te-la como UNICA autoridade? Gostaria muito que o sr me explicasse isso!
        Faco-lhe um desafio. Busque e pesquise a historia da Igrejal. Os concilios, os patriarcas, os livros de historia e faca um julgamento informado e sustentado pela verdade dos fatos. Ja existe uma legiao de teologos protestantes se convertendo ao catolicismo, porque o Espirito Santo se manifesta aaqueles que buscam a verdade, e nao aaqueles que buscam estar com a razao, pois isso chama-se ORGULHO!

        Alem do mais, o catecismo estah e sempre foi INTEGRALMENTE fundamentado na Biblia! Quem nao admite isso, pos uma venda nos olhos e recusa-se a retira-la, seja por orgulho ou por medo! Com honestidade, de que adianta esse bate e volta absurdo de versiculos biblicos?! Claramente o sr NAO entende 10 por cento daquilo que le na Biblia! O que mais me entristece eh saber que 99 dos protestantes estao na mesma situacao e sequer tem alguem para lhes explicar, pois cada pastor tem sua propria interpretacao, de acordo com seu Espirito Santo particular, nao eh verdade?

        Finalizando, Jesus disse sim: “Vate retro Satanas”, mas NAO se referia a Pedro, oh filho de Deus! Ele se dirigia diretamente ao proprio Satanas, como se fosse um aviso: Eu sei que es tu quem esta a por essas palavras/ideias na cabeca de Pedro, para tentar desencorajar-me de cumprir a vontade de meu Pai!!! Por isso, vate-retro, satanas!

        Sobre a Rocha

        No contexto em que Jesus falava, Pedro eh a rocha da Igreja. Deus a Rocha que nos Salva!

        Versos biblicos:

        O sr acha mesmo que nos catolicos nao conhecemos as tais passagem que postou? Acha que a nossa biblia ta faltando algum pedaco? Nao, pelo contrario, eh a vossa que nao contem toda a revelacao. Se a contivesse o sr nao viria aqui questionar o porque de Purgatorio, de rezar para os mortos…veria isso em 2 Maccabeus!!! O Nosso cano biblico eh o legitimo. A vossa biblia foi aquela imposto/manipulada por Lutero!

        Ja lhe ocorreu porque Jesus chamou a Pedro de Cefas?. Ora, esse nome nao quer dizer PEDRA? Precisa dizer algo mais?

        Curtir

        • Alencar disse:

          Cara Helen
          As Sagradas Escrituras já existiam antes de Jesus vir a nós. Jesus veio apenas cumpri-las, trazendo as Boas Novas (Nova Aliança), pois a igreja velha e corrompida, que originalmente foi dada início com os 10-Mandamentos, por Moisés, se desviara completamente da verdadeira palavra de Deus.
          Quando eu digo “Bíblia”, estou me referindo também ao Antigo-Testamento, embora estes escritos não fossem, ainda, denominados como “Bíblia”. Mas que diferença isso faz, já que se trata da mesma escritura?

          O mesmo processo de corrupção aconteceu com a igreja que Jesus iniciou com seus apóstolos, e corrompendo-se trezentos anos depois, com a entrada do império romano nela.

          Quanto ao que você diz de Lutero, não tenho nada contra você nisso. Esta sua peleja com Lutero não me importa. Se alguns pensamentos ou opiniões minhas e de Lutero são iguais, não vejo mau nenhum nisso. Eu formo minhas opiniões com base no que eu leio na Bíblia e não em catecismos feitos pelos homens. Se você observar, eu nunca cito outros escritos senão a Bíblia.
          Eu sei que sua Bíblia é legítima, a questão é que vocês não querem que seus irmãos a leiam, alegando inúmeras razões, mas veja que Jesus sempre alegava: “Não lestes nas escrituras…?”. Jesus quer que todos leiam as escrituras, e os que não sabem ler, ouçam dos que sabem ler, por isso a necessidade dos pregadores. Quanto à interpretação, Jesus disse que o Espírito Santo se encarregaria disso, o resto são falácias.

          Não se aborreça comigo por eu citar textos bíblicos que vão contra seus interesses. A Bíblia também me condena por muitos pecados que eu cometo, mas em vez de eu me zangar com isso, eu agradeço a Deus por vigiar meus passos e mostrar a verdade que me liberta do pecado.
          Veja o que Paulo disse:
          15 – Não entendo o que faço. Pois não faço o que desejo, mas o que odeio.
          16 – E, se faço o que não desejo, admito que a Lei é boa.
          17 – Neste caso, não sou mais eu quem o faz, mas o pecado que habita em mim.
          18 – Sei que nada de bom habita em mim, isto é, em minha carne. Porque tenho o desejo de fazer o que é bom, mas não consigo realizá-lo.
          19 – Pois o que faço não é o bem que desejo, mas o mal que não quero fazer, esse eu continuo fazendo.
          20 – Ora, se faço o que não quero, já não sou eu quem o faz, mas o pecado que habita em mim.

          Romanos 7:15-20
          em mim.

          Curtir

          • Helen disse:

            Caro Alencar,

            Infelizmente, o sr nao entendeu grande parte do que eu disse… Eis alguns esclarecimentos sobre os seus comentarios:

            1- “Quanto ao que você diz de Lutero, não tenho nada contra você nisso. Esta sua peleja com Lutero não me importa. Se alguns pensamentos ou opiniões minhas e de Lutero são iguais, não vejo mau nenhum nisso. Eu formo minhas opiniões com base no que eu leio na Bíblia e não em catecismos feitos pelos homens”

            Ora, nao ha mal algum em pensar como Lutero. O mal estah sim em afirmar que o aquilo em que acredita veio da Biblia e nao de Lutero! A Biblia NUNCA afirmou ser a UNICA autoridade ou fonte da fe Crista. NUNCA. Essa ideia da Sola Scriptura veio de LUTERO e nao da Bibila!!!

            O sr mesmo disse que Cristo veio para cumprir as Escrituras e nao aboli-las. Veja, sua contradicao se mostra ate mesmo nessa afirmacao. Pois no antingo testamento o povo Judeu nao baseava sua fe apenas no que tava escrito, mas sim nos ensinamentos daqueles escolhidos por Deus, como por exemplo, Moises – como o sr mesmo citou. Nao se le na Biblia uma passagem onde o povo de Deus diga a Moises: “Como saber se o que vc diz eh verdade? Onde esta escrito na Biblia? Mostre-nos para que possamos acreditar.” – E lembre-se, qdo a irma de Moises tentou incitar o povo a questionar a autoridade dele, ela foi castigada por Deus. Isso, sr Alencar, prova que a invensao de Lutero – ou seja, somente aquilo que foi escrito eh que tem valor e autoridade – Nao eh algo alienigena aos Catolicos somentes, mas ao Povo do Antigo Testamento, bem como os cristaos dos primeiros seculos.

            2 – “Eu sei que sua Bíblia é legítima, a questão é que vocês não querem que seus irmãos a leiam, alegando inúmeras razões, mas veja que Jesus sempre alegava: “Não lestes nas escrituras…?”.

            Outro mal-entendido de sua parte. Nem eu e nem a Igreja catolica queremos que outros cristaos nao leiam a biblia. Nao sei de onde saiu isso. Qto a Jesus citar o antigo testamento; sim, ele o fazia e muito! Na verdade, Jesus se mostrou ao povo de Deus sempre com o pano de fundo do velho testamento, por duas razoes: 1- quando queria corrigir alguem de algum erro ou interpretacao erronea. 2- Quando queria fazer alguma referencia a sua propria pessoa no que se toca aas profecias feitas a respeito Dele no VT.
            Mas NUNCA Jesus usava as escrituras como fonte de autoridade para os seus ensinamentos, pois ELE mesmo era a autoridade, pq eh Deus.

            3- “Não se aborreça comigo por eu citar textos bíblicos que vão contra seus interesses”

            Nao estou zangada com o sr., so nao acho ‘produtiva’ essa troca sem fim de versos da biblia. Nao sei de onde veio a ideia de que os versos que me postou no seu comentario anterior contradizem ‘meus interesses’… Qto a Romanos 7:15-20, Paulo fala sobre a natureza pecadora de cada um de nos.

            Curtir

          • Alencar disse:

            Helen, sobre suas citações:

            A Biblia NUNCA afirmou ser a UNICA autoridade ou fonte da fe Crista. NUNCA.”
            Você concordou comigo, em outros comentários, que a Bíblia é o único documento deixado por Deus aos homens. Se a Bíblia é o único documento deixado por Deus aos homens, quem garante que os escritos adversos de qualquer igreja, vem da parte de Deus?

            Nao se le na Biblia uma passagem onde o povo de Deus diga a Moises: “Como saber se o que vc diz eh verdade? Onde esta escrito na Biblia? Mostre-nos para que possamos acreditar.”
            Na pergunta que fizeram a Moisés não tem a palavra Bíblia, porque não existiam ainda, as escrituras, já que Moisés foi quem as iniciou a partir dos 10 mandamentos.

            Se não ha lei escrita, não se pode cobrar que a leiam, porém, Deus pessoalmente, operou grandes feitos para crerem, como abrir-o-mar-vermelho e enviar-o-maná; Deus nunca cobra algo que não tenha dado antes.
            Mas agora nós temos as escrituras, e precisamos obedecê-las, e não podemos mais fabricar pseudo bezerros de ouro disfarçados de santinho-disso e santinho-daquilo.
            1 João 5:21 – Filhinhos, guardai-vos dos ídolos.
            Por que nenhum dos que saíram da escravidão do Egito, nem mesmo Moisés (por causa da contenda em Meribá), exceto Josué e Calebe, conseguiu entrar na terra prometida?
            Respostas:
            Porque apesar de terem recebido a lei, não a cumpriram. Porque ainda estavam contaminados pelas heresias que receberam por 400 anos no Egito. Porque não deram ouvidos aos seus patriarcas e preferiram seguir seus próprios preceitos. Porque ignoraram a Verdade que os Libertavam e preferiram seguir as fantasias apresentadas por satanás.

            Mas NUNCA Jesus usava as escrituras como fonte de autoridade para os seus ensinamentos, pois ELE mesmo era a autoridade, pq eh Deus.
            Jesus nunca usou de sua própria autoridade, mas sim, dizia que nada fazia de si próprio, mas o que recebia do seu Pai.
            João 10:37 – Se não faço as obras de meu Pai, não me acrediteis;

            Nem eu e nem a Igreja católica queremos que outros cristaos nao leiam a biblia. Nao sei de onde saiu isso.
            A partir de hoje em diante, vá para as missas e todos os outros eventos religiosos, com uma bíblia na mão, e abra-a, e leia-a, a vista de todos. Depois de algum tempo, volte aqui e dê o seu próprio testemunho disso.

            Mensagem do apóstolo João para uma igreja ainda pura:
            1 João 5:19 – Sabemos que somos de Deus e que o mundo inteiro jaz no Maligno.
            Ora, satanás é criativo e no fim do império romano conseguiu se infiltrar entre o povo de Deus, mais uma vez.
            Roma sempre foi solo fértil para heresias.
            Ao contrário do que muitos católicos pensam, Jesus nunca colocou os pés em Roma para evangelizar.

            Não tome este comentário como algo pessoal. Eu estou somente evangelizando.

            Curtir

        • Alencar disse:

          Helen, você citou:
          “No contexto em que Jesus falava, Pedro eh a rocha da Igreja. Deus a Rocha que nos Salva!”

          Pedro, no contexto, é uma das rochas da construção assim como os demais apóstolos, assim como foram os profetas, assim como todos os que, hoje, se tornam discípulos de Jesus.
          1 Coríntios 12:27-31
          27 – Ora, vós sois corpo de Cristo; e, individualmente, membros desse corpo.
          28 – A uns estabeleceu Deus na igreja, primeiramente, apóstolos; em segundo lugar, profetas; em terceiro lugar, mestres; depois, operadores de milagres; depois, dons de curar, socorros, governos, variedades de línguas.
          29 – Porventura, são todos apóstolos? Ou, todos profetas? São todos mestres? Ou, operadores de milagres?
          30 – Têm todos dons de curar? Falam todos em outras línguas? Interpretam-nas todos?
          31 – Entretanto, procurai, com zelo, os melhores dons. E eu passo a mostrar-vos ainda um caminho sobremodo excelente.

          Contudo, isso não nos autoriza a alterar as escrituras. Ligar a terra com o céu é tão somente, pedir e receber.

          Curtir

          • francisdo disse:

            Gente, Sou de formação Católica, obedecer os preceitos de minha igreja me da paz e segurança quanto ao correto direcionamento para a minha vida e salvação, a Biblia e o livro sagrado, onde busco orientações para minha vida.
            A Biblia é o livro onde esta escrito a palavra de Deus, nós humanos a lemos, e a interpretamos segundo as nossas limitações.
            Infelizmente, temos milhares de interpretações com direcionamentos distantes do verdadeiro objetivo da leitura da Biblia, que é buscar o conhecimento da palavra de Deus e nunca para satisfazer a vaidade intelectual e até manipulação tendenciosa.
            Qaundo Jesus teve aqui na terrra, deixou muito claro, que a salvação é de todos, e não dos Doutores da lei.
            Se eu amar a Deus sobre todas as coisas e ao proximo como a mim mesmo, ja é um grande passo para a minha salvação, essa é a orietação de Jesus, da Igreja. E o importante é a salvação da alma.

            Curtir

            • Alexandre disse:

              Você tocou no âmago da questão, a salvação. Nada fará sentido se este objetivo não for alcançado. Ninguém conseguirá salvação desobedecendo a vontade de Deus.
              O único capaz de te salvar é Jesus. A sua igreja não tem poder algum sobre sua salvação. Nem mesmo o cumprimento aos dez mandamentos garante a sua salvação. Nenhum santo pode fazer nada pra te salvar. Quando ainda vivos os santos podem no máximo te levar a palavra de Deus. A salvação é intransferível, inegociável, e você decide salvar-se enquanto estiver vivo, e nunca depois da sua morte da carne.
              Esta lorota de que você vai cozinhar um pouco pra se limpar e depois irá pro céu, é uma heresia arquitetada por satanás. Esta estória de santo interceder por você é artimanha de satanás pra retirar Jesus de cena. O único capaz de ouvir suas preces é Jesus porque é onipresente e onisciente e foi o único que te comprou com o próprio sangue.
              Você não precisa de igreja suntuosa e cheia de firuletes, pra salvar-se. Uma igreja que ao longo do caminho injetou e continua injetando heresias em suas fileiras, e não deu nenhum passo pra se redimir, não conseguirá sequer te levar a verdadeira palavra de Deus.

              Curtir

          • Anderson disse:

            E Jesus pediu a Pedro que apascentasse suas ovelhas. Ele não disse evangélicos ou Luteros.

            E Jesus diisse a Pedro: “O que ligares na terra será ligado no céu. E o que desligares na terra será desligado no céu.”

            Ele disse Edir Macedo ou Pedro ?

            Mais claro do que isto é impossível.
            Não querer entender é não desejar enxergar o que está diante dos olhos de todos.

            O problema do protestante é sempre o mesmo.
            Ele escolhe os textos que irá seguir e rejeita aqueles que não lhe convém.
            Ao mesmo tempo que nos pedem textos explícitos, ignoram os textos explícitos que lhes comprometem.
            Vale sempre o que cada protestante quer que seja aceito como doutrina.
            Vamos ver quem não lê a Bíblia:

            Os protestantismo e sua rejeição aos textos bíblicos

            Sobre a relação de alguns protestantes com DEUS
            É comum ouvirmos entre protestantes as expressões:
            “Tudo posso naquele que me fortalece”, “Tome posse da tua benção”, “Somos mais do que vencedores”, “DEUS irá me restituir tudo que o inimigo me tomou”, entre tantas outras.
            Muitos destes protestantes são favoráveis às teologias da confissão positiva e determinação.
            Muita gente defende que o crente tudo deve determinar em nome de Jesus.
            Entretanto, Jesus nos dá um exemplo de profunda humildade e submissão quando, estando para ser entregue a Pilatos, ele ora ao seu pai e pede que se possível, apenas se possível, que o cálice do sofrimento lhe seja afastado.
            Jesus finaliza tal oração rogando ao pai que não seja feita a sua vontade, mas a vontade daquele que está no Céu.
            O mesmo Jesus ensina que o verdadeiro cristão deve carregar a sua cruz.
            Você concorda que não existe e nunca existiu e nunca existirá alguém com mais credenciais para exigir algo de DEUS, se não Jesus Cristo ?
            O que lhe parece tudo isto ?
            Quem está certo ?
            Jesus, que se humilha, ou o intrépido e destemido protestante que tudo determina ?
            Agora imagine um católico que não tem vergonha de se declarar leigo, e que se ajoelha e faz penitências e, sobretudo, faz a confissão de seus pecados a outros homens igualmente pecadores ?
            Este católico está sendo humilde ou soberbo ?
            Está mais parecido com Jesus ou com um protestante ?
            Quem você acha que este católico deveria imitar ?
            Jesus humilde ou ao protestante que determina sua “vitória” ?

            Sobre o batismo
            O católico deve imitar a Jesus que, mesmo sendo DEUS foi batizado, ou deve imitar o protestante, que só deve ser batizado depois que tiver “entendimento” ?
            Quem decide que o protestante já tem “entendimento” ?
            Jesus aguardou ter “entendimento” para ser batizado por João Batista ?
            Se Jesus foi batizado por alguém infinitamente menor do que ele, seria razoável que ninguém se esquivasse do batismo e que não impedisse que outros o fossem ?
            O que você acha daqueles que esperam que seus filhos tenham “entendimento” ?
            Estes estão seguindo o exemplo de Jesus ou estão fazendo-se sábios aos seus próprios olhos ?

            Sobre a confissão dos pecados
            A Bíblia diz que Jesus deu aos apóstolos poder de perdoar e reter pecados.
            Você concorda que para alguém reter ou perdoar pecados é necessário que antes alguém lhe confesse estes mesmos pecados ?
            Você concorda que não seria possível aos apóstolos atenderem às determinações de Jesus para reter e perdoar pecados, se antes ninguém lhes confessasse estes mesmos pecados ?
            Será que Jesus deu uma ordem aos apóstolos que não era para ser cumprida ?

            Você acha que os apóstolos atenderam à determinação de Jesus ou a ignoraram ?

            O que você como protestante acha que aconteceu ?

            Jesus estava errado e os apóstolos perceberam o engano de Jesus e aboliram a confissão por ele instituída ?

            Ou será que os apóstolos obedientes atenderam à determinação de Jesus ?

            Neste caso quem está certo ?

            Os apóstolos que atenderam ao que Jesus lhes ordenou ou os pregadores protestantes que gritam: “Eu só me confesso a DEUS. Não aceito julgamento de homens.” ?

            Sobre as obras

            O Evangelho de Tiago nos diz que a fé sem obras é morta.
            Lutero disse que o evangelho de Tiago é palha morta.
            Quem está certo ?
            Lutero ou os católicos que consideram que a fé sem obras é morta ?
            Entre um católico que faz obras descritas no evangelho e Lutero que as rejeita, a qual deles você protestante chamaria de “irmão em Cristo” ?
            Ainda,
            Jesus nos ensina que a verdadeira religião é visitar órfãos e viúvas.
            Em outra passagem do evangelho Jesus nos diz:
            “…tive fome e me destes de comer, tive sede e me destes de beber…” e para estes Jesus lhes abre o Reino dos Céus.
            Para outros que não deram de comer ou beber a Jesus nas pessoas dos mais necessitados, fica claro que o destino daqueles não é o paraíso.
            Contudo, percebemos que muitos pregadores protestantes dizem que assistir aos mais necessitados é coisa para os governos.
            Outros chegam a dizer que a Bíblia não dá autorização para que o protestante supra materialmente alguém mais desfavorecido.
            Pergunta-se:
            O que os católicos devem fazer ?
            Seguir o que está na Bíblia e continuar fazendo as boas obras ou seguir as orientações destes pregadores protestantes ?

            Sobre o Povo de DEUS

            Pela Bíblia sabemos que são irmãos e “mães” de Jesus todo aquele que lhe escuta e age.
            Em outras palavras, sem fazer acepção de pessoas, Jesus está nos dizendo que pertencem a sua família aqueles que lhe ouvem e praticam.
            Contudo, os protestantes costumam se autodenominarem como Povo de DEUS, raça eleita, entre outros títulos, deixando de fora sempre os católicos, além de tantos outros, e incluindo outros protestantes, por vezes absurdamente diferentes uns dos outros.
            Pergunta-se:
            O que é certo, afinal ?
            A definição de “família de Jesus”, dada pelos pregadores protestantes ou a definição de família de Jesus, dada pelo próprio Jesus ?
            Se para pertencer à família de Jesus é indispensável escutá-lo, o que você diria para aqueles que, ao contrário do que nos pede Jesus, semeiam a divisão do corpo de Cristo com fundações e mais fundações de novas denominações protestantes ?
            A quem você prefere escutar ?
            A Bíblia, que você jura defender, e diz que devemos ser “um” ou o pregador que fora da Bíblia diz ter tido uma “visão” para fundar uma nova denominação ?

            Sobre os escândalos

            Jesus disse que os escândalos são inevitáveis. O que significa inevitável para você ?

            Sr.Protestante, você concorda que escândalos inevitáveis são escândalos que não podem ser evitados ?

            Até deveriam ser evitados, mas evitá-los nem sempre está ao nosso alcance ou sob nosso controle, especialmente aqueles causados por terceiros.

            Se os escândalos são inevitáveis e se o mesmo Jesus antecipou a sentença daqueles que causam tais escândalos, seria lícito imaginarmos que Jesus está nos dizendo, em outras palavras, que é ele e tão e somente ele quem presta contas da sua Igreja ?

            Se cremos que Jesus Cristo cuida de sua Igreja e ele mesmo em pessoa se encarrega dos escândalos e de seus autores, perguntamos:

            Onde se encontra a permissão para Lutero promover uma reforma na Igreja Católica ?

            Onde se encontra a permissão para que qualquer um promova reformas na Igreja Católica ?

            Onde se encontra a permissão para que alguém promova reformas em qualquer igreja, seja católica ou não ?

            Sobre os “escândalos” da Igreja Católica
            É rotina escutarmos de protestantes expressões do tipo: “A Igreja Católica é um antro de pedofilia”.
            Registra-se o fato de que estatisticamente existem mais pedófilos entre pregadores protestantes do que entre sacerdotes católicos.
            Para nós católicos a pedofilia é uma prática asquerosa e não está ligada a esta ou aquela crença.
            Em que pese um número maior de casos entre protestantes, não diremos jamais que o protestantismo favorece esta prática. Pelo contrário.
            Acreditamos que a maioria esmagadora de protestantes, bem como a maioria esmagadora de católicos, repudia este crime hediondo.
            De qualquer forma, nós católicos sempre escutamos as insinuações protestantes e isto é fato.
            Por causa destas insinuações, não raras vezes estes protestantes nos dizem que deveríamos abandonar a Igreja Católica, segundos eles, um antro de perdição e pedofilia.
            Supondo que esteja correta esta máxima de que os católicos devem abandonar o catolicismo tão logo tenham conhecimento de casos de pedofilia praticados por sacerdotes católicos, seria razoável esperarmos que os protestantes também abandonassem suas denominações, tão logo soubessem que determinado pregador foi pego em adultério ou pedofilia ?
            Os protestantes chocados com os escândalos católicos estão dispostos a fazer exatamente o que pregam para nós ?
            Podemos esperar que os protestantes abandonem suas denominações tão logo tenham conhecimento de algum escândalo entre protestantes ?
            O que fará o protestante se tiver conhecimento de algum caso de pedofilia no meio protestante ?
            O que fará o protestante se tiver conhecimento de algum caso de lavagem de dinheiro ou sonegação fiscal praticado por pregador inescrupuloso ?
            Como devem reagir os católicos em relação aos escândalos ?
            Devem separar os ensinamentos da Igreja dos pecados comuns a todos os homens, ou devem usar a famosa frase protestante “Olha para Jesus” ?
            O que devemos fazer ?
            Devemos dizer “não toca no ungido do Senhor” ou devemos entender que Jesus cumpre suas promessas, de maneira que as portas do inferno não prevalecem sobre sua igreja ?
            Devemos crer em Jesus, que prometeu defender sua igreja contra erros de fé e doutrina, ou duvidar, como Lutero, que resolveu abrir uma igreja “sem pecadores “ ?
            Autor: A.Silva e V.De Carvalho

            Curtir

            • sueli souza disse:

              Estou pasma! que grande refutação!Inspiração divina com certeza,calou até mesmo nosso irmão protestante.Que DEUS toque o coração dessas pessoas que nos julgam no inferno, porque somos católicos e abra seus olhos e nos tornemos verdadeiramente irmãos em CRISTO.Amém.

              Curtir

  32. Fernandes disse:

    A quem interessar:
    Infelizmente as pessoas estão procurando “picuínhas” de que “a minha é melhor que a sua”… Não estão se preocupando com a verdade. A verdadeira essência divina.
    Estou pra ver nessa vida quem vai atirar a primeira pedra!
    Não se esqueçam que Deus é amor. É único. Então, sem amor, caridade e discernimento sobre todas as coisas (obviamente tem que estudar para tal autoridade de respostas), não importa onde se dobre o joelho, não se está praticando o cristianismo, o que realmente Jesus nos ensinou.
    “Amai-vos uns aos outros como Eu vos amei”, e continua nos amando eternamente, eternamente…
    Não adianta lermos a Bíblia se não praticamos a mesma. Façamos da exegese a nossa prática diária.
    Obs.: Amar o próximo não é ter aquele “amor louco”, platônico, ou se sentir pressionado a amar. Sim, se sentirmos o verdadeiro amor, ótimo, mas também engloba em compreender, respeitar, ajudar, enfim, sentir fluir de forma imensurável.
    Sagrado coração de Jesus, esse nunca pára de bater…
    Que Deus abençoe a todos Nós!

    Curtir

  33. Jonathan David disse:

    Por favor, meu prezado, mesmo você defendendo a religião católica, que matou mais de 70 milhões de pessoas e fez coisas tão depravadas como nenhuma outra igreja já o fez, eu devo lhe informar que está enganado, Em Tiago 5:16 diz: ” Confessai as vossas culpas UNS aos OUTROS, e orai uns pelos outros, para que sareis. A oração feita por um justo pode muito em seus efeitos.” no versículo 15 ainda diz:” E a oração da fé salvará o doente, e o Senhor o levantará; e, se houver cometido pecados, ser-lhe-ão perdoados”. Em momento nenhum diz que tenha que me confessar com UM PADRE e menos ainda “pagar penitência”; e a Bíblia é clara quanto a isto, então por favor, se quer defender sua religião faça-o com seus argumentos e não com a Palavra de Deus, não a deturpe, por que se destruir a si mesmo, meu caro ??. E se quiser corrigir a escrita das pessoas que comentam, não escarneça delas, apenas o ensine. Um abraço

    Curtir

    • Helen disse:

      Sr. Jonathan,

      A igreja matou mais de 70 milhões de pessoas? De onde o Sr. tirou essa informação tão infame e equivocada. Quais são os livros de história que anda a ler?

      O Blog

      Curtir

      • Pedro disse:

        O Irã nega que houve o holocausto na segunda guerra. Vocês vão negar a santa inquisição?
        Veja→ http://www.infoescola.com/historia/a-santa-inquisicao/

        Curtir

        • Helen disse:

          A inquisição aconteceu, porem, nao de forma como eh contada pelos anti-catolicos. Faça uma pesquisa isenta de preconceito e comprovaras o que digo.

          Curtir

          • Pedro disse:

            Não é contada pelos anti-católicos, mas sim pela história. Até hoje se descobrem em escavações arqueológicas, materiais e documentos que agravam cada vez mais a crueldade da igreja naquela época, e muito antes da inquisição.

            Vocês precisam admitir que, a Igreja Cristã iniciou um processo de corrupção a partir da conversão de Constantino (313 dC), quando foi constituída a Igreja Católica. Os Cristãos daquela época já não aguentava mais tanto sofrimento, e cedeu ao Império Romano, que trouxe todo tipo de heresia pra dentro da Igreja. Estas heresias continuam sendo absorvidas pela Igreja Católica até os dias de hoje.
            Faz-se necessário, pessoas de coragem para reformar radicalmente a Igreja, forçando-a ao retorno da verdadeira Palavra de Deus.

            Algum Material de Pesquisa:
            http://www.iasdemfoco.net/papas/estudos/016a.htm
            http://algarvivo.com/arqueo/romano/imperador-constantino.html
            http://pt.wikipedia.org/wiki/Primeiro_Conc%C3%ADlio_de_Niceia
            http://educaterra.terra.com.br/voltaire/antiga/2002/12/16/001.htm
            http://educacao.uol.com.br/biografias/constantino.jhtm

            Curtir

            • manueldacosta disse:

              Pedro;

              Se a igreja em 313 foi corrompido pelo Constantino….então tudo que o cristianismo tem é uma farsa…..

              Se 313 a igreja já traiu Cristo então a Trindade que foi formualada em 325 esta errada.

              Também esta errada os concilios(Hipona 393;Cartago 397) onde foram escolhidos os 27 livros do Novo Testamento.Quem me garante que esta escolha ??

              De fato, Paulo escreveu o que é a Igreja: “Todavia, se eu tardar, quero que saibas como deves portar-te na casa de Deus, que é a Igreja de Deus vivo, coluna e sustentáculo da verdade” (1Tim 3,15)

              Mateus 16.18 “Pois também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela”

              Em Jo 16, 12-13 diz: “Tenho ainda muito que vos dizer, mas não podeis agora suportar. Quando vier o Espírito da Verdade, ele vos conduzirá à verdade plena, pois não falará de si mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido e vos anunciará as coisas futuras

              AS igrejas fundadas por homens é que são corrompidas mas aquele fundado Pelo Nosso Senhor é a Santa Igreja Católica e Apostólica,que é o deposito de fé Cristã.

              Curtir

          • Alencar disse:

            Resposta a manueldacosta: Veja link abaixo.
            https://igrejamilitante.wordpress.com/#comment-338

            Curtir

        • sueli souza disse:

          Na tempo da “inquisição” não existiam no mundo bilhões como hoje, se mataram tantas pessoas assim, em alguns lugares reduziram drasticamente a população terrestre.como já dizia um padre: pode nos culpar,nós católicos ultimamente somos culpados de muitas coisas,como o não aborto, não promover o uso da camisinha para a fornicação,somos contra o casamento homossexual…E muitas outras coisas que os pastores adoram ser a favor, só para ser contra a igreja católica.Afinal não seriam PROTESTANTES adoram protestar e nos acusar.

          Curtir

        • Helen disse:

          Carissimo Pedro,

          Obrigada pelo oportuno comentario e por, de certa forma, enriquecer o debate com o artigo envido.
          Portanto, permita-me alerta-lo da necessidade de le-lo com cautela, pois se nao o fizer ha risco de que tire conclusoes erradas.
          O Papa pediu perdao pelos pecados cometidos pelos membros da Igreja, que como vc bem sabe, sao humanos e pecadores. Cometem erros. Isso, porem, nao quer dizer que a Igreja, enquanto corpo de Cristo, onde o proprio Cristo eh a cabeca, nao seja Santa!!! Tomemos o testemunho dado a nos pelo Novo Testamento: A igreja de Cristo comecou com 12 apostolos, escolhidos pelo Senhor para uma missao bem especifica, ou seja, levar a mensagem de salvacao aos 4 cantos do mundo.
          Nessa igreja iniciada com 12 homens, todos pecadores, tivemos Judas, que traiu Nosso Senhor. Correto? Sim, mas o fato que Judas traiu a Jesus nao quer dizer que a igreja por ele fundada nao tenha uma missao santa e seja ela mesmo santa! Mesmo que um ou todos os seus membros caiam ou tenham caido em pecado.
          Portanto, nao da pra argumentar que o Papa esteja se desculpando pelos pecados da Igreja como instituicao, mas pelos pecados cometidos por homens que dela fazem ou fizaram parte.

          Paz.
          Helen

          PS. Sobre confissao, leia o capitulo 9 do evangelho de Mateus, onde o Filho do Homem mostra que tem autoridade para perdoar os pecados na terra. O que diz a multidao no versiculo 8?

          “Vendo isto, a multidão encheu-se de medo e glorificou a Deus por ter dado tal poder aos homens.”

          Que poder? O de perdoar os pecados.

          Curtir

          • Pedro disse:

            Eu voltei a ler e reler esta reportagem da “Veja” e não vi em momento algum o Papa se desculpando por erros cometidos por homens que, a revelia teriam praticados tantas atrocidades.
            Todas aquelas violências foram praticadas com autorizações documentadas e assinadas pelo Magistério da Igreja.

            Quanto ao “Filho do Homem” perdoar pecados, está se referindo a Jesus (Filho do Homem), e não aos filhos dos homens ou a um padre, pastor, ou qualquer outro presbítero.

            “Vendo isto, a multidão encheu-se de medo e glorificou a Deus por ter dado tal poder aos homens.”. Refere-se ao milagre de Jesus que disse ao paralítico “Levanta-te toma o teu leito e vai para tua casa.”, e não a “perdoar pecados”.
            O poder de qualquer pessoa invocar o Espírito Santo (somente o Espírito Santo), para operar milagres, está escrito em várias passagens Bíblicas, mas isso enquanto estivermos vivos, não depois de morto. Na Bíblia não tem nenhum caso de alguém morto operar milagre.

            Quanto à traição de Judas:
            Santo quer dizer “separado para Deus” (qualquer um de nós pode ser santo, não somente os presbíteros). Judas, assim como os demais discípulos foi separado por Jesus para a obra de Deus. Ele, assim como Pedro, pecou (traiu). Pedro arrependeu-se, Judas não. Mas o que é o arrependimento? É o abandono do erro e o retorno à retidão. De nada adianta uma igreja arrepender-se e continuar errante. Se os católicos abandonarem todas suas heresias, não necessitará de nenhuma retratação, apesar disso indicar uma pré-disposição ao retorno da verdadeira Palavra, e ser um procedimento Bíblico correto.

            Curtir

            • Helen disse:

              Nunca disse em minha resposta ‘a revelia’, disse que o Papa pediu perdao pelo que foi feito por filhos da Igreja e nao pela instituicao. Nao li a reportagem da Veja enviada por voce, minha resposta foi baseada no texto originhal do Santo Padre.

              Paz,
              Helen

              Curtir

            • Denis disse:

              AMIGOS NÃO ADIANTA TAMANHO DEBATE! O ORGULHO CORROMPE E A INTERPRETAÇAO NAO É UNICA ! VIVA O CRISTO RESSUCITADO NO SANTISSIMO SACRAMENTO DO ALTAR, EXPERIMENTE O QUE NAO DA PARA EXPLICAR O SOBRENATURAL DO ESPIRITO SANTO DE DEUS.

              amados nao chegaremos a nenum lugar com debates! não conheco ninguem que foi evangelizado em debates de Orgulho e razoes, SANTA MISSA O UNICO EVENTO QUE ROMPE O VÉU DO TEMPO E VIVE-SE O SACRAFICIO DO AMOR.

              E LOUVADO SEJA NOSSO SENHOR JESUS CRISTO !!!

              Curtir

          • Pedro disse:

            Antes, você coloca o Magistério da Igreja como a própria representação de Deus na terra (quando na verdade é Jesus), e atribui total confiança ao Magistério, ao ponto de dar primazia ao catecismo, quando em confronto com a Bíblia. Depois, quando as coisas não dão certas (como a inquisição), você se esquiva, e joga o Magistério na fogueira.
            Isto é típico dos Católicos. Semelhantes a políticos corruptos, deslizam e não se consegue agarrar.

            PS.
            Quanto ao seu “PS.”:
            Este trocadilho de palavras de um versículo, como se fosse a conclusão de outro versículo, é um jogo perigoso pra você. Cuidado, você pode estar sendo usada pelo pai da mentira. Não se deixe levar pelo desejo desesperado de justificar um entendimento que você considera correto. O verdadeiro entendimento é dado pelo Espírito Santo; a Ele dê ouvidos.

            Curtir

            • Helen disse:

              Sr Pedro,

              1- Nem eu nem a Igreja Catolica afirmamos que o Magistério seja a própria representação de Deus na terra; Nao sei de onde o Sr. tirou isso; daqui do blog que nao foi, pois eu JAMAIS afirmaria tal absurdo!

              2- Quanto a darmos prioridade ao Catecismo, em detrimento da Sagrada Escritura, trata-se de outro grande absurdo. Fica claro que o sr. nunca leu o catecismo da Igreja que tanto detesta… Pois se tivesse saberia que trata-se de um livro fundamentalmente ancorado na Biblia; trata-se de um documento didatico, fruto do trabalho da Igreja por dom do Espirito Santo, usado na instrucao da Fe Catolica e NAO tem por objetivo substituir ou suplantar a Biblia, que eh a palavrra de Deus!

              3- Quanto a me ‘esquivar’… Talvez seja oportuno que eu lhe informe que este meu singelo blog tem por objetivo PRINCIPAL auxiliar aos meus irmaos Catolicos na instrucao e no fortalecimento da fe Catolica, mesmo que a participacao de outros irmaos de denominacoes difirentes seja muito bem vinda – desde que se mantenha a compustura e caridade crista, claro. Portanto, nao me esquivo de nada, apenas nao tive a oportunidade de escreve4r sobre a Inquisicao. Minha filha mal acabou de nascer, tem apenas 12 semanas, ainda esta pequeninia e pouco me sobra tempo para escrever… E alem disso, estou a ler sobre a Inquisicao, como procuro fazer com todos os assuntos sobre os quais trato aqui, antes de escrever algo para meus irmaos catolicos e aqueles que genuinamente buscam saber os fatos historicos e nao as lendas e calunias a cerca do tema.

              4- Meu Post Script ou PS foi apenas uma resposta objetiva aa sua acusacao e critica contra o sacramento da reconciliacao. Jesus veio ao mundo para nos reconciliar com DEus, e antes de partir deu a mesma incumbencia aos seus fieis discipulos, como bem nos lembra S. Paulo em suas epistolas. Sendo assim, nao tem trocadilho algum, simplemesme argumento genuino e valido.

              Quanto a eu ser usada pelo ‘pai da mentira’, trata-se nao apenas de uma ofensa pessoal e uma grande falta de caridade crista da sua parte.

              Paz,
              Helen

              Curtir

            • Pedro disse:

              Desculpe-me se você entendeu como uma acusação pessoal. Em nosso meio (Evangélico) este tipo de aviso serve como alerta para algo pior que está por vir. Situação semelhante aconteceu com Pedro e Judas, que foi advertido por Jesus, que disse que satanás estava provando-os. Também com Moisés na questão das águas de Meribá, o que o impediu de entrar na terra prometida. Na Bíblia existem inúmeros outros casos.
              Vejo que sua ingenuidade espiritual ainda é grande.
              Satanás assola a terra incessantemente, em busca de presas. Quanto mais santa é uma pessoa, mais ele persegue, pois a ele só interessa atrapalhar os planos de Deus.
              Não irei mais te incomodar. Que Deus te proteja.

              Curtir

    • Magno disse:

      Jonatham, eu sou crente, evangélico e defendo a Igreja católica, pois ai em Tiago, diz para ir chamar os presbíteros da Igreja para ungir o doente com óleo e se o doente tiver pecado todos eles lhes serão perdoados, vc é que quem tira as palavras do texto, tenho a Bíblia João Ferreria de Almeida e a católica e lá estão iguais os textos. Procure estudar primeiro pra depois falar da religião do outro. Se vc não aceita a proposta de outra Igreja, fique na sua, o que importa pra Deus e se as pessoas estão fazendo o bem e mal. Você pega um versículo da bíblia e quer dar um sentido pra Biblia toda. Estude primeiro

      Curtir

    • Magno disse:

      Vc fala que foi a Igreja católica quem matou, mas nunca fala que ela estava sob o poder do estado e que o estado também matou, isto vc não fala. Quem era papa na época eram os reis que dominavam as Igrejas e só depois a Igreja libertou e desvinculou do estado. Voc~es hoje ficam matando a fé da pessoa com falsas promessas, com falsos milagres, com falsas curas que nem Jesus fez, vendendo martelinho de ouro, oléo santo, terra não sei o que lá e etc. Fez a mesma coisa que a cat´lica na época e lembrando que o contexto da época era este. Voc~es também não fazem isto hoje, querem fazer todos acreditasrem que só voc~es estão certo. Se fosse voc~es, Rate, na época, voc~es fariam o mesmo, matavam que não fosse pra Igreja de voc~es. Hoje voc~es não fazem isto porque é outro tempo. Vai tirar os bandidos da favela, das drogas, da matança e deixa quem já tem uma religião quieto. Vc quer quem já tem religião pra sua, pra não ter trabalho de evangelizar.

      Curtir

      • Helen disse:

        Caro Magno,

        Muito bom seu comentário sobre a Sola escritura! Se Cristo quizesse nos deixar apenas a Bíblia, teria passado 3 anos escrevendo-a, e não ensinando aos Apóstolos e proclamando o reino de Deus!

        Curtir

  34. Lorru Santos disse:

    Como é sofrido ver meu queridos irmãos,continuarem a se expor a esse tipo de ensino herético, todos os textos estão fora do contexto, sendo que muitos estão intecionalmente auterados,por exempro tudo que esta entre parete-se não pertece ao verciculo,mas o leitor que não conhece a Biblia não perceber isso, como por exemplo,ele usou a palavra pontífice para sarcedote,essa farça papal ja caiu a muito tempo,hoje todos sabem que potífice é significativo de Construtor de pontes,e não tem nada a ver com Deus eo evangelho

    1 Primeiro Jesus disse “a quem voces perdoarem os pecados seram perdoados e a quem não perduarem ficarão sem perdão” Jo 20,21-23
    se entendermos como se esplica ai em cima,vamos de imediato termos a ideia de um Deus mal tipo FICARA SEM PERDÃO, e como ele tenta mudar para o lado espíritual logo todos estão condenados ao inferno, como os evangelicos que não se confesão com padres e por isso segundo a igreja Católica estão condenados pois KKKKKKKK não tem perdão,então só ai ja despachamos 57,4 milhôes de pessoas pro inferno só no Brasil,
    quando Jesus disse “Na verdade, na verdade vos digo que aquele que crê em mim tem a vida eterna e não serão condenados João 5,24
    Na verdade Jesus só está dizendo : se alguem que te machucou vier te pedir perdão voces devem pordoar,
    tipo Jesus falando “pai perdoa-lhes pois não sabes o que fazes

    tenho dó de quem está preso nas garras da igreja tanto Católica como a Evangélica atual
    É NOVA REFORMA NO SANGUE A ACABOU

    Curtir

    • Helen disse:

      Caro Lorru,

      Não sofras… Estude a palavra e leia os patriarcas do Cristianismo. Liberte-se do preconceito e do orgulho e Jesus há de tirar as vendas de teus olhos.

      Ps. Nenhum versículo foi ‘alterado’, senhor. Não seja leviano!!! Os versos acima enunciados são apenas a referência fornecida para cada passagem. Os textos referentes a cada uma das passagens são COMENTÁRIOS sobre cada passagem, e NÃO a citação das referidas. O intuito é que o leitor faça a leitura de cada passagem em sua própria bíblia usando os comentários aqui contidos como guia e pano de fundo para o seu entendimento.

      Curtir

      • Renato disse:

        Helen,mas vc por acaso pensa que nao tem tambem vendas nos olhos?
        Vc pensa que todos os “religiosos”do mundo nao teem vendas nos olhos?
        Seus padres,bispos e papas,ou mesmo os pastores protestantes,budistas e muculmanos,todos esses teem vendas nos olhos.

        A Biblia por si so nao chega para aprender sem o Espirito Santo.
        E quem tem o Espirito Santo sao aqueles que Deus escolheu e tudo lhes revela conforme Sua vontade.
        Vcs apenas falam de coisas loucas e sem sentido.

        Deus é Espirito!
        E quer ser amado espiritualmente!

        Claro que Jesus teve irmaos!
        Nao sao filhos de Maria,mas sim da esposa anterior que Jose teve.
        Ora a isso se chama de meios-irmaos,certo?

        Depois a igreja catolica gosta muito de usar a carta de Tiago para se defender.
        Mas nao conseguem perceber que Tiago nao esta se dirigindo a todos os homens,mas sim apenas aos filhos de Deus.
        Ele Tiago mesmo diz que o amor verdadeiro vem do alto,ou seja de Deus.

        Deus nao precisa de vossas “boas obras”!Porque Ele proprio pratica as boas obras conforme Sua vontade.
        Para isso Ele usa Seus filhos.

        Sim Seus filhos!Ou nao sabeis que nao somos todos filhos de Deus?
        Ora por isso existe esta grande guerra…
        Uma guerra invisivel para a maioria dos homens…
        A guerra dos espiritos!Ou seja a guerra entre os filhos de Deus e os filhos do maligno.

        Nunca conseguireis ser perfeitos como Deus é perfeito!
        Vcs bem tentam,mas nunca conseguireis.
        Vcs sao do mundo,porque descendeis do homem mortal.
        Ora isso esta escrito nas Escrituras.
        Ou existe alguem que quer contrariar?

        Curtir

        • Helen disse:

          Caro Renato,

          Não julgo saber tudo, por isso submeto-me à Santa Igreja Católica, que seguramente, sabe mais do que eu.

          Agora, sobre sua afirmação:

          “Claro que Jesus teve irmaos!
          Nao sao filhos de Maria,mas sim da esposa anterior que Jose teve.
          Ora a isso se chama de meios-irmaos,certo?”

          Poderia compartilhar conosco de onde saiu tal afirmação? Onde encontrou a evidência para isso? Estou bastante ansiosa para saber.

          Grata,
          H

          Curtir

  35. Pingback: Tweets that mention A Bíblia ensina que devemos nos confessar à um Padre | Ecclesia Militans -- Topsy.com

  36. Pingback: Por que confessar-se à um padre? | Ecclesia Militans

Seja respeitoso. Não ataque o autor, debata sua idéia. Não use linguagem obscena, profana ou vulgar. Fique no tema do post. Comentários fora do tema original poderão ser excluídos.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s